ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015

382 visualizações

Publicada em

Confira o que foi destaque na Mídia sobre o ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis, referente ao primeiro semestre de 2015.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ICom na Mídia - 1º Semestre de 2015

  1. 1. Clipagens ICom 2015
  2. 2. Janeiro
  3. 3. Acesse o link
  4. 4. Fevereiro
  5. 5. Março
  6. 6. JORNAL NOTÍCIAS DO DIA – 27/03/15
  7. 7. 27/03/15
  8. 8. 23/03/2015 Acesse o link
  9. 9. Maio
  10. 10. Acesse o link
  11. 11. Acesse o link 04/05/2015 - 16h32min
  12. 12. Atividades do Maio Amarelo para conscientização sobre segurança no trânsito começam em Florianópolis 5 de maio de 2015 Maio é considerado o mês internacional da promoção da segurança viária, e a cor do mês é o amarelo. O Floripa Te Quero Bem e Rede Vida no Trânsito participaram do Dia do Pedal (1º de maio) promovido pelo SESC Santa Catarina. Empresas e organizações, deram início às ações do Maio Amarelo. No dia 27 de maio, a Prefeitura de Florianópolis irá lançar os programas Floribike e Zona 30, durante o Primeiro Encontro Catarinense de Segurança Viária na ALESC. O Diretor de Vigilância em Saúde e membro da Rede Vida no Trânsito Leandro Garcia, explica a importância da ação: “De 2013 para 2014, o trânsito em Florianópolis matou 55% mais pessoas que os casos de homicídio. A maioria dos casos estão relacionados à álcool e velocidade”. Algumas das medidas que estão no plano de metas que representam os compromissos da prefeitura com a cidade, são a ampliação da malha cicloviária e estimular o uso da bicicleta, na esperança de diminuir o volume de carro nas ruas, trazendo também mais segurança. Essas medidas estão em consonância com as medidas da ONU, que no dia 11 de maio de 2011 decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Para o coordenador da Rede Vida no Trânsito Leandro Garcia, “com uma mobilidade urbana com menos carros particulares, e mais transporte público e bicicletas, Florianópolis será uma cidade mais segura e saudável”. O Movimento Floripa Te Quero Bem (FTQB) foi criado a partir da vontade de diversos segmentos da sociedade em tornar Florianópolis uma cidade melhor, mais solidária e sustentável. O movimento aprovou na Câmara de Vereadores uma proposta de emenda à lei orgânica do município para garantir que a cada novo mandato, a prefeitura elabore um Plano de Metas para ser compartilhado com a população. “O Floripa Te Quero Bem apoia a Rede Vida no Trânsito, pois ela lida diretamente com os desafios de mobilidade urbana, saúde e segurança”, explica Anderson Giovani da Silva, Gerente Executivo do Instituto Comunitário Grande Florianópolis – organização que faz parte do Comitê Gestor do FTQB, assim como o Grupo RBS, Instituto Guga Kuerten e Instituto Vilson Groh.
  13. 13. Carlos Damião Publicado em 06/05/15-10:00 Acesse o link
  14. 14. TV COM Tudo Mais Data: 28/05 Acesse o link
  15. 15. Online e impresso Data: 26/05 Acesse o link
  16. 16. Movimento Nós Podemos Data: 20/05 Evento em Florianópolis debaterá o empoderamento feminino O Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom), membro do Movimento Nós Podemos Santa Catarina, promove na próxima terça-feira (26) das 9h às 12h, o “Mesas Quadradas: Igualdade de Gênero e Empoderamento Feminino”. A proposta é mapear a rede de apoio à mulher na capital catarinense e levantar os desafios presentes nos cenários político e empreendedor da cidade. O encontro será no Centro de Apoio à Inovação Social (CAIS), no Centro de Florianópolis. Em março deste ano, o Governo do Estado de Santa Catarina lançou o boletim “Inserção Feminina no Mercado de Trabalho Catarinense”. Assim como no restante do país, a população do estado com ensino superior completo é, em sua maioria, mulher (59,7%). Porém é justamente nos níveis de escolaridade mais altos em que há maior disparidade salarial: enquanto as trabalhadoras com 5° ano incompleto recebem 86,9% do salário dos homens que exercem as mesmas funções, as com nível superior completo recebem 83,3%. Além disso, a mulher ocupa 90% dos trabalhos relacionados à atividades domésticas. Em atividades não remuneradas ou pouco remuneradas (como no caso das donas de casa), a parcela feminina no mercado é de 78%. A média salarial feminina é em torno de R$ 200,00 menor que a masculina. “O empoderamento feminino faz parte do amadurecimento de uma sociedade igualitária e, como uma organização ponte, o ICom não poderia se abster de aproximar pessoas para discutir esse tema” explica a coordenadora financeira, Aline Venturi. As inscrições para participar podem ser feitas até o dia 24/05 pelo link: https://goo.gl/u4qidt. Sobre o ICom O ICom atua como Fundação Comunitária, apoiando empresas e indivíduos para que possam fazer investimentos sociais e doações com alto impacto social, ao mesmo tempo em que auxilia organizações da sociedade civil a terem uma gestão mais eficiente e a servirem como canais de participação dos cidadãos para melhorarem a qualidade de vida na Grande Florianópolis e em Santa Catarina. Acesse o link
  17. 17. Data: 22/05 Acesse o link
  18. 18. Acesse o link
  19. 19. Junho
  20. 20. Data: 16/06 Acesse o link
  21. 21. Publicado em 16/06/15 Acesse o link
  22. 22. Acesse o link
  23. 23. Acesse o link
  24. 24. Acesse o link
  25. 25. Acesse o link
  26. 26. O Barato de Floripa Acesse o link Ação paralela da Bienal de Design promove intervenção urbana em comunidades de Florianópolis Uma ação paralela da Bienal Brasileira de Design propõe ações inovadoras e inesperadas para fomentar a transformação da maneira como lidamos com a natureza e as outras pessoas.Nesta segunda-feira, o Play The Call convoca o Social Good Brasil e o FabLab Floripa para uma intervenção urbana, entre as 10h e as 18h, que visa incentivar a transformação de uma comunidade de foram rápida e gratuita.O evento é aberto e todos os interessados serão divididos em três grupos: mobiliário urbano, hortas e paisagismo, e resíduos e reciclagem. Em seguida, cada grupo vai usar os seus talentos para oferecer o melhor que tem para uma comunidade de Florianópolis, cujo nome só será divulgado na hora.O ponto de encontro será no CAIS (Centro de Apoio à Inovação Social), nas Rua Lacerda Coutinho, 100, e para participar, basta confirmar a presença: www.goo.gl/forms/fgEp1kVKtz. Mais informações pelo email:geral.playthecall@gmail.com
  27. 27. Acesse o link
  28. 28. Acesse o link
  29. 29. Acesse o link
  30. 30. Acesse o link
  31. 31. Acesse o link
  32. 32. Julho
  33. 33. Acesse o link
  34. 34. Acesse o link
  35. 35. Acesse o link
  36. 36. Acesse o link
  37. 37. Tome nota: 22/07/2015

×