O Business Analyst na dinâmica do mercado de trabalho

932 visualizações

Publicada em

Apresentação de Rui Ferreira (Hays, Team Leader)

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Business Analyst na dinâmica do mercado de trabalho

  1. 1. O BUSINESS ANALYST NA DINÂMICA DO MERCADO DE TRABALHO<br />Rui Ferreira 24 Setembro 2010<br />IIBA PORTUGAL CHAPTER<br />
  2. 2. Presenter's name & Date. 2003 users: Go View Header & Footer to edit text / 2007 users: Go Insert Header & Footer to edit text<br />2<br />SUMÁRIO<br />» Diagnóstico da dinâmica do mercado de emprego – Business Analysis;<br />» Quadro comparativo internacional;<br />» Dinâmica do mercado de emprego nacional;<br />» Métricas de Análise – Perfil de um Business Analyst.<br />
  3. 3. Rui Ferreira - 24 de Setembro de 2010 - IIBA PORTUGAL CHAPTER<br />3<br />QUADRO COMPARATIVO INTERNACIONAL<br />Fonte: Bases de dados Hays<br />
  4. 4. Rui Ferreira - 24 de Setembro de 2010 - IIBA PORTUGAL CHAPTER<br />4<br />DINÂMICA DO MERCADO DE TRABALHOPORTUGAL<br />»Analista 2676 oportunidades;<br />» Analista Funcional 2126 oportunidades<br />» Analista de negócio 186 oportunidades<br />» Business Analyst 108 oportunidades<br />» Gestão de Requisitos 3 oportunidades<br />» CBAP 3 oportunidades<br />Fonte – Repositórios online nacionais, entre 01/01/2009 e 17/09/2010<br />
  5. 5. Rui Ferreira - 24 de Setembro de 2010 - IIBA PORTUGAL CHAPTER<br />5<br />DISTRIBUIÇÃO DAS OFERTAS DE EMPREGO POR SECTOR DE ACTIVIDADE <br />Fonte – Repositórios online nacionais, entre 01/01/2009 e 17/09/2010<br />
  6. 6. 6<br />ENQUADRAMENTO DA FUNÇÃO<br /><ul><li>Distinção entre competências primárias e secundárias;
  7. 7. Criação de nomenclatura e jargão comuns – todos os actores laborais;
  8. 8. Enquadramento de conceitos de pesquisa, análise e avaliação;
  9. 9. Prestígio e sentido de pertença;
  10. 10. Certificação de competências;
  11. 11. Paridade de responsabilidades, competências e vencimentos;
  12. 12. Consagração de carreira.</li></li></ul><li>7<br />CONCLUSÕES<br />Com a maturidade, autonomia e “responsabilização” das actividades de Business Analisys, podemos procurar reter, motivar, certificar e evoluir o papel actual.<br />» Mercado português com elevado potencial de crescimento e maturação, comparativamente a outros países;<br />» Mercado de oferta / emprego ainda pouco orientado para a “framework” de B.A.;<br />»Possibilidade de consagrar uma função em estado embrionário, através de métricas e responsabilidades consagradas.<br />
  13. 13. 8<br />OBRIGADO<br />

×