Os acúmulos de resíduos orgânicos e industriais no distrito de Araquém e suas redondezas.

696 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
471
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os acúmulos de resíduos orgânicos e industriais no distrito de Araquém e suas redondezas.

  1. 1. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________ OS ACÚMULOS DE RESÍDUOS ORGÂNICOS E INDUSTRIAIS NO DISTRITO DE ARAQUÉM E SUAS REDONDEZAS Paulo Souza da Costaa – paulo.cosmos@yahoo.com.br José Elmano Silvab – elmanodande10@hotmail.com a EEM Maria Menezes Cristino – Laboratório de Física. b EEM Maria Menezes Cristino – 1º Ano 2012.RESUMO O mundo atual está enfrentando grandes desafios que podem marcar o próximo passo da espécie humana na sua relação com a natureza. E um destes desafios é a grande quantidade de resíduos orgânicos e industriais descartados nas ruas, praças, mananciais e áreas de vegetações. O modo de vida urbano e até rural mudou drasticamente nos últimos cem anos. E esta mudança chegou com um maior consumo de itens industriais, os quais são acompanhados pelas suas embalagens refinadas e coloridas. Além destas embalagens, também aumentou o número de sacos (de plástico principalmente) que todos exigem para o transporte das mercadorias, não importa se seja apenas um biscoito já empacotado. Temos então pequenos montes de resíduos, restos de materiais, grandes quantidades de embalagens de plásticos, amontoados em locais inadequados e que podem mudar de maneira espantosa a paisagem, física e esteticamente. Esta não é uma realidade apenas das grandes cidades, mas também de pequenas comunidades e vilas. E o distrito de Araquém e suas redondezas não escapou imune de tal problema. Muito pelo contrário, como este trabalho irá mostrar, nosso distrito está cercado por um imenso amontoado de lixo que se não for tomada nenhuma medida no sentido de mitigá-lo poderá levar a um colapso na saúde, tanto do meio ambiente local como das próprias pessoas. Um simples registro fotográfico pode mostrar a situação lastimável na qual estamos imersos. Palavras-Chaves: Araquém, resíduos, fotografias.1. INTRODUÇÃO Viajar, mesmo a passeio, em transportes velozes apenas nos faz ganharalguns minutos a mais, que por acharmos possível chegar mais rápido nos faz sairatrasados e sempre desejar um veículo mais veloz. Mas perdemos a oportunidade deperceber os detalhes dos caminhos pelos quais deixamos nossas pegadas. O que umacaminhada a pé ou até mesmo de bicicleta pode nos oferecer melhores visões. Além deser mais saudável e mais ecologicamente correto. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) a cada ano abordauma temática diferente. Em 2012 ela trouxe como tema o tripé: Sustentabilidade,Economia Verde e Erradicação da Pobreza. O objetivo da SNCT é fazer com queinstituições educacionais como escolas, universidades, entre outras, dediquem umasemana inteira durante o mês de Outubro à ciência e à tecnologia. Que estas instituiçõesabram discussões, apresentem projetos de pesquisa, façam palestras e uma série de
  2. 2. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________atividades que levem aos estudantes e a população em geral ao conhecimento dosmétodos de descobertas da ciência, bem como suas contribuições para a construção deuma sociedade mais justa e solidária. Durante uma caminhada de bicicleta pelas redondezas do distrito deAraquém, juntamente com alguns alunos meus, tivemos uma ideia de realizar umregistro fotográfico simples dos acúmulos de lixo. Naquele momento percebíamos queos trechos da rodovia CE 240 que liga a cidade de Coreaú à BR222, tanto na saída paraCoreaú como na saída para Arapá, estava pontuada por alguns “pequenos lixões”abandonados às suas margens. Então tomemos a decisão de fazer um pequeno registrodesses resíduos para ser apresentado durante a SNCT de 2012, dentro da temáticaSustentabilidade e Erradicação da Pobreza. O que não esperaríamos era encontrar“pequenos lixões” maiores e em maior quantidade, além de uma paisagemdrasticamente mudada pelo acúmulo de lixo nas redondezas do distrito de Araquém.2. OBJETIVO O objetivo principal deste trabalho é mostrar a imagem horripilante dealgumas paisagens do distrito de Araquém e suas redondezas, causada pelo acúmulo deresíduos orgânicos e industriais, aos quais chamamos lixo. Levar a comunidade escolare local ao conhecimento da destruição de nosso meio pelo descarte inadequado de restosde materiais utilizados pela população. Alertar as autoridades competentes para atomada de medidas concretas e seguras com relação ao destino final daquilo que nãousamos mais. Trabalho que objetiva, portanto, abrir os olhos da nossa comunidade arever seus conceitos de bem estar social e financeiro, e que não podemos mais continuarcom esta situação de indiferença com relação aos montes de lixo que borram nossaspaisagens, tanto de ruas, praças como áreas de vegetação.3. METODOLOGIA DE PESQUISA Como foi comentado na introdução, esta pesquisa surgiu do fato de termosvisto vários depósitos de lixo nas margens da rodovia CE 240. Então, na construção donosso projeto de pesquisa, foi planejado apenas um dia para registro fotográfico.Embora o dia reservado (06 de Outubro) ter sido usado apenas para este registro, não foisuficiente para fotografar nem a metade do terreno que planejávamos. Ficando,portanto, áreas de Araquém e redondezas sem registro. Não dediquemos outro dia pormotivo do pouco tempo que tínhamos para concluir o trabalho, uma vez que a SNCTestava se aproximando. Deste fato, deduzimos que deve ter ficado grande quantidade deresíduos sem registro, uma vez que em todos os lugares que passamos nos deparamoscom “pequenos lixões”. Mas o que conseguimos registrar pode servir a nossospropósitos e foi possível tirar conclusões gerais. Durante o dia 06 de Outubro foi possível fazer uma visita ao principaldepósito de lixo do distrito de Araquém, depósito que é conhecido por “lixão”. Nós doise alguns colaboradores, saímos da Praça da Matriz em torno das sete horas da manhã,todos de bicicleta, munidos de uma câmera digital e telefone celular com câmerafotográfica embutida. Pedalamos até o “lixão”, onde fizemos várias fotografias eestimamos a sua área usando uma régua e uma fita que encontramos no meio dosresíduos. Com a régua (0,15 m), medimos o tamanho da fita (2 m) e com a fita medimosa extensão de duas diagonais perpendiculares usando como referencial de direção duaspessoas (colaboradores) colocadas diametralmente opostas nos limites do “lixão”. Comeste método, construímos um retângulo imaginário, no qual foram usadas as duas
  3. 3. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________diagonais como comprimento e largura. A fotografia de satélite abaixo mostra estaconstrução:Figura 1*: Diagonais imaginárias D e d definindo as dimensões estimadas do “lixão”numa fotografia de satélite.*Google Earth, imagens de 11/2007. A extensão estimada para as duas diagonais foi cerca de 64 m para adiagonal maior D e cerca de 33 m para a diagonal menor d. Imaginando estas duasdiagonais como comprimento e largura de um retângulo, mostrado na figura 2, pudemosestimar a área do “lixão” em torno de 2112 m2 .
  4. 4. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________Figura 2*: Retângulo imaginário construído sobre o “lixão” numa fotografia desatélite usando as duas diagonais como comprimento e largura.* Google Earth, imagens de 11/2007. Após esta atividade de estimativa da área do “lixão”, fizemos umacaminhada nas suas proximidades até cerca de 50 m de distância para verificar seucrescimento. Concluímos isto em uma hora e então partimos para outras regiões,incluindo as redondezas da EEM Maria Menezes Cristino e o Açude Novo. Gastandonisto mais uma hora, liberando então nossos colaboradores. Em seguida, realizamosmais registros de outras áreas, entre elas, ruas nas periferias de Araquém, às margens doAçude de Araquém e da rodovia CE 240 na saída para Arapá. Ao total, foram feitasmais de 500 fotografias com ênfase nos acúmulos de resíduos e as quais serão usadaspara mostrar a real situação do lixo em Araquém e em suas redondezas.4. RESULTADOS Apesar de ser uma pesquisa simples e curta, os resultados foram além doque esperávamos. Esperávamos registrar os principais depósitos de resíduos orgânicos eindustriais do distrito de Araquém, pois pensávamos que a situação não estava tãoprecária. Nossa expectativa de fazer todo o registro fotográfico em um dia não chegounem perto de ser alcançada, uma vez que analisando a grande quantidade de resíduos,podemos deduzir que chegamos a registrar em torno apenas da metade dos acúmulos delixo. Constatamos que a situação do lixo no distrito de Araquém e em suas redondezas épreocupante, por dois motivos principais. Primeiro porque a quantidade é muitosuperior à que inicialmente imaginávamos, pois quando se falava em lixo, o que nosvinha à cabeça era a imagem do famoso “lixão”. É preciso afirmar categoricamente:Araquém não tem apenas um “lixão”. Muito pelo contrário, Araquém está inundado por“lixões”, muitos dos quais se encontram no lado oposto de nossas casas, em ruas, praçase em áreas de vegetação. O segundo motivo de preocupação é que mesmo passando aolado destes “lixões” ou vivendo muito próximo deles, não os percebemos como algo queprovoque horror. Mantemos a maior indiferença a todos eles, sem nenhuma atenção asuas mudanças sobre as paisagens. Organizamos as fotografias por local visitado. Uma parte para o “lixão”,uma para as ruas periféricas de Araquém, uma para as redondezas da EEM MariaMenezes Cristino, uma para as ruas e avenidas, uma para o Açude de Araquém, umapara as redondezas de Araquém e uma parte para as margens da rodovia CE 240 nasaída para Arapá. É bom ressaltar que nos locais visitados não encontramos apenas umúnico depósito de lixo, o que nos faz perceber que o lixo de Araquém é abandonado emqualquer lugar sem nenhuma preocupação com o que ele pode provocar.4.1 “Lixão” e suas proximidades A nossa estimativa grosseira da extensão do “lixão” de cerca de 2100 m2 ,pode dar uma noção do seu tamanho. Mas ele continua a crescer, pois além de recebercada vez mais resíduos, seus limites se expandem por dentro da vegetação. Apesar deconter todo tipo de resíduo que se possa imaginar, o que mais se destaca são embalagense sacos plásticos, as famosas sacolinhas de mercantil. E podemos vê-las dependuradasem plantas a distâncias consideráveis de onde são deixadas. E a vegetação seca ecinzenta, torna-se impregnada de pontos brancos. São sacos plásticos presos em seusgalhos. É simplesmente um horror para estética da paisagem.
  5. 5. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________Foto 1: imagem de uma parte do “lixão”. Podemos observar a grande quantidade desacolas plásticos.Foto 2: processo de queima dos resíduos do “lixão”.
  6. 6. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________4.2 Ruas periféricas de Araquém O lixo nas ruas localizadas na periferia de Araquém se acumula formandopequenos “lixões” e novamente o destaque é para as sacolas plásticas que sãoperceptíveis à distância. Encontramos acúmulos de resíduos próximos a cercas e muros,muitos localizados próximos de residências.Foto 3 e 4: muros e cercas se tornam pequenos “lixões”.4.3 Redondezas de Araquém Nas áreas ao redor de Araquém os resíduos também se acumulam, sendolocais de vegetação ou mesmo descampados. Encontramos vários locais deste tipo, osquais juntos representam significativa parcela do lixo produzido em Araquém.
  7. 7. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________Foto 5: Resíduos abandonados em áreas de vegetação.4.4 Ruas e avenidas de Araquém Até mesmo as ruas e avenidas contam com seus pequenos depósitos deresíduos. Os acúmulos estão espalhados pelos meios-fios, calçadas e praças. São locaisque se espera estarem isentos de lixo, mas se transformam em depósitos de sujeiras.Foto 6: Av. Samuel Félix e seus depósitos de lixo.
  8. 8. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________4.5 Rodovia CE 240 – saída para Arapá Quem visitar as margens da rodovia CE 240 (que liga Coreaú a Arapá) podeperceber os depósitos de lixo que começam a crescer. São vários pequenos “lixões” quese formam ao longo das suas margens. Apesar de termos fotografado apenas a saídapara Arapá, com uma visita ou caminhada ao longo da saída para Coreaú poderáconfirmar os seus resíduos acumulados.Foto 7: lixo às margens da rodovia CE 240, saída para Arapá.4.6 Açude de Araquém O Açude de Araquém já teve grande importância para a população dodistrito, uma vez que ele era a principal fonte de abastecimento de água. Mas a situaçãoatual é degradante, o que podemos perceber pela quantidade considerável de resíduosacumulados pelas suas margens.
  9. 9. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________Foto 8: depósito de resíduos às margens do Açude Araquém.Foto 9: depósito de resíduos próximo à parede do açude.
  10. 10. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________4.7 EEM Maria Menezes Cristino Além do fato de que o “Lixão” se encontra nas proximidades da EEM MariaMenezes Cristino, também em suas redondezas encontramos pequenos depósitos deresíduos, os quais não forem banidos poderão se tornar uma ameaça para nossoambiente escolar.Foto 10: resíduos nas redondezas da EEM Maria Menezes Cristino.5. CONCLUSÃO O registro fotográfico realizado por nós pode nos levar a algumasconclusões. Primeira, a quantidade de resíduos orgânicos e industriais produzida pelapopulação de Araquém é imensa, o que nos permite deduzir que o poder de compra daspessoas aumentou. Segunda, a maior parte dos resíduos abandonados é composta porembalagens plásticas de produtos, o que se torna claro observando a grande quantidadede sacolas plásticas nas fotografias. Isto requer um pouco de atenção pelo fato de que oplástico leva um tempo considerável para se decompor. Terceira, o distrito de Araquémprecisa urgentemente de um serviço efetivo de coleta e destinação correta e segura delixo, evitando o crescimento do famoso “lixão” e dos pequenos “lixões”. Quarta, apopulação, principalmente a comunidade escolar local, precisa agir no sentido de alertare cobrar às autoridades competentes para tomarem medidas cabíveis com relação aodestino final de nossos resíduos. Além de tudo isto, podemos concluir o quanto é grande o descaso com aproblemática do lixo, tanto por parte de nossos governantes como por parte dapopulação. Nossa prática ainda está léguas distante daquilo que falamos, pois vivemospregando sobre sustentabilidade e preservação do meio ambiente, fazendo trabalhos
  11. 11. SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SNCT. 15 A 21 DE OUTUBRO DE 2012______________________________________________________________________belos sobre lixo e reciclagem, mas não nos sensibilizamos pelos enormes montes deresíduos ao nosso redor. Ainda mantemos a maior indiferença com relação à grandequantidade de sacolas plásticas voando pela vegetação, rolando pelas ruas e seacumulando aos pés de cercas e muros. Até então, não estamos preocupados com o lixoque produzimos. Esperamos, então, que a população acorde e perceba que estamosmergulhados em lixo e que passe a cobrar das autoridades competentes medidasconcretas e seguras. Ao mesmo tempo, que as pessoas revejam seus conceitos de bemestar social e ambiental.6. AGRADECIMENTOS Queremos agradecer à EEM Maria Menezes Cristino nas pessoas de JoséMaria Gomes como coordenador e Pedro Policarpo da Costa como diretor, por teremapoiado este registro fotográfico e liberado um tempo do Laboratório de Física paraedição do trabalho. Aos nossos colaboradores: Francisco Eliel B. Madeiro, AntônioEduardo de A. Costa, Maria Beatriz S. do Nascimento, Marcelo F. de Albuquerque,Helloysa Sampaio, Amanda A. de Albuquerque, Francisca Camila de A. Nascimento,Lucas Portela de Aguiar, Joviano Ferreira Lima e Aparecida Aguiar de Lima (todos do1º ano B – 2012).7. REFERÊNCIAS Vídeo: Realidade em construção: solução para esgoto e lixão de Araquém.Antônia Gabriela de L. Silva, Samara P. Santos, Maria Marcélia T. Machado e JoelmaO. de Menezes. Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente 2012. Projeto de Pesquisa: Biogás: a metamorfose do lixo orgânico. Tadeu G. daSilva e Antônio Nathanael S. de Souza. Olimpíada Brasileira de Saúde e MeioAmbiente 2012. http://araquemce.blogspot.com.br.

×