Os Descobrimentos Henriquinos Painéis de S. Vicente MNAA; Lisboa ( detalhe )
Até às viagens dos Descobrimentos, vigoravam as concepções ptolomaicas (Ptolomeu, séc. I d. C.).  Havia mundos e não um Mu...
Vários navegadores, como por exemplo os irmãos Vivaldi, de Génova, em 1291, ou o catalão Jaime Ferrer, em 1346, tentaram a...
Apesar de algumas expedições realizadas às Canárias durante o séc. XIV, e depois de terem sido estudadas outras hipóteses,...
1415  –  conquista de Ceuta
 
 
O  Infante D. Henrique  nasceu no  Porto  em 1394, 5º filho legítimo de D. João I e D. Filipa de Lencastre. Em 1415 partic...
Em 1418, o Infante regressa a Ceuta, acudindo à cidade que se debatia com um cerco posto pelos reis de Fez e Granada.  Reg...
Entre 1417 e 1420, realizaram-se várias viagens de exploração às ilhas da Madeira e Porto Santo, que já eram conhecidas e ...
Criação de gado e cereais
dragoeiro Pesca e plantas tintureiras (urzela, pastel e sangue-de-drago)
Cana-de-açúcar
Navegando para ocidente,  Diogo de Silves  descobriu 7 ilhas dos Açores (1427). O seu nome consta de um mapa do arquipélag...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2 Ceuta E Ilhas

2.973 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.973
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
165
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 Ceuta E Ilhas

  1. 1. Os Descobrimentos Henriquinos Painéis de S. Vicente MNAA; Lisboa ( detalhe )
  2. 2. Até às viagens dos Descobrimentos, vigoravam as concepções ptolomaicas (Ptolomeu, séc. I d. C.). Havia mundos e não um Mundo!
  3. 3. Vários navegadores, como por exemplo os irmãos Vivaldi, de Génova, em 1291, ou o catalão Jaime Ferrer, em 1346, tentaram avançar pelo oceano Atlântico. Sem sucesso. Por diversas razões (sociais, políticas, religiosas, económicas, geográficas, históricas), os portugueses lançaram-se nessa missão histórica.
  4. 4. Apesar de algumas expedições realizadas às Canárias durante o séc. XIV, e depois de terem sido estudadas outras hipóteses, a conquista de Ceuta marca o arranque da expansão portuguesa.
  5. 5. 1415 – conquista de Ceuta
  6. 8. O Infante D. Henrique nasceu no Porto em 1394, 5º filho legítimo de D. João I e D. Filipa de Lencastre. Em 1415 participa activamente na tomada de Ceuta , recebendo em compensação o ducado de Viseu, os senhorios da Covilhã e do Algarve, bem como a administração da Ordem de Cristo .
  7. 9. Em 1418, o Infante regressa a Ceuta, acudindo à cidade que se debatia com um cerco posto pelos reis de Fez e Granada. Regressado a Portugal no ano seguinte, prepara uma expedição para combater o corso no Estreito de Gibraltar. É por esta altura que alguns dos seus homens desembarcam no arquipélago da Madeira.
  8. 10. Entre 1417 e 1420, realizaram-se várias viagens de exploração às ilhas da Madeira e Porto Santo, que já eram conhecidas e representadas em cartas do séc. XIV. João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira desembarcam no Porto Santo. Zarco recebeu a capitania do Funchal, cabendo ao outro a do Machico. Bartolomeu Perestrelo participou na redescoberta da ilha da Madeira, tendo ficado donatário de Porto Santo.
  9. 11. Criação de gado e cereais
  10. 12. dragoeiro Pesca e plantas tintureiras (urzela, pastel e sangue-de-drago)
  11. 13. Cana-de-açúcar
  12. 14. Navegando para ocidente, Diogo de Silves descobriu 7 ilhas dos Açores (1427). O seu nome consta de um mapa do arquipélago, desenhado em 1439 por Gabriel Valseca, natural de Maiorca, que o apresenta como descobridor . Diogo de Teive descobriu as ilhas das Flores e Corvo em 1452. É possível que tenha chegado à Terra Nova. Corvo Graciosa S. Jorge Terceira Stª. Maria S. Miguel Faial Flores Pico

×