Enfermagem

1.538 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enfermagem

  1. 1. 3ª. PARTE – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS21. A equipe mínima de Saúde da Família é constituída por um médico, um enfermeiro, um a doisauxiliares de enfermagem e quatro a seis agentes comunitários de saúde. Em relação à prevençãoclínica de doença cardiovascular, cerebrovascular ou renal crônica, marque a atividade que não édesenvolvida pelo(a) técnico de enfermagem: a) Verificar os níveis da pressão arterial, peso, altura e circunferência abdominal. b) Orientar a comunidade sobre a importância das mudanças nos hábitos de vida, ligadas à alimentação e à prática de atividade física rotineira. c) Desenvolver atividades educativas de promoção de saúde com todas as pessoas da comunidade. d) Encaminhar as solicitações de exames complementares para serviços de referência.22. Manter o funcionamento da sonda nasogástrica e naso-entérica é responsabilidade contínua daequipe de enfermagem. Para assegurar a permeabilidade e diminuir a chance do crescimentobacteriano ou o aparecimento de crostas e a possibilidade de oclusão da sonda, 15 a 30 ml de águadeverão ser administrados em cada uma das circunstâncias, EXCETO: a) Antes e depois de cada dose de medicamento e em cada alimentação por sonda. b) Após checar o resíduo gástrico e o pH gástrico. c) A cada 24 horas nas alimentações contínuas. d) Se a alimentação por sonda for interrompida por qualquer motivo.23. Para administrar 1500 ml de soro, em 24 horas, é necessário que o número de gotas por minutoseja de: a) 7 gotas/min. b) 14 gotas/min. c) 28 gotas/min. d) 21 gotas/min.24. Uma intervenção fundamental para melhoramento da troca gasosa e da respiração no períodopós-operatório é o tratamento adequado da drenagem de tórax. Um dos principais cuidados a seremobservados, quanto ao uso de dreno do tórax de um paciente que necessite ser transportado, émanter: a) O paciente em decúbito dorsal. b) Fechado o dreno de tórax durante o transporte. c) O frasco abaixo do nível do tórax. d) O frasco vazio.
  2. 2. 25. A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é um problema grave de saúde pública no Brasil e nomundo. Ela é um dos mais importantes fatores de risco para o desenvolvimento de doençascardiovasculares, cerebrovasculares e renais, sendo responsável por pelo menos 40% das mortespor acidente vascular cerebral, por 25% das mortes por doença arterial coronariana e, emcombinação com o diabete, 50% dos casos de insuficiência renal terminal. Para se verificar apressão arterial de um paciente, devem ser obedecidos os seguintes passos, EXCETO: a) Deixar o paciente descansar por 5 a 10 minutos antes da aferição. b) Certificar-se que o paciente encontra-se com a bexiga cheia. c) Manter o braço do paciente na altura do coração. d) Palpar pulso radial e inflar o manguito até o seu desaparecimento.26. O Puerpério é o período que decorre da dequitação até a volta do organismo materno ànormalidade, sendo necessárias, em média, quatro a seis semanas para que isso seja efetivado. Elepode ser dividido em períodos. O Período do puerpério que vai do 11º ao 40º dia pós-parto é o: a) Imediato. b) Mediato. c) Tardio. d) Pós-tardio.27. A toxemia gravídica é conhecida como doença hipertensiva específica da gravidez, e é umacomplicação que ocorre após a 24º semana de gestação, apresentando como tríade sintomática: a) Náusea, vômito e proteinúria. b) Hipertensão, hiperglicemia e proteinúria. c) Hipertensão, edema e proteinúria. d) Edema, proteinúria e glicosúria.28. Em relação à cetoacidose diabética, é INCORRETO afirmar que: a) Ela é uma complicação crônica do diabetes. b) Ela se caracteriza por distúrbios no metabolismo dos carboidratos, gorduras e proteínas. c) No quadro clínico encontramos sinais e sintomas como: náuseas, vômitos, hálito cetônico, torpor e coma. d) Os objetivos imediatos do tratamento são: restaurar o metabolismo, corrigir a hipovolemia e os distúrbios hidroeletrolíticos.29. Nos últimos anos, no país como um todo, as doenças classificadas como Doenças InfecciosasParasitárias (DIP) têm apresentado valores próximos a 10% do total de internações, sendo estesmais elevados nas Regiões Norte e Nordeste. Baseado no guia de bolso das Doenças Infecciosas eParasitárias, a dengue é uma doença infecciosa febril aguda, que pode ser de curso benigno ougrave, dependendo da forma como se apresente: infecção inaparente, dengue clássico (DC), febrehemorrágica da dengue (FHD) ou síndrome de choque da dengue (SCD). Assinale dentre os itensabaixo aquele que não é um sinal/sintoma da dengue: a) Dor abdominal intensa. b) Pressão diferencial < 20 mmHg (PA convergente). c) Aumento da diurese. d) Aumento repentino do hematócrito.
  3. 3. 30. A tuberculose é um problema de saúde prioritário no Brasil, que, juntamente com outros 21países em desenvolvimento, alberga 80% dos casos mundiais da doença. O agravo atinge a todosos grupos etários, com maior predomínio nos indivíduos economicamente ativos (15-54 anos). Ossinais e sintomas mais freqüentes são: a) Febre alta, odinofagia, sintomas constitucionais, tosse, artralgias, adenopatia cervical posterior simétrica, que pode se generalizar, esplenomegalia, hepatomegalia discreta, raramente com icterícia, erupção cutânea, comprometimento do orofaringe sob a forma de faringo-amigdalite exudativa. b) Comprometimento do estado geral, febre baixa vespertina com sudorese, inapetência, emagrecimento, dor torácica, tosse inicialmente seca e posteriormente produtiva, acompanhada ou não de escarros hemoptoicos. c) Comprometimento pulmonar, lesões ulceradas de pele, mucosas (oral, nasal, gastrointestinal), linfoadenopatia; na forma disseminada, pode acometer todas as vísceras, sendo freqüentemente afetada a supra-renal. d) Tosse, febre com duração maior que uma semana, astenia, anorexia, dor torácica, cefaléia e mialgias.31. Sabendo que a transmissão da malária ocorre através da picada da fêmea do mosquitoAnopheles, infectada pelo plasmodium, e que o período de incubação varia de acordo com aespécie de plasmódio. Correlacione o período de incubação com a espécie de plasmódio e marquea opção correta: I- Plasmodium falciparum ( ) 13 a 17 dias II- Plasmodium vivax ( ) 18 a 30 dias III- Plasmodium malariae ( ) 8 a 12 dias a) II, III e I. b) II, I e III. c) III, II e I. d) I , II e III.32. Uma criança nasceu em 20/05/2007. Em agosto daquele ano foi vacinada contra a tuberculose ehepatite B. No dia 15 de setembro, foi ao centro de saúde para dar continuidade ao esquemavacinal previsto pelo Ministério da Saúde. Neste caso, deverão ser administradas as seguintesvacinas: a) Tetravalente, VOP e VORH. b) VOP e BCG. c) Tetravalente, VOP, VORH e contra hepatite B. d) BCG e antisarampo.
  4. 4. 33. As vacinas BCG, DPT e Hib correspondem, respectivamente, às vacinas: a) Oral contra poliomielite, intradérmica contra tuberculose, vacina intramuscular contra difteria, tétano e coqueluche. b) Intradérmica contra poliomielite, vacina intramuscular contra difteria, tétano e coqueluche e vacina oral contra haemophilus influenzae do tipo b. c) Intradérmica contra haemophilus influenzae do tipo b, vacina intramuscular contra difteria, tétano e coqueluche e vacina oral contra poliomielite. d) Intradérmica contra tuberculose, vacina intramuscular contra difteria, tétano e coqueluche e vacina contra haemophilus influenzae do tipo b.34. A lavagem gástrica consiste na aspiração do conteúdo gástrico e lavagem do estômago pormeio de uma sonda gástrica de grosso calibre. Qual das opções abaixo representa contra-indicação para a realização deste procedimento: a) Hipertermia, náuseas e ingestão de destilados de petróleo. b) Ingestão de ácido, hipertermia e presença de convulsões. c) Ingestão de destilados de petróleo, corrosivos fortes e inconsciência. d) Ingestão de ácido, corrosivos fortes e presença de convulsões.35. O choque afeta todos os sistemas corporais. Ele pode desenvolver-se de forma muita rápida oumuito lenta, dependendo da causa subjacente. O choque hipovolêmico ocorre quando existe umadiminuição no volume intravascular, causada por uma perda sanguínea maciça. Qual das opçõesabaixo representa sinais e sintomas do choque hipovolêmico: a) Débito cardíaco diminuído, perfusão tecidual aumentada e anúria. b) Perfusão tecidual diminuída, débito cardíaco diminuído e retorno venoso diminuído. c) Perfusão tecidual aumentada, volume sistólico aumentado e débito cardíaco diminuído. d) Débito cardíaco aumentado, volume sanguíneo diminuído e perfusão tecidual aumentada.36. A cicatrização de uma ferida ocorre em três fases: inflamatória, proliferativa e de maturação.As feridas também cicatrizam por diferentes mecanismos, dependendo da condição de cada uma.Esses mecanismos incluem a cicatrização da ferida cirúrgica por primeira, segunda ou terceiraintenção. Baseado nisso, qual a opção que caracteriza a cicatrização por segunda intenção: a) Ocorre em feridas profundas que não foram suturadas inicialmente ou romperam-se e foram ressuturadas posteriormente, aproximando assim as duas superfícies de granulação opostas. b) O tecido de granulação não é visível, e a formação de cicatriz é mínima. c) Ocorre nas feridas infectadas ou nas feridas nas quais as bordas não foram aproximadas. d) Ocorre em feridas limpas, nas quais as bordas não foram aproximadas.
  5. 5. 37. A diálise peritoneal é um procedimento realizado por intermédio de um cateter semi-rígidocolocado no abdome, através do qual é infundida uma solução de água, glicose, potássio e lactato,que entra em contato com o peritônio. Com isso, as substâncias que estão em excesso noorganismo do paciente passam para o líquido que está no peritônio, e, consequentemente, suaconcentração diminui no sangue. Baseado nisso, qual a alternativa que representa corretamente ascomplicações da diálise peritoneal: a) Hipertensão arterial, sangramento (em torno do cateter) e hipoglicemia. b) Hiperglicemia, hipervolemia e vazamento de líquido de diálise em torno do cateter. c) Peritonite, hipertensão arterial e hipoglicemia. d) Hipovolemia, peritonite e perfuração de bexiga.38. Se em 1ml de heparina há 5.000U, quanto aplicar para atender a uma prescrição de 1.750U porvia endovenosa: a) 0,35 ml. b) 0,45 ml. c) 0,55 ml. d) 0,25 ml.39. Paciente L.M. foi admitido no setor de clínica médica para realizar uma transfusão sanguínea.Após alguns minutos do início da transfusão, o paciente apresentou os seguintes sintomas: febre,calafrios e alteração no nível de consciência. Havia na prescrição como medicação, se necessário,você enquanto técnico de enfermagem realizaria os procedimentos abaixo, EXCETO: a) Interromper a transfusão. b) Manter a linha venosa com soro fisiológico a 0,9%. c) Continuar a transfusão e comunicar à enfermeira. d) Devolver a bolsa e o equipo de transfusão ao banco de sangue.40. Uma mulher de 25 anos, vítima de acidente ocorrido com frasco de álcool, sofreu queimadurasde 1º e 2º graus no tórax, abdomem anterior, membro superior direito e membros inferiores. Deacordo com a regra dos 9%, a superfície afetada foi de aproximadamente: a) 36%. b) 54%. c) 63%. d) 45%.

×