O ESTADO NOVOTrabalho realizado por:-Beatriz Agrela-Maria Helena
OBJETIVOS:- Com este tema do ESTADO NOVO,pretendemos fazer um PowerPoint comestrutura de jornal, pois achámos que seriauma...
A INSTABILIDADE POLÍTICAEstamos em 1926, a atravessaruma época de grandeinstabilidade política. Os governossucedem-se uns ...
RAZÃO DO GOLPE MILITARCom algum esforço, conseguimosconversar com Gomes da Costa,que nos disse: « Resisti quantopude, porq...
O NOVO REGIME PORTUGUÊSAo fim da República segue-se aDitadura Militar, o novo regimeportuguês. Os governos daditadura mili...
O NOVO MINISTRODepois de tantos golpes militares,a situação do país continua igual.Os militares, até hoje, nãoconseguiram ...
A NOVA CONSTITUIÇÃOSalazar, chefe do Governo, acabade criar um novo regime político, oEstado Novo. Para isto, elaborouuma ...
DIVISÃO DOS PODERES
OBRAS PÚBLICASEstamos ainda no início dagovernação de Salazar, e já severifica a particular importância,dada por este, à c...
OBJETIVOS DE SALAZARAté hoje, pensava-se que asmedidas tomadas por António deOliveira Salazar, não tinhamqualquer lógica. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O estado novo power point final

793 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
793
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O estado novo power point final

  1. 1. O ESTADO NOVOTrabalho realizado por:-Beatriz Agrela-Maria Helena
  2. 2. OBJETIVOS:- Com este tema do ESTADO NOVO,pretendemos fazer um PowerPoint comestrutura de jornal, pois achámos que seriauma forma mais fácil de perceber a História
  3. 3. A INSTABILIDADE POLÍTICAEstamos em 1926, a atravessaruma época de grandeinstabilidade política. Os governossucedem-se uns aosoutros, constantemente e ospolíticos mostram-se incapazes deresolver os problemas do país.27 de maio de 1926DEMISSÃO DO GOVERNOApós a revolta do General Gomesda Costa, o Presidente e oGoverno demitiram-se. Foi umacontecimento inesperado, porisso foi também encerrado oParlamento. Os portuguesesafirmam que estamos “tramados”,e querem certificar-se de queconseguimos sair rapidamentedesta “alhada”.30 de maio de 1926
  4. 4. RAZÃO DO GOLPE MILITARCom algum esforço, conseguimosconversar com Gomes da Costa,que nos disse: « Resisti quantopude, porque sou um homem derespeito à ordem na rua. Mas vique não havia outra solução paraos males da pátria. Todos ospartidos apostavam em rebaixar oexército, em matar a nação. Entãorevoltei-me, por mais não podercom tantas afrontas. Quem quiservir comigo, tem-me à sua frente! ».Terminamos então assim a nossaentrevista.31 de maio de 1926FIM DA REPÚBLICADe momento, Lisboa declara-seinvadida pelas tropas do GeneralGomes da Costa. Pensa-se queeste pretende pôr fim à primeirarepública. Cerca de 3 mil soldadosdesfilam, há quase quatro horas.Esta caminhada vem do CampoGrande e pensa-se que acabarána Praça Duque de Saldanha.6 de Junho de 1926
  5. 5. O NOVO REGIME PORTUGUÊSAo fim da República segue-se aDitadura Militar, o novo regimeportuguês. Os governos daditadura militar pretendem criar acensura e a polícia políticadissolver o parlamento e limitar asliberdades dos cidadãos.Junho de 19267 DE FEVEREIRO DE 1927Perante esta política, já ocorreramvárias revoltas. Dos vários golpesmilitares, destaca-se o de 7 deFevereiro de1927. Centenas depessoas foram mortas e milharesferidas e deportadas. Com tudoisto, os republicanos tiveram de seexilar.8 de Fevereiro de 1927
  6. 6. O NOVO MINISTRODepois de tantos golpes militares,a situação do país continua igual.Os militares, até hoje, nãoconseguiram equilibrar as contaspúblicas, por isso, estaremos aindahoje com António de OliveiraSalazar, professor da Universidadede Coimbra, chamado paraMinistro das Finanças. Com estachamada, pretendem modificar asituação do país.27 de abril de 1928DISCURSO DE SALAZAR« -Agradeço a V. Ex.ª (GeneralVicente de Freitas) o convite queme fez para ocupar a pasta dasfinanças (...). Para a resolução doproblema financeiro, cadaMinistério tem de se limitar à verbaque lhe seja atribuída pelo Ministrodas Finanças. Este pode opor-se atodo e qualquer aumento dedespesas (...). Sei muito bem o quequero e para onde vou, mas nãose me exija que chegue ao fim empoucos meses. No mais, que opaísestude, represente, reclame, discuta, mas que obedeça quandochegar a altura de mandar (...)».
  7. 7. A NOVA CONSTITUIÇÃOSalazar, chefe do Governo, acabade criar um novo regime político, oEstado Novo. Para isto, elaborouuma constituição, a Constituiçãode 1933. Já se verificam nas ruascentenas de cartazes, aos quaischamaram “Lição de Salazar”. Eassim termina o regime daDitadura Militar como também secomeça o Estado Novo.Março de 1933
  8. 8. DIVISÃO DOS PODERES
  9. 9. OBRAS PÚBLICASEstamos ainda no início dagovernação de Salazar, e já severifica a particular importância,dada por este, à construção deobras públicas.PROMOÇÕES DE SALAZAREstamos pois em 1959, e, Salazarpromoveu:- A construção de estradas e depontes- O estabelecimento de redes detelegrafia e de telefones- A melhoraria dos portos- A eletrificação e a irrigação- A construção de edifíciospúblicos
  10. 10. OBJETIVOS DE SALAZARAté hoje, pensava-se que asmedidas tomadas por António deOliveira Salazar, não tinhamqualquer lógica. Mas hoje,acabámos de perceber osobjetivos do mesmo. Verifica-se,sem dúvida, o progresso do país:menor taxa de desemprego emelhores condições para aagricultura, indústria e comércio.

×