Mandamentos da Mutualidade - Um Estudo para EBD

6.029 visualizações

Publicada em

Um estudo bíblico para os mandamentos da mutualidade.
Seu significado vem de mútuo, recíproco, exercício da reciprocidade.
Descreve o dever que cada crente tem para com o outro enquanto membro da família de DEUS.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.029
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
196
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mandamentos da Mutualidade - Um Estudo para EBD

  1. 1. Mandamentos da Mutualidade Servindo uns aos outros Presb. Márcio Melânia
  2. 2. Leitura Bíblica Romanos 12.5 “... embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente uns dos outros.” 1 Coríntios 12.14-27
  3. 3. Mandamentos da Mutualidade Definição Aulete: Qualidade ou condição do que é mútuo; RECIPROCIDADE; TROCA. Seu significado vem de mútuo, recíproco, exercício da reciprocidade. Biblicamente: Descreve o dever que cada crente tem para com o outro enquanto membro da família de DEUS. Origina-se da expressão bíblica: UNS AOS OUTROS
  4. 4. •A palavra mutualidade não existe na Bíblia. •É um termo que usamos para descrever o dever que cada crente tem para com o outro, enquanto membro da família de Deus. •Mutualidade origina-se da expressão bíblica uns para com os outros. (Rm 12.5). •Lowell Bayley diz: “O termo mutualidade se refere às expressões recíprocas, ou seja, àquelas frases do N.T. onde aparecem às palavras uns aos outros. Descrevem situações em que o cristão A faz algo pelo cristão B; e o B, por sua vez, se dispõe a fazer a mesma coisa em favor do irmão A.”
  5. 5. • No Novo Testamento, há 43 mandamentos sobre a mutualidade, sendo que pelo menos 30 são distintos um do outro. • Esses mandamentos recíprocos indicam as nossas obrigações mútuas e as nossas oportunidades de expressar a nossa vida em comum.
  6. 6. Estes mandamentos indicam não apenas o que devo evitar, não fazer. Tratam, também, do que devo fazer para valorizar a comunhão que é oriunda de nossa relação com DEUS. Devem ser aplicados nos relacionamentos interpessoais: família, igreja e sociedade
  7. 7. 1.A verdadeira mutualidade é fruto da relação com Jesus (Jo 15.1-11) 2.Todo gesto de mutualidade se fundamenta no mandamento básico de “amar uns aos outros” (Jo 15.12 e Lc 10.25-27) 3.O melhor exemplo de mutualidade deve ser a mutualidade perfeita da Trindade (Jo 15.9-10) 4.A verdadeira mutualidade implica em transparência e confiança (Jo 15.15 e 1Jo 1.7)
  8. 8. 1. Amem-se uns aos outros (Rm 12.10; Jo 13.34; 1 Pe 1.22; 4.8; 1 Ts 3.12; 4.9; 2 Ts 1.3; 1 Jo 3.11,23; 4.7,11,12; 2 Jo 1.5) 2. Lavar os pés uns dos outros. - (Jo 13.14) 3. Aceitem-se uns aos outros (Rm 15.7) 4. Alegrai-vos com os que se alegram (Rm 12.15) 5. Chorai com os que choram (Rm 12.15) 6. Saúdem-se uns aos outros (1Co 16.20; 2 Co 13.12; 1Pe 5.14) 7. Cuidai uns dos outros (1 Co 12.25) 8. Sujeitem-se uns aos outros (Ef 5.21; 1 Pe 5.5)
  9. 9. 9.Não mintam uns aos outros (Cl 3.9; Ef 4.25) 10.Suportem-se uns aos outros (Cl 3.13; Ef 4.2) 11.Não tenham inveja uns dos outros (Gl 5.26) 12.Não julgue uns aos outros (Rm 2.1; 14.13) 13.Não vos queixeis uns dos outros (Tg 5.9; 1Pe 4.9) 14.Não falem mal uns dos outros (Tg 4.11) 15.Não provoquem uns aos outros (Gl 5.26) 16.Não odiando-nos uns aos outros (Tt 3.3)
  10. 10. 17.Não mordam e devorem uns aos outros (Gl 5.15) 18.Confessem os seus pecados uns aos outros (Tg 5.16) 19.Perdoai-vos uns aos outros (Tg 5.15; Ef 4.32; Cl 3.13) 20.Edifiquem-se uns aos outros (Rm 14.19; 1 Ts 5.11; Jd 20) 21.Ensinem uns aos outros (Cl 3.16) 22.Encorajem uns aos outros (At 13.15) 23.Consolando uns aos outros (1 Ts 4.18; 5.11) 24.Exortai-vos uns aos outros (1 Ts 5.11; Hb 3.13) 25.Aconselhem-se uns aos outros (1 Ts 5.12)
  11. 11. 26.Servi uns aos outros (1 Pe 4.10 –Gl 5.13) 27.Levem as cargas uns dos outros (Gl 6.2) 28.Hospedem uns aos outros (1 Pe 4.9) 29.Sejam bondosos uns para com os outros (Ef 4.32) 30.Misericordiosos uns para com os outros (Ef 4.32; 1Pe 3.8) 31.Consideremo-nos uns aos outros (Hb 10.24; Fp 2.3) 32.Admoestando-nos uns aos outros (Hb 10.25; Rm 15.14) 33.Congregar-nos (Hb 10.25) 34.Orem uns pelos outros (Tg 5.16)
  12. 12. 35.Sejam humildes um com os outros (Rm 12.16; 1 Pe 5.5; 3.8) 36.Sede todos de igual ânimo (1Pe 3.8) 37.Compadecidos (1Pe 3.8) 38.Fraternalmente amigos (1Pe 3.8) 39.Comunhão uns com os outros (1Jo 1.7) 40.Sejam compassivos uns aos outros (Ef 4.32) 41.Paciência uns para com os outros (Rm 15.5) 42.Membros uns dos outros (Rm 12.5) 43.Honra uns aos outros. (Rm 12.10) 44.A ninguém fiqueis devendo coisa alguma (Rm 13.8) 45.Cooperem os membros, em favor uns dos outros. (1Co 12.25)
  13. 13. Que Deus nos faça entender a sua Unidade!

×