As leis de kepler

7.408 visualizações

Publicada em

aula de física sobre as leis de kepler

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
157
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As leis de kepler

  1. 1. AS LEIS DE KEPLER
  2. 2. CONCEPÇÕES DO PROCESSO DEENSINO E APRENDIZAGEM PUC MG- COREU FÍSICA 4º PERÍODO ALUNO HARLISON FELICISSIMO ALVES DOCENTE MARIA HELENA BELO HORIZONTE 2011
  3. 3. UM POUCO DA HISTÓRIA Quando o ser humano iniciou a agricultura, ele necessitou de uma referência para identificar as épocas de plantio e colheita. Ao observar o céu, os nossos ancestrais perceberam que alguns astros descrevem um movimento regular, o que propiciou a eles obter uma noção de tempo e de épocas do ano. Primeiramente, foi concluído que o Sol e os demais planetas observados giravam em torno da Terra. Mas este modelo, chamado de Modelo Geocêntrico, apresentava diversas falhas, que incentivaram o estudo deste sistema por milhares de anos. Por volta do século XVI, Nicolau Copérnico (1473-1543) apresentou um modelo Heliocêntrico, em que o Sol estava no centro do universo, e os planetas descreviam órbitas circulares ao seu redor. No século XVII, Johanes Kepler (1571-1630) enunciou as leis que regem o movimento planetário.
  4. 4. 1ª LEI: LEIS DAS ÓRBITAS Cada planeta movimenta-se ao redor do Sol, descrevendo uma órbita elíptica, com o sol posicionado num dos focos da elipse.
  5. 5. EXCENTRICIDADE DE UMA ELIPSE Uma das características de uma elipse é sua excentricidade, que quanto maior for seu valor, mais ela será achatada, e quando for zero, ela será uma circunferência. A tabela a seguir mostra o valor da excentricidade dos planetas em nosso sistema solar.
  6. 6. Excentricidade de órbitaPlanetas (e)Mercúrio 0,206 Vênus 0,007 Terra 0,082 Marte 0,093 Júpiter 0,048Saturno 0,056 Urano 0,047Netuno 0,012 Plutão 0,246
  7. 7. 2ª LEI DE KEPLER (LEI DAS ÁREAS) O segmento de reta imaginário que liga o Sol a determinado planeta descreve áreas iguais em intervalos de tempos iguais. Periélio: ponto mais próximo do Sol Afélio: ponto mais afastado do Sol
  8. 8. 3ª LEI DE KEPLER ( LEI DOS PERÍODOS) Para os planetas que orbitam o Sol, o quadrado do período de revolução é diretamente proporcional ao cubo da distancia média da órbita. T é o período de revolução a é a distância média k é constante Tendo em vista que o movimento de translação de um planeta é equivalente ao tempo que este demora para percorrer uma volta em torno do Sol, é fácil concluirmos que, quanto mais longe o planeta estiver do Sol, mais longo será seu período de translação e, em consequência disso, maior será o "seu ano".
  9. 9. EXEMPLO O planeta Urano fica 19,18 vezes mais distante do Sol do que aTerra. Sabendo que o período de translação da Terraé de 1 ano, determine o período de Urano.Dados: T Terra = 1 anoT Urano = ?a Urano = 19,18 a Terra
  10. 10. .TABELA 1. PERÍODO DE REVOLUÇÃO E O EIXOMAIOR B DA ÓRBITA ELÍPTICA DOS PLANETAS Planeta Período b(UA) * a(UA)* e T(anos) Mercúrio 0,241 0,39 0,38 0,21 Vênus 0,615 0,72 0,72 0,01 Terra 1 1 1,00 0,02 Marte 1,881 1,52 1,51 0,09 Júpiter 11,86 5,20 5,19 0,05 Saturno 29,6 9,6 9,59 0,06 Urano 83,7 19,2 19,18 0,05 Netuno 165,4 30,1 30,10 0,01 Plutão 248 39,6 38,38 0,25 * 1 UA – 1,495x1013cm Um ano terrestre tem 365 dias, 05 horas, 48 minutos e 45,2 segundos
  11. 11. REFERÊNCIAS XAVIER, C. ET ALL, FÍSICA AULA POR AULA, V.1, 2010; LUCAS,C. DE S. ET ALL, UMA ABORDAGEM ALTERNATIVA PARA AS LEISDEKEPLER NO ENSINO MÉDIO, XVII Simpósio Nacional de Ensino de Física; http://www.if.ufrgs.br/tapf/v18n4_Uhr.pdf http://www.sofisica.com.br/conteudos/Mecanica/GravitacaoUn iversal/lk.php

×