Aula 3 - Normalização

3.531 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
173
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
239
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3 - Normalização

  1. 1. Aula 3: NormalizaçãoProfessores:Eduardo MarianoPoliana Leite
  2. 2. Normas da ABNTAs normas técnicas que regulam o desenho técnico sãoeditadas pela ABNT, registradas pelo INMETRO (InstitutoNacional de Metrologia, Normalização e QualidadeIndustrial) como normas brasileiras -NBR e estão emconsonância com as normas internacionais aprovadaspela ISO.
  3. 3. Normas da ABNT• NBR 10647 – DESENHO TÉCNICO – NORMA GERAL: define os tipos de desenho • aspectos geométricos; • grau de elaboração; • grau de pormenorização; • técnica de execução.
  4. 4. Classificação:Quanto ao aspecto geométrico:Projetivo – resultante da projeção do objeto• Desenho Mecânico• Desenho de Máquinas• Desenho de Estruturas• Desenho Arquitetônico• Desenho Elétrico/Eletrônico• Desenho de Tubulações
  5. 5. • Desenho Arquitetônico
  6. 6. Classificação:Quanto ao aspecto geométrico:Desenho Não-ProjetivoCorresponde a desenhos resultantes dos cálculosalgébricos e compreendem os desenhos de gráficos,diagramas etc.. Gráfico PERT – Para determinar o caminho crítico
  7. 7. Grau de elaboração• Esboço – desenho técnico a mão livre;• Desenho preliminar – fase intermediária, antecede o projeto final, pode sofrer alterações;• Desenho técnico definitivo ou de execução – deve atender as normas técnicas.
  8. 8. Grau de pormenorização• (Desenho de Detalhes e Conjuntos)
  9. 9. Técnica de execuçãoÀ mão livre Computador• O antebraço deve • Basta obedecer as estar totalmente apoiado sobre a regras do desenho prancheta. técnico e as• Os traços verticais, ferramentas do inclinados ou não, programa. são geralmente desenhados de cima para baixo;• Os traços horizontais são feitos da esquerda para a direita.
  10. 10. NBR 10068 – FOLHA DE DESENHO LAY-OUT E DIMENSÕES• Padroniza as dimensões das folhas utilizadas na execução de desenhos técnicos e defini seu lay-out com suas respectivas margens e legenda.
  11. 11. Legenda• Tipo de projeto;• Autor do projeto;• Endereço;• Escala;• Área do lote;• Área da construção;• Número da prancha;• Números de prancha;• Espaço reservado para aprovação do CREA.
  12. 12. Legenda
  13. 13. NBR 8402 – EXECUÇÃO DE CARACTERES PARA ESCRITA EM DESENHOS TÉCNICOS• Visa à uniformidade e à legibilidade para evitar prejuízos na clareza do desenho e evitar a possibilidade de interpretações erradas;• Execução de caracteres para escrita em desenho técnico
  14. 14. NBR 8403Tipos de linha
  15. 15. Tipos de linha
  16. 16. T1 NBR 8403/1984Projeção fora do plano de corte
  17. 17. Slide 21T1 retirar dps de mostrar para a turma Tatiane; 24/08/2009
  18. 18. Planta baixaFonte: Apostila de Desenho de Projeto de Edificações – UFRGS,Rezende e Gransotto, 2007
  19. 19. Corte transversal
  20. 20. NBR 10582 – APRESENTAÇÃO DA FOLHA PARA DESENHO TÉCNICO,• Normaliza a distribuição do espaço da folha de desenho;• Define a área para texto, o espaço para desenho etc..• Distribuir os desenhos na folha, de modo a ocupar toda a área;• Organizar os textos acima da legenda junto à margem direita, ou à esquerda da legenda logo acima da margem inferior.
  21. 21. NBR 13142 – DESENHO TÉCNICO – DOBRAMENTO DE CÓPIASFixa a forma de dobramento de todos os formatos de folhas de desenhoPara facilitar a fixação em pastas, eles são dobrados até as dimensões do formato A4.
  22. 22. NBR 10126 – Linhas de CotaRepresentação gráfica das dimensões dodesenho técnico de um elemento
  23. 23. NBR 10126 – Linhas de Cota• Linha de cota e auxiliar: linha estreitae contίnua;• Linha auxiliar prolongada além dalinha de cota;•Deixar pequeno espaço entre auxiliare o elemento a ser cotado;• Linhas de centro não ser utilizadascomo linha de cota.
  24. 24. NBR 10126 – Linhas de Cota Linha auxiliar Linha de cota
  25. 25. NBR 10126 – Linhas de Cota • Cotagem de raios – linha de cota parte do centro e estende até contorno do arco; • Representar letra R na frente do valor da cota.
  26. 26. Revisão( F) Linha de parede é estreita e contίnua.( V ) O desenho arquitetônico é considerado um desenho projetivo.( V ) Desenho técnico é classificado quanto ao: aspectos geométricos, grau de elaboração, grau de pormenorização, técnica de execução.( F ) Para facilitar a fixação em pastas, os projetos são dobrados até as dimensões do formato A3.( F ) A marcação do plano de corte é realizada com linha traço dois pontos.( V ) Linha de cota e auxiliar: linha estreita e contίnua;
  27. 27. Referência bibliográfica• Leitura e interpretação de desenho técnico mecânico (publicação do SENAI-SP - Ensino a distância), elaborado por Lauro Annanias Pires e Regina Maria Silva, Joel Ferreira;• Notas de aula - Prof.ªElisa Maria Pivetta Cantarelli, URI;• INEDI – Instituto Nacional de Ensino a Distância, Noções de Desenho Arquitetônico e Construção Civil, módulo VI, Curso de Formação de Técnicos em Transações Imobiliárias.
  28. 28. FIXAÇÃO DE VISTAS

×