Nº 1.902 (Ano B/Roxo) - 1º Domingo da Quaresma - 26 de fevereiro de 2012         CF: "QUE A SAÚDE SE DIFUNDA SOBRE A TERRA...
D. A graça e a paz de Deus, nosso Pai, o          L.1 Leitura do Livro do Gênesis.amor de Jesus Cristo e a comunhão doEspí...
terra. As leis que amparariam nossos direi-       08. PROFISSÃO DE FÉtos são insuficientes e não cumpridas.            D. ...
pessoas que precisam dos cuidados dos                  15. BÊNÇÃO E DESPEDIDAprofissionais da saúde.                      ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

26 02 12

273 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

26 02 12

  1. 1. Nº 1.902 (Ano B/Roxo) - 1º Domingo da Quaresma - 26 de fevereiro de 2012 CF: "QUE A SAÚDE SE DIFUNDA SOBRE A TERRA" - Eclo 38,8 "O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO! CONVERTAM-SE!" ao deserto e do profundo do nosso ser per- cebermos quão necessário é voltar nosso coração a Deus. C.2 Quaresma é caminho que nos leva ao encontro com o Crucificado-Ressuscitado. A oração, o jejum e a esmola indicam o processo de abertura para sermos toca- dos pela grandeza da vida nova que nasce da Cruz e da Ressurreição. C.1 A Igreja propõe como tema da Cam- panha deste ano "Fraternidade e Saúde Pública". Deseja assim, sensibilizar a to- dos sobre a dura realidade de irmãos e ir- mãs que não têm acesso à saúde públicaMantras (enquanto o povo vai chegando canta- condizente com suas necessidades e dig-se bem baixinho, sem guitarra, sem bateria etc.) nidade.23, 28, 32, 33, 34, 39.-Ensaiar os cantos com antecedência C.1 Com a alegria de cristão, e certos de-Motivar o povo para confessar, não apenas avi- que esta celebração é mais um passo rumosar, mas sim motivar. à Páscoa da libertação, cantemos com-Envolver os profissionais da saúde, medicinasalternativas e afins. muita fé.- Hoje, onde há adultos que se preparam para oBatismo (RICA), há a eleição ou inscrição do 02. CANTOnome. (Durante a procissão entrar: cruz , cartaz da CF-12, roteiros dos grupos de reflexão etc)01. MOTIVAÇÃO Conversão, justiça... n° 164C.1 Queridos irmãos, queridas irmãs, sejambem-vindos! Já começamos a Quaresma. A 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃOliturgia nos convida à conversão e nos enca- D. Iniciemos a nossa celebração: Emminha para um engajamento mais decidido nome do Pai e do Filho e do Espíritono plano da salvação. Com Jesus, vamos Santo. Amém!
  2. 2. D. A graça e a paz de Deus, nosso Pai, o L.1 Leitura do Livro do Gênesis.amor de Jesus Cristo e a comunhão doEspírito Santo estejam convosco! SALMO RESPONSORIAL – 24(25)Todos: Bendito seja Deus ... Refrão: Verdade e amor são os cami- nhos do Senhor.04. DEUS NOS PERDOAD. A Quaresma é tempo forte de conver- SEGUNDA LEITURA: 1Pd 3, 18-22são, de mudança interior, de graça e de sal-vação. Preparemo-nos para viver, de ma- L.2 Leitura da Primeira Carta de Sãoneira intensa, livre e amorosa, o momento Pedro.mais importante do ano litúrgico e da histó-ria da salvação: a Páscoa. EVANGELHO: Mc 1, 12-15(A comunidade prepare símbolos e/ou frases quelembram os pecados, sinais de morte presentes CANTO DE ACLAMAÇÃOna comunidade tais como: hospitaissuperlotados, remédios caros , insensibilidades Louvor e glória a ti, Senhor... n° 370 (1°dos governantes, filas nos postos ...) Domingo da Quaresma)Canto: Senhor que viestes salvar... nº 189D. Ó Deus, nosso Pai, tende compaixão Evangelho de Jesus Cristo segundode nós, perdoai nossos pecados e dai-nos Marcos.a graça de vencer o mal que nos afasta deVós. Amém! 07. PARTILHANDO A PALAVRA Quais os personagens que aparecem no(Não se canta o hino de louvor) texto? O que o diabo queria conseguir de Jesus? Qual foi a saída que Jesus05. ORAÇÃO encontrou?D. Concedei-nos, ó Deus onipotente, A primeira leitura fala de Noé. Ele crê naque, ao longo desta Quaresma, possa- Palavra de Deus e enxerga o desastre pro-mos progredir no conhecimento de Je- vocado pelo egoísmo dos seres humanos.sus Cristo e corresponder ao seu amor Por isso ele é salvo do dilúvio destruidor. Épor uma vida santa. Por Nosso Senhor com o homem justo, como Noé, que DeusJesus Cristo, Vosso Filho, na unidade faz aliança.do Espírito Santo. Amém! Estamos vendo como nós, nos nossos dias, quebramos a Aliança com Deus. Criamos06. DEUS NOS FALA assim uma sociedade fundamentada no ego-C.2 Olhemos, num instante em silêncio, para ísmo. E fazemos nascer entre nós a desi-o Livro Sagrado. Ele contém a Palavra que gualdade e a exclusão.vamos escutar e que, durante esta Quares- A Campanha da Fraternidade nos propõema, conheceremos melhor e meditaremos. um caminho para refazer nossa aliança com(Após alguns segundos, cantar) Deus através da solidariedade com nossosEscuta, Israel, Javé teu Deus, vai falar! irmãos sofredores. Neste ano, a Campa-Fala, Senhor Javé, Israel quer te escu- nha da Fraternidade nos mostra como astar! (2x) pessoas sofrem por causa do Sistema de- ficiente de Saúde Pública. Há falta de pla-PRIMEIRA LEITURA: Gn 9, 8-15 nejamento para a saúde se difundir sobre a
  3. 3. terra. As leis que amparariam nossos direi- 08. PROFISSÃO DE FÉtos são insuficientes e não cumpridas. D. A fé que recebemos no batismo é o sus-No Evangelho, o Espírito levou Jesus para tento na luta para combater o mal e, comoo deserto, que é o lugar do encontro com Jesus, sermos vencedores. Renovemos nos-Deus, da provação e da tentação de desis- sa adesão ao projeto de Deus rezando comtir do projeto Dele. No deserto podemos toda a Igreja: Creio em Deus Pai...reafirmar a opção pela entrega ao projetodo Reino. 09. PRECES DA COMUNIDADEVencendo as tentações, Jesus vai para a D. Deus é nosso amigo e não adversário.Galileia. Lá Ele anuncia e realiza a Boa Nova Propõe a aliança e a mantém, apesar dede Deus, que exige conversão. nossa infidelidade. Ele quer que a saúde seComo discípulos e discípulas de Jesus, te- difunda sobre a terra. Como amigos e alia-mos a missão de anunciar boas notícias. É dos para realizar seu desígnio de salvação,importante nos educarmos ao positivo da peçamos a Ele, rezando:vida, dando um basta ao círculo vicioso do Todos: Que a saúde se difunda sobre amal, que mina relacionamentos e torna amar- terra, Senhor.ga a nossa existência. L.1 Pela Igreja, tentada como Cristo noA Palavra de Deus nos convida a entrar- deserto, para que participe cada vez maismos no deserto da nossa solidão e de sua vitória sobre o mal. Rezemos.reconsagrarmos ao Reino, deixando-nos L.2 Pelo progresso da ciência e da técnica,conduzir pelo Espírito Santo, com Ele ven- para que, segundo a vontade de Deus, seceremos as dificuldades do caminho e vi- volte ao serviço da vida e não da morte, daveremos o nosso Batismo. paz e não da guerra. Rezemos.Celebremos a Páscoa, proclamando a vida L.1 Pela nossa comunidade, para que, nesteque vence a morte, renunciando a ambição tempo de Quaresma, reviva a aliançae ao poder, assumindo um estilo de vida de batismal e se entregue à oração e à carida-acordo com o Evangelho. de, numa escuta mais frequente da PalavraA Campanha da Fraternidade nos ajudará de Deus. Rezemos.a formar uma mentalidade nova, respeitan- L.2 Para que todos nós saibamos viver odo as pessoas em sua integridade física, sentido mais profundo desse tempoespiritual, psicológica, social e econômica. quaresmal que nos prepara para a PáscoaQueremos que os doentes sejam respeita- e sejamos verdadeiramente solidários emdos. Cristãos não concordam com o des- relação às pessoas e com os doentes, emcaso pelo ser humano. especial. Rezemos.A Carta dos Direitos dos Usuários da Saú- L.1 Pelos catecúmenos, para que se afas-de (art 4) publicada no Diário Oficial da tem do mal e entreguem suas vidas a Jesus,União em 14 de agosto de 2009, diz que rezemos.toda pessoa tem direito ao atendimento (Concluir com a oração da CF)humanizado e acolhedor, realizado por pro-fissionais qualificados, em ambiente limpo, 10. APRESENTAÇÃO DOS DONSconfortável e acessível a todos, livre de qual- C.1 Com o nosso dízimo sincero, apresen-quer discriminação. Façamos valer esse di- temos nossa disposição de servir ao Deusreito! de misericórdia, servindo principalmente as
  4. 4. pessoas que precisam dos cuidados dos 15. BÊNÇÃO E DESPEDIDAprofissionais da saúde. D. O Senhor esteja sempre convosco!Nossos sonhos, clamores... n° 494 T. Ele está no meio de nós! D. Deus, Pai de misericórdia, conceda a to-11. PAI NOSSO dos como concedeu ao filho pródigo a ale-D. Quaresma é tempo de nos converter a gria do retorno à casa. Todos: Amém!Deus e aos irmãos. Vivamo s esta D. O Senhor Jesus Cristo, modelo de ora-fraternidade, como filhos e filhas do mes- ção de vida, vos guie nesta caminhadamo Pai de misericórdia. Demo-nos as quaresmal a uma verdadeira conversão.mãos, e rezemos juntos: Pai Nosso... Todos: Amém! D. O Espírito de sabedoria e fortaleza vos12. ABRAÇO DA PAZ sustente na luta contra o mal , para poder-C.1 A paz será uma realidade para nós se mos com Cristo celebrar a vitória da Pás-vencermos as tentações do poder, do coa. Todos: Amém!prestígio e da riqueza. Na busca da paz D. Abençoe-nos o Deus Todo-Poderoso:seremos ainda mais vitoriosos se perma- Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.necermos unidos e solidários. Saudemo- D. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.nos uns aos outros para o fortalecimento Todos: Graças a Deus!da corrente da paz e saúde para todos.Senhor, fazei-me instrumento... nº 560 16. CANTO Hino da CF-201213. ORAÇÃOD. Ó Deus de bondade, ao final destaliturgia vos pedimos: fortalecei a nos-sa fé, para vivenciarmos esta Quares-ma com conversão. Que pratiquemosobras de misericórdia e caridade.Pedimo-Vos por Cristo, nosso Senhor.Amém.14. AVISOSD. A Campanha da Fraternidade nos pede Leituras para a Semanapara conhecer melhor a realidade das pes-soas QUE PRECISAM DE CUIDADOS 2ª Lv 19, 1-2.11-18 / Sl 18(19) / Mt 25, 31-46ESPECIAIS. Refletamos sobre esta situ- 3ª Is 55, 10-11 / Sl 33(34) / Mt 6, 7-15ação à luz da Palavra de Deus e da ética 4ª Jn 3, 1-10 / Sl 50(51) / Lc 11, 29-32 5ª Est 4, 17n.p-r.aa-bb.gg-hh / Sl 137(138) / Mt 7, 7-12cristã. Vamos todos aos Grupos de Refle- 6ª Ez 18, 21-28 / Sl 129(130) / Mt 5, 20-26xão para alcançar este objetivo. Sáb.: Dt 26, 16-19 / Sl 118(119) / Mt 5, 43-48 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177 Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.

×