Projecto-Piloto GESTOR REMOTO                Miguel Águas               GREENCAMPUS     15 DE DEZEMBRO DE 2011
OBJECTIVOSO Gestor Remoto é um projecto-piloto orientado para a redução dafactura eléctrica dos Associados.Componentes ori...
METODOLOGIA                • Objectivos   Informação   • Relatório tipo                • Reunião não técnica              ...
ACOMPANHAMENTO MENSAL               • Objectivos  Informação   • Relatório tipo               • Reunião não técnica       ...
PIPELINE         Situação          N.º       Factura        Consumo       Poupança       Poupança    Eficácia             ...
CONTAGEM AVANÇADAAs 3 aproximações para uma instalaçãocom factura eléctrica anual de 100 mil euros• 0 Contadores avançados...
CONCEITO GESTOR REMOTOOs princípios são:• Trabalhar em equipa com o Controle de Custos e a  Manutenção.• Tirar partido das...
O RELATÓRIOObjectivo:• Informar, repetidamente, da evolução dos  consumos energéticosEstrutura:• Cerca de 12 gráficos,    ...
A FONTE DE INFORMAÇÃODiagramas de carga mensais:• Contém a potência média de 15 em 15 minutos• Obriga ao desenvolvimento d...
O MODELOInputs:•   Diagramas de carga e condições contratuais•   Variáveis externas•   Horários diários, feriados•   Mediç...
A ANÁLISEPorque razão apotência é tãoelevada entre as2h e as 8h ?É assinatura deData Center ?
A ANÁLISESerá que o ArCondicionadotem de estar atrabalhar até às19h30 ?
A ANÁLISEQuando aLimpeza deixa oedifício, às 6h,será precisomanter toda ailuminaçãoligada ?
A ANÁLISECompensação deenergia reactiva ?Sabia que 13% deconsumo em horasde pontarepresenta 25% dafactura ?
A ANÁLISEConhece o preçoreal da energia aolongo do dia ?Ou apenas atabela ?
A ANÁLISE                         Ciclo semanal para todos os fornecimentos em Portugal Continental                  Perío...
A ANÁLISEA poupança seráefectiva ou estáa ser ajudadapelo clima ?
A ANÁLISETinha a ideia queaquelas 3 horasrepresentam 50%da factura eléctricade um dia útil ?
A ANÁLISENum dos 7 dias dasemana esteedifício estáfechado.Descubra qual é ?
A ANÁLISENo Natal o ArCondicionado nãoteve direito aodescanso.
A ANÁLISEMas há casoscomplicados,
A ANÁLISEMuitocomplicados...
A ANÁLISEPor vezes épreciso medirexclusivamenteum Refeitório.
A ANÁLISEMas há sempreaquele gráfico querecompensa.
A ANÁLISEOu aquelaassinatura que só oGestor Remotopode dar !
A ANÁLISEFinalmente,as experiências.
... e muito mais teremos parapoupar daqui a 3    meses. OBRIGADO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Webinar #3: Parte II “Gestão Inteligente de Consumos” por Miguel Águas por Lisboa E-nova

1.330 visualizações

Publicada em

Parte II “Gestão Inteligente de Consumos” por Miguel Águas por Lisboa E-nova

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.330
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
167
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webinar #3: Parte II “Gestão Inteligente de Consumos” por Miguel Águas por Lisboa E-nova

  1. 1. Projecto-Piloto GESTOR REMOTO Miguel Águas GREENCAMPUS 15 DE DEZEMBRO DE 2011
  2. 2. OBJECTIVOSO Gestor Remoto é um projecto-piloto orientado para a redução dafactura eléctrica dos Associados.Componentes originais:• a ausência de investimento em equipamentos de medição,• a produção mensal de recomendações baseadas na abundante informação de consumos eléctricos disponível, mas não explorada,• a eficiência energética desenvolve-se com o envolvimento do Controle de Custos e da Manutenção.E ainda• A produção de posters, com qualidade e diferenciadores, ajudam à divulgação interna das acções e objectivos da eficiência energética.
  3. 3. METODOLOGIA • Objectivos Informação • Relatório tipo • Reunião não técnica Dados de • Diagramas de carga consumo • Facturas • Informação contratual Modelação • Conversão de formatos • Relatório base Visita • Walking audit técnica • Discussão do relatório Relatório • Relatório completo completo • Poster
  4. 4. ACOMPANHAMENTO MENSAL • Objectivos Informação • Relatório tipo • Reunião não técnica Dados de • Diagramas de carga consumo • Facturas • Informação contratual Modelação • Conversão de formatos Trimestral • Relatório base Visita • Walking audit técnica • Discussão do relatório Relatório • Relatório completo completo • Poster Mensal
  5. 5. PIPELINE Situação N.º Factura Consumo Poupança Poupança Eficácia (€/ano c/IVA) (kWh/ano) (€/ano c/IVA) (kWh/ano) (% da fact)Aguarda interlocutor (*) 6 577.529 11% 4.663.716Dados incompletos (*) 2 230.010 4% 1.870.000Dados OK 18 1.520.591 28% 10.783.704Relatório base 13 2.338.606 43% 18.944.309Relatório completo 7 713.103 13% 5.050.084 104.283 667.829 15%TOTAL 46 5.379.839 100% 41.311.813* consumo e factura estimado
  6. 6. CONTAGEM AVANÇADAAs 3 aproximações para uma instalaçãocom factura eléctrica anual de 100 mil euros• 0 Contadores avançados: Auditoria energética: 10 k€ Quick wins: 10% (1 ano)• 1 Contador avançado (regulado) Apenas acompanhamento: 1 k € Quick wins: 1% (1 ano)• 10 Contadores avançados Investimento e acompanhamento: 20 k€ Quick wins: 20% (1 ano)
  7. 7. CONCEITO GESTOR REMOTOOs princípios são:• Trabalhar em equipa com o Controle de Custos e a Manutenção.• Tirar partido das abundantes medições (35.040/ano) para identificar assinaturas de sectores.• Combinar consumos com variáveis externas: temperatura, pluviosidade, produção, etc...• Fazer experiências com equipamentos (on/off).• Quando estas estratégias não resolvem, instalar um analisador eléctrico portátil.... em suma, ”inventar” os outros 9 contadores
  8. 8. O RELATÓRIOObjectivo:• Informar, repetidamente, da evolução dos consumos energéticosEstrutura:• Cerca de 12 gráficos, • onde os 35.000 valores anuais são apresentados segundo 12 perspectivas • todos os gráficos são comentados de forma personalizada• Conclusões e Recomendações • apresentação das recomendações que a equipa realmente vai implementar • avaliação das poupanças efectivas decorrentes de acções implementadas
  9. 9. A FONTE DE INFORMAÇÃODiagramas de carga mensais:• Contém a potência média de 15 em 15 minutos• Obriga ao desenvolvimento de conversoresFacturas• Informação do contrato: ciclo, preços (SENV)• Facturação de reactiva• Validação com os cálculosWalking audit• A chave para saber bem interpretar• A regra de oiro é: nunca fazer uma recomendação sem ver primeiro.... sobretudo, a EQUIPA !
  10. 10. O MODELOInputs:• Diagramas de carga e condições contratuais• Variáveis externas• Horários diários, feriados• Medições específicas via analisador portátilCálculo: 0,20 0,19 0,18 0,17 Preço da electricidade sem IVA (€/kWh) 0,16• Custo da electricidade em cada 15 minutos 0,15 0,14 0,13• Criação de perfis diários, semanais e mensais 0,12 0,11 0,10 Set-11 0,09 Pot.Horas Ponta• Cálculo de componentes fixas no consumo 0,08 0,07 Fixo e Pot.Contratada 0,06 Tabela 0,05 0,04 0,03 0,02 0,01Output: 0,00 Ponta (0,19) Cheia (0,09) Vazio N (0,06) S Vazio (0,06) MÉDIA (0,10) Período horário• Gráficos para cada perspectiva de análise 100%• Identificação de correlações e de valores 80% Factura horária (€/h) para suporte aos comentários 60% Set-11 Dia útil (22) Sábado (4) 40% Domingo (4) Feriado du (0) 20% 0% 10:00 12:00 14:00 16:00 18:00 20:00 22:00 0:00 2:00 4:00 6:00 8:00
  11. 11. A ANÁLISEPorque razão apotência é tãoelevada entre as2h e as 8h ?É assinatura deData Center ?
  12. 12. A ANÁLISESerá que o ArCondicionadotem de estar atrabalhar até às19h30 ?
  13. 13. A ANÁLISEQuando aLimpeza deixa oedifício, às 6h,será precisomanter toda ailuminaçãoligada ?
  14. 14. A ANÁLISECompensação deenergia reactiva ?Sabia que 13% deconsumo em horasde pontarepresenta 25% dafactura ?
  15. 15. A ANÁLISEConhece o preçoreal da energia aolongo do dia ?Ou apenas atabela ?
  16. 16. A ANÁLISE Ciclo semanal para todos os fornecimentos em Portugal Continental Período de hora legal de Inverno Período de hora legal de Verão De segunda-feira a sexta-feira De segunda-feira a sexta-feira Ponta: 09.30 / 12.00 h Ponta: 09.15 / 12.15 h 18.30 / 21.00 h Cheias: 07.00 / 09.30 h Cheias: 07.00 / 09.15 h 12.00 / 18.30 h 12.15 / 24.00 h 21.00 / 24.00 h Vazio normal: 00.00 / 02.00 h Vazio normal: 00.00 / 02.00 hTem os horários Super vazio: 06.00 / 07.00 h 02.00 / 06.00 h Super vazio: 06.00 / 07.00 h 02.00 / 06.00 hbem presentes ? Sábado Cheias: 09.30 / 13.00 h Sábado Cheias: 09.00 / 14.00 h 18.30 / 22.00 h 20.00 / 22.00 h Vazio normal: 00.00 / 02.00 h Vazio normal: 00.00 / 02.00 h 06.00 / 09.30 h 06.00 / 09.00 h 13.00 / 18.30 h 14.00 / 20.00 h 22.00 / 24.00 h 22.00 / 24.00 h Super vazio: 02.00 / 06.00 h Super vazio: 02.00 / 06.00 h Domingo Domingo Vazio normal: 00.00 / 02.00 h Vazio normal: 00.00 / 02.00 h 06.00 / 24.00 h 06.00 / 24.00 h Super vazio: 02.00 / 06.00 h Super vazio: 02.00 / 06.00 h
  17. 17. A ANÁLISEA poupança seráefectiva ou estáa ser ajudadapelo clima ?
  18. 18. A ANÁLISETinha a ideia queaquelas 3 horasrepresentam 50%da factura eléctricade um dia útil ?
  19. 19. A ANÁLISENum dos 7 dias dasemana esteedifício estáfechado.Descubra qual é ?
  20. 20. A ANÁLISENo Natal o ArCondicionado nãoteve direito aodescanso.
  21. 21. A ANÁLISEMas há casoscomplicados,
  22. 22. A ANÁLISEMuitocomplicados...
  23. 23. A ANÁLISEPor vezes épreciso medirexclusivamenteum Refeitório.
  24. 24. A ANÁLISEMas há sempreaquele gráfico querecompensa.
  25. 25. A ANÁLISEOu aquelaassinatura que só oGestor Remotopode dar !
  26. 26. A ANÁLISEFinalmente,as experiências.
  27. 27. ... e muito mais teremos parapoupar daqui a 3 meses. OBRIGADO

×