Normatização do TCC - Monografia

1.980 visualizações

Publicada em

Estes slides compõem o conjunto de aulas da disciplina Metodologia Científica da Faculdade Vasco da Gama. Foram aqui publicados por conter um resumo bem detalhado da construção da monografia com textos de diversas autorias.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.980
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Normatização do TCC - Monografia

  1. 1. FACULDADE VASCO DA GAMA ESTRUTURA DA MONOGRAFIA NORMATIZAÇÃO DO RELATÓRIO DO TCC Por: Grasiela Dourado
  2. 2. Processo da pesquisa Estruturação do texto Etapas de construção do TCC
  3. 3. O PROCESSO DE PESQUISA 1 • O Projeto de Pesquisa 2 • A coleta de dados 3 • Análise dos dados 4 • A elaboração escrita
  4. 4. Preparação do Projeto Escreva um resumo Prepare uma apresentação de 15 minutos Escreva uma introdução Escreva a proposta • inclua o plano de implementação • busque comentários e revisão Submeta a proposta • revise com cuidado com os comentários
  5. 5. Apresentação Prepare versão final Participe da conferência • prepare apresentação com cuidado Apresente seu trabalho Busque convencer outros a trabalhar no seu tema
  6. 6. Passos de uma Pesquisa Escolha de um tema • Defesa ecológica (muito geral) • “a iniciativa da ong xx na defesa do manguezal do xxx no recôncavo baiano” Desenvolvimento de questões que apontam para um problema a ser resolvido Coleta de dados (ou preparação de experimentos)
  7. 7. Do Tema às Questões Escolha de um tema • primeiro passo para a pesquisa • não basta levantar informações sobre o tema Trabalho do pesquisador • propor e resolver um problema que outros considerem como importante • significância do problema depende de uma comunidade
  8. 8. De um Tema Específico às Perguntas Ponto de partida • assuntos que você não entende mas quer conhecer Organize suas perguntas • Quais são as partes do seu tema ? • Qual o contexto do tema ? • Qual a importância do seu tema? • Quem deu contribuições relevantes ao tema? • Como outros autores abordaram o assunto? • O que resta por investigar no tema?
  9. 9. Das Questões aos Problemas Definindo o valor de suas questões • “qual o impacto há em investigar a qualidade da aula de metodologia no curso de educação ambiental na Ufba?” Passos • Defina seu tema específico de trabalho • “estou trabalhando em ___________” • Proponha algumas questões • “porque eu quero descobrir/inventar _______” • Estabeleça sua motivação • “para entender/mostrar como__________”
  10. 10. Das Questões aos Problemas Tema • Eu estou estudando______ Questão • porque quero descobrir/inventar como ______ Motivação • para entender/explicar como________ Problemas práticos x problemas de pesquisa • uso da literatura • critério da inovação • critério da relevância
  11. 11. A formulação clara do problema deve estar relacionada ao tema proposto. O problema especifica o que o investigador pretende resolver por intermédio da pesquisa. Deve ser especificado em forma de pergunta, e conter os conceitos básicos da investigação. O problema
  12. 12. Consiste numa exposição sucinta, porém clara, das razões de ordem teórica e dos motivos de ordem prática que tornam importante a realização da pesquisa. A justificativa
  13. 13. O problema, a hipótese de explicação ou a solução em livros ou periódicos. Aspectos do problema a ser pesquisado, sua relevância ou justificativa econômica-social e da pesquisa (com o suporte da referência bibliográfica). A Introdução deve expor:
  14. 14. Está ligado a uma visão geral e abrangente do tema. Relaciona-se com o conteúdo intrínseco dos fenômenos ou dos eventos estudados. Qual é a meta almejada pelo investigador ao realizar a pesquisa. Objetivo geral
  15. 15. Objetivos específicos Representam um caráter particular das metas almejadas pelo investigador. Têm uma função instrumental, permitindo, de um lado, atingir o objetivo geral e, de outro, aplicar este a situações particulares.
  16. 16. Hipóteses Trata-se aqui de formular indagações a serem verificadas ao longo da investigação. As hipóteses são elaboradas a partir de fontes diversas, como observações prévias do fenômeno a ser investigado; teorias, intuições ou resultados de outras pesquisas. Devem estar relacionadas com os objetivos específicos.
  17. 17. Metodologia E a maneira concreta como se realiza a busca do conhecimento; é o que fazemos para adquirir o conhecimento desejado de maneira racional e eficiente.
  18. 18. Materiais necessários para o desenvolvimento da pesquisa; Referências bibliográficas. Método(s) selecionados ou adequados ao título da pesquisa; Material e métodos ou pressupostos teórico- metodológicos
  19. 19. Revisão da Bibliografia Toda pesquisa, ao ser iniciada, pressupõe que o investigador tenha um conhecimento prévio sobre o tema a ser abordado. Esse conhecimento pode ser adquirido através de : Fontes primárias – entrevistas, observações, etc.; Fontes secundárias – documentos, periódicos, etc.
  20. 20. Reflexões Finais As conquistas alcançadas com o estudo; As limitações encontradas; Apontar a relação entre os fatos verificados e a teoria utilizada. As considerações finais de uma pesquisa devem evidenciar:
  21. 21. Orçamento Nesse item deve ser levantado e planejado os gastos referentes a realização da pesquisa. O orçamento deve prever, de modo geral os gastos com pessoal e material.
  22. 22. Elementos Constituintes do Projeto de Pesquisa Referências Bibliográficas Apêndice – tabelas, gráficos, instrumentos de coleta de dados. Material composto pelo próprio investigador. Anexos – Elementos esclarecedores de outra autoria. Devem ser limitados. Ex: leis, normas, documento raro, contratos, etc.
  23. 23. Deve ser constituído por etapas que caracterizem o desenvolvimento do Projeto de Pesquisa, a fim de possibilitar acompanhamento e a avaliação dos resultados obtidos. Cronograma
  24. 24. Cronograma da Pesquisa Set Out Nov Dez Jan Preparação do Projeto X Revisão da Bibliografia X X X X Elaboração dos instrumentos X Coleta de dados X Interpretação parcial dos dados X Digitação conforme ABNT X
  25. 25. Relação ordenada de livros e revistas consultadas que serviram de suporte ao trabalho e que foram citadas, apresentadas conforme as normas da ABNT. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  26. 26. ESTRUTURAÇÃO DO TCC CAPA FOLHA DE ROSTO TERMO DE APROVAÇÃO DEDICATÓRIA AGRADECIMENTO EPÍGRAFE SUMÁRIO RESUMO INTRODUÇÃO CAPÍTULO I CAPÍTULO II CAPÍTULO III CAPÍTULO IV (???) CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXOS/APÊNDICES
  27. 27. CAPA (MODELO) 3,0 cm FACULDADE VASCO DA GAMA 5,0 cm 3,0 cm PREDOMINÂNCIA DO ANALFABETISMO NAS SÉRIE FINAIS DO ENFINO FUNDAMENTAL DE SALVADOR 2, 0 cm BAIRROS XXX 3,5 cm José da Silva Curso de Graduação em Pedagogia FVG Orientador: Prof. Grasiela Dourado Salvador - Bahia - Brasil 2013
  28. 28. Capa Papel A4 , superior e esquerda 3,0cm e inferior e direita 2,0cm.
  29. 29. Errata
  30. 30. Folha de Aprovação ou Folha de Rosto Nome do autor, título e subtítulo – se necessário -, natureza, objetivo do trabalho; Nome da universidade e área de concentração; Nome dos avaliadores, titulação e o nome das instituições das quais cada uma deles faz parte. A assinatura destes será posta nesta folha, juntamente com a data da aprovação.
  31. 31. Dedicatória, Agradecimento e Epígrafe Não são elementos obrigatórios
  32. 32. Sumário Assuntos na ordem que aparecem no texto; Título em caixa alta e negrito; Subtítulo em caixa baixa, sem negrito.
  33. 33. Resumo A ABNT aconselha que o Resumo tenha no máximo 500 palavras que devem ser distribuídas em frases concisas e objetivas que descrevam o trabalho, desde sua elaboração, objetivo, metodologia e conclusão. Recomenda-se que as frases estejam na terceira pessoa do singular e em voz ativa. Também aqui deve ser feita uma pequena lista de palavras (no mínimo três palavras) para indexação.
  34. 34. Ilustrações, tabelas e abreviaturas Não são obrigatórias pela ABNT Abreviaturas e tabelas devem ser ordenadas conforme aparecem no corpo do trabalho Abreviaturas devem ter ordem alfabética
  35. 35. Introdução, desenvolvimento e conclusão A introdução deve conter: • Assunto • Tema • Delimitação do tema • Hipóteses • Justificativa Desenvolvimento • Dividida em sessões e subsessões Conclusão: • Conclusão da tese proposta no início do trabalho • Retomar sinteticamente o assunto, o tema, a delimitação, reafirmando a importância do estudo realizado. • Dar respostas... Ao objetivo geral; Aos objetivos específicos; Às hipóteses Às questões de discussão Ao problema de pesquisa
  36. 36. Referências As referências podem aparecer: Em nota de rodapé, na mesma página em que ocorre a citação; Em lista bibliográfica no final da monografia; Em final de capítulo da monografia.
  37. 37. Citações Quando chamadas com o sobrenome do autor, instituição ou nome da obra, use letras maiúsculas e minúsculas. Quando a citação for feita entre parênteses você deve usar todo o texto em caixa alta.
  38. 38. Glossário
  39. 39. Apêndices Documentos complementares ao trabalho acadêmico, elaborados pelo autor. De uso opcional. Se houver mais apêndices do que letras no alfabeto, usa- se letras dobradas.
  40. 40. Anexos Documentos complementares ao trabalho acadêmico, não elaborados pelo autor. De uso opcional. Se houver mais anexos do que letras no alfabeto, usa-se letras dobradas.
  41. 41. Índice Listagem de palavras ou frases organizadas por critérios variados cujo objetivo é localizar elementos dentro do trabalho. O índice não é um item obrigatório na monografia.
  42. 42. Formato Papel no formato A4 (21cm x 29,7 cm); Texto deve ser digitado em papel na cor branca no anverso da página; Somente a Folha de Rosto terá conteúdo impresso nas duas páginas da folha. Fonte no tamanho 12 para o conteúdo; Fonte menos para citações, notas de rodapé, legendas e paginação; Recuo de 4 centímetros em relação à margem do papel para citações com mais de três linhas.
  43. 43. Atenção Para conhecer outros itens não obrigatórios da estrutura de apresentação de trabalhos acadêmicos e ter acesso a todas as definições dessa estrutura, consulte a norma NBR 14724 da ABNT; Mais detalhes sobre citações e acesso às diferentes variações possíveis para o rodapé estão na norma NBR 10520 da ABNT Se você quer saber mais detalhadamente como deve fazer ao usar referências de obras cujo autor é desconhecido, ou o padrão correto para obras com mais de três autores, ou ainda a forma correta de fazer referência a obras escritas sob pseudônimos, consulte a norma NBR 6023 da ABNT; Para mais informações sobre numeração progressiva no trabalho, consulte a norma NBR 6024 da ABNT http://cultura.universia.com.br/tutoriais/monografias/
  44. 44. OBRIGADA! grasieladourado@gmail.com 8802-8056

×