• Curtir
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Seja o primeiro a comentar
    Be the first to like this
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
2,449
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0

Ações

Compartilhamentos
Downloads
36
Comentários
0
Curtidas
0

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica Profª Alfabetizadora MARIA DAS GRAÇAS SANT’ANNA DE SOUSA CMEI “PEDRO VIEIRA DA SILVA”
  • 2. Justificativa Considerando-se que nas séries iniciais do ciclo de alfabetização, a leitura e a escrita devem ser trabalhadas de forma prioritária, e que é importante o educador propor atividades que favoreçam a evolução do processo de aquisição da leitura e da escrita das crianças, utilizando-se, sobretudo da linguagem visual e auditiva, permitindo que as crianças sejam autoras de suas próprias obras; e ainda, que a formação dos futuros leitores e escritores está vinculada à presença constante dos diversos gêneros textuais, é que se pensou numa sequência didática , que se estenderá pelo tempo letivo sugerido,ou mais ou menos tempo, desde que pensadas e respeitadas as especificidades e subjetividades de cada criança que compõe a turma.
  • 3. O livro didático em uso neste ano letivo traz, em uma de suas unidades, o tema “Uma história atrás da outra” abordando os gêneros: conto infantil, poema, texto informativo e legenda. Também este é o ano do centenário de Vinícius de Moraes, que dedicou sua última obra ao público infantil. Tais obras tornaram-se músicas muito conhecidas deste público através de intensa divulgação no ambiente educativo onde há a necessidade de trabalhar o aspecto social, respeitando o interesse dos alunos e suas necessidades proporcionando uma variedade de experiências e vivências educativas.
  • 4. Objetivo Geral:  Oportunizar às crianças o acesso ao universo literário de Vinícius de Moraes e outros autores, estimulados pela poesia, música,levando-as a constituírem uma relação diferenciada com linguagem, ampliando seu vocabulário e, consequentemente, tornarem-se futuros leitores e produtores de textos competentes.
  • 5. Objetivos Específicos: - Conhecer a obra do autor; - Desenvolver a capacidade de pensamento crítico; - Apresentar aos alunos a obra do grande autor; - Interagir com diversos tipos de textos de forma lúdica, dinâmica e reflexiva; - Refletir acerca da leitura e escrita avançando assim nas hipóteses sobre o sistema alfabético; - Estimular a sensibilidade e criatividade; - Despertar o gosto e o prazer pela leitura; -Introduzir o trabalho com a língua escrita através das músicas;
  • 6. -Despertar nos alunos o gosto pela poesia e texto literário; -Trabalhar as músicas sensibilizando os alunos pelos diversos ritmos musicais; - Trabalhar as percepções; - Desenvolver a oralidade; - Desenvolver afetividade, sensibilidade e repeito a diversidade; - Introduzir noções e conceitos matemáticos de forma lúdica; - Adequar conceitos que envolvam meio ambiente (natureza e sociedade), despertando consciência ecológica e sustentabilidade; - Identificar progressivamente algumas singularidades próprias das pessoas com as quais convive no seu cotidiano;
  • 7. Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno: • O que os alunos sabem em relação à leitura e a escrita; • O grau de habilidade no uso do sistema alfabético; • As características individuais dos alunos (présilábico, silábico e alfabético).
  • 8. Desenvolvimento O trabalho com está SD será(foi) estimulado à partir da leitura da poesia e audição dos CD “Arca de Noé”.
  • 9. Atividade 1 Leitura da poesia que dará introdução às músicas no CD;
  • 10. APRENDIZAGENS GARANTIDAS (A3)Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes propósitos; (A5)Reconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelas crianças; (A7)Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros,temáticas lidos pelo prof. ou por outro leitor experiente (A9)Realizar inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou por outro leitor experiente; (A11)Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (A14)Apreender assuntos/temas tratados em textos de diferentes gêneros, lidos pelo professor ou outro leitor experiente; (A16)Interpretar frases e expressões em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (A18)Estabelecer relação de intertextualidade entre textos.
  • 11. ATIVIDADE 1 A PARTIR DA POESIA: Vocabulário e interpretação oral; explorar rimas; gênero (poético); • Aproveitar para falar sobre o poeta Vinícius de Moraes; • Leitura da ficha técnica do autor; gênero (informativo) e suporte textual
  • 12. FICHA TÉCNICA
  • 13. Atividade 2 Apresentação e audição do CD Arca de Noé 1 e 2; (C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS EM SALA DE AULA, QUESTIONANDO, SUGERINDO, ARGUMENTANDO E RESPEITANDO OS TURNOS DE FALA.
  • 14. COM AS MÚSICAS Cantar as músicas com as crianças no grupão; (C5) ANALISAR A PERTINÊNCIA E A CONSISTÊNCIA DE TEXTOS ORAIS, CONSIDERANDO AS FINALIDADES E CARACTERÍSTICAS DOS GÊNEROS. Listar, no quadro, com a ajuda dos alunos os animais citados nas músicas do CD. Aproveitar a lista de animais e trabalhar com os seus respectivos pares (masculinos e femininos), seus respectivos grupos (aves, mamíferos, insetos, etc.) e suas características físicas;
  • 15. Listar, no quadro, com a ajuda dos alunos os animais citados nas músicas do CD. Aproveitar a lista de animais e trabalhar com os seus respectivos pares (masculinos e femininos), seus respectivos grupos (aves, mamíferos, insetos, etc.) e suas características físicas; (C7) RELACIONAR FALA E ESCRITA, TENDO EM VISTA A APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA, AS VARIANTES LINGUÍSTICAS E OS DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS.
  • 16. Atividade 3 (D2) CONHECER E USAR DIFERENTES SUPORTES TEXTUAIS, TENDO EM VISTA SUAS CARACTERÍSTICAS: FINALIDADES, ESFERA DE CIRCULAÇÃO, TEMA, FORMA DE COMPOSIÇÃO, ESTILO, ETC. Na nossa Arca, vamos trabalhar com as letras de algumas poesias de Vinícius de Moraes do CD Arca de Noé 1 e 2, e montaremos um livrinho, com as músicas preferidas escolhidas por votação,que chamaremos “ARCA DE POESIAS”;
  • 17. Atividade 4 Após a votação montaremos um gráfico de barras horizontal para exibição do resultado (Matemática); Na 1ª coluna as crianças deverão listar os títulos das músicas trabalhadas, que deverão estar organizadas em ordem alfabética. Esta listagem pode ser feita em momento coletivo, utilizando o quadro para os registros com a participação de todos;isto feito as crianças copiarão os títulos previamente organizados.
  • 18. Atividade 5 (D14) RECONHECER DIFERENTES VARIANTES DE REGISTRO DE ACORDO COM OS GÊNEROS E SITUAÇÕES DE USO. (E7) COMPREENDER QUE PALAVRAS DIFERENTES COMPARTILHAM CERTAS LETRAS. (E8) PERCEBER QUE PALAVRAS DIFERENTES VARIAM QUANTO AO NÚMERO , REPERTÓRIO E ORDEM DAS LETRAS. (E9) SEGMENTAR ORALMENTE AS SÍLABAS DE PALAVRAS E COMPARAR AS PALAVRAS QUANTO AO TAMANHO.
  • 19. (E11) RECONHECER QUE AS SÍLABAS VARIAM QUANTO ÁS SUAS COMPOSIÇÕES. (E12) PERCEBER QUE AS VOGAIS ESTÃO PRESENTES EM TODAS AS SÍLABAS. (E13) LER, AJUSTANDO A PAUTA SONORA AO ESCRITO (E14) DOMINAR AS CORRESPODÊNCIAS ENTRE LETRAS OU GRUPO DE LETRAS E SEU VALOR SONORO, DE MODO A LER PALAVRAS E TEXTOS. (E15) DOMINAR AS CORRESPODÊNCIAS ENTRE LETRAS OU GRUPO DE LETRAS E SEU VALOR SONORO, DE MODO A ESCREVER PALAVRAS E TEXTOS.
  • 20. •Para cada música trabalhada será produzida uma ficha técnica com os dados do respectivo animal. Essa ficha será elaborada em dupla e os animais listados serão transcritos pelas duplas para papeizinhos que serão sorteados pra saber de qual animal a dupla fará o texto (ainda que oral, tendo o professor como escriba), (Ciências, Matemática e LP); (C7) RELACIONAR FALA E ESCRITA, TENDO EM VISTA A APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA, AS VARIANTES LINGUÍSTICAS E OS DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS (D2) CONHECER E USAR DIFERENTES SUPORTES TEXTUAIS, TENDO EM VISTA SUAS CARACTERÍSTICAS: FINALIDADES, ESFERA DE CIRCULAÇÃO, TEMA, FORMA DE COMPOSIÇÃO, ESTILO, ETC.
  • 21. MODELO DA FICHA TÉCNICA ANIMAL: REVESTIMENTO DO CORPO: NÚMERO DE PATAS: LOCOMOÇÃO: NASCIMENTO:
  • 22. Atividade 6 (C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS EM SALA DE AULA, QUESTIONANDO, SUGERINDO, ARGUMENTANDO E RESPEITANDO OS TURNOS DE FALA. *distribuir cópia de imagens relacionadas aos títulos das músicas. Nesse momento perguntar quais e quantos animais e, quais e quantos não são animais (seres vivos e não vivos);
  • 23. Atividade7 COM AS POESIAS (A4) Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor ou pelas crianças; - Das músicas ouvidas, quais não são sobre animais? (A Casa, O Relógio, O Ar, A Porta, O Avião). Usar como leitura deleite o livro “ATÉ AS PRINCESAS SOLTAM PUM”,se for usado o texto da poesia “O Ar”; - E qual delas fala sobre medida de tempo? (O Relógio)
  • 24. Atividade 7 (A11)Estabelecer relações lógicas entre partes de textos d e diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (E14) Dominar as correspondências entre letras ou grupo de letras e seu valor sonoro, de modo a ler palavras e textos. (E15) Dominar as correspondências entre letras ou grupo de letras e seu valor sonoro, de modo a escrever palavras e textos.
  • 25. • Fazer leitura coletiva do poema “O Relógio”, fixado na parede da sala;Cantar o poema (utilizar CD);Observar a estrutura textual e o gênero; • Escrever lista de palavras com R; • Sons do g (“Gue” e “Ge”) • Pedir que as crianças falem palavras onde exista essa variação de fonema; e qual letra vem depois do G em cada situação; listar as palavras no quadro para explicitar visualmente a proximidade do E e do I que determina a forma de articulação da letra; GIRAFA - GELO – GATO - GORILA
  • 26. •Fazer lista dos dias da semana e dos meses do ano (professor, leia depois cada palavra com os alunos, identifiquem meses que iniciam e terminam com a mesma letra, que tem o mesmo número de sílabas, identifique o mês em que os alunos fazem aniversário, etc.Fazer o mesmo com os dias da semana (Matemática); •Montar calendário, identificando os feriados, dias úteis da semana e finais de semana; •Trabalhar medidas de tempo (horas exata em relógio analógico); atividades com horas em desenhos de relógios analógicos (Matemática); •Movimento de rotação da Terra: dia e noite (Geografia e Ciências); •Seres vivos e não vivos (Ciências);
  • 27. Outras possibilidades!!! •Mostrar aos alunos a capa do livro “A Arca de Ninguém”; •Fazer questionamento para antecipações do que o livro trata e qual gênero foi usado; •Explorar autor e ilustrador; •Apresentar a história em multimídia através de apresentação em Power Point;o professor vai lendo à medida que os slides são mostrados;
  • 28. OUTRAS ATIVIDADES RELACIONADAS: Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas. Realizar atividades de cruzadinhas envolvendo adivinhações sobre os animais. Recorte e colagem de letras em jornais e/ou revistas para montarem palavras no caderno. Bingo com nomes de animais e objetos. Utilize o alfabeto móvel para construir frases relacionadas aos poemas. Promova jogos de sílabas e letras. Faça autoditado, utilizando gravuras com as palavras dos poemas. Estimule a escrita dos poemas que os alunos já conhecem de cor. Gravuras, murais, cantinhos, livros, discos, cds e outros coletados; Pesquisar imagens dos animais através da internet para observação das características físicas e do habitat natural(ciências e geografia).
  • 29. BANCO DE ATIVIDADES
  • 30. GLOSSÁRIO ALFABETIZADOR
  • 31. Trilha:
  • 32. TEXTO INSTRUCIONAL (“COMO SE JOGA”) - jogar em dupla; - cada criança deve ter um alfabeto com tampinhas de pet em cores diferentes e uma tabela com 26 espaços onde serão escritas as letras.a cada letra sorteada deverá ser feito o registro por escrito da palavra dita; - as tampinhas devem estar viradas com a letra para baixo; - tira-se a sorte de quem começa fazendo uso da parlenda do piano; - a criança deve virar uma tampinha, ler a letra e dizer uma palavra iniciada com ela; caso acerte coloca a tampinha na casa correspondente na trilha; - como são 2 alfabetos (um de cada participante) acontecerá do colega virar uma letra já sorteada pelo outro,para resolver esse impasse combine antes o que deve ser feito.sugiro que se a letra for sorteada novamente,o outro falará outra palavra diferente da que já foi dita e colocará sua letra do alfabeto por cima da que já estiver na casinha da trilha; - ganha quem tiver maior número de casas preenchidas com as letras da cor do seu alfabeto;
  • 33. Mais possibilidades: •Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas. •Realizar atividades de cruzadinhas envolvendo adivinhações sobre os animais. •Recorte e colagem de letras em jornais e/ou revistas para montarem palavras no caderno. •Bingo com nomes de animais e objetos. •Utilize o alfabeto móvel para construir frases relacionadas aos poemas. •Promova Jogos de sílabas e letras. •Faça autoditado, utilizando gravuras com as palavras dos poemas. •Estimule a escrita dos poemas que os alunos já conhecem de cor. •Gravuras, murais, cantinhos, livros, discos, CDs e outros coletados; •Pesquisar imagens dos animais através da internet para observação das características físicas e do habitat natural(Ciências e Geografia).
  • 34. BRINCANDO: QUE HORAS SÃO? •Entregar papeizinhos numerados para que as crianças registrem as horas nos relógios.(Matemática) numerar esses relógios, que estão por último, de acordo coma convencionalização;
  • 35. Metodologia • Construção e utilização do alfabeto concreto, ilustrado e individual; • Pesquisa de letras e palavras, trabalho com calendário, discussões informais e em grupo relato de experiências vividas, ampliação do vocabulário oral e brincadeiras orais, roda de leitura, atividades com nomes, crachás, quebra-cabeça, fichas, jogo de memória, leitura diária de história pela professora e alunos com ênfase na compreensão oral do texto, reescrita coletiva,
  • 36. • Escrita individual de listas; • Ajuste de leitura de parlendas, músicas, quadrinhas cantadas e declamadas, bingo (letras e nomes), dominó de figuras e palavras, cruzadinhas, caça-palavras. • Uso do alfabeto móvel. • Apresentações em Power Point;pesquisas na internet; • Estratégias de leitura: antecipação, inferência, checagem, resumo de informações; • Utilização dos diversos espaços físicos visando ampliação perceptual dos mesmos; • Leitura pelo professor de textos literários; • E outras possibilidades infindáveis de atividades desafiadoras
  • 37. A formação oferecida pelo MEC através do Pnaic aos professores alfabetizadores muito tem acrescentado à prática do docente que tem consciência da importância de seu papel como educador. Durante os encontros temos aprofundado nossos conhecimentos e revisado nossas práticas visando garantir os direitos de aprendizagem que formarão leitores e escritores capazes de se posicionarem diante de situações nas quais tais práticas sejam necessárias,ou seja,durante toda a vida.
  • 38. POR ONDE COMEÇAR A ENSINAR A LER E A ESCREVER ? • "Aprender a ler e a escrever não é um processo natural como o de aprender a falar". • "Trata-se de uma tarefa complexa, que envolve competências cognitivas, psicolinguísticas, perceptivas, espaço-temporais, grafomotoras e afetivo-emocionais". • "Para a identificação do princípio alfabético a criança deve reconhecer a relação som-letra e ser capaz de analisar, refletir, sintetizar as unidades que compõem as palavras faladas". (Tunmer, Pratt, Herriman, 1984).
  • 39. • "As crianças de um modo geral recorrem à oralidade para fazer várias hipóteses sobre a escrita, mas usam também a escrita, dinamicamente, para construir uma análise da própria fala". (Abaurre, 1988, p. 140) • Crianças com dificuldades em consciência fonológica geralmente apresentam atraso na aquisição da leitura e escrita, e procedimentos para desenvolver a consciência fonológica podem ajudar as crianças com dificuldades na escrita a superá-los (Capovilla e Capovilla, 2000). E é isto que a formação oferecida elo MEC vem priorizando com a oferta de uma capacitação remunerada,de grande qualidade e com material de apoio riquíssimo!
  • 40. Avaliação •A avaliação processual e contínua, deverá ser realizada em todas as etapas do projeto envolvendo a observação, participação, realização de atividades, interesse dos alunos e análise reflexiva constante das tarefas desenvolvidas em sala de aula para que assim o professor possa perceber os avanços , necessidades e dificuldades dos alunos e fazer as intervenções necessárias. Culminância (?) •Realização de apresentações das poesias e/ou confecção de livrinho com as letras das músicas, dobradura de cada animal ao qual a música se referencia.
  • 41. “A APRENDIZAGEM FORMAL DA LINGUAGEM ESCRITA NUM SISTEMA ALFABÉTICO, COMO É A LÍNGUA PORTUGUESA, EXIGE DOS LEITORES A CONSCIÊNCIA DE QUE A ESCRITA REPRESENTA UMA SUCESSÃO DE UNIDADES FONOLÓGICAS, EXISTINDO UMA CORRESPONDÊNCIA ENTRE ESSAS UNIDADES NO USO ORAL E NA RESPECTIVA REPRESENTAÇÃO ESCRITA."
  • 42. QUADROS DOS DIREITOS DE APRENDIZAGEM-PNAIC A - LP B - PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS C - ORALIDADE D - ANÁLISE LINGUÍSTICA E - ANÁLISE LINGUÍSTICA-APROPRIAÇÃO DO SEA Nesses quadros o professor organizar sua prática de forma que as atividades propostas contemplem todos os direitos sem priorizar uns e esquecer outros...
  • 43. IMAGENS DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
  • 44. BIBLIOGRAFIA Recursos Complementares http://www.youtube.com/watch?v=qRN5cgLoX-k http://www.youtube.com/watch?v=z8-yWOXXJ4Y http://www.youtube.com/watch?v=Tr64alpIxeY&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=-YuYhuF7oUw Coleção Plural, 1º ano – Ensino Fundamental: Letramento e Alfabetização 1( Luzia Fonseca,Maria das Graças Branco),Ed. Saraiva,1ª Ed.,São Paulo,2011. Morais, 2012 - Guia de formação PNAIC - Ano 01 Acervos Literários enviados pelo MEC através do PNAIC - caixa 1,2 e 3 (obras da literatura infantil)