Seu SlideShare está baixando. ×
0
Introdução,apropriação e
consolidação da consciência
fonológica
Profª Alfabetizadora
MARIA DAS GRAÇAS SANT’ANNA DE SOUSA
C...
Justificativa
Considerando-se que nas séries iniciais do ciclo de
alfabetização, a leitura e a escrita devem ser trabalha...
O livro didático em uso neste ano letivo traz, em uma de
suas unidades, o tema “Uma história atrás da outra”
abordando os...
Objetivo Geral:
 Oportunizar às crianças o acesso ao universo
literário de Vinícius de Moraes e outros autores,
estimulad...
Objetivos Específicos:
- Conhecer a obra do autor;
- Desenvolver a capacidade de pensamento crítico;
- Apresentar aos alun...
-Despertar nos alunos o gosto pela poesia e texto literário;
-Trabalhar as músicas sensibilizando os alunos pelos
diversos...
Conhecimentos prévios trabalhados pelo
professor com o aluno:
• O que os alunos sabem em relação à leitura e a
escrita;
• ...
Desenvolvimento
O trabalho com está SD será(foi)
estimulado à partir da leitura da poesia
e audição dos CD “Arca de Noé”.
Atividade 1
Leitura da poesia que dará introdução às músicas no
CD;
APRENDIZAGENS GARANTIDAS
(A3)Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com
diferentes propósito...
ATIVIDADE 1
A PARTIR DA POESIA: Vocabulário e interpretação
oral; explorar rimas; gênero (poético);

• Aproveitar para fal...
FICHA TÉCNICA
Atividade 2

Apresentação e audição do CD Arca de Noé
1 e 2;
(C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS
EM SALA DE AULA, QUESTIONA...
COM AS MÚSICAS
Cantar as músicas com as crianças no grupão;
(C5) ANALISAR A PERTINÊNCIA E A CONSISTÊNCIA
DE TEXTOS ORAIS, ...
Listar, no quadro, com a ajuda dos alunos os animais
citados nas músicas do CD. Aproveitar a lista de animais
e trabalhar ...
Atividade 3
(D2) CONHECER E USAR DIFERENTES SUPORTES
TEXTUAIS, TENDO EM VISTA SUAS
CARACTERÍSTICAS: FINALIDADES, ESFERA DE...
Atividade 4
Após a votação montaremos um gráfico de barras
horizontal para exibição do resultado (Matemática);

Na 1ª colu...
Atividade 5
(D14) RECONHECER DIFERENTES VARIANTES DE
REGISTRO DE ACORDO COM OS GÊNEROS E
SITUAÇÕES DE USO.
(E7) COMPREENDE...
(E11) RECONHECER QUE AS SÍLABAS VARIAM
QUANTO ÁS SUAS COMPOSIÇÕES.
(E12) PERCEBER QUE AS VOGAIS ESTÃO
PRESENTES EM TODAS A...
•Para cada música trabalhada será produzida uma ficha
técnica com os dados do respectivo animal. Essa ficha
será elaborada...
MODELO DA FICHA TÉCNICA
ANIMAL:

REVESTIMENTO DO CORPO:

NÚMERO DE PATAS:

LOCOMOÇÃO:

NASCIMENTO:
Atividade 6
(C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS EM SALA DE
AULA, QUESTIONANDO, SUGERINDO,
ARGUMENTANDO E RESPEITANDO OS TUR...
Atividade7
COM AS POESIAS
(A4) Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios
relativos aos textos a serem lidos pelo p...
Atividade 7
(A11)Estabelecer relações lógicas entre partes de textos d
e diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo profes...
• Fazer leitura coletiva do poema “O Relógio”, fixado na
parede da sala;Cantar o poema (utilizar CD);Observar a
estrutura ...
•Fazer lista dos dias da semana e dos meses do ano
(professor, leia depois cada palavra com os alunos,
identifiquem meses ...
Outras possibilidades!!!
•Mostrar aos alunos a capa do livro “A Arca de Ninguém”;
•Fazer questionamento para antecipações ...
OUTRAS ATIVIDADES RELACIONADAS:

Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas.
Realizar atividades de cruzadinh...
BANCO DE ATIVIDADES
GLOSSÁRIO ALFABETIZADOR
Trilha:
TEXTO INSTRUCIONAL (“COMO SE JOGA”)
- jogar em dupla;
- cada criança deve ter um alfabeto com tampinhas de pet em cores di...
Mais possibilidades:
•Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas.
•Realizar atividades de cruzadinhas envolve...
BRINCANDO: QUE HORAS SÃO?
•Entregar papeizinhos numerados para que as crianças registrem as horas
nos relógios.(Matemática...
Metodologia
• Construção e utilização do alfabeto concreto, ilustrado e
individual;
• Pesquisa de letras e palavras, traba...
• Escrita individual de listas;
• Ajuste de leitura de parlendas, músicas, quadrinhas
cantadas e declamadas, bingo (letras...
A formação oferecida pelo MEC através do Pnaic aos
professores alfabetizadores muito tem acrescentado à prática
do docente...
POR ONDE COMEÇAR A ENSINAR A LER E A
ESCREVER ?
• "Aprender a ler e a escrever não é um processo natural como
o de aprende...
•

"As crianças de um modo geral recorrem à oralidade para
fazer várias hipóteses sobre a escrita, mas usam também a
escri...
Avaliação
•A avaliação processual e contínua, deverá ser realizada
em todas as etapas do projeto envolvendo a observação,
...
“A APRENDIZAGEM FORMAL DA
LINGUAGEM ESCRITA NUM SISTEMA
ALFABÉTICO, COMO É A LÍNGUA
PORTUGUESA, EXIGE DOS LEITORES A
CONSC...
QUADROS DOS DIREITOS DE
APRENDIZAGEM-PNAIC
A - LP
B - PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS
C - ORALIDADE
D - ANÁLISE LINGUÍSTICA
E ...
IMAGENS DAS ATIVIDADES
DESENVOLVIDAS
BIBLIOGRAFIA
Recursos Complementares
http://www.youtube.com/watch?v=qRN5cgLoX-k
http://www.youtube.com/watch?v=z8-yWOXXJ4Y...
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC

2,870

Published on

Published in: Educação
0 Comentários
0 pessoas curtiram isso
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Be the first to like this

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2,870
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Curtidas
0
Incorporar 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica-Seminário-PNAIC"

  1. 1. Introdução,apropriação e consolidação da consciência fonológica Profª Alfabetizadora MARIA DAS GRAÇAS SANT’ANNA DE SOUSA CMEI “PEDRO VIEIRA DA SILVA”
  2. 2. Justificativa Considerando-se que nas séries iniciais do ciclo de alfabetização, a leitura e a escrita devem ser trabalhadas de forma prioritária, e que é importante o educador propor atividades que favoreçam a evolução do processo de aquisição da leitura e da escrita das crianças, utilizando-se, sobretudo da linguagem visual e auditiva, permitindo que as crianças sejam autoras de suas próprias obras; e ainda, que a formação dos futuros leitores e escritores está vinculada à presença constante dos diversos gêneros textuais, é que se pensou numa sequência didática , que se estenderá pelo tempo letivo sugerido,ou mais ou menos tempo, desde que pensadas e respeitadas as especificidades e subjetividades de cada criança que compõe a turma.
  3. 3. O livro didático em uso neste ano letivo traz, em uma de suas unidades, o tema “Uma história atrás da outra” abordando os gêneros: conto infantil, poema, texto informativo e legenda. Também este é o ano do centenário de Vinícius de Moraes, que dedicou sua última obra ao público infantil. Tais obras tornaram-se músicas muito conhecidas deste público através de intensa divulgação no ambiente educativo onde há a necessidade de trabalhar o aspecto social, respeitando o interesse dos alunos e suas necessidades proporcionando uma variedade de experiências e vivências educativas.
  4. 4. Objetivo Geral:  Oportunizar às crianças o acesso ao universo literário de Vinícius de Moraes e outros autores, estimulados pela poesia, música,levando-as a constituírem uma relação diferenciada com linguagem, ampliando seu vocabulário e, consequentemente, tornarem-se futuros leitores e produtores de textos competentes.
  5. 5. Objetivos Específicos: - Conhecer a obra do autor; - Desenvolver a capacidade de pensamento crítico; - Apresentar aos alunos a obra do grande autor; - Interagir com diversos tipos de textos de forma lúdica, dinâmica e reflexiva; - Refletir acerca da leitura e escrita avançando assim nas hipóteses sobre o sistema alfabético; - Estimular a sensibilidade e criatividade; - Despertar o gosto e o prazer pela leitura; -Introduzir o trabalho com a língua escrita através das músicas;
  6. 6. -Despertar nos alunos o gosto pela poesia e texto literário; -Trabalhar as músicas sensibilizando os alunos pelos diversos ritmos musicais; - Trabalhar as percepções; - Desenvolver a oralidade; - Desenvolver afetividade, sensibilidade e repeito a diversidade; - Introduzir noções e conceitos matemáticos de forma lúdica; - Adequar conceitos que envolvam meio ambiente (natureza e sociedade), despertando consciência ecológica e sustentabilidade; - Identificar progressivamente algumas singularidades próprias das pessoas com as quais convive no seu cotidiano;
  7. 7. Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno: • O que os alunos sabem em relação à leitura e a escrita; • O grau de habilidade no uso do sistema alfabético; • As características individuais dos alunos (présilábico, silábico e alfabético).
  8. 8. Desenvolvimento O trabalho com está SD será(foi) estimulado à partir da leitura da poesia e audição dos CD “Arca de Noé”.
  9. 9. Atividade 1 Leitura da poesia que dará introdução às músicas no CD;
  10. 10. APRENDIZAGENS GARANTIDAS (A3)Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes propósitos; (A5)Reconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelas crianças; (A7)Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros,temáticas lidos pelo prof. ou por outro leitor experiente (A9)Realizar inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou por outro leitor experiente; (A11)Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (A14)Apreender assuntos/temas tratados em textos de diferentes gêneros, lidos pelo professor ou outro leitor experiente; (A16)Interpretar frases e expressões em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (A18)Estabelecer relação de intertextualidade entre textos.
  11. 11. ATIVIDADE 1 A PARTIR DA POESIA: Vocabulário e interpretação oral; explorar rimas; gênero (poético); • Aproveitar para falar sobre o poeta Vinícius de Moraes; • Leitura da ficha técnica do autor; gênero (informativo) e suporte textual
  12. 12. FICHA TÉCNICA
  13. 13. Atividade 2 Apresentação e audição do CD Arca de Noé 1 e 2; (C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS EM SALA DE AULA, QUESTIONANDO, SUGERINDO, ARGUMENTANDO E RESPEITANDO OS TURNOS DE FALA.
  14. 14. COM AS MÚSICAS Cantar as músicas com as crianças no grupão; (C5) ANALISAR A PERTINÊNCIA E A CONSISTÊNCIA DE TEXTOS ORAIS, CONSIDERANDO AS FINALIDADES E CARACTERÍSTICAS DOS GÊNEROS. Listar, no quadro, com a ajuda dos alunos os animais citados nas músicas do CD. Aproveitar a lista de animais e trabalhar com os seus respectivos pares (masculinos e femininos), seus respectivos grupos (aves, mamíferos, insetos, etc.) e suas características físicas;
  15. 15. Listar, no quadro, com a ajuda dos alunos os animais citados nas músicas do CD. Aproveitar a lista de animais e trabalhar com os seus respectivos pares (masculinos e femininos), seus respectivos grupos (aves, mamíferos, insetos, etc.) e suas características físicas; (C7) RELACIONAR FALA E ESCRITA, TENDO EM VISTA A APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA, AS VARIANTES LINGUÍSTICAS E OS DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS.
  16. 16. Atividade 3 (D2) CONHECER E USAR DIFERENTES SUPORTES TEXTUAIS, TENDO EM VISTA SUAS CARACTERÍSTICAS: FINALIDADES, ESFERA DE CIRCULAÇÃO, TEMA, FORMA DE COMPOSIÇÃO, ESTILO, ETC. Na nossa Arca, vamos trabalhar com as letras de algumas poesias de Vinícius de Moraes do CD Arca de Noé 1 e 2, e montaremos um livrinho, com as músicas preferidas escolhidas por votação,que chamaremos “ARCA DE POESIAS”;
  17. 17. Atividade 4 Após a votação montaremos um gráfico de barras horizontal para exibição do resultado (Matemática); Na 1ª coluna as crianças deverão listar os títulos das músicas trabalhadas, que deverão estar organizadas em ordem alfabética. Esta listagem pode ser feita em momento coletivo, utilizando o quadro para os registros com a participação de todos;isto feito as crianças copiarão os títulos previamente organizados.
  18. 18. Atividade 5 (D14) RECONHECER DIFERENTES VARIANTES DE REGISTRO DE ACORDO COM OS GÊNEROS E SITUAÇÕES DE USO. (E7) COMPREENDER QUE PALAVRAS DIFERENTES COMPARTILHAM CERTAS LETRAS. (E8) PERCEBER QUE PALAVRAS DIFERENTES VARIAM QUANTO AO NÚMERO , REPERTÓRIO E ORDEM DAS LETRAS. (E9) SEGMENTAR ORALMENTE AS SÍLABAS DE PALAVRAS E COMPARAR AS PALAVRAS QUANTO AO TAMANHO.
  19. 19. (E11) RECONHECER QUE AS SÍLABAS VARIAM QUANTO ÁS SUAS COMPOSIÇÕES. (E12) PERCEBER QUE AS VOGAIS ESTÃO PRESENTES EM TODAS AS SÍLABAS. (E13) LER, AJUSTANDO A PAUTA SONORA AO ESCRITO (E14) DOMINAR AS CORRESPODÊNCIAS ENTRE LETRAS OU GRUPO DE LETRAS E SEU VALOR SONORO, DE MODO A LER PALAVRAS E TEXTOS. (E15) DOMINAR AS CORRESPODÊNCIAS ENTRE LETRAS OU GRUPO DE LETRAS E SEU VALOR SONORO, DE MODO A ESCREVER PALAVRAS E TEXTOS.
  20. 20. •Para cada música trabalhada será produzida uma ficha técnica com os dados do respectivo animal. Essa ficha será elaborada em dupla e os animais listados serão transcritos pelas duplas para papeizinhos que serão sorteados pra saber de qual animal a dupla fará o texto (ainda que oral, tendo o professor como escriba), (Ciências, Matemática e LP); (C7) RELACIONAR FALA E ESCRITA, TENDO EM VISTA A APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA, AS VARIANTES LINGUÍSTICAS E OS DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS (D2) CONHECER E USAR DIFERENTES SUPORTES TEXTUAIS, TENDO EM VISTA SUAS CARACTERÍSTICAS: FINALIDADES, ESFERA DE CIRCULAÇÃO, TEMA, FORMA DE COMPOSIÇÃO, ESTILO, ETC.
  21. 21. MODELO DA FICHA TÉCNICA ANIMAL: REVESTIMENTO DO CORPO: NÚMERO DE PATAS: LOCOMOÇÃO: NASCIMENTO:
  22. 22. Atividade 6 (C1) PARTICIPAR DE SITUAÇÕES ORAIS EM SALA DE AULA, QUESTIONANDO, SUGERINDO, ARGUMENTANDO E RESPEITANDO OS TURNOS DE FALA. *distribuir cópia de imagens relacionadas aos títulos das músicas. Nesse momento perguntar quais e quantos animais e, quais e quantos não são animais (seres vivos e não vivos);
  23. 23. Atividade7 COM AS POESIAS (A4) Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor ou pelas crianças; - Das músicas ouvidas, quais não são sobre animais? (A Casa, O Relógio, O Ar, A Porta, O Avião). Usar como leitura deleite o livro “ATÉ AS PRINCESAS SOLTAM PUM”,se for usado o texto da poesia “O Ar”; - E qual delas fala sobre medida de tempo? (O Relógio)
  24. 24. Atividade 7 (A11)Estabelecer relações lógicas entre partes de textos d e diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. (E14) Dominar as correspondências entre letras ou grupo de letras e seu valor sonoro, de modo a ler palavras e textos. (E15) Dominar as correspondências entre letras ou grupo de letras e seu valor sonoro, de modo a escrever palavras e textos.
  25. 25. • Fazer leitura coletiva do poema “O Relógio”, fixado na parede da sala;Cantar o poema (utilizar CD);Observar a estrutura textual e o gênero; • Escrever lista de palavras com R; • Sons do g (“Gue” e “Ge”) • Pedir que as crianças falem palavras onde exista essa variação de fonema; e qual letra vem depois do G em cada situação; listar as palavras no quadro para explicitar visualmente a proximidade do E e do I que determina a forma de articulação da letra; GIRAFA - GELO – GATO - GORILA
  26. 26. •Fazer lista dos dias da semana e dos meses do ano (professor, leia depois cada palavra com os alunos, identifiquem meses que iniciam e terminam com a mesma letra, que tem o mesmo número de sílabas, identifique o mês em que os alunos fazem aniversário, etc.Fazer o mesmo com os dias da semana (Matemática); •Montar calendário, identificando os feriados, dias úteis da semana e finais de semana; •Trabalhar medidas de tempo (horas exata em relógio analógico); atividades com horas em desenhos de relógios analógicos (Matemática); •Movimento de rotação da Terra: dia e noite (Geografia e Ciências); •Seres vivos e não vivos (Ciências);
  27. 27. Outras possibilidades!!! •Mostrar aos alunos a capa do livro “A Arca de Ninguém”; •Fazer questionamento para antecipações do que o livro trata e qual gênero foi usado; •Explorar autor e ilustrador; •Apresentar a história em multimídia através de apresentação em Power Point;o professor vai lendo à medida que os slides são mostrados;
  28. 28. OUTRAS ATIVIDADES RELACIONADAS: Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas. Realizar atividades de cruzadinhas envolvendo adivinhações sobre os animais. Recorte e colagem de letras em jornais e/ou revistas para montarem palavras no caderno. Bingo com nomes de animais e objetos. Utilize o alfabeto móvel para construir frases relacionadas aos poemas. Promova jogos de sílabas e letras. Faça autoditado, utilizando gravuras com as palavras dos poemas. Estimule a escrita dos poemas que os alunos já conhecem de cor. Gravuras, murais, cantinhos, livros, discos, cds e outros coletados; Pesquisar imagens dos animais através da internet para observação das características físicas e do habitat natural(ciências e geografia).
  29. 29. BANCO DE ATIVIDADES
  30. 30. GLOSSÁRIO ALFABETIZADOR
  31. 31. Trilha:
  32. 32. TEXTO INSTRUCIONAL (“COMO SE JOGA”) - jogar em dupla; - cada criança deve ter um alfabeto com tampinhas de pet em cores diferentes e uma tabela com 26 espaços onde serão escritas as letras.a cada letra sorteada deverá ser feito o registro por escrito da palavra dita; - as tampinhas devem estar viradas com a letra para baixo; - tira-se a sorte de quem começa fazendo uso da parlenda do piano; - a criança deve virar uma tampinha, ler a letra e dizer uma palavra iniciada com ela; caso acerte coloca a tampinha na casa correspondente na trilha; - como são 2 alfabetos (um de cada participante) acontecerá do colega virar uma letra já sorteada pelo outro,para resolver esse impasse combine antes o que deve ser feito.sugiro que se a letra for sorteada novamente,o outro falará outra palavra diferente da que já foi dita e colocará sua letra do alfabeto por cima da que já estiver na casinha da trilha; - ganha quem tiver maior número de casas preenchidas com as letras da cor do seu alfabeto;
  33. 33. Mais possibilidades: •Ordenar alfabeticamente as palavras escritas nas listas. •Realizar atividades de cruzadinhas envolvendo adivinhações sobre os animais. •Recorte e colagem de letras em jornais e/ou revistas para montarem palavras no caderno. •Bingo com nomes de animais e objetos. •Utilize o alfabeto móvel para construir frases relacionadas aos poemas. •Promova Jogos de sílabas e letras. •Faça autoditado, utilizando gravuras com as palavras dos poemas. •Estimule a escrita dos poemas que os alunos já conhecem de cor. •Gravuras, murais, cantinhos, livros, discos, CDs e outros coletados; •Pesquisar imagens dos animais através da internet para observação das características físicas e do habitat natural(Ciências e Geografia).
  34. 34. BRINCANDO: QUE HORAS SÃO? •Entregar papeizinhos numerados para que as crianças registrem as horas nos relógios.(Matemática) numerar esses relógios, que estão por último, de acordo coma convencionalização;
  35. 35. Metodologia • Construção e utilização do alfabeto concreto, ilustrado e individual; • Pesquisa de letras e palavras, trabalho com calendário, discussões informais e em grupo relato de experiências vividas, ampliação do vocabulário oral e brincadeiras orais, roda de leitura, atividades com nomes, crachás, quebra-cabeça, fichas, jogo de memória, leitura diária de história pela professora e alunos com ênfase na compreensão oral do texto, reescrita coletiva,
  36. 36. • Escrita individual de listas; • Ajuste de leitura de parlendas, músicas, quadrinhas cantadas e declamadas, bingo (letras e nomes), dominó de figuras e palavras, cruzadinhas, caça-palavras. • Uso do alfabeto móvel. • Apresentações em Power Point;pesquisas na internet; • Estratégias de leitura: antecipação, inferência, checagem, resumo de informações; • Utilização dos diversos espaços físicos visando ampliação perceptual dos mesmos; • Leitura pelo professor de textos literários; • E outras possibilidades infindáveis de atividades desafiadoras
  37. 37. A formação oferecida pelo MEC através do Pnaic aos professores alfabetizadores muito tem acrescentado à prática do docente que tem consciência da importância de seu papel como educador. Durante os encontros temos aprofundado nossos conhecimentos e revisado nossas práticas visando garantir os direitos de aprendizagem que formarão leitores e escritores capazes de se posicionarem diante de situações nas quais tais práticas sejam necessárias,ou seja,durante toda a vida.
  38. 38. POR ONDE COMEÇAR A ENSINAR A LER E A ESCREVER ? • "Aprender a ler e a escrever não é um processo natural como o de aprender a falar". • "Trata-se de uma tarefa complexa, que envolve competências cognitivas, psicolinguísticas, perceptivas, espaço-temporais, grafomotoras e afetivo-emocionais". • "Para a identificação do princípio alfabético a criança deve reconhecer a relação som-letra e ser capaz de analisar, refletir, sintetizar as unidades que compõem as palavras faladas". (Tunmer, Pratt, Herriman, 1984).
  39. 39. • "As crianças de um modo geral recorrem à oralidade para fazer várias hipóteses sobre a escrita, mas usam também a escrita, dinamicamente, para construir uma análise da própria fala". (Abaurre, 1988, p. 140) • Crianças com dificuldades em consciência fonológica geralmente apresentam atraso na aquisição da leitura e escrita, e procedimentos para desenvolver a consciência fonológica podem ajudar as crianças com dificuldades na escrita a superá-los (Capovilla e Capovilla, 2000). E é isto que a formação oferecida elo MEC vem priorizando com a oferta de uma capacitação remunerada,de grande qualidade e com material de apoio riquíssimo!
  40. 40. Avaliação •A avaliação processual e contínua, deverá ser realizada em todas as etapas do projeto envolvendo a observação, participação, realização de atividades, interesse dos alunos e análise reflexiva constante das tarefas desenvolvidas em sala de aula para que assim o professor possa perceber os avanços , necessidades e dificuldades dos alunos e fazer as intervenções necessárias. Culminância (?) •Realização de apresentações das poesias e/ou confecção de livrinho com as letras das músicas, dobradura de cada animal ao qual a música se referencia.
  41. 41. “A APRENDIZAGEM FORMAL DA LINGUAGEM ESCRITA NUM SISTEMA ALFABÉTICO, COMO É A LÍNGUA PORTUGUESA, EXIGE DOS LEITORES A CONSCIÊNCIA DE QUE A ESCRITA REPRESENTA UMA SUCESSÃO DE UNIDADES FONOLÓGICAS, EXISTINDO UMA CORRESPONDÊNCIA ENTRE ESSAS UNIDADES NO USO ORAL E NA RESPECTIVA REPRESENTAÇÃO ESCRITA."
  42. 42. QUADROS DOS DIREITOS DE APRENDIZAGEM-PNAIC A - LP B - PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS C - ORALIDADE D - ANÁLISE LINGUÍSTICA E - ANÁLISE LINGUÍSTICA-APROPRIAÇÃO DO SEA Nesses quadros o professor organizar sua prática de forma que as atividades propostas contemplem todos os direitos sem priorizar uns e esquecer outros...
  43. 43. IMAGENS DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
  44. 44. BIBLIOGRAFIA Recursos Complementares http://www.youtube.com/watch?v=qRN5cgLoX-k http://www.youtube.com/watch?v=z8-yWOXXJ4Y http://www.youtube.com/watch?v=Tr64alpIxeY&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=-YuYhuF7oUw Coleção Plural, 1º ano – Ensino Fundamental: Letramento e Alfabetização 1( Luzia Fonseca,Maria das Graças Branco),Ed. Saraiva,1ª Ed.,São Paulo,2011. Morais, 2012 - Guia de formação PNAIC - Ano 01 Acervos Literários enviados pelo MEC através do PNAIC - caixa 1,2 e 3 (obras da literatura infantil)
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×