Consciencia Negra

74 visualizações

Publicada em

Inicio do projeto Consciência Negra na escola.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
74
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Consciencia Negra

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL AFFONSO CHARLIER 20 DE NOVEBRO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA PROFESSORA GISLAINE PORTO T:52 PROFESSORA MARIA INÊS T:51 CANOAS -2015
  2. 2. CONSCIÊNCIA NEGRA O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA É CELEBRADO EM 20 DE NOVEMBRO NO BRASIL E É DEDICADO À REFLEXÃO SOBRE A INSERÇÃO DO NEGRO NA SOCIEDADE BRASILEIRA.
  3. 3. A DATA DA MORTE DE ZUMBI (20 DE NOVEMBRO) É TIDA, DESDE 1995, COMO UM DOS FERIADOS NACIONAIS, QUE RECEBEU O NOME DE DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA: POR TODO PAÍS, É DISSEMINADA A IDEIA DE LUTA CONTRA A DISCRIMINAÇÃO RACIAL, A CONQUISTA DE DIREITOS POR PARTE DOS REPRESENTANTES DA RAÇA NEGRA, E É TAMBÉM UMA DATA QUE NOS FAZ REFLETIR A IGUALDADE SOB TODOS OS PONTOS DE VISTA SOCIAIS.
  4. 4. Nascido no ano de 1655, livre, já no quilombo que faz alusão ao seu próprio nome (palmares), zumbi (que quer dizer o mesmo que fantasma ou espírito, no idioma africano quimbundo, e na concepção brasileira da palavra, guerreiro) foi um dos, senão o principal, ícone da resistência negra ao trabalho escravo no período do Brasil colônia. com aproximadamente 6 anos de idade, Zumbi tinha sido capturado em um dos ataques das tropas da colônia ao quilombo, sendo entregue a um missionário português, que o batizou com o nome ‘Francisco' Zumbi, e educou-o com os sacramentos da igreja católica, em português e latim. aos 15 anos de idade, zumbi consegue fugir e retornou aos palmares, substituindo, mais tarde, devido ao seu grande destaque como estrategista e líder, o seu tio então falecido Ganga Zumba.
  5. 5.  Zumbi era muito respeitado por ter sido educado por brancos e ainda assim, não ter abandonado suas raízes. em sua liderança ou reinado, como os próprios quilombolas lhe atribuíam o título de rei, conduziu o quilombo dos palmares ao seu apogeu militar, econômico, territorial e social, liderando os guerreiros em enfrentamentos com surpreendentes estratégias militares e táticas de guerrilha, onde se invadiam e atacavam fazendas de cana-de-açúcar e engenhos para resgatar escravos e assim adquiriam também um incrível poderio bélico, com muitas armas, usurpadas como despojo desses ataques.
  6. 6. Quinze anos após Zumbi ter assumido a liderança, o bandeirante paulista Domingos Jorge Velho foi chamado para organizar a invasão do quilombo. Em 6 de fevereiro de 1694 a capital de Palmares foi destruída e Zumbi ferido. Apesar de ter sobrevivido, foi traído por António Soares, e surpreendido pelo capitão Furtado de Mendonça em seu reduto (talvez a Serra Dois Irmãos). Apunhalado, resiste, mas é morto com vinte guerreiros quase dois anos após a batalha, em 20 de novembro de 1695. Teve a cabeça cortada, salgada e levada ao governador Melo de Castro. No Recife, a cabeça foi exposta em praça pública no Pátio do Carmo, visando desmentir a crença da população sobre a lenda da imortalidade de Zumbi Em 14 de março de 1696 o governador de São Paulo, Caetano de Melo de Castro escreveu ao Rei: "Determinei que pusessem sua cabeça em um poste no lugar mais público desta praça, para satisfazer os ofendidos e justamente queixosos e atemorizar os negros que supersticiosamente julgavam Zumbi um imortal, para que entendessem que esta empresa acabava de todo com os Palmares.
  7. 7. OS NEGROS QUE VIERAM DA ÁFRICA ERAM CAPTURADOS E TRAZIDOS COMO ESCRAVOS PARA O BRASIL . MUITOS NEGROS MORRERAM NOS PORÕES DOS NAVIOS NA TRAVESSIA DO OCEANO ATLÂNTICO.
  8. 8. SAMBA, CAPOEIRA, ACARAJÉ, VATAPÁ,CARURU FEIJOADA,COCADA, CANJICA , CANDOMBLÉ, UMBANDA..
  9. 9. NO DIA 9 DE JANEIRO DE 2003 FOI DECRETADA PELO PRESIDENTE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, A LEI 10.639/03 QUE TORNA OBRIGATÓRIO O ENSINO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRAS NAS ESCOLAS BRASILEIRAS, TEM COMO UM DOS OBJETIVOS O COMBATE AO RACISMO E A DISCRIMINAÇÃO.
  10. 10. “ENQUANTO A COR DA PELE FOR MAIS IMPORTANTE QUE O BRILHO DOS OLHOS HAVERÁ GUERRA”. BOB MARLEY

×