Canvas - todo o seu negócio em uma única folha - Imersão empreendedora Ginga

408 visualizações

Publicada em

Aprenda a organizar todos os aspectos do seu negócio em uma única folha e planeje os próximos passos da sua empresa ou do novo produto que está desenvolvendo. Aplique a ferramenta em um projeto real seu.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Canvas - todo o seu negócio em uma única folha - Imersão empreendedora Ginga

  1. 1. BUSINESS MODEL CANVAS
  2. 2. FELIPE DOMINGUE S Empreendedor Acelerador de Startups
  3. 3. MAS PORQUE UTILIZAR O BUSINESS MODEL CANVAS?
  4. 4. Desmistificando o conceito de Startup •  Uma startup é uma organização temporária desenhada para procurar por um modelo de negócios repetível e escalável. •  Uma startup pode ser uma empresa, uma nova divisão ou uma nova unidade de negócios numa empresa já existente. Steve Blank, empreendedor serial, co-autor do The Start-up Owner´s Manual e criador do movimento “Lean Startup”
  5. 5. Repetível: o processo de vendas precisa ser repetível por uma área de vendas. •  Procure por padrões que possam ser replicáveis por uma área de vendas.
  6. 6. Escalável: o objetivo não é ter um cliente mas vários – e pra cada cliente adicional incrementar a receita e o lucro. •  O teste a ser feito: se eu adicionar um vendedor a mais ou investir mais em marketing, trarei mais lucro pra empresa?
  7. 7. Desmistificando o conceito de Startup “ Uma startup é uma empresa criada para crescer rapidamente. Ser recentemente fundada por si só não faz de uma empresa uma startup. Nem é necessário que se trabalhe com tecnologia, ou que seja investida por um fundo de venture capital, ou que tenha havido algum desinvestimento. Tudo o que associamos a startups vem do crescimento.” Paul Graham, Y combinator Y Combinator é a maior aceleradora do mundo. Segundo o Techcrunch, vale mais de 1 bilhão de dólares e seu portfólio de Startups mais de 30 bilhões.
  8. 8. Até hoje o que era usado •  Por anos tratamos startups como versões menores de empresas grandes. •  Pouca interação com o cliente •  Foco no produto •  Foco na execução do plano de negócios – perda de tempo e dinheiro Conceito/ Plano de negócios Des. do Produto Teste Alfa / Beta Lançam / 1ª entrega Product  Development  Diagram  
  9. 9. O plano de negócios
  10. 10. “A grande maioria das empresas/startups falham porque não conseguem encontrar clientes suficientes e não porque não conseguem desenvolver ou entregar o produto/ serviço prometido.” Steve Blank O que sabemos
  11. 11. Ao longo do processo de procura por um modelo de negócios são realizadas de 50 a 250 entrevistas pelo próprio empreendedor e mais umas milhares de pesquisas online. O que sabemos
  12. 12. O que é usado hoje Descoberta do cliente Validação do cliente Criação do cliente Estrut. da empresa Customer  Development  Diagram   Execução Plano e previsões financeiras Procura Hipóteses do modelo de negócios
  13. 13. Descoberta do cliente Validação do cliente Criação do cliente Estrut. da empresa Customer  Development  Diagram   •  Iterações contínuas com o cliente •  Foco 100% no cliente •  Foco na procura do modelo de negócios •  Pivote quantas vezes for necessário •  Economia de tempo e dinheiro O que é usado hoje
  14. 14. Segmentos de clientes Proposta de valor Canal de vendas Relacionament o com o cliente Estrutura de receitas Estrutura de custos Parcerias- chave Atividades- chave Recursos- chave Product / Market Fit
  15. 15. PÚBLICO ALVO CONTEÚDO APRESENTAÇÃO FORMA DE APRESENTAR APRESENTAÇÃ O
  16. 16. SEGMENTO DE CLIENTES O QUE É OS CLIENTES SÃO O CORAÇÃO DE QUALQUER EMPRESA. SEM CLIENTES, NENHUMA EMPRESA PODE SOBREVIVER POR MUITO TEMPO. PARA MELHOR SATISFAZER OS CLIENTES, UMA EMPRESA PODE AGRUPÁ-LOS EM SEGMENTOS DISTINTOS, COM NECESSIDADES COMUNS, COMPORTAMENTOS COMUNS, OU OUTROS ATRIBUTOS. PERGUNTAS CHAVE Ø PUBLICO ALVO Ø PARA QUEM ESTAMOS CRIANDO VALOR? Ø QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS DESTE(S) SEGMENTO(S)? Ø QUEM SÃO OS NOSSOS POTENCIAIS CLIENTES
  17. 17. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)  
  18. 18. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos  
  19. 19. AGORA É A SUA VEZ
  20. 20. PROPOSTA DE VALOR O QUE É A PROPOSTA DE VALOR É O FATOR QUE FAZ QUE UM CLIENTE ESCOLHA ENTRE UMA E OUTRA EMPRESA. SUA FINALIDADE É SOLUCIONAR UM PROBLEMA O SATISFAZER U M A N E C E S S I D A D E D O C L I E N T E . A S PROPOSTAS DE VALOR SÃO UM CONJUNTO DE PRODUTOS OU SERVIÇOS QUE SATISFAZEM AS NECESSIDADES DE UM SEGMENTO DE MERCADO DETERMINADO. PERGUNTAS CHAVE Ø QUAL PROPOSTA DE VALOR ENTREGAMOS? Ø QUE PROBLEMAS DE NOSSOS CLIENTES ESTAMOS AJUDANDO RESOLVER? Ø QUAIS SÃO AS NECESSIDADES QUE ESTAMOS SATISFAZENDO? Ø QUE PACOTES DE PRODUTOS E SERVIÇOS QUE ESTAMOS OFERECENDO PARA CADA SEGMENTO DE CLIENTES?
  21. 21. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Experiência  de   música  única  
  22. 22. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits  
  23. 23. AGORA É A SUA VEZ
  24. 24. CANAIS O QUE É NESTA PARTE SE DESCREVE COMO UMA EMPRESA ATINGE O SEU SEGMENTOS DE CLIENTES PARA ENTREGAR UMA PROPOSTA DE VALOR . OS CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO, COMUNICAÇÃO E VENDAS ESTABELECEM O CONTATO DA EMPRESA COM OS CLIENTES.SÃO PONTOS DE CONTATO COM OS CLIENTES QUE DESEMPENHAM UM PAPEL IMPORTANTE NA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE PERGUNTAS CHAVE Ø QUE CANAIS PREFEREM NOSSO SEGMENTO DE MERCADO? COMO ESTABELECER CONTATO COMO OS CLIENTES? Ø COMO É A INTEGRAÇÃO DE NOSSOS CANAIS? QUAIS FUNCIONAM MELHOR? Ø QUAIS SÃO OS MAIS EFICIENTES X CUSTOS? Ø COMO SE INTEGRAM AO DIA A DIA DE NOSSOS CLIENTES?
  25. 25. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Experiência  de   música  única   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store  
  26. 26. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits  
  27. 27. AGORA É A SUA VEZ
  28. 28. RELACIONAMENTO COM O CLIENTE O QUE É NESTE BLOCO SE DESCREVE OS DIFERENTES TIPO DE RELAÇÕES QUE ESTABELECE UMA EMPRESA COM DETERMINADOS SEGMENTADOS DE MERCADO. COMO A EMPRESA ATRAI, MANTEM E AUMENTA AS RECEITAS VINDAS DE CADA CLIENTE. PERGUNTAS CHAVE Ø QUE TIPO DE RELACIONAMENTO QUE CADA SEGMENTO DE CLIENTES Ø ESPERA TER PARA ESTABELECER E MANTER SUA PREFERÊNCIA? Ø ATUALMENTE QUAIS TEMOS ESTABELECIDO? QUAL SÃO OS CUSTOS DELES? Ø COMO ELES SÃO INTEGRADOS COM O RESTO DO NOSSO MODELO DE NEGÓCIO?
  29. 29. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Experiência  de   música  única   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a  
  30. 30. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits  
  31. 31. AGORA É A SUA VEZ
  32. 32. FLUXO DE RECEITAS O QUE É NESTE PASSO DESCREVEMOS AS RECEITAS QUE REPRESENTA O DINHEIRO QUE UMA EMPRESA GERA DE CADA SEGMENTO DE M E R C A D O ( O S C U S T O S D E V E M S E R SUBTRAÍDOS DAS RECEITAS PARA CRIAR GANHOS) SE OS CLIENTES COMPREENDEM O CORAÇÃO DE UM MODELO DE NEGÓCIO, O FLUXO DE CAIXA SÃO SUAS ARTÉRIAS. PERGUNTAS CHAVE Ø Q U E VA L O R O S N O S S O S C L I E N T E S REALMENTE DISPOSTOS A PAGAR? Ø POR QUE É QUE ELES PAGAM ATUALMENTE? COMO QUE ELES ESTÃO ATUALMENTE PAGANDO? Ø COMO É QUE ELES PREFEREM PAGAR?
  33. 33. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Experiência  de   música  única   Venda   hardware   (Venda  em   massa  por  alto   custo)   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a   Venda  de   músicas   (pequeno  valor   por  cada   música)  
  34. 34. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits   Venda  de  legos   (pouca   unidades  para   muitos   clientes)  
  35. 35. AGORA É A SUA VEZ
  36. 36. RECURSOS CHAVE O QUE É TO D O M O D E L O D E N E G Ó C I O E X I G E RECURSOS-CHAVE. ESTES RECURSOS PERMITEM QUE UMA EMPRESA CRIE E OFEREÇA UMA PROPOSTA DE VALOR, QUE ALCANCE MERCADOS E MANTENHA RELAÇÕES COM SEGMENTOS DE CLIENTES. PERGUNTAS CHAVE Ø QUE RECURSOS-CHAVES EXIGEM... Ø NOSSAS PROPOSTAS DE VALOR? Ø E NOSSOS CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO? Ø NOSSOS CANAIS DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE? Ø NOSSAS FONTES DE RECEITA?
  37. 37. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Experiência  de   música  única   Venda   hardware   (Venda  em   massa  por  alto   custo)   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a   Venda  de   músicas   (pequeno  valor   por  cada   música)   Pessoas   Marca   ipod   hardware   itunes   soQware   Conteúdo   e  acordos  
  38. 38. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Equipamentos  de   produção  de   peças   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits   Ferramentas   para  fazer  parte   da  construção   de  legos   Venda  de  legos   (pouca   unidades  para   muitos   clientes)  
  39. 39. AGORA É A SUA VEZ
  40. 40. ATIVIDADES CHAVE O QUE É NESTE PASSO SE DESCREVEM AS ATIVIDADES E PROCESSOS CHAVES MAIS IMPORTANTES NECESSÁRIOS QUE DEVE TER PARA ATINGIR SEU OBJETIVO. CADA MODELO DE NEGÓCIO EXIGE UMA SÉRIE DE ATIVIDADES-CHAVE. ESTAS SÃO AS AÇÕES MAIS IMPORTANTES QUE UMA EMPRESA DEVE TOMAR PARA OPERAR COM SUCESSO. PERGUNTAS CHAVE Ø QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS ATIVIDADES QUE EXIGEM... Ø NOSSA PROPOSTA DE VALOR? Ø E NOSSOS CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO? Ø NOSSO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE? Ø E AS FONTES DE RECEITA?
  41. 41. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Design  do   hardware   MarkeRng   Experiência  de   música  única   Venda   hardware   (Venda  em   massa  por  alto   custo)   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a   Venda  de   músicas   (pequeno  valor   por  cada   música)   Pessoas   Marca   ipod   hardware   itunes   soQware   Conteúdo   e  acordos  
  42. 42. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Gestão  de   plataformas   LogísRca  de   entrega   Equipamentos  de   produção  de   peças   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits   Ferramentas   para  fazer  parte   da  construção   de  legos   Venda  de  legos   (pouca   unidades  para   muitos   clientes)  
  43. 43. AGORA É A SUA VEZ
  44. 44. PARCEIROS CHAVE O QUE É NESTE PASSO SE DESCREVE A REDE DE FORNECEDORES E PARCEIROS NECESSÁRIAS PARA NOSSO MODELO DE NEGÓCIOS. AS EMPRESAS FAZEM PARCERIAS, POR MUITAS RAZÕES, E PARCERIAS ESTÃO SE TORNANDO UMA PEDRA ANGULAR DE MUITOS MODELOS DE NEGÓCIOS. AS EMPRESAS CRIAM ALIANÇAS PARA OTIMIZAR SEUS MODELOS DE NEGÓCIOS, E REDUZIR O RISCO, OU PARA ADQUIRIR RECURSOS. PERGUNTAS CHAVE Ø QUAIS SÃO OS NOSSOS PRINCIPAIS PARCEIROS? Ø QUAIS SÃO OS NOSSOS PRINCIPAIS FORNECEDORES? Ø OS RECURSOS-CHAVE QUE ESTAMOS ADQUIRINDO DE PARCEIROS? Ø QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS ATIVIDADES QUE OS PARCEIROS REALIZAM?
  45. 45. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Design  do   hardware   MarkeRng   Gravadoras  e   músicos   Experiência  de   música  única   Original   Equipment   Manufactures   (OEMs)   Venda   hardware   (Venda  em   massa  por  alto   custo)   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a   Venda  de   músicas   (pequeno  valor   por  cada   música)   Pessoas   Marca   ipod   hardware   itunes   soQware   Conteúdo   e  acordos  
  46. 46. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Gestão  de   plataformas   LogísRca  de   entrega   Equipamentos  de   produção  de   peças   Clientes  que   geram  novos  kits   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits   Ferramentas   para  fazer  parte   da  construção   de  legos   Empresas  de   logísRca   Venda  de  legos   (pouca   unidades  para   muitos   clientes)  
  47. 47. AGORA É A SUA VEZ
  48. 48. ESTRUTURA DE CUSTO O QUE É AQUI SE DESCREVE TODOS OS CUSTOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO MODELO DE NEGÓCIO. A CRIAÇÃO E ENTREGA DE VALOR, MANTER O RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES, TODOS ESTES PASSOS TEM UM CUSTO. TAIS CUSTOS PODEM SER CALCULADOS DE FORMA RELATIVAMENTE FÁCIL DEPOIS DA D E F I N I Ç Ã O D O S R E C U R S O S - C H AV E , A T I V I D A D E S - C H A V E , E P A R C E R I A S IMPORTANTES PERGUNTAS CHAVE Ø QUAIS SÃO OS CUSTOS MAIS IMPORTANTES INERENTES AOS NOSSOS NEGÓCIOS MODELO? Ø QUAIS SÃO OS RECURSOS-CHAVE MAIS CAROS? Ø QUAIS SÃO AS ATIVIDADES-CHAVE MAIS CARAS?
  49. 49. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Consumidores   de  mídias   digitais   (mercado  de   massa)   Lojas   Apple   Design  do   hardware   MarkeRng   Gravadoras  e   músicos   Experiência  de   música  única   Original   Equipment   Manufactures   (OEMs)   Venda   hardware   (Venda  em   massa  por  alto   custo)   Pessoas   Manufatura   Revende-­‐ dores   Site  da   Apple   itunes   store   Valorizaçã o  da   marca   Alto  custo   de  troca   de   plataform a   Venda  de   músicas   (pequeno  valor   por  cada   música)   Pessoas   Marca   ipod   hardware   itunes   soQware   Conteúdo   e  acordos   MarkeRng   e  vendas  
  50. 50. A"vidades-­‐chave   Proposta  de  Valor   Relacionamento   com  o  cliente   Segmentos  de  cliente   Estrutura  de  Custos   Fluxos  de  receitas   Parceiros-­‐chave   Recursos-­‐chave   Canais   Fans  de  temas   específicos   Maior  opções  de   produtos   Plataforma  web   tanto  para   compra  quanto   para  elaboração   dos  legos   Comunidade   virtual  para   discussão  de   novas   possibilidades  de   produtos   Gestão  de   plataformas   LogísRca  de   entrega   Equipamentos  de   produção  de   peças   Clientes  que   geram  novos  kits   Possibilidade  de   vender  os   próprios  kits   Ferramentas   para  fazer  parte   da  construção   de  legos   Empresas  de   logísRca   Venda  de  legos   (pouca   unidades  para   muitos   clientes)   Produção   LogísRca  
  51. 51. AGORA É A SUA VEZ
  52. 52. BUSINESS MODEL GENERATION AUTORES: Alexander Osterwalder & Yves Pigneur CO-CRIADORES: 470 colaboradores de 47 países DESIGNER: Alan Smith, The movement
  53. 53. TROPOS LAB CentoeQuatro – Centro Cultural. Praça Rui Barbosa, 104 – Centro. Belo Horizonte, Minas Gerais. +55 31 2514-9532 FELIPE DOMINGUES CentoeQuatro – Centro Cultural. Praça Rui Barbosa, 104 – Centro. Belo Horizonte, Minas Gerais. +55 31 99776-7373 felipe@troposlab.com

×