Árabes

341 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Árabes

  1. 1. CAPÍTULO 13
  2. 2. XARIAR E XERAZAD – AS MIL E UMA NOITES
  3. 3.  1ª Idade Média – Europa Ocidental: feudos, cavaleiros, Igreja Católica, Roma, servos, etc.  2º Idade Média – Império Bizantino: cesaropapismo, Bizâncio, Igreja Ortodoxa, etc.  3ª Idade Média – Árabe-Islâmica: muçulmanos, Maomé, Islã, Meca.
  4. 4.  De povos que ocupavama região desértica da península arábica, eram nômades e se deslocavam usando dromedários (eram os beduínos).
  5. 5.  Praticavam a bigamia ou poligamia.  Eram politeístas, possuíam santuários de culto e adoração.  Defendiam a honra e hombridade acima de tudo.  Organizavam-se de maneira hierárquica.  O homem ocupava lugar central na sociedade, e a mulher era considerada inferior, pertencendo primeiro ao pai, depois ao marido.  Existia grande solidariedade entre os diversos grupos.
  6. 6.  Praticavam atividades comerciais e saques na região. A agricultura era praticada em pequena escala.  As tribos tinham um líder político e militar, o xeque, que era definido muitas vezes por meio de disputas.  Não havia um líder que centralizava o poder sobre todas as tribos.
  7. 7.  O fundador do Islã – Muhammad (Maomé) – 570 a 632.  Nasceu em Meca, cidade turística e sagrada cujos santuários atraíamfiéis e peregrinos.  Foi criado pelo avô, guardião de um dos santuários de Meca, o conjunto de Kaaba.  Quando jovem participava das caravanas com seu tio, quando teve contato com o judaísmo e o cristianismo.  Com 40 anos passou a receber revelações do anjo Gabriel.
  8. 8. Maomé deveria pregar uma nova doutrina, não apenas para seus parentes e amigos, mas para todo o mundo.
  9. 9.  A nova crença pregada por Maomé era contra o politeísmo vigente na época.  Os comerciantes passaram a perseguir Maomé, pois dependiam dos negócios que eram realizados nos santuários politeístas.  Maomé foi expulso de Meca, abrigando-se em Medina (Yathrib).  Esse movimento, ocorrido em 622, é conhecido como hégira (migração) e marca o início do calendário islâmico.
  10. 10.  Doutrina monoteísta: Alá.  Islã = entrega, submissão.  O destino das pessoas é traçado previamente por Alá.  Jihad: os islâmicos devem difundir os preceitos do Islã. A morte de uma pessoa em nome da religião seria recompensada com o paraíso.  Alcorão: livro sagrado – palavra literal de Deus, revelada ao profeta Maomé.
  11. 11.  10 anos depois da Hégira, Maomé voltou à Meca, acabando com os símbolos de idolatria, mantendo apenas a Pedra Negra.  A religião islâmica espalhou-se unindo as diversas tribos árabes.  Posteriormente ultrapassou a Península Arábica, e hoje é a religião que mais cresce no mundo.
  12. 12.  Os muçulmanos do norte da África (mouros) migraram para a Península Ibérica, levando sua cultura para a região.  Da Península Ibérica, a cultura moura também se espalhou para a América na época da colonização.

×