SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC                              UNIDADE JABAQUARA                         Cu...
INTRODUÇÃO Em um período de crescente preocupação com as questões ambientais, o uso daágua, sustentabilidade, coleta selet...
JUSTIFICATIVA Este projeto foi formulado e projetado, visando minimizar a carência total ou parcial de ensinamentos ambien...
OBJETIVOSObjetivos gerais  O objetivo principal foi ensinar conceitos de educação ambiental que com agregação devalores e ...
METODOLOGIA    Busca-se apresentar os problemas e soluções ambientais, através dedinâmicas, jogos e oficinas, proporcionan...
RESULTADOS  -O primeiro resultado obtido foi suprir a carência afetiva, fatordeterminante para uma perfeita integração;  -...
CONCLUSÃO       Com todo esse trabalho de pesquisa, formulação do projeto eintervenção conclui-se que realmente um trabalh...
“Nós mostramos que para gostar do meio ambiente, primeiro temos que gostar de nós mesmo, porque           fazemos parte do...
AGRADECIMENTOS                                      Ao SENAC,     por ter cedido o espaço e a infra- estrutura, organizand...
BIBLIOGRAFIATELLES, Marcelo de Queiroz: Vivências integradas com o meio ambiente.Mário Borges da Rocha, Mylene Lyra Pedros...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim

4.401 visualizações

Publicada em

Olá amigos, segue abaixo meu primeiro projeto do Curso Técnico em Meio Ambiente - Senac. É uma apresentação sobre Educação Ambiental para crianças carentes de uma casa abrigo na Vila Mariana. Apresentação criada com o objetivo de obter nota para concluir o primeiro modulo. Disponível para copias, claro, com direitos!
Abraço.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim

  1. 1. SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC UNIDADE JABAQUARA Curso Técnico em Meio Ambiente PROJETO CURUMIMPROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NUMA CASA ABRIGO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES DA ZONA SUL NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. Giancarlo Trivellato Jenifer Bicudo Mary Jane Licor Kátia Souza Raquel Marçal
  2. 2. INTRODUÇÃO Em um período de crescente preocupação com as questões ambientais, o uso daágua, sustentabilidade, coleta seletiva e política dos 3R’s são assuntos recorrentes empesquisas acadêmicas, artigos, programas de televisão, entre outros. Não bastam apenas atitudes “corretas” – como, por exemplo, separar o lixoseletivamente para ser reciclado – se não forem alterados também os valoresconsumistas, responsáveis por um volume crescente de lixo nas sociedades modernas.Histórico O projeto Curumim foi desenvolvido em uma Casa Abrigo, na RegiãoMetropolitana de São Paulo, onde residem 18 crianças e adolescentes com idadesentre 0 e 18 anos, existente à aproximadamente 1 ano, com o objetivo de implantareducação ambiental, procurando conscientizar crianças e adolescentes.Diagnóstico Nosso público alvo foram crianças e adolescentes de um abrigo, com necessidadesespeciais. Constatamos que na casa nunca foi desenvolvido nenhum projeto ambiental.
  3. 3. JUSTIFICATIVA Este projeto foi formulado e projetado, visando minimizar a carência total ou parcial de ensinamentos ambientais, pois foi constatado que na Casa Abrigo nunca haviam desenvolvido nenhum projeto ambiental e tambémconsideramos primordial o fato de todos habitarem o mesmo lar possibilitando-os executar os ensinamentos propostos. Seguindo o conceito da educação ambiental citada por CHOSICA, 1976“(...) a educação ambiental está sendo postulada como um agente fortalecedor e catalisador dos processos de transformação social”. Usamos diversos meios educativos com ênfase na reutilização de materiais, redução do consumo econsequentemente dos resíduos, da preservação da água, da biodiversidade e do planeta.
  4. 4. OBJETIVOSObjetivos gerais O objetivo principal foi ensinar conceitos de educação ambiental que com agregação devalores e atitudes interagem os seres humanos com a natureza em uma relação deequilíbrio. Estimular as crianças e os adolescentes em um ambiente saudável, permitindo refletirsobre a problemática do consumismo, caminhando para uma sociedade viável, numambiente estável.Objetivos específicos - Conscientizar e refletir sobre o consumismo, a redução de resíduos visando diminuir ouso dos recursos naturais. - Trabalhar o lixo como conseqüência direta da desarmonia do ser humano com o meioambiente. -A interação através de gincanas dinâmicas ambientais. Apresentando uma a proposta decoleta seletiva em um segundo momento estendê-la para a comunidade. -Produzimos papel reciclado artesanal e horta orgânica. -Finalizando com realização de Palestra sobre o Meio Ambiente, e a importância dos 3R´sque é reduzir, reutilizar e reciclar.
  5. 5. METODOLOGIA Busca-se apresentar os problemas e soluções ambientais, através dedinâmicas, jogos e oficinas, proporcionando a comunicação e o aprendizadoatravés da arte. Foram desenvolvidos os temas: - água: dinâmica da água, economia no consumo focando a problemática daágua doce; - sustentabilidade: conceito de preservação, consumo consciente; - coleta seletiva: separação e destinação correta dos resíduos; - política dos 3R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar Com os bebês e crianças até quatro anos, usamos oficinas recreativas lúdicascom ênfase nos cinco sentidos: Visão, olfato, paladar, audição e tato Cada jogo foi um momento novo para eles, obtiveram-se resultadossurpreendentes, constatou-se que sempre aprendemos com novas oportunidades.
  6. 6. RESULTADOS -O primeiro resultado obtido foi suprir a carência afetiva, fatordeterminante para uma perfeita integração; -Houve uma grande participação de todos nas atividades propostas; . -Despertamos neles a necessidade de mudança, a preocupação com ofuturo, interação com a natureza. -Até o momento, não há a possibilidade de discutir sobre osindicadores, devido a mudança de endereço da casa abrigo.
  7. 7. CONCLUSÃO Com todo esse trabalho de pesquisa, formulação do projeto eintervenção conclui-se que realmente um trabalho de Educação Ambiental émuito importante para a integração entre o homem e o ambiente. Asensibilização e conscientização dos problemas ambientais mostram tambémque as pessoas possuem vontade de aprender a como melhorar o meio emque vivem. Essa necessidade deve ser suprida através de mais programascomo este e trabalhos comunitários que visem um ensino ambiental para aqualidade de vida das mesmas. Percebe-se também, que crianças e adolescentes são mais propícios anovos ensinamentos, em relação aos adultos, desde que devidamenteencaminhados, abordados e direcionados. Apesar de muitas dificuldadesencontradas, foi possível estimular o interesse deles em conhecer estes novosconceitos. Propõe-se que do sucesso deste projeto, venha a dar início outrostrabalhos futuros que tenham como meta desenvolver na população umaeducação ambiental. Na avaliação final foi considerado um sucesso as ações quealcançaram total ou parcialmente os objetivos proposto pelo projeto.
  8. 8. “Nós mostramos que para gostar do meio ambiente, primeiro temos que gostar de nós mesmo, porque fazemos parte do ambiente”. Raquel Marçal, 2010.
  9. 9. AGRADECIMENTOS Ao SENAC, por ter cedido o espaço e a infra- estrutura, organizando e oferecendo-nos este curso de grande qualidade. E a Eliana Saraiva, coordenadora do curso, pelo suporte total. Aos Professores do curso, pelos conhecimentos a fim de que estes, possam nos ser úteis nos momentos ocasionais da nossa vida profissional e pessoal. A administração da Casa Abrigo,pela confiança de nos ceder o local, as crianças e adolescentes que participaram das dinâmicas e visitas e a cooperação e interação que tiveram conosco. Ao senhor Edmilson Vaz da loja Flora Verde, que gentilmente nos cedeu todo material para a execução da horta orgânica. E aos nossos Amigos,Débora Marçal, Camila Jioconda, Claudete Gonçalves e Marcelo Solano, que ajudarama completar nossas visitas, através da dedicação mostrada e carinho conosco e com as crianças, enriquecendo nossos momentos.
  10. 10. BIBLIOGRAFIATELLES, Marcelo de Queiroz: Vivências integradas com o meio ambiente.Mário Borges da Rocha, Mylene Lyra Pedroso, Silvia Maria de CamposMachado. -São Paulo: Sá Editora, 2002. 144p.GUIMARÃES, Mauro: A dimensão ambiental na educação. Campinas, SP: Papirus,1995. 107p.MATSUSHINA, Kazue Et al: Educação ambiental guia do professor de 1º e 2º graus.São Paulo: Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Companhia de Tecnologia deSaneamento Ambiental, 1987. 299 p.

×