Regulamento futebol 11 (2013 2014)

545 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento futebol 11 (2013 2014)

  1. 1. REGULAMENTO FUTEBOL ÉPOCA 2013-2014
  2. 2. 2 REGULAMENTO O regulamento são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas pela GestLiga. Estas visam operacionalizar os quadros competitivos da modalidade. O regulamento, em conjunto com o Código Desportivo, aplicam-se a todas as equipas/intervenientes que participem nesta competição. Estas serão definidas em todas as épocas no período que antecede a competição. O regulamento aplica-se à competição: Liga Gest Porto
  3. 3. 3 Título I Disposições Gerais Artigo 1.º O regulamento da Liga Gest Porto visa disciplinar o funcionamento desta e as relações entre todos os seus intervenientes. Artigo 2.º O regulamento aplica-se a todas as equipas inscritas na Liga Gest Porto e a todas as que venham a inscrever-se. Artigo 3.º O regulamento pode ser revisto sempre que a Organização considerar necessário, nomeadamente no início de cada época, comprometendo-se a Organização a informar todos os intervenientes. Artigo 4.º Todos os jogos serão dirigidos por Árbitros Federados ou ex-Federados, conceituados no panorama nacional. Artigo 5.º 1. O calendário ficará disponível até quinze dias antes do início da prova. 2. Caso seja aceite por todos, alterações posteriores só serão possíveis se a equipa interessada chegar a acordo com as seguintes partes: a) Equipa adversária; b) Equipa de arbitragem; c) Complexo Desportivo; d) Organização. 3. Os custos adicionais, inerentes à marcação de um novo jogo, serão imputados à equipa responsável pelo adiamento. Artigo 6.º Os jogos têm duas partes de 45 minutos cada, com desconto de tempo e intervalo de 15 minutos para troca de campo. Título II Das Equipas
  4. 4. 4 Capítulo I Da Admissão Artigo 7.º 1. Cada equipa deverá inscrever no mínimo doze jogadores. 2. Cada equipa apenas pode convocar dezoito jogadores para cada jogo. 3. Cada equipa dispõe da opção de inscrever um treinador, que constará na ficha de jogo. 4. Apenas têm direito de admissão ao recinto de jogo, os elementos que constam na ficha de jogo. Artigo 8.º Um jogador inscrito só pode participar na Liga Gest Porto pela sua equipa, estando assim impedido de representar qualquer outra equipa na mesma competição. Artigo 9.º Transferência de Atletas A transferência de atletas da uma equipa para outra, obriga aos seguintes procedimentos: ● Deve apresentar a exposição da sua intenção, endereçada à GestLiga. ● Deve apresentar à GestLiga a autorização de desvinculação emitida pela equipa que representa. ● Deve ser realizada dentro dos prazos estipulados, confirme apresentado no quadro seguinte: Período de Transferências Início: 1 de Janeiro de 2014 – Fim: 29 de Janeiro de 2014 ● Pela transferência realizada, deve ser efectuado o pagamento do valor de 20,00 €, pela equipa que vai inscrever o respectivo atleta (no acto da inscrição). Capítulo II Da Inscrição Artigo 10.º A inscrição está sujeita aos seguintes montantes: Liga Gest Porto Inscrição da Equipa 1100,00 € Seguro Acidentes Pessoais 10,00 € (*) (*) NOTA: Caso a opção seja o Seguro GestLiga.
  5. 5. 5 Os valores supra mencionados, são valores a serem pagos por cada época desportiva. Artigo 11.º 1. A inscrição pode ser efectuada nos seguintes locais: a) Via página de Internet – www.gestliga.wix.com/gestliga b) Via email – geral.gestliga@gmail.com c) Período de inscrições: Até ao dia 09 de Novembro de 2013. 2. O pagamento da inscrição pode ser efectuado no escritório da empresa ou por transferência bancária para o NIB: 0023 0000 45413483087 94. Artigo 12.º A inscrição da equipa só será válida após o pagamento das taxas de inscrições referidas no artigo 10.º. Artigo 13.º No acto da inscrição da equipa devem ser entregues os seguintes documentos: a) Cópia do cartão de cidadão ou bilhete de identidade; b) 1 fotografia “tipo passe”; c) Apresentação da apólice de seguros de acidentes pessoais, que cubra a prática desportiva, do (s) atleta (s). Em alternativa poderão optar pela aquisição de seguro de acidentes pessoais - GestLiga. Título III Dos Direitos e Deveres das Equipas Artigo 14.º A GestLiga disponibiliza seguro desportivo mediante pagamento de 10,00€ por jogador (para este efeito cada atleta terá também de entregar fotocópia do cartão de cidadão ou bilhete de identidade até 5 dias antes do início da competição). Artigo 15.º COBERTURAS DO SEGURO GESTLIGA Coberturas Capitais por pessoa Franquia p/ pessoa Idade Limite de permanência Morte por Acidente 27.006,00 € 75 Invalidez Permanente por Acidente 27.006,00 € 75 Despesas de Tratamento por Acidente 4.320,00 € 120,00 € 75
  6. 6. 6 Morte simultânea da Pessoa Segura e Cônjuge 15.000,00 € 75 Despesas de Funeral (Gastos) 5.000,00 € 75 Despesas com operação salvamento, busca, transporte sinistrado 1.000,00 € 75 Artigo 16.º 1. Cada equipa poderá escolher as cores a utilizar no seu equipamento. 2. Caso se verifiquem semelhanças possíveis de criar confusão entre equipamentos de equipas adversárias, a organização disponibiliza coletes a fim de possibilitar a perfeita distinção entre as equipas. Artigo 17.º 1. Não aplicável. Título IV Do Funcionamento da Liga Gest Porto Artigo 18.º Para estabelecimento da classificação geral das equipas que no final das competições se encontrem com igual número de pontos, serão aplicados, para efeitos de desempate, os seguintes critérios, segundo ordem de prioridade: a) Número de pontos alcançados pelas equipas empatadas, no jogo ou jogos que entre si realizaram; b) Maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelas equipas empatadas, nos jogos que realizaram entre si; c) Maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelas equipas nos jogos realizados em toda a competição; d) Maior número de golos marcados em toda a competição (excluindo Taça Liga Gest Porto); e) Maior número de vitórias em toda a competição. Capítulo I Campeonato Artigo 19.º A Liga Gest Porto iniciar-se-á no dia 23 de Novembro de 2013 e desenrola-se aos sábados de tarde entre as 15h e as 20h e aos domingos entre as 09h00 e as 13h00. Artigo 20.º
  7. 7. 7 A Liga Gest Porto organiza-se numa série de dez equipas, que jogarão no sistema todos contra todos a duas voltas, no total de dezoito jogos por equipa. Artigo 21.º Será atribuída pontuação da seguinte forma: a) Por cada vitória: três pontos; b) Por cada empate: um ponto; c) Por cada derrota: zero pontos; d) Em caso de falta de comparência: será atribuído três pontos à equipa presente em campo com uma vitória por 3-0. Artigo 22.º 1. Compete à GestLiga aprovar o calendário da prova e suas alterações, definir o horário dos sorteios, jogos, reuniões organizacionais e quaisquer outras que, no âmbito da prova, se venham a realizar. 2. A GestLiga pode alterar a data e/ou hora dos jogos se o interesse da prova o exigir, designadamente para garantir a comparência de todas as equipas envolvidas no jogo. 3. A data e hora de jogos podem ainda ser alteradas a pedido das equipas contendores do jogo em causa. 4. O pedido de alteração, a que se refere o número anterior deve ser remetido através das equipas respectivas e dar entrada na GestLiga com quinze dias de antecedência da data calendarizada para o jogo. 5. O deferimento da alteração exige o acordo das equipas e da GestLiga. 6. O pedido de alteração que dê entrada fora de prazo está sujeito ao pagamento de uma taxa de 10,00 €. Capítulo II Leis de Jogo e Outros Artigo 23.º 1. Na Liga Gest Porto serão aplicadas as Leis de Jogo oficiais de Futebol Onze. 2. As excepções são as seguintes: a) Substituições, que se processarão de acordo com o artigo seguinte. Artigo 24.º 1. As equipas podem realizar até 7 substituições. 2. As substituições terão de ser realizadas no centro do terreno, pela linha lateral, com a saída e entrada do jogador a ser feita no mesmo local. Artigo 25.º
  8. 8. 8 1. Cada equipa indica um Delegado ao jogo. 2. Os delegados ao jogo são membros dos corpos gerentes ou funcionários das equipas participantes e atuam em representação da equipa que os indicou. 3. Os delegados das equipas têm os seguintes deveres: a) Comparecer ao jogo com 60 (sessenta) minutos de antecedência; b) Colaborar com o diretor de jogo em todos os aspetos da organização; c) Assegurar que os dirigentes, delegados, jogadores, técnicos e funcionários da equipa que representam têm um comportamento correto entre si, com a GestLiga, a equipa de arbitragem, a equipa adversária e público; d) Controlar e vedar o acesso e permanência à zona técnica da equipa, quando os mesmos não estejam credenciados pela GestLiga; e) Apresentar ao responsável da GestLiga presente no complexo desportivo, com uma antecedência de 60 (sessenta) minutos do início do jogo, a ficha técnica com a identificação dos: I. Jogadores efectivos e suplentes, com indicação do primeiro e último nome, número de atleta GestLiga, número da camisola e data de nascimento de cada um; II. Restantes elementos sentados no banco; III. Jogadores que desempenham as funções de capitão e sub-capitão. Artigo 26.º 1. A GestLiga facultará a todas as equipas a seguinte documentação: a) Ficha de jogo; b) Acreditação para o Delegado ao jogo de cada equipa; c) Cartão de identificação desportiva que participe nas provas organizadas pela GestLiga. 2. Caso o atleta não possua cartão de identificação desportiva no dia do jogo, deverá apresentar: a) Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade e entrega de cópia do referido documento. 3. O cartão de identificação desportiva permite que o atleta e elementos da equipa técnica identificar-se no ato de jogo. Sendo este actualizada no início de cada época desportiva se assim se justificar. Cartão de Identificação Desportiva Valor 2ª Via: 5,00€ Título V Do Procedimento Disciplinar Artigo 27.º 1. A não comparência de uma equipa (mínimo de nove jogadores) até 15 minutos após a hora marcada, implica a sua derrota por 3-0 (com golos que não serão atribuídos a qualquer jogador). 2. Caso haja acordo entre os capitães de equipa, é possível o jogo iniciar-se para além dos 15 minutos de tolerância. Contudo o jogo terá que findar à hora prevista.
  9. 9. 9 Artigo 28.º A Liga Gest Porto será subordinada a um código disciplinar e todo o interveniente estará ao abrigo do mesmo. A organização pretende com isto a implementação de Fair-Play necessário, para um bom desenrolar do evento. O código disciplinar será o estabelecido nos artigos seguintes. Artigo 29.º Qualquer interveniente estará sujeito ao código disciplinar, desde que entra nas instalações onde decorrer o evento até ao momento em que abandonar as mesmas. Artigo 30.º Qualquer agressão confirmada, quer pelo árbitro de jogo, quer pela Organização, será punida com castigo entre um a três jogos (quer isto dizer que, ainda que o árbitro não veja a agressão mas esta seja presenciada por um elemento da Organização, o referido castigo será igualmente aplicado. Artigo 31.º Ameaças verbais consideradas gravemente ofensivas e que possam ser consideradas como ofensa à integridade física e moral, quer ao árbitro de jogo, quer aos elementos da equipa adversária, desde que confirmadas por um elemento da Organização, serão punidas com castigo de um a dois jogos. Artigo 32.º Se um jogador castigado jogar algum dos jogos para o qual foi suspenso, a sua equipa perderá o(s) seu(s) por 3-0. Artigo 33.º A organização reserva-se o direito de não aceitar para futuros campeonatos equipas que possam ameaçar o bom funcionamento dos torneios que gere. Artigo 34.º A organização reserva o direito de irradiar equipas ou jogadores a qualquer momento, sempre que o seu comportamento no campeonato o justifique, sem reembolso para a equipa em causa. Artigo 35.º Caso alguns dos atos referidos nos artigos anteriores seja praticado, e colocar em risco a integridade física dos intervenientes do jogo, será dada ordem de interrupção do jogo e os incidentes serão analisados e posteriormente comunicados aos responsáveis das equipas, tal como as devidas penalizações.
  10. 10. 10 Artigo 36.º Em termos disciplinares a GestLiga define os seguintes pressupostos: ● Cartão Vermelho – Suspensão automática. - Análise pela Comissão Disciplinar da GestLiga e posteriormente comunicada o castigo a aplicar ao jogador. ● Cartão Vermelho (acumulação de amarelos) – Suspensão automática. - Análise pela Comissão Disciplinar da GestLiga e posteriormente comunicada o castigo a aplicar ao jogador. ● Cartões Amarelos – O jogador será automaticamente suspenso por 1 jogo sempre que acumular 4 cartões amarelos em jornadas diferenciadas. Após o cumprimento do castigo de um jogo pela acumulação de 4 cartões amarelos, o jogador inicia uma nova contabilização ao nível dos cartões amarelos. A acumulação de dois cartões amarelos no mesmo jogo será contabilizada para este efeito, em virtude do mesmo ser penalizado automaticamente. Título VI Dos Prémios Capítulo I Do Campeonato Artigo 37.º Serão atribuídos os seguintes prémios: b) Primeiro Classificado – Taça e 22 medalhas; c) Segundo Classificado – Taça e 22 medalhas; d) Terceiro Classificado – Taça e 22 medalhas; e) Melhor Marcador: Troféu; f) Melhor Guarda-Redes: Troféu; g) Prémio Fair-Play: Troféu; h) Medalhas de participação para todos os atletas. Capítulo II Título VI Disposições Finais Artigo 38.º A inscrição de uma equipa pressupõe que a mesma tem conhecimento deste regulamento, aceita os seus termos e subordina-se à sua aplicação. Artigo 39.º A organização reserva-se ao direito de alterar o calendário das duas últimas jornadas.
  11. 11. 11 Artigo 40.º Todos os casos omissos neste regulamento serão resolvidos com toda a arbitrariedade pela organização, no decorrer do evento.

×