Lições Adultos Busque ao Senhor e Viva!Lição 8 - Confiando na bondade de Deus (Habacuque) 18 a 25 de maio“A Terra se enche...
“Há uma resposta à pergunta de Habacuque, não em termos de pensamento, mas de eventos. A resposta de Deusacontecerá, mas n...
que procurou encorajar Judá em tempo de apostasia sem precedente, confiadamente declaramos: "O Senhor estáno Seu santo tem...
Quarta - Lembrando a glória divina5. Leia Habacuque 3. O que o profeta estava fazendo ali, e por que isso é tão importante...
minha salvação! JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre oslugares alt...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Confiando na bondade de Deus_Resumo_822013

468 visualizações

Publicada em

O Objetivo do resumo da lição não é substituí-la, pelo contrário e dar mais amplitude ao estudo do tema.

A ideia e colocar os textos bíblicos diretos que respondam as questões da lição, somados aos escritos de Ellen White que dão luz sobre o assunto, eu procuro comentar o mínimo possível, só detalhes referentes as questões e algumas definições todas neste tom de azul, pois se os textos forem realmente claros, que é intenção, não há necessidade de ficar comentando, e a aplicação, como e mais extensa, procuro fazer na nossa classe.

“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2. 

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
468
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Confiando na bondade de Deus_Resumo_822013

  1. 1. Lições Adultos Busque ao Senhor e Viva!Lição 8 - Confiando na bondade de Deus (Habacuque) 18 a 25 de maio“A Terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar” (Hab. 2:14).O Salvador anela manifestar Sua graça e estampar Seu caráter no mundo inteiro. Este é Sua compradapossessão, e deseja tornar as pessoas livres, puras e santas. Embora Satanás trabalhe para impedir essedesígnio, mediante o sangue derramado pelo mundo, há triunfos a serem realizados, triunfos que trarão glória a Deus eao Cordeiro. Cristo não Se manifestará enquanto a vitória não for completa, e Ele vir "o trabalho de Sua alma". Isa. 53:11.Todas as nações da Terra ouvirão o evangelho de Sua graça. Nem todos a receberão; mas "uma semente Oservirá; falará do Senhor de geração em geração". Sal. 22:30. "E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixode todo o Céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo" (Dan. 7:27), e "a Terra se encherá do conhecimento doSenhor, como as águas cobrem o mar". Isa. 11:9. "Então temerão o nome do Senhor desde o poente, e a Sua glóriadesde o nascente do Sol." Isa. 59:19."Quão suaves são sobre os montes os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, que anuncia o bem, quefaz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina! ... exultai juntamente, desertos... porque o Senhor consolou o Seupovo. ... O Senhor desnudou o Seu santo braço perante os olhos de todas as nações; e todos os confins da Terra verão asalvação do nosso Deus." Isa. 52:7-10. O Desejado de Todas as Nações, 827-828.Objetivo: Entender que as tragédias e injustiças acontecem por estarmos em um mundo pecaminoso e mal, maspodemos confiar no amor e na justiça divina, independente da circunstâncias desfavoráveis.“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que sãochamados por seu decreto”. Mat.8:28.Domingo - Profeta perplexo1. Leia Habacuque 1. O que o profeta perguntou a Deus? Embora sua situação tenha sido diferente da nossa, quantasvezes fazemos esse tipo de perguntas?A queixa de Habacuque1 O peso que viu o profeta Habacuque. 2 Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritarei:Violência! E não salvarás? 3 Por que razão me fazes ver a iniquidade e ver a vexação? Porque a destruição e aviolência estão diante de mim; há também quem suscite a contenda e o litígio. 4 Por esta causa, a lei se afrouxa, e asentença nunca sai; porque o ímpio cerca o justo, e sai o juízo pervertido.A resposta do Senhor5 Vede entre as nações, e olhai, e maravilhai-vos, e admirai-vos; porque realizo, em vossos dias, uma obra, que vósnão crereis, quando vos for contada. 6 Porque eis que suscito os caldeus, nação amarga e apressada, que marchasobre a largura da terra, para possuir moradas não suas. 7 Horrível e terrível é; dela mesma sairá o seu juízo e asua grandeza. 8 Os seus cavalos são mais ligeiros do que os leopardos e mais perspicazes do que os lobos à tarde; osseus cavaleiros espalham-se por toda parte; sim, os seus cavaleiros virão de longe, voarão como águias que se apressamà comida. 9 Eles todos virão com violência; o seu rosto buscará o oriente, e eles congregarão os cativos como areia. 10 Eescarnecerão dos reis e dos príncipes farão zombarias; eles se rirão de todas as fortalezas, porque, amontoando terra, astomarão. 11 Então, passarão como um vento, e pisarão, e se farão culpados, atribuindo este poder ao seu deus. 12 Não éstu desde sempre, ó SENHOR, meu Deus, meu Santo? Nós não morreremos. Ó SENHOR, para juízo o puseste, e tu, óRocha, o fundaste para castigar. 13 Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal e a vexação não podescontemplar; por que, pois, olhas para os que procedem aleivosamente e te calas quando o ímpio devora aqueleque é mais justo do que ele? 14 E farias os homens como os peixes do mar, como os répteis, que não têm quem osgoverne? 15 Ele a todos levanta com o anzol, e apanha-os com a sua rede, e os ajunta na sua rede varredoura; por isso,ele se alegra e se regozija. 16 Por isso, sacrifica à sua rede e queima incenso à sua draga; porque, com elas, se engordoua sua porção, e se engrossou a sua comida. 17 Porventura, por isso, esvaziará a sua rede e não deixaria de matar ospovos continuamente? Habacuque. 1.Habacuque perguntou a Deus em forma de lamentação (compare com; Sal 13:1; Jer 12:4), Ó SENHOR Deus, até quandoclamarei pedindo ajuda, e tu não me atenderás? Até quando gritarei: “Violência! ”, e tu não nos salvarás? Por que mefazes ver tanta maldade? Por que toleras a injustiça? Em outras palavras; Até quando a violência e a injustiça, causadaspor este povo e pelos estrangeiros prevalecerão, sem que Tu às julgue e de fim a opressão. E apresenta asconsequências; estou cercado de destruição e violência; há brigas e lutas por toda parte. Por isso, ninguém obedece à lei,e a justiça nunca vence. Os maus levam vantagem sobre os bons, e a justiça é torcida. Habacuque 1:1-4.A crise sobre a qual Habacuque pediu ajuda era a violência que permeava a sociedade. Em hebraico, a palavra para“violência” é hamas, e é usada seis vezes no livro de Habacuque. O termo implica atos que prejudiquem as pessoastanto física quanto moralmente. A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra deviolência. Gên 6:11. LES.ramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. “Há uma resposta à pergunta de Habacuque, não em termos de pensamento, mas de eventos. A resposta de Deusacontecerá, mas não pode ser expressa em palavras. A resposta certamente virá. ‘Ainda que demore, espere-a’ (Hc 2:3,NVI). É verdade, é difícil suportar o tempo. O justo fica horrorizado com o que vê. Para isso, a grande resposta é dada: ‘Ojusto viverá pela sua fé’ (Hc 2:4). Mais uma vez, é uma resposta não em termos de pensamento, mas de existência. A féprofética é confiança nAquele em cuja presença a tranquilidade é uma forma de entendimento” (Abraham J. Heschel, TheProphets [Os Profetas], p. 143).Segunda - Vivendo pela féEm Habacuque 1:12-17, a resposta de Deus às perguntas do profeta levanta uma questão ainda mais inquietante: UmDeus justo pode usar o ímpio para punir os que são mais justos do que eles? A pergunta de Habacuque noverso 17 tinha a ver com a justiça divina.Habacuque estava confuso, não apenas pela degeneração de seu próprio povo, mas também pela certezade que seu povo seria julgado por outro povo, pior que ele. O profeta estava bem ciente dos pecados de Judá,mas sabia que os justos do seu povo não podiam ser comparados com os pagãos babilônios. LES.Entendendo o princípio: Deus é salvador, Satanás o destruidor!Os judeus haviam forjado seus próprios grilhões; eles mesmos encheram a taça da vingança. Na destruiçãocompleta (falando de Jerusalém) que lhes sobreveio como nação, e em todas as desgraças que os acompanharamdepois de dispersos, não estavam senão recolhendo a colheita que suas próprias mãos semearam. Diz o profeta:"Para tua perda, ó Israel, te rebelaste contra Mim", "pelos teus pecados tens caído." Osé. 13:9; 14:1. Seus sofrimentossão muitas vezes representados como sendo castigo a eles infligido por decreto direto da parte de Deus. É assimque o grande enganador procura esconder sua própria obra. Pela obstinada rejeição do amor e misericórdia divina,os judeus fizeram com que a proteção de Deus fosse deles retirada, e permitiu-se a Satanás dirigi-los segundo asua vontade. As horríveis crueldades executadas na destruição de Jerusalém são uma demonstração do podervingador de Satanás sobre os que se rendem ao seu controle.Não podemos saber quanto devemos a Cristo pela paz e proteção de que gozamos. É o poder de Deus que impedeque a humanidade passe completamente para o domínio de Satanás. Os desobedientes e ingratos têm grandemotivo de gratidão pela misericórdia e longanimidade de Deus, que contém o cruel e pernicioso poder do maligno.Quando, porém, os homens passam os limites da clemência divina, a restrição é removida. Deus não fica emrelação ao pecador como executor da sentença contra a transgressão; mas deixa entregues a si mesmos os querejeitam Sua misericórdia, para colherem aquilo que semearam. Cada raio de luz rejeitado, cada advertênciadesprezada ou desatendida, cada paixão contemporizada, cada transgressão da lei de Deus, é uma sementelançada, a qual produz infalível colheita. O Espírito de Deus, persistentemente resistido, é afinal retirado do pecador, eentão poder algum permanece para dominar as más paixões da alma, e nenhuma proteção contra a maldade e inimizadede Satanás. A destruição de Jerusalém constitui tremenda e solene advertência a todos os que estão tratando levianamentecom os oferecimentos da graça divina e resistindo aos rogos da misericórdia de Deus. Jamais foi dado um testemunho maisdecisivo do ódio ao pecado por parte de Deus, e do castigo certo que recairá sobre o culpado. O Grande Conflito. 35-36.A paciência de Deus para com Jerusalém tão somente confirmou os judeus em sua obstinada impenitência. Em seu ódio ecrueldade contra os discípulos de Jesus, rejeitaram a última oferta de misericórdia. Deus retirou, então, a Suaproteção de sobre a nação, removendo o poder restritivo que exercera sobre Satanás e seus anjos, de modoque a nação foi deixada sob o controle do líder que escolhera. A Verdade Sobre os Anjos, 240.2. Leia Habacuque 2:2-4. Que esperança é apresentada ali?A esperança e de que o Senhor em Seu tempo, que é o momento exato, fará justiça. Então, o SENHOR me respondeu edisse: Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler o que correndo passa. Porque a visão éainda para o tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá; se tardar, espera-o, porque certamente virá, nãotardará. (Sl 27:14] Sl 130:5; Lm 3:24; Hb 10:37; 2Pe 3:9). A mensagem é esta: Os maus não terão segurança, O justo,porém, confia em Mim e vive! (Rm 1:17; Gl 3:11; Hb 10:38) Habacuque. 2:2-4.Ao tempo em que Josias começou a reinar, e muitos anos antes, os sinceros em Judá perguntavam-se em dúvida se aspromessas de Deus ao antigo Israel seriam cumpridas. …Estas ansiosas interrogações foram pronunciadas pelo profeta Habacuque. Contemplando a situação dosfiéis em seus dias, ele expressou o peso que lhe ia no coração, inquirindo: "Até quando, Senhor, clamarei eu, eTu não me escutarás?" Hab. 1:2. ... E então sua fé viu além das desoladoras perspectivas do imediato futuro, edescansando nas preciosas promessas que revelam o amor de Deus por Seus confiantes filhos, o profetaacrescentou: "Nós não morreremos." Hab. 1:12. Com esta declaração de fé, ele depôs sua causa, bem como ade cada crente israelita, nas mãos de um compassivo Deus. …A fé que fortaleceu Habacuque e todos os santos e justos naqueles dias de grande provação, é a mesma que sustém opovo de Deus hoje. Nas horas mais escuras, sob as mais proibitivas circunstâncias, o crente cristão pode suster sua almasobre a fonte de toda luz e poder. Dia a dia, pela fé em Deus, sua esperança e ânimo podem ser renovados, "o justo pelasua fé viverá". Hab. 2:4. …Devemos acariciar e cultivar a fé da qual testificaram profetas e apóstolos - a fé que se apodera das promessas de Deus, eespera pelo livramento na ocasião e maneira apontados. A firme palavra da profecia encontrará seu final cumprimento noglorioso advento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, como Rei dos reis e Senhor dos senhores. ... Como o profetaramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. que procurou encorajar Judá em tempo de apostasia sem precedente, confiadamente declaramos: "O Senhor estáno Seu santo templo; cale-se diante dEle toda a Terra." Hab. 2:20. Tenhamos sempre em mente a confortante mensagem:"A visão é ainda para o tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá. Se tardar espera-O; porque certamentevirá, não tardará." Hab. 2:3. Profetas e Reis, págs. 384-388.A esperança vem pela promessa, dada na visão das 2.300 tardes e manhãs sobre a purificação do santuário (Dan. 8:14)que ocorrerá no tempo do fim. Os justos viverão pela fé, aguardando o cumprimento da manifestação divina.3. O texto de Habacuque 2:4 é um resumo do caminho da salvação e do ensino bíblico sobre a justificação pela fé. Como osescritores do Novo Testamento usam esse verso? Rm 1:17; Gl 3:11; Hb 10:38Eis que a sua alma se incha, não é reta nele; mas o justo, pela sua fé, viverá. Hab. 2:4.Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé. Rom. 1:17.E é evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Gál. 3:11.Mas o justo viverá da fé; e, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Heb. 10:38.Paulo ensinou que a justiça divina do início ao fim é revelada pela fé Rom 1:17; confirmando Habacuque Hab.2:4; diz queé evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus Gál 3:11; e que os justos não retrocedem dessa féverdadeira, por isso a alma do Senhor tem prazer neles Heb 10:38.Quando o pecador penitente, contrito diante de Deus, discerne a expiação de Cristo em seu favor e aceita essa expiaçãocomo sua única esperança nesta vida e na vida futura, seus pecados são perdoados. Isso é justificação pela fé. Todapessoa crente deve submeter sua vontade inteiramente à vontade de Deus e manter-se num estado de arrependimentoe contrição, exercendo fé nos méritos expiadores do Redentor e avançando de força em força, e de glória em glória.Perdão e justificação são uma só e a mesma coisa. Pela fé, o crente passa da posição de rebelde, de filho dopecado e de Satanás, para a posição de súdito leal de Cristo Jesus, não por causa de alguma bondade inerente, masporque Cristo o recebe como Seu filho, por adoção. O pecador obtém o perdão de seus pecados, porque esses pecadossão carregados por seu Substituto e Penhor. O Senhor fala a Seu Pai celestial, dizendo: "Este é Meu filho. Eu o absolvo dacondenação da morte, dando-lhe Minha apólice de seguro de vida - a vida eterna - porque tomei o seu lugar e sofri porseus pecados. Ele é mesmo Meu filho amado." Assim o homem, perdoado e revestido das belas vestes da justiça deCristo, se encontra irrepreensível diante de Deus.O pecador pode errar, mas ele não é rejeitado sem misericórdia. Sua única esperança, porém, é arrependimento paracom Deus e fé no Senhor Jesus Cristo. A prerrogativa do Pai é perdoar nossas transgressões e pecados, porque Cristotomou sobre Si a nossa culpa e nos absolveu, imputando-nos Sua própria justiça. Seu sacrifício satisfaz plenamente asreivindicações da justiça.Justificação é o contrário de condenação. A infinita misericórdia de Deus é manifestada para os que sãocompletamente indignos. Ele perdoa as transgressões e os pecados por amor de Jesus, o qual Se tornou apropiciação pelos nossos pecados. Pela fé em Cristo, o transgressor culpado é conduzido ao favor de Deus e à forteesperança da vida eterna. Fé e Obras, págs. 103 e 104.Terça - A Terra se encherá (Habacuque 2)Habacuque capítulo 2 traz a resposta de Divina à pergunta do profeta “Será que os babilônios nunca deixarão de lutar e,sem dó nem piedade, continuarão a matar os povos?” Hab. 1:17; e diz que Babilônia sofreria a consequência de suasmaldades, e a fé em Deus seria então recompensada (Hab. 2:2-20). O Mesmo se dará com Babilônia espiritual (Apoc. 18).4. Leia Hebreus 11:1-13. Como esses versos nos ajudam em nossa luta com as mesmas questões com as quais Habacuquelutou?Pela fé temos a certeza das promessas que esperamos mesmo sem ver, pois fiel é o que prometeu (Heb. 10:23). Pelaconfiança em Deus sabemos que os antigos alcançaram testemunho, entendemos também que os mundos, pela Suapalavra, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente. (Gn 1:1; Sl 33:6; Jo 1:10; Ef 3:9;Cl 1:16; Rm 4:17), Está revelado que sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproximade Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam. Pela fé aceitamos o testemunho dado por Abel,Enoque, Noé, Abraão, Sara e uma multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia domar. (Gn 15:5; Gn 22:17; Rm 4:18; Gn 13:16) que foram obedientes ao Senhor e alguns nas mais duras provas (Heb.11:36-38) e todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas (Heb. 11:39-40), mas, vendo-as de longe, ecrendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. (Jo 8:53; Gn 23:4; Gn 47:9; Sl39:12; Sl 119:19; Jo 8:56) e se tornaram exemplos para nós que somos a continuidade da descendência, e ospersonagens hoje. Hebreus. 11:1-13.Viver pela fé significa pôr de lado os sentimentos e os desejos egoístas, andar humildemente com o Senhor, apoderar-se deSuas promessas e aplicá-las a todas as ocasiões, crendo que Deus executará Seus planos e propósitos em nosso coraçãoe vida. Fundamentos da Educação Cristã, 341 e 342.“A fé que fortaleceu Habacuque e todos os santos e justos naqueles dias de grande provação, é a mesma que sustém opovo de Deus hoje. Nas horas mais escuras, sob as mais proibitivas circunstâncias, o cristão fiel pode firmar-se sobre afonte de toda luz e poder. Dia a dia, pela fé em Deus, sua esperança e ânimo podem ser renovados”. Profetas e Reis, 386-387.ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. Quarta - Lembrando a glória divina5. Leia Habacuque 3. O que o profeta estava fazendo ali, e por que isso é tão importante, especialmente levando em contaas circunstâncias e perguntas difíceis que ele estava enfrentando?A oração de Habacuque1 Oração do profeta Habacuque sob a forma de canto. 2 Ouvi, SENHOR, a tua palavra e temi; aviva, ó SENHOR, a tuaobra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia. 3 Deus veio de Temã, e o Santo, domonte de Parã.A sua glória cobriu os céus, e a terra encheu-se do seu louvor. 4 E o seu resplendor era como a luz, raiosbrilhantes saíam da sua mão, e ali estava o esconderijo da sua força. 5 Adiante dele ia a peste, e raios de fogo, sob osseus pés. 6 Parou e mediu a terra; olhou e separou as nações; e os montes perpétuos foram esmiuçados, os outeiroseternos se encurvaram; o andar eterno é seu. 7 Vi as tendas de Cusã em aflição; as cortinas da terra de Midiã tremiam. 8Acaso é contra os rios, SENHOR, que estás irado? Contra os ribeiros foi a tua ira ou contra o mar foi o teu furor, para queandasses montado sobre os teus cavalos, sobre os teus carros de salvação? 9 Descoberto se fez o teu arco; os juramentosfeitos às tribos foram uma palavra segura. Tu fendeste a terra com rios. 10 Os montes te viram e tremeram; a inundaçãodas águas passou; deu o abismo a sua voz, levantou as suas mãos ao alto. 11 O sol e a lua pararam nas suas moradas;andaram à luz das tuas flechas, ao resplendor do relâmpago da tua lança. 12 Com indignação marchaste pela terra, comira trilhaste as nações. 13 Tu saíste para salvamento do teu povo, para salvamento do teu ungido; tu feriste a cabeça dacasa do ímpio, descobrindo os fundamentos até ao pescoço. 14 Tu abriste com os seus próprios cajados a cabeça dosseus guerreiros; eles me acometeram tempestuosos para me espalharem; alegravam-se, como se estivessem para devoraro pobre em segredo. 15 Tu, com os teus cavalos, marchaste pelo mar, pela massa de grandes águas. 16 Ouvindo-o eu, omeu ventre se comoveu, à sua voz tremeram os meus lábios; entrou a podridão nos meus ossos, e estremeci dentro demim; descanse eu no dia da angústia, quando ele vier contra o povo que nos destruirá. 17 Porquanto, ainda que a figueiranão floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas damalhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, 18 todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus daminha salvação. 19 JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre asminhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de música.) Habacuque 3.O profeta no capítulo 3 estava orando sobre a forma de um cântico, no qual expressou sua angústia, suplicou por ajuda emisericórdia por ocasião do juízo, descreveu os grandes feitos de Deus exaltando o Seu poder e glória, ele louvou aoSenhor por Sua intervenção contra os inimigos de Seu povo e pela salvação dos que lhe são fiéis. Mesmo diante decircunstâncias adversas vemos pelo exemplo de Habacuque que é fundamental perseverar pois a salvação está diantedos fiéis, por isso nosso reconhecimento e satisfação no Senhor deve ser constante, materializada em cânticos e louvoresHab. 3; Ef 5:19, 20; Cl 3:16. Mesmo nas mais difíceis situações. Atos 16:22-25; Hab. 3:17-19.O Senhor Jesus disse: "Não te deixarei, nem te desampararei." Heb. 13:5. Deus pode permitir o surgimento de umacadeia de circunstâncias que os levem a correr para a Fortaleza, pela fé pressionando o trono de Deus em meio aespessas nuvens de trevas, pois mesmo aqui Sua presença está oculta. Mas Ele está sempre pronto a livrar a todosque nEle confiam. Assim obtida, a vitória será mais completa, o triunfo mais seguro, porque o provado,pressionado e afligido, pode dizer: "Ainda que Ele me mate, nEle esperarei." Jó 13:15. "Ainda que a figueira nãofloresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas damalhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus daminha salvação." Hab. 3:17 e 18. Conselhos Sobre Educação, 143.Quinta - Deus é nossa força"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, Socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a Terra semude, E ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. "Há um rio cujas correntes alegram a cidade deDeus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará ao romper damanhã. O Senhor dos Exércitos está conosco; O Deus de Jacó é o nosso refúgio." Sal. 46:1, 2, 4, 5 e 7."Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, ele é tudo o que sempre preciso." Sal.73:26. NTLH.Nossa própria força é fraqueza, mas a que Deus dá é poder e fará a todo o que a recebe mais que vencedor. Testimonies,vol. 2, p. 203.6. O que há de bom na atitude do profeta em Habacuque 3:17-19? Como podemos cultivar tal atitude? Compare com Fp 4:1117 Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os camposnão produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, 18 todavia, eume alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação. 19 JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meuspés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos demúsica.) Habacuque 3:17-19.Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Fil. 4:11. (1Tm 6:6; Hb 13:5).A atitude de confiança e de alegria no Senhor mesmo no dia da angústia, ele aprendeu à andar com o Senhor e assimestar alegre e feliz em toda a sua jornada nesta vida, mesmo que as figueiras tenham sido totalmente destruídas e nãohaja flores nem frutos; embora as colheitas de azeitonas sejam um fracasso e os campos estejam imprestáveis; emboraos rebanhos morram pelos pastos e os currais estejam vazios, eu me alegrarei no Senhor! Ficarei muito feliz no Deus daramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. minha salvação! JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre oslugares altos. Habacuque 3:17-19.Na última grande batalha do conflito com Satanás, os que são leais a Deus hão de ser privados de todo apoio terreno. Porse recusarem a violar-Lhe a lei em obediência a poderes terrestres, ser-lhes-á proibido comprar ou vender. Será afinaldecretada a morte deles. (Apoc. 13:11-17.) Ao obediente, porém, é dada a promessa: "Este habitará nas alturas; asfortalezas das rochas serão o seu alto refúgio, o seu pão lhe será dado, as suas águas são certas." Isa. 33:16. Por essapromessa viverão os filhos de Deus. Quando a Terra estiver assolada pela fome, serão alimentados. "Não serãoenvergonhados nos dias maus, e nos dias de fome se fartarão." Sal. 37:19. Daquele tempo de angústia prediz o profetaHabacuque, e suas palavras exprimem a fé da igreja: "Portanto ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide;o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e noscurrais não haja vacas; todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação." Hab. 3:17 e 18. ODesejado de Todas as Nações, 121-122.Sexta - Conclusão:Em “Confiando na bondade de Deus” aprendi que …Domingo - Profeta perplexo: Habacuque perguntou a Deus em forma de lamentação (compare com; Sal 13:1; Jer12:4), Ó SENHOR Deus, até quando clamarei pedindo ajuda, e tu não me atenderás? Até quando gritarei: “Violência! ”, etu não nos salvarás? Por que me fazes ver tanta maldade? Por que toleras a injustiça? Em outras palavras; Até quando aviolência e a injustiça, causadas por este povo e pelos estrangeiros prevalecerão, sem que Tu às julgue e de fim aopressão. E apresenta as consequências; estou cercado de destruição e violência; há brigas e lutas por toda parte. Porisso, ninguém obedece à lei, e a justiça nunca vence. Os maus levam vantagem sobre os bons, e a justiça é torcida.Habacuque 1:1-4.Segunda - Vivendo pela fé: A esperança e de que o Senhor em Seu tempo, que é o momento exato, fará justiça.Então, o SENHOR me respondeu e disse: Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler o quecorrendo passa. Porque a visão é ainda para o tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará. (Sl 27:14] Sl 130:5; Lm 3:24; Hb 10:37; 2Pe 3:9). A mensagem é esta: Os mausnão terão segurança, O justo, porém, confia em Mim e vive! (Rm 1:17; Gl 3:11; Hb 10:38) Habacuque. 2:2-4.Paulo ensinou que a justiça divina do início ao fim é revelada pela fé Rom 1:17; confirmando Habacuque Hab.2:4; diz queé evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus Gál 3:11; e que os justos não retrocedem dessa féverdadeira, por isso a alma do Senhor tem prazer neles Heb 10:38.A esperança vem pela promessa, dada na visão das 2.300 tardes e manhãs sobre a purificação do santuário (Dan. 8:14)que ocorrerá no tempo do fim. Os justos viverão pela fé, aguardando o cumprimento da manifestação divina.Terça - A Terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar. (Hab. 2:14)."E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o Céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo"(Dan. 7:27). "a Terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar". Isa. 11:9. "Então temerão onome do Senhor desde o poente, e a Sua glória desde o nascente do Sol." Isa. 59:19.Habacuque capítulo 2 traz a resposta de Divina à pergunta do profeta “Será que os babilônios nunca deixarão de lutar e,sem dó nem piedade, continuarão a matar os povos?” Hab. 1:17; e diz que Babilônia sofreria a consequência de suasmaldades, e a fé em Deus seria então recompensada (Hab. 2:2-20). O Mesmo se dará com Babilônia espiritual (Apoc. 18).Quarta - Lembrando a glória divina: O profeta no capítulo 3 estava orando sobre a forma de um cântico, no qualexpressou sua angústia, suplicou por ajuda e misericórdia por ocasião do juízo, descreveu os grandes feitos de Deusexaltando o Seu poder e glória, ele louvou ao Senhor por Sua intervenção contra os inimigos de Seu povo e pela salvaçãodos que lhe são fiéis. Mesmo diante de circunstâncias adversas vemos pelo exemplo de Habacuque que é fundamentalperseverar pois a salvação está diante dos fiéis, por isso nosso reconhecimento e satisfação no Senhor deve serconstante, materializada em cânticos e louvores Hab. 3; Ef 5:19, 20; Cl 3:16. Mesmo nas mais difíceis situações. Atos16:22-25; Hab. 3:17-19.Quinta - Deus é nossa força: "Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, ele é tudoo que sempre preciso." Sal. 73:26. NTLH."Deus é o nosso refúgio e fortaleza, Socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a Terra semude, E ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. "Há um rio cujas correntes alegram a cidade deDeus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará ao romper damanhã. O Senhor dos Exércitos está conosco; O Deus de Jacó é o nosso refúgio." Sal. 46:1, 2, 4, 5 e 7.O Profeta teve uma atitude de confiança e de alegria no Senhor mesmo no dia da angústia, ele aprendeu à andar com oSenhor e assim estar alegre e feliz em toda a sua jornada nesta vida, mesmo que as figueiras tenham sido totalmentedestruídas e não haja flores nem frutos; embora as colheitas de azeitonas sejam um fracasso e os campos estejamimprestáveis; embora os rebanhos morram pelos pastos e os currais estejam vazios, eu me alegrarei no Senhor! Ficareimuito feliz no Deus da minha salvação! JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e mefará andar sobre os lugares altos. Habacuque 3:17-19.ramos@advir.comramos@advir.com

×