Adultério espiritual_Resumo_Lição_122013

310 visualizações

Publicada em

O Objetivo do resumo da lição não é substituí-la, pelo contrário e dar mais amplitude ao estudo do tema.

A ideia e colocar os textos bíblicos diretos que respondam as questões da lição, somados aos escritos de Ellen White que dão luz sobre o assunto, eu procuro comentar o mínimo possível, só detalhes referentes as questões e algumas definições todas neste tom de azul, pois se os textos forem realmente claros, que é intenção, não há necessidade de ficar comentando, e a aplicação, como e mais extensa, procuro fazer na nossa classe.

“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.

Que... Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação. Sal. 67:1-2.

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Adultério espiritual_Resumo_Lição_122013

  1. 1. Lição 1 - Adultério espiritual (Oseias) 30 de março a 6 de abril“Semearei Israel para Mim na terra e compadecer-Me-ei da Desfavorecida; e a Não-Meu-Povo direi: Tu és o Meu povo! Ele dirá: Tu és o meu Deus!” (Os 2:23).Séculos antes, a pena da inspiração tinha traçado esta colheita de gentios (Atos 13:44-49); mas aquelas previsõesproféticas tinham sido apenas obscuramente entendidas. Oséias havia dito: "Todavia o número dos filhos de Israel serácomo a areia do mar, que não pode medir-se nem contar-se; e acontecerá que no lugar onde se lhes dizia: Vós não soisMeu povo, se lhes dirá: Vós sois filhos do Deus vivo." Osé. 1:10. E outra vez: "E semeá-la-ei para Mim na terra, ecompadecer-Me-ei de Lo-Ruama; e a Lo-Ami direi: Tu és Meu povo; e ele dirá: Tu és o meu Deus!" Osé. 2:23. O próprioSalvador, durante o Seu ministério terrestre, predisse a disseminação do evangelho entre os gentios. Na parábola davinha Ele declarou aos impenitentes judeus: "O reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação que dê os seusfrutos." Mat. 21:43. E depois de Sua ressurreição Ele comissionou os discípulos para irem "por todo o mundo" (Mat.28:19), a ensinar "todas as nações". Não deviam deixar de advertir a ninguém, mas deviam pregar "o evangelho a toda acriatura". Mar. 16:15. Atos dos Apóstolos, 174. (Acrescentei o parênteses).Objetivo: Entender que o amor de Deus está disposto a reconquistar, perdoar e restaurar o relacionamento, apesar dagravíssima condição de adultério espiritual, cometido por Seu povo.Domingo - Uma estranha ordem“Quando, pela primeira vez, falou o Senhor por intermédio de Oseias, então, o Senhor lhe disse: Vai, toma uma mulher deprostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do Senhor. Foi-se, pois, etomou a Gômer, filha de Diblaim, e ela concebeu e lhe deu um filho” (Os 1:2, 3).Com o tempo, Oseias tomou conhecimento do fato de que seu destino pessoal era um espelho do sofrimento divino, quesua tristeza ecoava a tristeza de Deus. Nesse sofrimento semelhante, como ato de solidariedade com a aflição divina, oprofeta provavelmente tivesse visto o significado do casamento que tinha contraído por ordem divina [...]“Somente vivendo na própria vida o que o divino Esposo de Israel experimentou, o profeta foi capaz de sentir compaixãopela situação divina. O casamento foi uma lição, uma ilustração, em vez de símbolo ou sacramento” (Abraham J. Heschel,Os Profetas; Massachussets, Prince Press, 2001, p. 56).1. Muitas vezes, Deus pediu que outros profetas fizessem algo além da pregação. Como a maneira divina de lidar comSeu povo foi simbolizada pelas ações dos profetas? Is 20:1-6; Jr 27:1-7; Ez 4:1-6“No ano em que Tartã, enviado por Sargão, rei da Assíria, veio a Asdode, e a guerreou, e a tomou, nesse mesmo tempo, falou oSENHOR por intermédio de Isaías, filho de Amoz, dizendo: Vai, solta de teus lombos o pano grosseiro de profeta e tirados pés o calçado. Assim ele o fez, indo despido e descalço. Então, disse o SENHOR: Assim como Isaías, meuservo, andou três anos despido e descalço, por sinal e prodígio contra o Egito e contra a Etiópia, assim o rei daAssíria levará os presos do Egito e os exilados da Etiópia, tanto moços como velhos, despidos e descalços e comas nádegas descobertas, para vergonha do Egito. Então, se assombrarão os israelitas e se envergonharão por causa dosetíopes, sua esperança, e dos egípcios, sua glória. Os moradores desta região dirão naquele dia: Vede, foi isto que aconteceuàqueles em quem esperávamos e a quem fugimos por socorro, para livrar-nos do rei da Assíria! Como, pois, escaparemos nós?”(Isaías 20:1-6 RA)“No princípio do reinado de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, veio da parte do SENHOR esta palavra a Jeremias: Assim medisse o SENHOR: Faze correias e canzis e põe-nos ao pescoço. E envia outros ao rei de Edom, ao rei de Moabe, ao rei dosfilhos de Amom, ao rei de Tiro e ao rei de Sidom, por intermédio dos mensageiros que vieram a Jerusalém ter com Zedequias, reide Judá. Ordena-lhes que digam aos seus senhores: Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Assim direis a vossossenhores: Eu fiz a terra, o homem e os animais que estão sobre a face da terra, com o meu grande poder e com o meu braçoestendido, e os dou àquele a quem for justo. Agora, eu entregarei todas estas terras ao poder de Nabucodonosor, reida Babilônia, meu servo; e também lhe dei os animais do campo para que o sirvam. Todas as nações servirão aele, a seu filho e ao filho de seu filho, até que também chegue a vez da sua própria terra, quando muitas nações egrandes reis o fizerem seu escravo.” (Jeremias 27:1-7 RA)“Tu, pois, ó filho do homem, toma um tijolo, põe-no diante de ti e grava nele a cidade de Jerusalém. Põe cerco contraela, edifica contra ela fortificações, levanta contra ela tranqueiras e põe contra ela arraiais e aríetes em redor.Toma também uma assadeira de ferro e põe-na por muro de ferro entre ti e a cidade; dirige para ela o rosto, eassim será cercada, e a cercarás; isto servirá de sinal para a casa de Israel . Deita-te também sobre o teu ladoesquerdo e põe a iniquidade da casa de Israel sobre ele; conforme o número dos dias que te deitares sobre ele,levarás sobre ti a iniquidade dela. Porque eu te dei os anos da sua iniquidade, segundo o número dos dias, trezentos enoventa dias; e levarás sobre ti a iniquidade da casa de Israel. Quando tiveres cumprido estes dias, deitar-te-ás sobre oteu lado direito e levarás sobre ti a iniquidade da casa de Judá.” (Ezequiel 4:1-6 RA)Isaías andou três anos despido e descalço para simbolizar o que aconteceria com os prisioneiros egípcios e os exilados daEtiópia, advertindo a Israel para que não colocassem sua confiança no Egito. Isaías 20:1-6.Jeremias fez um jugo com cordas e madeira e colocou sobre o pescoço e enviou às nações, revelando que o Senhorentregaria todas estas terras ao poder de Nabucodonosor, rei da Babilônia. Jeremias 27:1-7.Ezequiel tomou um tijolo, e desenhou nele a cidade de Jerusalém, colocou cerco sobre ela, e assim seria cercada; isto ramos@advir.com
  2. 2. servirá de sinal para a casa de Israel, e se deitou sobre a iniquidade de Israel e Judá levando sobre si as iniquidadesdelas. Ezequiel 4:1-6.Por meio da natureza, de figuras e símbolos, de patriarcas e profetas, Deus falara ao mundo. As liçõesdeviam ser dadas à humanidade na linguagem da própria humanidade. Desejado de Todas as Nações, 34.Segunda - Traição espiritual2. Que advertência é dada em Oseias 2:8-13? Estamos em perigo de fazer essencialmente a mesma coisa?“Ela, pois, não soube que eu é que lhe dei o trigo, e o vinho, e o óleo, e lhe multipliquei a prata e o ouro, que eles usaram paraBaal. Portanto, tornar-me-ei, e reterei, a seu tempo, o meu trigo e o meu vinho, e arrebatarei a minha lã e o meulinho, que lhe deviam cobrir a nudez. Agora, descobrirei as suas vergonhas aos olhos dos seus amantes, e ninguém a livraráda minha mão. Farei cessar todo o seu gozo, as suas Festas de Lua Nova, os seus sábados e todas as suas solenidades.Devastarei a sua vide e a sua figueira, de que ela diz: Esta é a paga que me deram os meus amantes; eu, pois, farei delas umbosque, e as bestas-feras do campo as devorarão. Castigá-la-ei pelos dias dos baalins, nos quais lhes queimou incenso, ese adornou com as suas arrecadas e com as suas jóias, e andou atrás de seus amantes, mas de mim se esqueceu,diz o SENHOR.” (Oséias 2:8-13 RA)O povo de Deus em sua maioria não reconhecia que era o Senhor que lhes concedia todos os seus benefícios (mesmoerro da atualidade) Tiago 1:17. E por causa da idolatria (que é comparar, não valorizar e substituir o Deus altíssimo peloseus próprios interesses, que é o egoismo) atribuindo suas bençãos aos falsos deuses, o Senhor os deixariamexperimentar a dificuldade de se manterem, pois os “deuses” a quem buscavam não tinha o que oferecer (Jer. 3:21;12:11; 13:25; 18:15-16) “andaram atrás de seus amantes, mas de mim se esqueceram, diz o SENHOR”. Oséias 2:8-13."Eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso." A íntima e sagrada relação de Deus para com Seu povo érepresentada sob a figura do casamento. Sendo a idolatria o adultério espiritual, é o desprazer de Deuscontra a mesma apropriadamente chamado ciúme. Patriarcas e Profetas, 306.A voz que falou a Israel do Sinai, está falando nestes últimos dias a homens e mulheres, dizendo: "Não terás outrosdeuses diante de Mim." Êxo. 20:3. A lei de Deus foi escrita com Seu próprio dedo em tábuas de pedra, assim mostrandoque ela não podia nunca ser mudada ou anulada. Deve ser conservada através dos séculos da eternidade, tão imutávelcomo os princípios de Seu governo. Os homens assentaram a própria vontade contra a vontade de Deus, masisto não Lhe pode silenciar as palavras de sabedoria e de ordem, embora eles ponham suas teoriasespeculativas em oposição aos ensinos da revelação, e exaltem a sabedoria humana acima de um claro"Assim diz o Senhor". Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 248.“Como Deus considera nossa ingratidão e falta de apreciação por Suas bênçãos? Quando vemos alguém desprezar ouusar mal nossas dádivas, nosso coração e nossas mãos se fecham contra essa pessoa. Mas os que recebem as dádivasmisericordiosas de Deus, dia após dia e ano após ano empregam mal Suas bênçãos e negligenciam as pessoas por quemCristo deu Sua vida. Os meios que Ele emprestou para sustentar Sua causa e construir Seu reino são investidos em casase terras, desperdiçados com o orgulho e satisfação própria, e o Doador é esquecido” (Ellen G. White, Advent Review andSabbath Herald [Revista do Advento e Arauto do Sábado], 7 dezembro de 1886).Terça - Promessa de restauração3. Leia Oseias 2. Qual é a mensagem principal de Deus para Seu povo nesse texto? Como o evangelho é revelado nessecapítulo?“Devastarei a sua vide e a sua figueira, de que ela diz: Esta é a paga que me deram os meus amantes; eu, pois, farei delas umbosque, e as bestas-feras do campo as devorarão. Castigá-la-ei pelos dias dos baalins, nos quais lhes queimou incenso, e seadornou com as suas arrecadas e com as suas jóias, e andou atrás de seus amantes, mas de mim se esqueceu, diz o SENHOR.Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração . E lhe darei, dali, as suas vinhase o vale de Acor por porta de esperança; será ela obsequiosa como nos dias da sua mocidade e como no dia emque subiu da terra do Egito.” (Oséias 2:12-15 RA)“Naquele dia, farei a favor dela aliança com as bestas-feras do campo, e com as aves do céu, e com os répteis da terra; e tirareidesta o arco, e a espada, e a guerra e farei o meu povo repousar em segurança.” (Oséias 2:18 RA)O Contexto é que a idolatria do Israel é simbolizada pela infidelidade de Gomer, 2: 2-13. E o amor de Oseias por Gomer, esimbolizado pelo amor de Deus para com o Israel, 2:14-23.Deus tem como objetivo atrair, perdoar e restaurar o relacionamento, e a felicidade que Seu povo tinha com Ele antes dese envolver com a infidelidade (que é a traição à aliança ou pacto).Ao formarmos um relacionamento com Cristo, o homem renovado está apenas retornando aorelacionamento com Deus que lhe foi designado. Manuscrito 56, 1899.Em linguagem simbólica Oséias põe perante as dez tribos o plano de Deus de restauração em favor de toda aalma penitente que se unisse com Sua igreja na Terra, as bênçãos asseguradas a Israel nos dias de sualealdade a Ele na terra prometida. Referindo-se a Israel como aquele a quem Ele ansiava por mostrar misericórdia, oSenhor declarou: "Eis que Eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração. E lhe darei as suas vinhas dali,e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu daterra do Egito. E acontecerá naquele dia, diz o Senhor, que Me chamarás: Meu marido; e não Me chamarásmais: Meu Baal meu senhor. E da sua boca tirarei os nomes de Baalim, e os seus nomes não virão mais em memória."Osé. 2:14-17. Profetas e Reis, 298-299. ramos@advir.com
  3. 3. 4. Deus oferece gratuitamente o perdão dos pecados. Qual é o custo do perdão para Deus? Qual foi o custo pessoaldessa lição para Oseias? Os 3:1, 2“Disse-me o SENHOR: Vai outra vez, ama uma mulher, amada de seu amigo e adúltera, como o SENHOR ama os filhos deIsrael, embora eles olhem para outros deuses e amem bolos de passas. Comprei-a, pois, para mim por quinzepeças de prata e um ômer e meio de cevada;” (Oséias 3:1-2 RA)O custo do perdão para Deus foi a morte de Seu Filho amado. “Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristomorreu por nós, sendo nós ainda pecadores”. Rom. 5:8-10. (Hb 9:15; 1Pe 3:18; [Jo 3:16]; [Hb 9:28]; [1Jo 4:9]; Mat. 3:17;17:5; Lc 9:35; Cl 1:13; 2Pe 1:17; Mc 1:11; Mc 9:7);Para Oseias, custou o preço de quinze barras de prata e cento e cinquenta quilos de cevada, para libertar a mulher quealém de adúltera se tornou também escrava, e sua grande tristeza por ver as condições dela e de Israel, a vergonhadiferente do que muitos imaginam não caia sobre o profeta e sim sobre gomer e sobre Israel, portanto nem um delestinha como interpretar mal, discriminar ou zombar de Oseias. Ao fiel o Senhor da promessa que não serão nemenvergonhados e nem confundidos. Isa. 50:7-10; 41:11; Sal 35:4; 40:14; Sl 70:2; [Jr 17:18].Pela maravilhosa manifestação de Seu amor em dar "Seu Filho unigênito, ..." João 3:16. é revelado o caráter de Deus aosseres do universo. Por meio de Cristo nosso Pai celeste é tornado conhecido como o Deus de amor. SpecialTestimonies, 13 de fevereiro de 1893.Para reaver para Si o homem e assegurar-lhe a eterna salvação, Cristo abandonou a corte celestial e veio à Terra, ondepor ele padeceu ignomínia, morrendo para libertá-lo. À vista do preço infinito que pagou pelo seu resgate, como ousaráalguém, que professa o nome de Cristo, tratar com indiferença ao mais humilde de Seus discípulos? ... Com quepaciência, bondade e carinho devem tratar os que foram remidos com o sangue de Cristo! Testemunhos Seletos, vol. 2,pág. 258.[Deus] sofreu juntamente com Seu Filho. Na agonia do Getsêmani, na morte sobre o Calvário, o coração do infinitoAmor pagou o preço de nossa redenção. ... Nada menos que o infinito sacrifício efetuado por Cristo em favordo homem caído, é que podia exprimir o amor do Pai pela humanidade perdida. … O preço pago por nossaredenção, o infinito sacrifício de nosso Pai celestial em entregar Seu Filho para morrer por nós, deveria inspirar-nos idéiaselevadas sobre o que nos podemos tornar por meio de Cristo. Caminho a Cristo, 12-15.Cristo pagou um infinito preço por nós, e deseja que nos mantenhamos à altura do preço que custamos. Não voscontenteis em atingir um ideal baixo. Não somos o que poderíamos ser e o que Deus quer que sejamos. Deus concedeu-nos faculdades de raciocínio, não para que fiquem inativas ou sejam pervertidas por ocupações terrenas e sórdidas, maspara que sejam desenvolvidas ao máximo, refinadas, santificadas, enobrecidas e empregadas no avanço dos interessesde Seu reino. Ciência do Bom Viver, 498.Quarta - Acusação contra Israel5. Leia Tiago 5:1-7. Como essas palavras se encaixam com a verdade presente expressa nas mensagens dos três anjosde Apocalipse 14:6-12? Seja qual for nossa posição financeira, como podemos nos proteger contra os perigos que o dinheirosempre apresenta aos seguidores de Cristo?“Atendei, agora, ricos, chorai lamentando, por causa das vossas desventuras, que vos sobrevirão. As vossas riquezas estãocorruptas, e as vossas roupagens, comidas de traça; o vosso ouro e a vossa prata foram gastos de ferrugens, e asua ferrugem há de ser por testemunho contra vós mesmos e há de devorar, como fogo, as vossas carnes. Tesourosacumulastes nos últimos dias. Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos e que por vós foi retido comfraude está clamando; e os clamores dos ceifeiros penetraram até aos ouvidos do Senhor dos Exércitos. Tendes vividoregaladamente sobre a terra; tendes vivido nos prazeres; tendes engordado o vosso coração, em dia de matança;tendes condenado e matado o justo, sem que ele vos faça resistência. Sede, pois, irmãos, pacientes, até à vindado Senhor. Eis que o lavrador aguarda com paciência o precioso fruto da terra, até receber as primeiras e asúltimas chuvas.” (Tiago 5:1-7 RA)“Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cadanação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seujuízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. Seguiu-se outro anjo, o segundo,dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição. Seguiu-sea estes outro anjo, o terceiro, dizendo, em grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronteou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado, sem mistura, do cálice da sua ira, e seráatormentado com fogo e enxofre, diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe pelosséculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quemquer que receba a marca do seu nome. Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos deDeus e a fé em Jesus.” (Apocalipse 14:6-12 RA)Tiago deixa a orientação contra as riquezas adquiridas através da injustiça, que são por testemunho contra vós mesmose há de devorar, como fogo, as vossas carnes, pois tesouros acumulastes nos últimos dias contrariamente ao conselhodivino. Apoc. 13:15-17. Vivem regaladamente sobre a terra; dando-se aos prazeres; engordando o vosso coração, em diade matança (de grande perigo); Agindo assim estão condenado e matado o justo (por deixa-lo sem condições mínimas),sem que ele vos faça resistência. Tiago 5:1-7.O Apocalipse traça o mesmo paralelo orientando contra a falsa adoração, que leva a uma falsa santificação, que naprática se materializa em engano, injustiça e opressão, exatamente o oposto da adoração ao Deus Criador, redentor eMantenedor da vida. Apoc. 14:6-12.E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. ramos@advir.com
  4. 4. Dt 6:5; Dt 10:12; Dt 30:6; Lc 10:27; Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amaráso teu próximo como a ti mesmo. Lv 19:18; Mc 12:31; Rm 13:9; Gl 5:14; Ef 5:2; 1Ts 4:9; Tg 2:8; [Mt 19:19]; [Jo 13:34]; [Jo15:12]; [1Jo 3:23]; [1Jo 4:21]; Desses dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mat. 22:37-40.O resultado da aceitação destas mensagens é dado nestas palavras: "Aqui estão os que guardam osmandamentos de Deus e a fé em Jesus." Apoc. 14:12. A fim de se prepararem para o juízo, é necessário que oshomens guardem a lei de Deus. Esta lei será a norma de caráter no juízo. Declara o apóstolo Paulo: "Todos osque sob a lei pecaram pela lei serão julgados." "No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por JesusCristo." Rom. 2:12 e 16. E ele diz que "os que praticam a lei hão de ser justificados". Rom. 12:13. A fé é essencial a fim deguardar-se a lei de Deus; pois "sem fé é impossível agradar-Lhe". "E tudo o que não é de fé é pecado." Heb. 11:6; Rom.14:23.Pelo primeiro anjo os homens são chamados a temer a Deus e dar-Lhe glória, e adorá-Lo como o Criador do céu e daTerra. A fim de fazer isto devem obedecer à Sua lei. Diz Salomão: "Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos; porqueeste é o dever de todo homem." Ecl. 12:13. Sem a obediência a Seus mandamentos nenhum culto pode seragradável a Deus. "Este é o amor de Deus: que guardemos os Seus mandamentos." "O que desvia os seus ouvidos deouvir a lei, até a sua oração será abominável." I João 5:3; Prov. 28:9. O Grande Conflito, págs. 435 e 436.Deus não quebrará Seu concerto, nem alterará aquilo que saiu de Seus lábios. Sua Palavra permanecerá firme parasempre, tão inalterável como Seu trono. Por ocasião do juízo, este concerto será manifesto, claramente escrito com odedo de Deus; e o mundo será citado perante a barra da Justiça Infinita para receber a sentença. Profetas e Reis, 187.Quinta - Chamado ao arrependimento“A vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Jo 17:3).6. Qual é a diferença entre saber coisas a respeito de Deus e conhecer a Deus? Como essa diferença se reflete na nossavida prática? Se alguém lhe perguntasse: “Como posso conhecer a Deus?”, o que você responderia? O que as seguintespassagens ensinam sobre a importância de “conhecer o Senhor”? Êx 33:12, 13; Jr 9:23, 24; Dn 11:32; 1Jo 2:4.“Disse Moisés ao SENHOR: Tu me dizes: Faze subir este povo, porém não me deste saber a quem hás de enviar comigo; contudo,disseste: Conheço-te pelo teu nome; também achaste graça aos meus olhos. Agora, pois, se achei graça aos teus olhos, rogo-teque me faças saber neste momento o teu caminho, para que eu te conheça e ache graça aos teus olhos; econsidera que esta nação é teu povo.” (Êxodo 33:12-13 RA)“Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas; mas oque se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o SENHOR e faço misericórdia, juízo e justiçana terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR.” (Jeremias 9:23-24 RA)“Aos violadores da aliança, ele, com lisonjas, perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e ativo.”(Daniel 11:32 RA)“Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade .” (1 João2:4 RA)Uma coisa e conhecer simplesmente estudos e métodos sobre a “compreensão de Deus”, ninguém pode entender Deusse ele não se revelar. “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me amaserá amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei ou me revelarei a ele”. Jo. 14:21. Por isso é tão importanteconhecer a Deus por comunhão diária, por com Ele andar, “Antes eu te conhecia só por ouvir falar, mas agora eu te vejocom os meus próprios olhos”. Jó 42:5. Essa foi certamente a experiência que tiveram Moisés, Jeremias, Daniel e João, eagora está na nossa vez.O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento (O conhecimento aqui é do caráter de Deus, materializadonos mandamentos) "porque não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus na Terra. Sóprevalecem o perjurar, e o mentir, e o adulterar, e há homicídios sobre homicídios." Ose. 4:1-2); porque tu rejeitaste oconhecimento (Rejeitaram o caráter divino, não aceitando a comunhão com Ele), também eu te rejeitarei (Andarão doisjuntos, se não estiverem de acordo? Amós 3:3), para que não sejas sacerdote (representantes, intercessores,mediadores) diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos(por não obedecerem ao Senhor não teriam como ensinar aos filhos e esses seriam prejudicados). Ose. 4:6-7.Há os que professam possuir santidade, que se declaram santos do Senhor, que reclamam como um direito a promessade Deus, ao mesmo tempo que recusam obediência aos mandamentos de Deus. Esses transgressores da lei reclamamtudo quanto é prometido aos filhos de Deus; mas isto é presunção da parte deles, pois João nos diz que o verdadeiroamor a Deus se revelará na obediência a todos os Seus mandamentos. Não basta crer na teoria da verdade,fazer uma profissão de fé em Cristo, crer que Jesus não é um impostor, e que a religião da Bíblia não é uma fábulaartificialmente composta. "Aquele que diz: Eu conheço-O", escreveu João, "e não guarda os Seus mandamentos, émentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a Sua palavra, o amor de Deus está neleverdadeiramente aperfeiçoado: nisto conhecemos que estamos nEle." I João 2:4 e 5. "Aquele que guarda os Seusmandamentos nEle está, e Ele nele." I João 3:24.João não ensinou que a salvação devia ser adquirida pela obediência, mas que a obediência é fruto da fé edo amor. "E bem sabeis que Ele Se manifestou para tirar os nossos pecados", disse, "e nEle não há pecado. Qualquerque permanece nEle não peca; qualquer que peca não O viu nem O conheceu." I João 3:5 e 6. Se estivermos emCristo, se o amor de Deus estiver no coração, nossos sentimentos, pensamentos e ações estarão emharmonia com a vontade de Deus. O coração santificado está em harmonia com os preceitos da lei de Deus. Atos dosApóstolos, 562-563. ramos@advir.com
  5. 5. Sexta - Conclusão: Em “Adultério espiritual” aprendi que …Domingo - Uma estranha ordem: “Quando, pela primeira vez, falou o Senhor por intermédio de Oseias, então, oSenhor lhe disse: Vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu,desviando-se do Senhor. Foi-se, pois, e tomou a Gômer, filha de Diblaim, e ela concebeu e lhe deu um filho” (Os 1:2, 3).Isaías andou três anos despido e descalço para simbolizar o que aconteceria com os prisioneiros egípcios e os exiladosda Etiópia, advertindo a Israel para que não colocassem sua confiança no Egito. Isaías 20:1-6; Jeremias fez um jugo comcordas e madeira e colocou sobre o pescoço e enviou às nações, revelando que o Senhor entregaria todas estas terras aopoder de Nabucodonosor, rei da Babilônia. Jeremias 27:1-7; Ezequiel tomou um tijolo, e desenhou nele a cidade deJerusalém, colocou cerco sobre ela, e assim seria cercada; isto servirá de sinal para a casa de Israel, e se deitou sobre ainiquidade de Israel e Judá levando sobre si as iniquidades delas. Ezequiel 4:1-6.Segunda - O povo de Deus em sua maioria não reconhecia que era o Senhor que lhes concedia todos os seus benefícios(mesmo erro repetido na atualidade) Tiago 1:17. E por causa da idolatria (que é comparar, não valorizar e substituir oDeus altíssimo pelo seus próprios interesses, que é egoismo e Traição espiritual Êxo. 20: 1-3) atribuindo suas bençãosaos falsos deuses, o Senhor os deixariam experimentar a dificuldade de se manterem, pois os “deuses” a quembuscavam não tinha o que oferecer (Jer. 3:21; 12:11; 13:25; 18:15-16) “andaram atrás de seus amantes, mas de mim seesqueceram, diz o SENHOR”. Oséias 2:8-13."Eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso." A íntima e sagrada relação de Deus para com Seu povo é representada sob afigura do casamento. Sendo a idolatria o adultério espiritual, é o desprazer de Deus contra a mesma apropriadamentechamado ciúme. Patriarcas e Profetas, 306.Terça - O Contexto é que a idolatria do Israel é simbolizada pela infidelidade de Gomer, 2: 2-13. E o amor de Oseias porGomer, e simbolizado pelo amor de Deus, e de sua Promessa de restauração para com o Israel, 2:14-23.Deus tem como objetivo atrair perdoar e restaurar o relacionamento, e a felicidade que Seu povo tinha com Ele antes dese envolver com a infidelidade (que é a traição à aliança ou pacto).O custo do perdão para Deus foi a morte de Seu Filho amado. “Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristomorreu por nós, sendo nós ainda pecadores”. Rom. 5:8-10. (Hb 9:15; 1Pe 3:18; [Jo 3:16]; [Hb 9:28]; [1Jo 4:9]; Mat. 3:17;17:5; Lc 9:35; Cl 1:13; 2Pe 1:17; Mc 1:11; Mc 9:7);Para Oseias, custou o preço de quinze barras de prata e cento e cinquenta quilos de cevada, para libertar a mulher quealém de adúltera se tornou também escrava, e sua grande tristeza por ver as condições dela e de Israel, a vergonhadiferente do que muitos imaginam não caia sobre o profeta e sim sobre gomer e sobre Israel, portanto nem um delestinha como interpretar mal, discriminar ou zombar de Oseias. Ao fiel o Senhor da promessa que não serão nemenvergonhados e nem confundidos. Isa. 50:7-10; 41:11; Sal 35:4; 40:14; Sl 70:2; [Jr 17:18].Quarta - Tiago deixa a orientação contra as riquezas adquiridas através da injustiça, que são usadas pelo inimigo comouma Acusação contra Israel e é um testemunho contra vós mesmos e há de devorar, como fogo, as vossas carnes,pois tesouros acumulastes nos últimos dias contrariamente ao conselho divino. Apoc. 13:15-17. Vivem regaladamentesobre a terra; dando-se aos prazeres; engordando o vosso coração, em dia de matança (de grande perigo); Agindo assimestão condenado e matado o justo (por deixa-lo sem condições mínimas), sem que ele vos faça resistência. Tiago 5:1-7.O Apocalipse traça o mesmo paralelo orientando contra a falsa adoração, que leva a uma falsa santificação, que naprática se materializa em engano, injustiça e opressão, exatamente o oposto da adoração ao Deus Criador, redentor eMantenedor da vida. Apoc. 14:6-12.E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.Dt 6:5; Dt 10:12; Dt 30:6; Lc 10:27; Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amaráso teu próximo como a ti mesmo. Lv 19:18; Mc 12:31; Rm 13:9; Gl 5:14; Ef 5:2; 1Ts 4:9; Tg 2:8; [Mt 19:19]; [Jo 13:34]; [Jo15:12]; [1Jo 3:23]; [1Jo 4:21]; Desses dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mat. 22:37-40.Quinta - Uma coisa e conhecer simplesmente estudos e métodos sobre a “compreensão de Deus”, ninguém podeentender Deus se ele não se revelar. “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; eaquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei ou me revelarei a ele”. Jo. 14:21. Por isso étão importante conhecer a Deus por comunhão diária, por com Ele andar, “Antes eu te conhecia só por ouvir falar, masagora eu te vejo com os meus próprios olhos”. Jó 42:5. Essa foi certamente a experiência que tiveram Moisés, Jeremias,Daniel e João, e agora está na nossa vez.O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento (O conhecimento aqui é do caráter de Deus, materializadonos mandamentos) "porque não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus na Terra. Só prevalecem operjurar, e o mentir, e o adulterar, e há homicídios sobre homicídios." Ose. 4:1-2); porque tu rejeitaste o conhecimento(Rejeitaram o caráter divino, não aceitando a comunhão com Ele), também eu te rejeitarei (Andarão dois juntos, se nãoestiverem de acordo? Amós 3:3), para que não sejas sacerdote (representantes, intercessores, mediadores) diante demim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos (por não obedecerem aoSenhor não teriam como ensinar aos filhos, e esses seriam prejudicados). Ose. 4:6-7. Por isso o senhor faz um Chamadoao arrependimento para que se voltem ao favor divino. ramos@advir.com

×