Os mortos em Cristo (1Ts 4:13-18)Lição 8                                                                                  ...
eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aosoutro...
Quando Cristo vier reunir para Si os que foram fiéis, soará a última trombeta, e toda a Terra, dos cumes das mais altasmon...
Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando elesc...
preparar lugar, voltarei e vos receberei para Mim mesmo, para que, onde Eu estou, estejais vós também." João14:1-3.Ele não...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os mortos em Cristo (1Ts 4:13-18)_Resumo_Lição_832012_da Escola Sabatina

1.718 visualizações

Publicada em

https://www.facebook.com/gerson.g.ramos

https://twitter.com/@ramosgerson7

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.718
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os mortos em Cristo (1Ts 4:13-18)_Resumo_Lição_832012_da Escola Sabatina

  1. 1. Os mortos em Cristo (1Ts 4:13-18)Lição 8 18 a 25 de agosto VERSO PARA MEMORIZAR:“Porquanto o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro” (1Ts 4:16).… Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nosares, e assim estaremos sempre com o Senhor." E acrescenta: "Consolai-vos uns aos outros com estas palavras." I Tess.4:16-18. … Paulo aponta a seus irmãos a futura vinda do Senhor, quando os grilhões do túmulo serão quebrados, e os"mortos em Cristo" ressuscitarão para a vida eterna. Grande Conflito, p. 548.Chegará a hora; não está muito distante, e alguns de nós que agora cremos estarão vivos sobre a Terra everão confirmar-se a predição, e ouvirão a voz do arcanjo e a trombeta de Deus ecoar de montanhas, deplanícies e do mar às partes mais longínquas da Terra. Review and Herald, 31 de julho de 1888.Objetivo: Ter como firme fundamento em nossa vida a promessa da segunda vinda de Cristo, entendendo a forma comoocorrerá, o preparo que devemos ter, e os benefícios que isso já nos traz e ainda trará. Domingo: A situação em Tessalônica 1. Leia 1 Tessalonicenses 4:13-18. Com base nos indícios dessa passagem, que falsas crenças na igreja de Tessalônicatrouxeram sofrimento desnecessário àqueles que as sustentavam?I Tess. 4:13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que nãovos entristeçais como os outros que não têm esperança. 14 Porque, se cremos que Jesus morreu eressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modoalgum precederemos os que já dormem. 16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz doarcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, osque ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares,e assim estaremos para sempre com o Senhor. 18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.- Os tessalonicenses estavam ainda ignorantes quanto ao estado dos mortos, imaginavam que os que morriam antes davinda de Jesus, perdiam assim a bênção que eles aguardavam, do encontro com o Salvador prestes a voltar. Sendoseparados de seus entes queridos, com angústia, chegaram a pensar que tinham visto pela última vez o rosto de seusmortos, quase não ousando esperar encontrá-los na vida futura.Em sua primeira epístola aos crentes de Tessalônica, Paulo procurou instruí-los sobre o verdadeiro estadodos mortos. Falou dos que morrem como estando dormindo - em estado de inconsciência: "Não quero, porém,irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais,que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que emJesus dormem, Deus os tornará a trazer com Ele. ... Porque o mesmo Senhor descerá do Céu com alarido, e comvoz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, osque ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares ,e assim estaremos sempre com o Senhor." I Tess. 4:13-17.Os tessalonicenses tinham-se apegado com avidez à ideia de que Cristo havia de vir para transformar osfiéis que estivessem vivos, levando-os com Ele. Haviam cuidadosamente guardado a vida de seus amigos,para que não morressem e perdessem assim a bênção que eles aguardavam, do encontro com o Salvadorprestes a voltar. Porém um após outro, foram seus amados separados deles. Com angústia, ostessalonicenses tinham contemplado pela última vez o rosto de seus mortos, quase não ousando esperarencontrá-los na vida futura. Atos dos Apóstolos, pp. 257-258. Segunda: Tristeza e falta de esperança (1Ts 4:13) 2. De acordo com 1 Tessalonicenses 4:13, qual foi o propósito de Paulo ao escrever os versos 13-18? Por que esse texto devesignificar tanto para nós?- Paulo ensinava agora aos irmãos, para que não fossem ignorantes acerca dos que já dormiram, e não seentristecessem, como os demais, que não têm esperança, tinham a promessa divina da segunda vinda de Jesus e “secremos que Ele morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazerjuntamente com ele”.Que vos confortem as palavras de Paulo: "Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos quejá dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos queJesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com Ele. Dizemo-vos,pois, isto, pela Palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os quedormem. Porque o mesmo Senhor descerá do Céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e osque morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos. e-mail: ramos@advir.com
  2. 2. eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aosoutros com estas palavras." I Tess. 4:13-18.Não somos como os gentios, que passam dias e noites em lamentações, quando não se ouve nada senãotristes cânticos pelos mortos, com o fim de despertar simpatia humana. Não devemos cobrir-nos de vestesde luto e apresentar semblante lamentoso, como se nossos amigos e parentes tivessem partido de nós parasempre. João exclama: "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a féde Jesus. E ouvi uma voz do Céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem noSenhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam." Apoc. 14:12 e 13.Quão apropriadas são as palavras de João no caso destes queridos que dormem em Jesus! O Senhor os amava, e aspalavras por eles proferidas quando em vida, os trabalhos de amor que hão de ser lembrados, serão repetidos por outros.Sua fervorosa sinceridade na causa de Deus, deixa um exemplo a ser seguido por outros, pois o Espírito Santo nelesoperou tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade."E, se o Espírito dAquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, Aquele que dos mortos ressuscitou aCristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo Seu Espírito que em vós habita." Rom. 8:11. Oh! quãopreciosas são estas palavras a toda alma contristada! Cristo é nosso Guia e Confortador, que nos conforta em todas astribulações. Quando Ele nos dá a sorver um trago amargo, também chega aos nossos lábios uma taça de bênçãos. Eleenche o coração de submissão, de alegria e paz ao crermos, e nos habilita a dizer, submissos: Não minha, mas Tuavontade, Senhor, seja feita! "O Senhor o deu, e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor." Jó 1:21. Com estasubmissão, ressurge a esperança, e a mão da fé se apodera da mão do poder infinito. "Aquele que dos mortosressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo Seu Espírito que em vós habita." Rom. 8:11.Os mesmos corpos que são semeados em corrupção, ressurgirão em incorrupção. Aquilo que é semeado emdesonra, ressurgirá em glória; semeado na fraqueza, se levantará em poder; semeado corpo natural,ressurgirá corpo espiritual. Os corpos mortais são vivificados por Seu Espírito, que habita em vós.Cristo reivindica como Seus, todos aqueles que creram em Seu nome. O poder vitalizante do Espírito de Cristo, ahabitar no corpo mortal, liga a Jesus Cristo toda a alma crente. Os que crêem em Jesus são sagrados ao Seucoração; pois sua vida está escondida com Cristo em Deus. Sairá, do Doador da vida, a ordem: "Despertai eexultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos." Isa.26:19.O Doador da vida chamará a Sua adquirida possessão, quando da ressurreição primeira, e até aquela horatriunfante, quando há de soar a última trombeta e o vasto exército ressurgirá para a vitória eterna, todosanto que dorme será conservado em segurança, guardado como joia preciosa, conhecido de Deus pornome. Pelo poder do Salvador que neles habitou quando vivos e por terem sido participantes da naturezadivina, são ressurgidos dentre os mortos.Cristo dizia ser o Unigênito do Pai, mas os homens, envoltos na descrença, entrincheirados no preconceito, negaram oSanto e Justo. Foi acusado de blasfêmia, e condenado a morte cruel, mas partiu as cadeias do túmulo, e triunfante surgiudentre os mortos, e sobre o fendido sepulcro de José, declarou: "Eu sou a ressurreição e a vida." João 11:25. Todo opoder, no Céu e na Terra nEle se achava investido, e os justos também ressurgirão da tumba, livres emJesus. Serão considerados dignos de alcançar aquele mundo, e a ressurreição dos mortos. "Então os justosresplandecerão como o Sol, no reino de seu Pai." Mat. 13:43.Que manhã gloriosa não será a manhã da ressurreição! Que cena maravilhosa se abrirá quando Cristo vier, para Se fazeradmirado em todos os que crêem! Todos os que foram participantes da humilhação e sofrimentos de Cristo serãoparticipantes de Sua glória. Pela ressurreição de Cristo, todo santo crente que adormece em Jesus, sairá, triunfante, deseu cárcere. Os santos ressurgidos proclamarão: "Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tuavitória?" I Cor. 15:55. …Jesus Cristo triunfou sobre a morte e rompeu os grilhões do túmulo, e todos os que no túmulo dormemparticiparão da vitória; sairão das sepulturas, como fez o Vencedor. … Mensagens Escolhidas, vol. 2 pp. 269-272. Terça: Morte e ressurreição (1Ts 4:14) 3. Que esperança Paulo oferece em relação aos que já morreram? 1Ts 4:14Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em suacompanhia, os que dormem. (1 Ts 4:14)“Muitos dão a esta passagem a interpretação de que os que dormem serão trazidos com Cristo do Céu; mas Paulo quisdizer que, assim como Cristo ressuscitou dos mortos, também Deus chamará de suas sepulturas os santos que dormem eos levará consigo para o Céu” Atos dos Apóstolos, p. 259.- Jesus morreu e ressuscitou, e Deus através de cristo trará os que dormem a vida, para estarem em Sua companhia portoda eternidade.Para o crente, Cristo é a ressurreição e a vida. Em nosso Salvador é restaurada a vida que se perderamediante o pecado; pois Ele possui vida em Si mesmo, para vivificar a quem quer. Acha-Se investido dopoder de dar imortalidade. A vida que Ele depôs na humanidade, retoma, e dá à humanidade. O Desejado deTodas as Nações, págs. 786 e 787. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos. e-mail: ramos@advir.com
  3. 3. Quando Cristo vier reunir para Si os que foram fiéis, soará a última trombeta, e toda a Terra, dos cumes das mais altasmontanhas aos mais baixos recantos das minas mais profundas, a ouvirá. Os justos mortos ouvirão o som da últimatrombeta e sairão de suas sepulturas, para ser revestidos da imortalidade e encontrar-se com o seu Senhor.Eventos Finais, págs. 277 e 278.Todos os preciosos mortos, desde o justo Abel ao último santo que morreu, acordarão para a gloriosa vidaimortal. SDA Bible Commentary, vol. 5, pág. 1.110. 4. Como 1 Coríntios 15:20-23, 51-58 nos ajuda a entender a ideia de 1 Tessalonicenses 4:14?Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem. Visto que a morteveio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Porque, assim como, em Adão, todosmorrem, assim também todos serão vivificados em Cristo. Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, asprimícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. (1 Cor. 15:20-23)Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir efechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremostransformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal serevista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir deimortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tuavitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus,que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes,inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão. 1 Cor. 15:51-58Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os quedormem. (1 Ts 4:14)- O Salvador saiu do sepulcro pela vida que havia em Si mesmo. Cristo ressurgiu dos mortos como as primícias dos quedormem na Sua ressurreição abriu o caminho da vitória sobre a morte, e em Sua segunda vinda, quando a trombeta soar,os justos mortos ressuscitarão incorruptíveis.Quando foi ouvida no túmulo de Cristo a voz do poderoso anjo, dizendo: "Teu Pai Te chama", o Salvador saiu dosepulcro pela vida que havia em Si mesmo. Provou-se então a verdade de Suas palavras: "Dou a Minha vida paratornar a tomá-la. ... Tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la." João 10:17 e 18. Então se cumpriu aprofecia que fizera aos sacerdotes e príncipes: "Derribai este templo, e em três dias o levantarei." João 2:19.Sobre o fendido sepulcro de José, Cristo proclamara triunfante: "Eu sou a ressurreição e a vida." Essas palavras sópodiam ser proferidas pela Divindade. Todos os seres criados vivem pela vontade e poder de Deus. São dependentesdepositários da vida de Deus. Do mais alto serafim ao mais humilde dos seres vivos, todos são providos da Fonte da vida.Unicamente Aquele que é um com Deus, podia dizer: "Tenho poder para a dar [a vida], e poder para tornar a tomá-la." João 10:18. Em Sua divindade possuía Cristo o poder de quebrar as algemas da morte.Cristo ressurgiu dos mortos como as primícias dos que dormem. Era representado pelo molho movido, eSua ressurreição teve lugar no próprio dia em que o mesmo devia ser apresentado perante o Senhor. Pormais de mil anos esta simbólica cerimônia fora realizada. Das searas colhiam-se as primeiras espigas de grãos maduros,e quando o povo subia a Jerusalém, por ocasião da páscoa, o molho das primícias era movido como uma oferta deações de graças perante o Senhor. Enquanto essa oferenda não fosse apresentada, a foice não podia sermetida aos cereais, nem estes ser reunidos em molhos. O molho dedicado a Deus representava a colheita.Assim Cristo, as primícias, representava a grande colheita espiritual para o reino de Deus. Sua ressurreiçãoé o tipo e o penhor da ressurreição de todos os justos mortos. "Porque, se cremos que Jesus morreu eressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com Ele." I Tess. 4:14. O Desejado deTodas as Nações, pp. 785 e 786. Quarta: Ressuscitar em Cristo (1Ts 4:15, 16) 5. De acordo com Paulo, o que acontecerá quando Cristo voltar? 1Ts 4:15, 16; Ap 1:7; Mt 24:31; Jo 5:28, 29; At 1:9-11- Os mortos em Cristo ressuscitarão.Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modoalgum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz doarcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; 1 Ts 4:15-16- Todo olho o verá, e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele.Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra selamentarão sobre ele. Certamente. Amém! (Apoc. 1:7)- Reunirá seus Escolhidos.E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatroventos, de uma a outra extremidade dos céus. (Mat. 24:31)- Ele voltará de modo literal e corpóreo, como fez ao subir ao céu. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos. e-mail: ramos@advir.com
  4. 4. Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando elescom os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhesdisseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céuvirá do modo como o vistes subir. (Atos 1:9-11)- Sua vinda ultrapassará em glória a tudo que os olhos já tenham contemplado.Cristo virá nas "nuvens do céu, com poder e grande glória". Quem O há de... receber em paz? Quem estará entre onúmero daqueles a quem se aplicam as palavras: "Quando vier para ser glorificado nos Seus santos e para se fazeradmirável, naquele dia, em todos os que crêem?" II Tess. 1:10.Esse acontecimento é chamado a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso SenhorJesus Cristo. Sua vinda ultrapassará em glória a tudo que os olhos já tenham contemplado. Em muito excedente a tudoque a imaginação já tenha concebido, será a Sua revelação em pessoa, nas nuvens celestes. Mostrar-se-á então umcontraste perfeito com a humildade que condicionou Seu primeiro advento. Naquela ocasião veio como o Filho do Deusinfinito, mas Sua glória foi encoberta pelas vestes da humanidade. Veio daquela vez sem nenhuma distinção mundana derealeza, sem nenhuma visível manifestação de glória; mas ao aparecer pela segunda vez, virá com Sua própria glória e aglória do Pai, e acompanhado pelos exércitos angelicais do Céu. Em lugar daquela coroa de espinhos que Lhe feriu afronte, usará uma coroa de glória. Não mais Se veste com os trajes da humildade, com o velho manto real que Lheimpuseram os escarnecedores. Não: Virá envergando vestes mais brancas que o mais alvo branco. Em Suas vestes e naSua coxa, está escrito este nome: "Rei dos reis e Senhor dos senhores." Apoc. 19:16.Como representante de Deus, Cristo apareceu em carne humana. Embora em forma de homem, era Filho de Deus, e aomundo foi dada uma oportunidade de ver como trataria a Deus. Declarou Cristo: "Quem Me vê a Mim vê o Pai." João 14:9.Quando, porém, vier segunda vez, a divindade não se achará mais encoberta. Virá como Alguém igual a Deus, como SeuFilho amado, Príncipe do Céu e da Terra. É também Redentor do Seu povo, Doador da vida. A glória do Pai e a do Filho,ver-se-á então, são uma e a mesma coisa. Sua declaração de ser Um com o Pai achar-se-á então comprovada. Sua glóriaé a do Filho, e é também a de Deus. Então será Ele glorificado na presença de Seus anciãos. (Isa. 24:23.) Carta 90, 1898. Quinta: Consolem uns aos outros (1Ts 4:13, 17, 18) 6. Leia 1 Tessalonicenses 4:13, 17, 18. Qual é o objetivo final dessa passagem sobre a segunda vinda de Jesus?I Tess. 4:13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vosentristeçais como os outros que não têm esperança. 14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assimtambém aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. 15 Dizemo-vos, pois,isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algumprecederemos os que já dormem. 16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, aosom da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivosseremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos parasempre com o Senhor. 18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.- O Objetivo de Paulo aqui é trazer Instrução, alegria, consolação e confiança de vida eterna a seus leitores.Ao ser a epístola de Paulo aberta e lida, grande alegria e consolação foi levada à igreja pelas palavras querevelavam o verdadeiro estado dos mortos. Paulo mostrava que os que estivessem vivos quando Cristo voltassenão iriam ao encontro do seu Senhor precedendo aos que tinham sido postos a dormir em Jesus. A voz do Arcanjo e atrombeta de Deus alcançariam os que estivessem dormindo, e os mortos em Cristo ressuscitariam primeiro, antesque o toque de imortalidade fosse dado aos vivos. "Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatadosjuntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto,consolai-vos uns aos outros com estas palavras." I Tess. 4:16 e 17.A esperança e alegria que esta afirmação levou à jovem igreja de Tessalônica mal pode ser por nósapreciada. Eles creram na carta que lhes foi enviada por seu pai no evangelho, apreciaram-na e seu coraçãose comoveu de amor por Paulo. Ele lhes havia falado antes dessas coisas; mas nesse tempo a mente deles tinhadificuldade em compreender doutrinas que pareciam novas e estranhas, e não surpreende que a força de alguns pontosnão lhes tivesse ficado vividamente impressa na mente. Mas eles estavam famintos da verdade, e a epístola dePaulo deu-lhes nova esperança e alento, e mais firme fé em Cristo, e mais profunda afeição por Aquele quepor intermédio de Sua morte tinha trazido à luz vida e imortalidade.Agora eles se regozijavam em saber que seus amigos crentes haveriam de ressuscitar da sepultura, a fimde viver para sempre no reino de Deus. As trevas que tinham envolvido o lugar de repouso dos mortos foradispersada. Um novo esplendor coroava a fé cristã, e eles viram uma nova glória na vida, morte eressurreição de Cristo. Atos dos Apóstolos, pp. 258-259. 7. Que aspectos importantes da segunda vinda de Jesus não são abrangidos em 1 Tessalonicenses 4:16, 17? Jo 14:1-3; Mt24:31; At 1:9-11Nosso Salvador não deixou dúvida quanto à maneira de Seu retorno.- Voltará e nos receberá para estarmos para sempre com Ele.Nosso Salvador virá outra vez. Antes de partir, Ele mesmo anunciou aos discípulos a promessa de Seu retorno: "Não seturbe o vosso coração. ... Na casa de Meu Pai há muitas moradas. ... Vou preparar-vos lugar. E, quando Eu for e vos Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos. e-mail: ramos@advir.com
  5. 5. preparar lugar, voltarei e vos receberei para Mim mesmo, para que, onde Eu estou, estejais vós também." João14:1-3.Ele não deixou dúvida quanto à maneira de Seu retorno: "Quando vier o Filho do Homem na Sua majestade e todos osanjos com Ele, então, Se assentará no trono da Sua glória; e todas as nações serão reunidas em Sua presença." Mat.25:31 e 32.Cuidadosamente Cristo os advertiu contra os enganos: "Portanto, se vos disserem: Eis que Ele está no deserto!, nãosaiais. Ou: Ei-lo no interior da casa!, não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra até noOcidente, assim há de ser a vinda do Filho do Homem." Mat. 24:26 e 27.Essa advertência é para nós. Hoje, falsos mestres estão dizendo: "Eis que Ele está no deserto!", e milhares têm saído aodeserto na esperança de encontrar Jesus ali. Outros milhares que afirmam manter contato com os espíritos dos mortos,declaram que Ele está "no interior da casa". Mat. 24:26. Essa é a afirmação feita pelo espiritismo.Cristo, porém, disse: "Não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra até no Ocidente, assimhá de ser a vinda do Filho do Homem." Mat. 24:26 e 27.- Jesus voltará assim como foi visto subir e todo o olho o verá.Por ocasião de Sua ascensão, os anjos explicaram aos discípulos como Jesus viria outra vez: "assim virá do modo comoO vistes subir." Atos 1:11. Ele subiu ao Céu corporalmente e eles O viram quando separou-Se deles e foi envolvido poruma nuvem. Ele voltará sobre uma grande nuvem branca e "todo olho O verá". Apoc. 1:7. Vida de Jesus, pp. 173-175- Os Salvos serão reunidos.E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatroventos, de uma a outra extremidade dos céus. (Mat. 24:31)- As glórias da restauração.Em torno de Sua vinda agrupam-se as glórias daquela "restauração de tudo", de que "Deus falou pela boca de todos osSeus santos profetas desde o princípio". Atos 3:21. Quebrar-se-á então o prolongado domínio do mal; "os reinos domundo" tornar-se-ão "de nosso Senhor e de Seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre". Apoc. 11:15. O GrandeConflito, págs. 300 e 301. Sexta: Estudo adicionalConclusão: Em “Os mortos em Cristo” (1Ts 4:13-18) aprendi que ...- É vital ter como firme fundamento em nossa vida a promessa da segunda vinda de Cristo, entendendo a forma comoocorrerá, o preparo que devemos ter, e os benefícios que isso já nos traz, e ainda trará.- A situação em Tessalônica nos mostra a importância de conhecer bem o principio divino que sempre traz Instrução,alegria, consolação e esperança de vida eterna.- A Tristeza e falta de esperança acerca dos que já dormiram, não deve mais fazer parte de nossa vida comoacontece aos demais, que não têm esperança, temos a promessa divina da segunda vinda de Jesus que “se cremos queEle morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algumprecederemos os que já dormem. Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao somda trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremosarrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com oSenhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. I Tess. 4:14-18.- Morte e ressurreição: O Salvador saiu do sepulcro pela vida que havia em Si mesmo. Cristo ressurgiu dos mortoscomo as primícias dos que dormem, na Sua ressurreição abriu o caminho da vitória sobre a morte, e em Sua segundavinda, quando a trombeta soar, os justos mortos ressuscitarão incorruptíveis, trará os que dormem a vida, para estaremem Sua companhia por toda eternidade.- Em Ressuscitar em Cristo vimos que os mortos em Cristo ressuscitarão por ocasião de Sua segunda vinda a estáTerra, todo olho o verá, e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Seus anjos reunirá seus escolhidos. Ele voltaráde modo literal e corpóreo, como fez ao subir ao céu. Sua vinda ultrapassará em glória a tudo que os olhos já tenhamcontemplado.- Consolem uns aos outros com as boas novas, nosso salvador e vitorioso sobre a morte, e nos concede vida eterna,voltará e nos receberá para estarmos para sempre com Ele.O Doador da vida chamará a Sua adquirida possessão, quando da ressurreição primeira, e até aquela hora triunfante,quando há de soar a última trombeta e o vasto exército ressurgirá para a vitória eterna, todo santo que dorme seráconservado em segurança, guardado como joia preciosa, conhecido de Deus por nome. Pelo poder do Salvador que neleshabitou quando vivos e por terem sido participantes da natureza divina, são ressurgidos dentre os mortos. MensagensEscolhidas, vol. 1, p. 271. Pedidos, Dúvidas, Críticas, Sugestões: Gerson G. Ramos. e-mail: ramos@advir.com

×