O santuário celestial_Resumo_142013

349 visualizações

Publicada em

O Objetivo do resumo da lição não é substituí-la, pelo contrário e dar mais amplitude ao estudo do tema.
A ideia e colocar os textos bíblicos diretos que respondam as questões da lição, somados aos escritos de Ellen White que dão luz sobre o assunto, eu procuro comentar o mínimo possível, só detalhes referentes as questões e algumas definições todas neste tom de azul, pois se os textos forem realmente claros, que é intenção, não há necessidade de ficar comentando, e a aplicação, como e mais extensa, procuro fazer na nossa classe.
“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.
Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2. 
Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O santuário celestial_Resumo_142013

  1. 1. Lições Adultos O Santuário Lição 1 - O santuário celestial 28 de setembro a 5 de outubro Sábado à tarde - “Ouve Tu nos Céus, lugar da Tua habitação, a sua prece e a sua súplica e faze-lhes justiça.” 1Rs 8:49. “A morada do Rei dos reis, em que milhares de milhares O servem, e milhões de milhões estão em pé diante dEle (Dn 7:10), sim, aquele templo, repleto da glória do trono eterno, onde serafins, seus resplandecentes guardas, velam a face em adoração – não poderia encontrar na estrutura mais magnificente que hajam erigido as mãos humanas, senão pálido reflexo de sua imensidade e glória. Contudo, importantes verdades relativas ao santuário celestial e à grande obra ali levada a efeito pela redenção do homem, eram ensinadas pelo santuário terrestre e seu culto”. O Grande Conflito, 414. Objetivo: Confirmar que o amor de Deus é também manifesto através do santuário celeste, de onde se origina a intercessão, o perdão, e a purificação do pecado. ❉ Domingo - A habitação de Deus Ano Bíblico: Zc 1–4 1. Leia 1 Reis 8:49 e Salmo 102:19. Onde Deus habita? O que isso significa? É possível entender essa questão? ouve, então, nos céus, assento da tua habitação, a sua oração e a sua súplica, e faze-lhes justiça.1 Reis 8:49. RC Tabernáculo: heb. generalmente zôhel, "tenda"; mishkân [do verbo shâkan, "morar"], "morada [recinto]"; gr. generalmente sken', "tenda", "compartimento", "alojamento", "morada" “habitação”. porquanto olhara desde o alto do seu santuário; desde os céus, o SENHOR observou a terra. Sl 102:19. RC Santuário: heb. miqdash, "lugar sagrado", "santuário"; qôdesh, "o que é santo", "[lugar] santo", "[coisas] santas" [ambas as palavras provem do verbo qâdash, "por à parte", quer dizer separar, apartar algo de seu uso comum; gr. háguios, "o que é santo", "santuário". Estando em angústia, invoquei ao SENHOR e a meu Deus clamei; do seu templo ouviu ele a minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos. 2 Sm. 22:7. RC Templo: Heb. y aram. hêkal (um térmo derivado de sum. -ac. Ekallu é uma antiga palavra suméria. E-GAL significa "palácio", "templo" o, literalmente, "casa grande"). Em 2 Sm. 22:7 a palavra E-GAL e usada para se mencionar o Templo Celeste como “a casa do Senhor” cf. Dt 26:15; Sl 68:5; Jr 25:30; Zc 2:13. A natureza e função do santuário terrestre nos ajuda a entender e aplicar as lições do santuário celestial SANTUÁRIO TERRESTRE SANTUÁRIO CELESTIAL Lugar da habitação de Deus (Ex 25:8; Sl 11:4; Sl 103:19; 113:5, 6) Lugar da habitação de Deus (I Rs 8:30, 43, 49; Sl 11:4; Ap 4:2-7) lugar de encontro e santificação (Ex 29:42,43) lugar de encontro e santificação (Ap 7:9, 11, 14-15) lugar de Louvor e Adoração (Sl 95:2, 6; 42:4) lugar de Louvor e Adoração (Sl 29:1-2, 9; 103:19-22; Ap 7:11, 12) Lugar do qual Deus governa (Sl 99:1; 96:9 e 10; Ex 25) Lugar do qual Deus governa (Sl 11:4; 33:13, 14; 18:6, 9) Lugar de onde se concede perdão (Lv 4:27-31) Lugar de onde se concede perdão (I Rs 8:30, 39; Hb 7:25; I Jo 2:1, 2) Lugar purificado com sangue de animais (Lv Cap. 1 ao 7; Dt 12:26-28) Santuário do antigo concerto Lugar purificado com o sangue de Jesus (I Co 11:25; Hb 8:12-13; 12:24) Santuário do novo concerto ramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. Deus habita no Céu o que significa na prática “lugar elevado”, “superior”, estou usando aqui o heb. miqdash, "lugar sagrado", "santuário", é o verbo heb. qâdash, "por à parte", quer dizer separar algo de seu uso comum; gr. háguios, "o que é santo", "santuário". “assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade e cujo nome é Santo: Em um alto e santo lugar habito”. Is 57:15. "Quem é como o Senhor, nosso Deus, que habita nas alturas; Que Se curva para ver o que está nos céus e na Terra?" Sl 113:5 e 6. Porque de fato “Eis que os céus e até o céu dos céus te não poderiam conter.” 1Rs 8:27. cf. 2Cr 2:6; 6:18. “Porventura, não encho eu os céus e a terra? - diz o SENHOR. Jr 23:23, 24. cf. 1 Rs 8:27; Is 66:1; At 7:48-50; 17:24. “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” Jo 4:24. E em espírito tem o desejo de habitar em nós “no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito.” Ef 2:21-22. cf. Ef 4:16; 1Co 3:16-17; 2Co 6:16; 2Co 6:16; Hb 3:6; 1Pe 2:5. “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito.” Is 57:15. “o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus.” 1Co 6:19. “porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós.” 1Co 3:17. Oh! quão pouco o homem compreende da perfeição de Deus, de Sua onipresença unida com Seu poder onipotente! … Infelizmente, temos ideias demasiado vulgares e comuns. "Eis que os céus, e até o Céu dos céus, não Te podem conter." I Reis 8:27. Que ninguém se aventure a limitar o poder do Santo de Israel. Há conjeturas e perguntas acerca da obra de Deus. "Tira as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é terra santa." Êxo. 3:5. Mensagens Escolhidas, v. 3. p. 312. ❉ Segunda - Sala do trono Ano Bíblico: Zc 5–8 2. O que a Bíblia ensina sobre Deus e Seu trono? Sl 47:6-9; 93:1, 2; 103:19 Ofereçam música a Deus, cantem louvores! Ofereçam música ao nosso Rei, cantem louvores! 7 Pois Deus é o rei de toda a terra; cantem louvores com harmonia e arte. 8 Deus reina sobre as nações; Deus está assentado em seu santo trono. 9 Os soberanos das nações se juntam ao povo do Deus de Abraão, pois os governantes da terra pertencem a Deus; ele é soberanamente exaltado. Sl 47:6-9. NVI Deus é o supremo soberano, o Rei dos Reis e Senhor dos senhores (Dt 10:17; 1Tm 6:15; Ap 17:15; 19:16); Ele Se assenta no Seu trono eterno. Is 57:15; Sl 93:1. Trono é simbolo de; realeza, soberania, governo, domínio, autoridade e juízo. “Ao que está assentado sobre o trono e ao Cordeiro sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre.” Ap 5:13. “Deus reina sobre as nações; Deus está assentado em seu santo trono. Os soberanos das nações se juntam ao povo do Deus de Abraão, pois os governantes da terra pertencem a Deus; ele é soberanamente exaltado.” Sl 47:8-9. “O Senhor reina! Vestiu-se de majestade; de majestade vestiu-se o Senhor e armou-se de poder! O mundo está firme e não se abalará. O teu trono está firme desde a antiguidade; tu existes desde a eternidade.” Sl 93:1. “O Senhor estabeleceu o seu trono nos céus, e como rei domina sobre tudo o que existe.” Sl 103:19. “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.” Ap 3:21. 3. Quais são as características do caráter e do governo de Deus? Sl 89:14; 97:2 As características do caráter e do governo de Deus são; retidão e Justiça “Justiça e juízo são a base do teu trono”. Sl 89:14; 97:2. Amor e fidelidade “misericórdia e verdade vão adiante do teu rosto.” Sl 89:14. cf. Sl 97:2; Sl 85:13. No templo celestial, morada de Deus, acha-se o Seu trono, estabelecido em justiça e juízo. Cristo em seu Santuário, 89. Por meio de Jesus, foi a misericórdia divina manifesta aos homens; a misericórdia, no entanto, não pôs de parte a justiça. A lei revela os atributos do caráter de Deus, e nem um jota ou til da mesma se podia mudar, para ir ao encontro do homem em seu estado caído. Deus não mudou Sua lei, mas sacrificou-Se a Si mesmo em Cristo, para redenção do homem. "Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo." II Cor. 5:19. … O amor de Deus tem-se expressado tanto em Sua justiça como em Sua misericórdia. A justiça é o fundamento de Seu trono, e o fruto de Seu amor. Era o desígnio de Satanás divorciar a misericórdia da verdade e da justiça. Buscou provar que a justiça da lei divina é um inimigo da paz. Mas Cristo mostrou que, no plano divino, elas estão indissoluvelmente unidas; uma não pode existir sem a outra. "A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram." Sal. 85:10. Por Sua vida e morte, provou Cristo que a justiça divina não destrói a misericórdia, mas que o pecado pode ser perdoado, e que a lei é justa, sendo possível obedecer-lhe perfeitamente. As acusações de Satanás foram refutadas. O Desejado de Todas as Nações, 762 e 763. No sacrifício de Jesus "a misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram". Sal. 85:10. Assim deixou o procedimento a ser seguido por Seus discípulos “Ó homem, já foi explicado o que é bom e o que Javé exige de você: praticar o direito, amar a misericórdia, caminhar humildemente com o seu Deus.” Mq 6:8. VBC. (Versão de Bíblia Católica sem apócrifos) cf. Dt 10:12; [Is 5:4]; Mt 9:13; Mt 12:7; Mt 23:23; Lc 11:42. ❉ Terça - Adoração no Céu Ano Bíblico: Zc 9–11 4. Leia Apocalipse 4 e 5. O que esses dois capítulos nos ensinam sobre a morada celestial de Deus? De que maneira o plano da salvação é revelado nesses textos? ramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. O trono de Deus se faz presente no santuário celestial cf. 1Rs 22:19; 2Cr 18:18; Sl 1:4-7; 93:1, 2; 97:2; 103:19, 20; Hb 2:20 etc. E Diante do trono está o Cordeiro de Deus, que por Seu sacrifício, tirou o pecado do mundo. cf. Ap 5:5-6, 9, 12; Jo 1:29. Apocalipse 4 e 5, da uma visão do trono de Deus, relacionado-o com o plano divino de salvação para a humanidade. Esse plano é revelado diante de todo o universo, os quais louvam e adoram a Deus, por ser o criador apocalipse 4, e por ser o redentor apocalipse 5, colocando assim um final no grande conflito. “Ouvi também a toda criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e no mar, e a todas as coisas que neles há, dizerem: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos e os quatro seres viventes diziam: Amém. E os anciãos prostraram-se e adoraram.” Ap 5:13-14. "Santo e tremendo é o Seu nome." Sal. 111:9. Não devemos nunca, de qualquer modo, tratar com leviandade os títulos ou nomes da Divindade. Ao orar, penetramos na sala de audiência do Altíssimo, e devemos ir à Sua presença possuídos de santa reverência. Os anjos velam o rosto em Sua presença. Os querubins e os santos serafins aproximam-se de Seu trono com solene reverência. Quanto mais deveríamos nós, seres finitos e pecadores, apresentar- nos de modo reverente perante o Senhor, nosso Criador! O Maior Discurso de Cristo, 106. Detende-vos no limiar da eternidade, e escutai as alegres boas-vindas dadas àqueles que nesta vida cooperaram com Cristo, considerando como privilégio e honra sofrer por Sua causa. Com os anjos, eles lançam suas coroas aos pés do Redentor, exclamando: "Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. ... Ao que está assentado sobre o trono e ao Cordeiro sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre." Apoc. 5:12 e 13. Aí os remidos saúdam aqueles que os conduziram ao excelso Salvador. Unem-se no louvor dAquele que morreu para que os seres humanos pudessem fruir a vida que se mede com a de Deus. A luta está terminada. Estão no fim todas as tribulações e contendas. Cânticos de vitória reboam pelos Céus inteiros, enquanto os remidos permanecem em volta do trono de Deus. Todos entoam o jubiloso coro: "Digno é o Cordeiro, que foi morto" e que nos remiu para Deus. Apoc. 5:12. A Ciência do Bom Viver, 507. “Cristo tomou sobre Si a natureza humana e depôs Sua vida como sacrifício, para que o homem, tornando-se participante da natureza divina, pudesse ter vida eterna.” Mensagens Escolhidas, v. 3, p. 141. ❉ Quarta - Sala do tribunal Ano Bíblico: Zc 12–14 5. Leia o Salmo 11:4-7 e Habacuque 2:20. O que mais Deus faz em Seu templo celestial? Por que é importante saber a respeito disso? Como governante supremo do universo o Senhor observa os filhos dos homens, no planeta onde se instalou o pecado, e Ele julga com justiça “O SENHOR está assentado perpetuamente; já preparou o seu tribunal para julgar. Ele mesmo julgará o mundo com justiça; julgará os povos com retidão. Sl 9:7-8. “Pois o Senhor é justo, e ama a justiça.” Sl 11:7. Ele avalia o procedimento conforme a lei moral ou da liberdade Tg 2:8-13; 1:22-25, e retribui a cada um segundo o que escolheram, conforme as suas obras. Mat.16:27; Sl 62:12; Rm 2:6; Mc 13:26; Mc 14:62; Lc 21:27; 22:69; Rm 14:12; 1Co 3:8; 2Co 5:10; Gl 6:5; Ap 2:23; 20:11-15; 22:12. O Trono em relação ao juízo e o domínio eterno. “Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; ... o seu trono, chamas de fogo, e as rodas dele, fogo ardente. Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões estavam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros. ... e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído.” Dn 7:9-14. cf. Dn 2:44; Lc 1:33; [Is 16:5]; [Dn 6:26]; [Mq 4:7]; [Jo 12:34]. Sobre o tema juízo cf. Ap 5:11; 20:11-12. Assim foi apresentado à visão do profeta o grande e solene dia em que o caráter e vida dos homens passariam em revista perante o Juiz de toda a Terra, e cada homem seria recompensado "segundo as suas obras". O Ancião de Dias é Deus, o Pai. Diz o salmista: "Antes que os montes nascessem, ou que Tu formasses a Terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade, Tu és Deus." Sal. 90:2. É Ele, fonte de todo ser e de toda lei, que deve presidir ao juízo. E santos anjos, como ministros e testemunhas, em número de "milhares de milhares, e milhões de milhões", assistem a esse grande tribunal. O Grande Conflito, 479. ❉ Quinta - Lugar de salvação Ano Bíblico: Malaquias 6. Leia Hebreus 8:1, 2. O que Cristo está fazendo junto ao trono de Deus? Jesus Cristo está assentado nos céus à destra do trono da Majestade, intercedendo por nós como o sumo sacerdote do verdadeiro santuário, o qual o Senhor fundou, e não o homem. 8:1, 2. “Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus.” Hb 9:24. ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno. Hb 4:15, 16. RC Pelo que convinha que, em tudo, fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo. Hb 2:17. RC "Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles". Heb. 7:25. Aqui se revela o santuário do novo concerto. O santuário do primeiro concerto foi fundado pelo homem, construído por Moisés; este último foi fundado pelo Senhor, e não pelo homem. Naquele santuário os sacerdotes terrestres efetuavam o seu culto; neste, Cristo, nosso Sumo Sacerdote, ministra à destra de Deus. Um santuário estava na Terra, o outro no Céu. Cristo em seu Santuário, 88. O santuário no Céu é o próprio centro da obra de Cristo em favor dos homens. Diz respeito a toda pessoa que vive sobre a Terra. Patenteia-nos o plano da redenção, transportando-nos mesmo até ao final do tempo, e revelando o desfecho triunfante da controvérsia entre a justiça e o pecado. É da máxima importância que todos pesquisem acuradamente estes assuntos, e possam dar resposta a qualquer que lhes peça a razão da esperança que neles há. A intercessão de Cristo no santuário celestial, em prol do homem, é tão essencial ao plano da redenção, como o foi Sua morte sobre a cruz. Pela Sua morte iniciou essa obra, para cuja terminação ascendeu ao Céu, depois de ressurgir. Pela fé devemos penetrar até o interior do véu, onde nosso Precursor entrou por nós. (Heb. 6:20.) Ali se reflete a luz da cruz do Calvário. Ali podemos obter intuição mais clara dos mistérios da redenção. A salvação do homem se efetua a preço infinito para o Céu; o sacrifício feito é igual aos mais amplos requisitos da violada lei de Deus. Jesus abriu o caminho para o trono do Pai, e por meio de Sua mediação pode ser apresentado a Deus o desejo sincero de todos os que a Ele se chegam pela fé. "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia." Prov. 28:13. Se os que escondem e desculpam suas faltas pudessem ver como Satanás exulta sobre eles, como escarnece de Cristo e dos santos anjos, pelo procedimento deles, apressar-se-iam a confessar seus pecados e deixá-los. Por meio dos defeitos do caráter, Satanás trabalha para obter o domínio da mente toda, e sabe que, se esses defeitos forem acariciados, será bem-sucedido. Portanto, está constantemente procurando enganar, os seguidores de Cristo com seu fatal engano de que lhes é impossível vencer. Mas Jesus apresenta em seu favor Suas mãos feridas, Seu corpo moído. ... Ninguém, pois, considere incuráveis os seus defeitos. Deus dará fé e graça para vencê-los. O Grande Conflito, págs. 488 e 489. Quando Cristo ascendeu ao Céu, subiu como nosso Advogado. Temos sempre um Amigo no tribunal. Manuscrito 76, 1897. 7. Leia Apocalipse 1:12-20; 8:2-6; 11:19 e 15:5-8. Que símbolos do santuário aparecem nessas passagens? O Candelabro Ex 25:31-40. “E, virando-me, vi sete castiçais de ouro.” Ap 1:12. O altar de incenso Ex 30:1-10. “E veio outro anjo e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro.” Ap 8:3. A arca da aliança Ex 25:10-21. “E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca do seu concerto foi vista no seu templo.” Ap 11:19. E o Testemunho que é a lei, contendo os dez mandamentos que foi vista dentro da arca 1 Rs 8:9. “E, depois disto, olhei, e eis que o templo do tabernáculo do testemunho se abriu no céu. Ap 15:5. Nos tempos patriarcais as ofertas sacrificais relacionadas com o culto divino constituíam uma lembrança perpétua da vinda de um Salvador; e assim era com todo o ritual dos serviços do santuário na história de Israel. Na ministração do tabernáculo, e do templo que posteriormente lhe tomou o lugar, o povo era ensinado cada dia, por meio de símbolos e sombras, a respeito das grandes verdades relativas ao advento de Cristo como Redentor, Sacerdote e Rei; e uma vez em cada ano tinham a mente voltada para os eventos finais do grande conflito entre Cristo e Satanás, a purificação final do Universo do pecado e pecadores. Os sacrifícios e ofertas do ritual mosaico deviam sempre apontar para um serviço melhor, celestial mesmo. O santuário terrestre era "uma alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios"; seus dois lugares santos eram "figuras das coisas que estão no Céu"; pois Cristo, nosso grande Sumo Sacerdote, é hoje "Ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem". Heb. 9:9 e 23; 8:2. Profetas e Reis, 684 A arca do tabernáculo terrestre continha as duas tábuas de pedra, sobre as quais se achavam inscritos os preceitos da lei de Deus. A arca era mero receptáculo das tábuas da lei, e a presença desses preceitos divinos é que lhe dava valor e santidade. Quando se abriu o templo de Deus no Céu, foi vista a arca do Seu testemunho. Dentro do santo dos santos, no santuário celestial, acha-se guardada sagradamente a lei divina - a lei que foi pronunciada pelo próprio Deus em meio dos trovões do Sinai, e escrita por Seu próprio dedo nas tábuas de pedra. A lei de Deus no santuário celeste é o grande original, de que os preceitos inscritos nas tábuas de pedra, registrados por Moisés no Pentateuco, eram uma transcrição exata. Os que chegaram à compreensão deste ponto importante, foram assim levados a ver o caráter sagrado e imutável da lei divina. Viram, como nunca dantes, a força das palavras do Salvador: "Até que o céu e a Terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei." Mat. 5:18. A lei de Deus, sendo a revelação de Sua vontade, a transcrição de Seu caráter, deve permanecer para sempre, "como uma fiel testemunha no Céu". Nenhum ramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. mandamento foi anulado; nenhum jota ou til se mudou. Diz o salmista: "Para sempre, ó Senhor, a Tua palavra permanece no Céu." São "fiéis todos os Seus mandamentos. Permanecem firmes para todo o sempre". Sal. 119:89; 111:7 e 8. Cristo em Seu Santuário, 105-106. ❉ Sexta - Conclusão: Ano Bíblico: Vista geral do Antigo Testamento Em “O santuário celestial” aprendi que … ✰ Domingo - A habitação de Deus: Deus habita no Céu o que significa na prática “lugar elevado”, “superior”, estou usando aqui o heb. miqdash, "lugar sagrado", "santuário", é o verbo heb. qâdash, "por à parte", quer dizer separar algo de seu uso comum; gr. háguios, "o que é santo", "santuário". “assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade e cujo nome é Santo: Em um alto e santo lugar habito”. Is 57:15. "Quem é como o Senhor, nosso Deus, que habita nas alturas; Que Se curva para ver o que está nos céus e na Terra?" Sl 113:5 e 6. Porque de fato “Eis que os céus e até o céu dos céus te não poderiam conter.” 1Rs 8:27. cf. 2Cr 2:6; 6:18. “Porventura, não encho eu os céus e a terra? - diz o SENHOR. Jr 23:23, 24. cf. 1 Rs 8:27; Is 66:1; At 7:48-50; 17:24. “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” Jo 4:24. E em espírito tem o desejo de habitar em nós “no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito.” Ef 2:21-22. cf. Ef 4:16; 1Co 3:16-17; 2Co 6:16; 2Co 6:16; Hb 3:6; 1Pe 2:5. “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito.” Is 57:15. “o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus.” 1Co 6:19. “porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós.” 1Co 3:17. ✰ Segunda - Sala do trono: Deus é o supremo soberano, o Rei dos Reis e Senhor dos senhores (Dt 10:17; 1Tm 6:15; Ap 17:15; 19:16); Ele Se assenta no Seu trono eterno. Is 57:15; Sl 93:1. Trono é simbolo de; realeza, soberania, governo, domínio, autoridade e juízo. “Ao que está assentado sobre o trono e ao Cordeiro sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre.” Ap 5:13. “Deus reina sobre as nações; Deus está assentado em seu santo trono. Os soberanos das nações se juntam ao povo do Deus de Abraão, pois os governantes da terra pertencem a Deus; ele é soberanamente exaltado.” Sl 47:8-9. “O Senhor reina! Vestiu-se de majestade; de majestade vestiu-se o Senhor e armou-se de poder! O mundo está firme e não se abalará. O teu trono está firme desde a antiguidade; tu existes desde a eternidade.” Sl 93:1. “O Senhor estabeleceu o seu trono nos céus, e como rei domina sobre tudo o que existe.” Sl 103:19. “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.” Ap 3:21. As características do caráter e do governo de Deus são; retidão e Justiça “Justiça e juízo são a base do teu trono”. Sl 89:14; 97:2. Amor e fidelidade “misericórdia e verdade vão adiante do teu rosto.” Sl 89:14. cf. Sl 97:2; Sl 85:13. ✰ Terça - Adoração no Céu: O trono de Deus se faz presente no santuário celestial cf. 1Rs 22:19; 2Cr 18:18; Sl 1:4-7; 93:1, 2; 97:2; 103:19, 20; Hb 2:20 etc. E Diante do trono está o Cordeiro de Deus, que por Seu sacrifício, tirou o pecado do mundo. cf. Ap 5:5-6, 9, 12; Jo 1:29. Apocalipse 4 e 5, da uma visão do trono de Deus, relacionado-o com o plano divino de salvação para a humanidade. Esse plano é revelado diante de todo o universo, os quais louvam e adoram a Deus, por ser o criador apocalipse 4, e por ser o redentor apocalipse 5, colocando assim um final no grande conflito. “Ouvi também a toda criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e no mar, e a todas as coisas que neles há, dizerem: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos e os quatro seres viventes diziam: Amém. E os anciãos prostraram-se e adoraram.” Ap 5:13-14. ✰ Quarta - Sala do tribunal: Como governante supremo do universo o Senhor observa os filhos dos homens, no planeta onde se instalou o pecado, e Ele julga com justiça “O SENHOR está assentado perpetuamente; já preparou o seu tribunal para julgar. Ele mesmo julgará o mundo com justiça; julgará os povos com retidão. Sl 9:7-8. “Pois o Senhor é justo, e ama a justiça.” Sl 11:7. Ele avalia o procedimento conforme a lei moral ou da liberdade Tg 2:8-13; 1:22-25, e retribui a cada um segundo o que escolheram, conforme as suas obras. Mat.16:27; Sl 62:12; Rm 2:6; Mc 13:26; Mc 14:62; Lc 21:27; 22:69; Rm 14:12; 1Co 3:8; 2Co 5:10; Gl 6:5; Ap 2:23; 20:11-15; 22:12. O Trono em relação ao juízo e o domínio eterno. “Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; ... o seu trono, chamas de fogo, e as rodas dele, fogo ardente. Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões estavam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros. ... e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído.” Dn 7:9-14. cf. Dn 2:44; Lc 1:33; [Is 16:5]; [Dn 6:26]; [Mq 4:7]; [Jo 12:34]. Sobre o tema juízo cf. Ap 5:11; 20:11-12. ✰ Quinta - Lugar de salvação: Jesus Cristo está assentado nos céus à destra do trono da Majestade, intercedendo por nós como o sumo sacerdote do verdadeiro santuário, o qual o Senhor fundou, e não o homem. 8:1, 2. “Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus.” Hb 9:24. cf. Hb 2:17; 4:15, 16. "Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles". Heb. 7:25. ramos@advir.comramos@advir.com

×