O melhor presente do céu_Resumo_1222013

243 visualizações

Publicada em

O Objetivo do resumo da lição não é substituí-la, pelo contrário e dar mais amplitude ao estudo do tema.
A ideia e colocar os textos bíblicos diretos que respondam as questões da lição, somados aos escritos de Ellen White que dão luz sobre o assunto, eu procuro comentar o mínimo possível, só detalhes referentes as questões e algumas definições todas neste tom de azul, pois se os textos forem realmente claros, que é intenção, não há necessidade de ficar comentando, e a aplicação, como e mais extensa, procuro fazer na nossa classe.

“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2. 

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O melhor presente do céu_Resumo_1222013

  1. 1. Lições Adultos Busque ao Senhor e Viva!Lição 12 - O melhor presente do Céu (Zacarias) 15 a 22 de junhoSábado à tarde - “O Senhor, seu Deus, naquele dia, os salvará, como ao rebanho do Seu povo; porque eles são pedrasde uma coroa e resplandecem na terra dEle” (Zc 9:16)."Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o Senhor Jeová as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio doSeu povo de toda a Terra; porque o Senhor o disse. E, naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quemaguardávamos, e Ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos; na Sua salvação gozaremos e nosalegraremos." Isa. 26:19; 25:8 e 9.Os remidos de Cristo são as Suas joias, Seu precioso e peculiar tesouro. "Eles são pedras de uma coroa" (Zac. 9:16) -"a riqueza da glória da Sua herança nos santos." Efés. 1:18. Neles "Ele verá o fruto do penoso trabalho de Sua alma eficará satisfeito". Isa. 53:11. Review and Herald, 5 de janeiro de 1905.Este tesouro, que Cristo considera precioso acima de toda estimação, são "as riquezas da glória da Sua herança nossantos". Efés. 1:18. Os discípulos de Cristo são chamados Suas joias, Seu precioso e peculiar tesouro. Ele diz:"Como as pedras de uma coroa, eles serão." Zac. 9:16. "Farei que um homem seja mais precioso do que o ouro puro emais raro do que o ouro fino de Ofir." Isa. 13:12. Cristo considera Seu povo, em sua pureza e perfeição, como arecompensa de todos os Seus sofrimentos, Sua humilhação, Seu amor e como o suplemento de Sua glória - Cristo,o grande Centro de onde toda a glória irradia. O Maior discurso de Cristo, 89.Objetivo: Confirmar que as profecias messiânicas do livro de Zacarias apresentam Jesus como o Cristo que haveria de vir.Domingo - “O manto de um judeu”1. Que princípios apresentados em Zacarias 8 são relevantes para nós hoje e para o chamado que recebemos de Deus?Em Zacarias 8 o Senhor promete abençoar Jerusalém.1 Depois, veio a mim a palavra do SENHOR dos Exércitos, dizendo: 2 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Zelei por Siãocom grande zelo e com grande indignação zelei por ela. 3 Assim diz o SENHOR: Voltarei para Sião e habitarei no meiode Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de verdade, e o monte do SENHOR dos Exércitos, monte desantidade. 4 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda nas praças de Jerusalém habitarão velhos e velhas, levando cadaum na mão o seu bordão, por causa da sua muita idade. 5 E as ruas da cidade se encherão de meninos e meninas, quenelas brincarão. 6 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se isso for maravilhoso aos olhos do resto deste povo, naquelesdias, será também maravilhoso aos meus olhos? - diz o SENHOR dos Exércitos. 7 Assim diz o SENHOR dos Exércitos:Eis que salvarei o meu povo da terra do Oriente e da terra do Ocidente; 8 e trá-los-ei, e habitarão no meio deJerusalém; e serão o meu povo, e eu serei o seu Deus em verdade e em justiça. 9 Assim diz o SENHOR dosExércitos: Esforcem-se as mãos de todos vós que nestes dias ouvistes estas palavras da boca dos profetas que estiveramno dia em que foi posto o fundamento da Casa do SENHOR dos Exércitos, para que o templo fosse edificado. 10 Porqueantes destes dias não houve aluguel de homens, nem aluguel de animais; nem havia paz para o que entrava, nem para oque saía, por causa do inimigo, porque eu incitei a todos os homens, cada um contra o seu companheiro. 11 Mas, agora,não serei para com o resto deste povo como nos primeiros dias, diz o SENHOR dos Exércitos. 12 Porque a sementeprosperará, a vide dará o seu fruto, e a terra dará a sua novidade, e os céus darão o seu orvalho; e farei que o resto destepovo herde tudo isto. 13 E há de acontecer, ó casa de Judá e ó casa de Israel, que, assim como fostes uma maldição entreas nações, assim vos salvarei, e sereis uma bênção; não temais, esforcem-se as vossas mãos. 14 Porque assim diz oSENHOR dos Exércitos: Assim como pensei fazer-vos mal, quando vossos pais me provocaram à ira, diz o SENHOR dosExércitos, e não me arrependi, 15 assim pensei de novo em fazer bem a Jerusalém e à casa de Judá nestes dias; nãotemais. 16 Eis as coisas que deveis fazer: falai verdade cada um com o seu companheiro; executai juízo de verdadee de paz nas vossas portas; 17 e nenhum de vós pense mal no seu coração contra o seu companheiro, nem ame ojuramento falso; porque todas estas coisas eu aborreço, diz o SENHOR. 18 E a palavra do SENHOR dos Exércitosveio a mim, dizendo: 19 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: O jejum do quarto mês, e o jejum do quinto, e o jejum dosétimo, e o jejum do décimo mês será para a casa de Judá gozo, e alegria, e festividades solenes; amai, pois, a verdade ea paz. 20 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda sucederá que virão povos e habitantes de muitas cidades; 21 e oshabitantes de uma cidade irão à outra, dizendo: Vamos depressa suplicar o favor do SENHOR e buscar o SENHOR dosExércitos; eu também irei. 22 Assim, virão muitos povos e poderosas nações buscar, em Jerusalém, o SENHOR dosExércitos e suplicar a bênção do SENHOR. 23 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Naquele dia, sucederá que pegarãodez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla da veste de um judeu, dizendo: Iremosconvosco, porque temos ouvido que Deus está convosco. Zacarias 8.O Princípio estabelece que Deus está disposto a perdoar e restaurar “Assim diz o SENHOR: Voltarei para Sião e habitareino meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de verdade, e o monte do SENHOR dos Exércitos, monte deramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. santidade”. Ele tem promessas de salvação para Seu povo “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis que salvarei o meupovo da terra do Oriente e da terra do Ocidente; e trá-los-ei, e habitarão no meio de Jerusalém; e serão o meu povo, e euserei o seu Deus em verdade e em justiça”. E serão auxiliadores para que outros conheçam a Deus “Assim diz o SENHORdos Exércitos: Ainda sucederá que virão povos e habitantes de muitas cidades; e os habitantes de uma cidade irão à outra,dizendo: Vamos depressa suplicar o favor do SENHOR e buscar o SENHOR dos Exércitos; eu também irei. Assim, virãomuitos povos e poderosas nações buscar, em Jerusalém, o SENHOR dos Exércitos e suplicar a bênção do SENHOR.Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Naquele dia, sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas das nações,pegarão, sim, na orla da veste de um judeu ou “O manto de um judeu”, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvidoque Deus está convosco”. Mas essas promessas estavam condicionadas à obediência aos que pusessem em prática essesprincípios de justiça. Zacarias 8.Ao final dos anos, de humilhante exílio, Deus graciosamente deu a Seu povo Israel, por intermédio de Zacarias, estacerteza: "Voltarei para Sião, e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de verdade, e o montedo Senhor dos Exércitos monte de santidade." E de Seu povo Ele disse: "Eis que... Eu serei o seu Deus em verdade e emjustiça." Zac. 8:3, 7 e 8.Essas promessas estavam condicionadas à obediência. Os pecados que haviam caracterizado os israelitasanteriormente ao cativeiro, não deviam ser repetidos. "Executai juízo verdadeiro", o Senhor exortou os que estavamempenhados na reconstrução; "mostrai piedade e misericórdia cada um a seu irmão; e não oprimais a viúva, nem o órfão,nem o estrangeiro, nem o pobre, nem intente o mal cada um contra o seu irmão no seu coração." Zac. 7:9 e 10. "Falai averdade cada um com o seu companheiro; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas." Zac. 8:16.Rica era a recompensa, tanto temporal como espiritual, prometida aos que pusessem em prática esses princípiosde justiça. "A semente prosperará", o Senhor declarou, "a vide dará o seu fruto, e os céus darão o seu orvalho, e farei queo resto deste povo herde tudo isto. E há de acontecer, ó casa de Judá, e ó casa de Israel, que, assim como fostes umamaldição entre as nações, assim vos salvarei, e sereis uma bênção." Zac. 8:12 e 13.Graças ao cativeiro babilônico foram os israelitas de fato curados da adoração de imagens de escultura. Após o seuretorno, deram muita atenção às instruções religiosas e ao estudo do que tinha sido escrito no livro da lei e nosprofetas concernente ao culto do verdadeiro Deus. A restauração do templo capacitou-os a pôr em práticaintegralmente os ritos do santuário. Sob a guia de Zorobabel, de Esdras e de Neemias, repetidamente elesconcertaram guardar todos os mandamentos e ordenanças de Jeová. A fase de prosperidade que se seguiu, deuampla evidência da boa vontade de Deus em aceitar e perdoar; e no entanto, com fatal curteza de vistas, eles sedesviaram vezes e vezes do seu glorioso destino, e egoistamente conservaram para si aquilo que teria levado cura e vidaespiritual a incontáveis multidões. Profetas e Reis, 704-705.Segunda - O Rei da paz2. Como o Novo Testamento relaciona a profecia de Zacarias 9:9 a Jesus? Mt 21:9; Mc 11:9, 10; Lc 19:38; Jo 12:13-15Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e Salvador, pobre emontado sobre um jumento, sobre um asninho, filho de jumenta. Zac. 9:9.“Tanto os que iam adiante dele como os que vinham depois clamavam: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor!Bendito o reino que vem, o reino de Davi, nosso pai! Hosana, nas maiores alturas!” (Marcos 11:9-10 RA). Mat. 21:9“dizendo: Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores alturas!” (Lucas 19:38 RA).“tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor e que éRei de Israel! E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito: Não temas, filha de Sião,eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.” (João 12:13-15 RA).Zacarias revela o Messias como O Rei da paz, justo e humilde, montado em um jumentinho “Alegra-te muito, ó filha deSião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei; ele é justo e traz a salvação; ele é humilde e vem montadosobre um jumento, sobre um jumentinho, filho de jumenta”. Zac. 9:9. O cumprimento dessa profecia é confirmado naentrada triunfal feita por Jesus em Jerusalém antes da crucificação. “Ora, isso aconteceu para que se cumprisse o que foidito pelo profeta: Dizei à filha de Sião: Eis que aí te vem o teu Rei, manso e montado em um jumento, em um jumentinho,cria de animal de carga”. Mat. 21:5. “tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o quevem em nome do Senhor e que é Rei de Israel! E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.” Jo. 12:13-15.Quinhentos anos antes do nascimento de Cristo, o profeta Zacarias assim predisse a vinda do Rei de Israel. Essaprofecia devia então cumprir-se. Aquele que por tanto tempo recusara honras reais, vem agora a Jerusalém como oprometido herdeiro do trono de Davi.Cristo estava seguindo o costume judaico nas entradas reais. O animal que montava era o mesmo cavalgado pelosreis de Israel e a profecia havia predito que assim viria o Messias a Seu reino. Logo que Ele Se sentou nojumentinho, um grande grito de triunfo ressoou nos ares. A multidão O aclamou como Messias, seu Rei. Jesusaceitou então a homenagem que nunca antes havia permitido e os discípulos consideraram isso uma prova de que suasalegres esperanças se realizariam, e eles O veriam estabelecido no trono. O povo ficou convencido de que a hora de suaemancipação se aproximava …ramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. Todos estavam contentes e despertos; disputavam entre si o render-Lhe honras. Não podiam exibir pompas e esplendores,mas prestaram-Lhe o culto de corações felizes. Não lhes era possível presenteá-Lo com dádivas custosas, masestendiam as vestes exteriores à guisa de tapete em Seu caminho, e também espalharam ramos de oliveira epalmas por onde devia passar. Não podiam abrir o cortejo triunfal com bandeiras reais, mas cortavam ramos depalmeira, os emblemas de vitória da natureza, e os agitavam no ar com altas aclamações e hosanas. O Desejado deTodas as Nações, 569-570).Terça - Ele foi traspassado3. Leia Zacarias 12:10. Como o apóstolo João ligou essa passagem com a crucificação de Cristo e Sua segunda vinda? Jo19:37; Ap 1:7“E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas; olharão paraaquele a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito e chorarão por ele como sechora amargamente pelo primogênito.” (Zacarias 12:10 RA).“E outra vez diz a Escritura: Eles verão aquele a quem traspassaram.” (João 19:37 RA).“Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarãosobre ele. Certamente. Amém!” (Apocalipse 1:7 RA).O apóstolo João ligou essa passagem com a crucificação de Cristo pois Ele foi traspassado por seus opositores eliteralmente por um soldado romano, e também liga ao acontecimento de Sua segunda vinda, “E outra vez diz a Escritura:Eles verão aquele a quem traspassaram.” Jo. 19:37, “todo olho o verá, até quantos o traspassaram.” Apoc. 1:7. (comparecom Zc 12:10; Sl 22:16), fazendo referência aos que na primeiro vinda de cristo o rejeitaram, zombaram e transpassaram,estes que se colocaram como inimigos contemplarão Sua vinda com poder e grande glória. “Então, aparecerá no céu osinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu,com poder e grande glória. Mat. 24:30. (compare com Dn 7:10; Mt 16:27; Mt 25:31; Mt 26:64; Mc 13:26; Mc 14:62; Lc 21:27;At 1:11; 2Ts 1:10; Ap 1:7; Lc 22:69).A entrada triunfal de Jesus em Jerusalém foi um imperfeito símbolo da Sua vinda nas nuvens do céu com poder eglória, por entre as aclamações dos anjos e o regozijo dos santos. Então, cumprir-se-ão as palavras de Cristo aosfariseus: "Desde agora Me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor." Mat. 23:39. Em visãoprofética, foi mostrado a Zacarias aquele dia de triunfo final; e ele viu também a condenação dos que, no primeiroadvento, rejeitaram a Cristo: "E olharão para Mim, a quem traspassaram; e O prantearão como quem pranteia por umunigênito; e chorarão amargamente por Ele, como se chora amargamente pelo primogênito." Zac. 12:10. Esta cena anteviuCristo quando contemplou a cidade e chorou sobre ela. Na ruína temporal de Jerusalém viu Ele a final destruição daquelepovo que era culpado do sangue do Filho de Deus. O Desejado de Todas as Nações, 580.Por ocasião de Sua segunda vinda, será causada convicção em todo coração. Os que se afastaram dEle para as coisastriviais da Terra, em busca de interesses egoístas e honra mundana, reconhecerão o seu erro no dia de Sua vinda. Sãoestes aqueles a quem o revelador se refere ao dizer que "todas as tribos da Terra se lamentarão sobre Ele". ... Apoc. 1:7."Até quantos O traspassaram". Apoc. 1:7. Estas palavras se aplicam não somente aos homens que traspassaram aCristo quando Ele estava suspenso na cruz do Calvário, mas também aos que, pela difamação e a prática do mal, Otraspassam hoje em dia. Signs of the Times, 28 de janeiro de 1903.Quarta - O Bom Pastor4. Leia Mateus 26:31 e Marcos 14:27. Como Jesus aplicou essa profecia ao que aconteceria naquela noite? O que a fugados discípulos diante da adversidade (Mt 26:56; Mc 14:50) nos ensina sobre a fidelidade de Deus, em contraste com ainfidelidade humana?“Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e asovelhas do rebanho ficarão dispersas.” (Mateus 26:31 RA).“Então, lhes disse Jesus: Todos vós vos escandalizareis, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas ficarãodispersas.” (Marcos 14:27 RA).“Tudo isto, porém, aconteceu para que se cumprissem as Escrituras dos profetas. Então, os discípulos todos,deixando-o, fugiram.” (Mateus 26:56 RA).“Então, deixando-o, todos fugiram.” (Marcos 14:50 RA)Jesus aplicou a profecia de Zacarias a dispersão dos discípulos por ocasião de sua prisão, julgamento, sofrimento e morte“Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e asovelhas do rebanho ficarão dispersas.” Mat. 26:31. (compare com Mat. 26:56; Mar. 14:27, 50; Jó 19:13; Sl 88:8; Luc. 24:13-21). Jesus disse: “Eu sou O Bom Pastor; O Bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. Is 40:11; Hb 13:20; 1Pe 5:4; Sl 23:1;Ez 34:31. … “Eu sou O Bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”. Jo. 10:11-14.ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. Da multidão que acompanhava o Salvador ao Calvário, muitos O haviam seguido com jubilosas hosanas e agitando palmas,enquanto marchava triunfalmente para Jerusalém. Mas não poucos dos que então Lhe entoaram louvores porque erapopular assim fazer, avolumavam agora o clamor: "Crucifica-O, crucifica-O"! Luc. 23:21. Quando Jesus cavalgava ojumento em direção de Jerusalém, as esperanças dos discípulos subiram ao mais alto grau. Tinham-se-Lhe aglomerado emtorno, sentindo ser elevada honra estar ligados a Ele. Agora, em Sua humilhação, seguiam-nO a distância. Estavampossuídos de pesar e curvados ante o malogro de suas esperanças. Como se verificavam as palavras de Cristo:"Todos vós esta noite vos escandalizareis em Mim; porque está escrito: Ferirei o Pastor, e as ovelhas do rebanho sedispersarão." Mat. 26:31. O Desejado de Todas as Nações, 580.Quinta - Rei de toda a Terra5. Leia Zacarias 14. O que aprendemos com essa passagem?O Senhor chega e reina. Zacarias 14.1 Eis que vem o dia do SENHOR, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. 2 Porque eu ajuntarei todasas nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres,forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o resto do povo não será expulso da cidade. 3 E o SENHOR sairáe pelejará contra estas nações, como pelejou no dia da batalha. 4 E, naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte dasOliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente epara o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele, parao sul. 5 E fugireis pelo vale dos meus montes (porque o vale dos montes chegará até Azel) e fugireis assim como fugistesdo terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá; então, virá o SENHOR, meu Deus, e todos os santos contigo, ó Senhor. 6E acontecerá, naquele dia, que não haverá preciosa luz, nem espessa escuridão. 7 Mas será um dia conhecido doSENHOR; nem dia nem noite será; e acontecerá que, no tempo da tarde, haverá luz. 8 Naquele dia, também aconteceráque correrão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas até ao mar ocidental; no estio eno inverno, sucederá isso. 9 E o SENHOR será rei sobre toda a terra; naquele dia, um será o SENHOR, e um será oseu nome. 10 Toda a terra em redor se tornará em planície, desde Geba até Rimom, ao sul de Jerusalém; ela seráexalçada e habitada no seu lugar, desde a Porta de Benjamim até ao lugar da primeira porta, até à Porta da Esquina, edesde a Torre de Hananel até aos lagares do rei. 11 E habitarão nela, e não haverá mais anátema, porque Jerusalémhabitará segura. 12 E esta será a praga com que o SENHOR ferirá todos os povos que guerrearam contra Jerusalém: asua carne será consumida, estando eles de pé, e lhes apodrecerão os olhos nas suas órbitas, e lhes apodrecerá a línguana sua boca. 13 Naquele dia, também acontecerá que haverá uma grande perturbação do SENHOR entre eles;porque pegará cada um na mão do seu companheiro, e alçar-se-á a mão de cada um contra a mão do seucompanheiro. 14 E também Judá pelejará em Jerusalém, e se ajuntarão em redor as riquezas de todas as nações, ouro, eprata, e vestes em grande abundância. 15 E será a praga dos cavalos, dos mulos, dos camelos e dos jumentos e de todosos animais que estiverem naqueles exércitos, como foi a praga deles. 16 E acontecerá que todos os que restarem detodas as nações que vieram contra Jerusalém subirão de ano em ano para adorarem o Rei, o SENHOR dosExércitos, e para celebrarem a Festa das Cabanas. 17 E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir aJerusalém, para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva. 18 E, se a família dos egípcios nãosubir, nem vier, virá sobre eles a praga com que o SENHOR ferirá as nações que não subirem a celebrar a Festa dasCabanas. 19 Este será o castigo dos egípcios e o castigo de todas as nações que não subirem a celebrar a Festa dasCabanas. 20 Naquele dia, se gravará sobre as campainhas dos cavalos: SANTIDADE AO SENHOR; e as panelas na Casado SENHOR serão como as bacias diante do altar. 21 E todas as panelas em Jerusalém e Judá serão consagradas aoSENHOR dos Exércitos, e todos os que sacrificarem virão, e delas tomarão, e nelas cozerão; e não haverá mais cananeuna Casa do SENHOR dos Exércitos, naquele dia.Deus agirá com justiça no meio do Seu povo e salvará os que permanecerem fieis definidos aqui como remanescentes “Emtoda a terra, diz o Senhor, as duas partes dela serão exterminadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela. E fareipassar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Elainvocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O Senhor é meu Deus”. Zac. 13:8-9. (compare com 2Coríntios 6:16-18; 1 Pedro 2:9-10). As nações serão também julgadas e receberão conforme as suas obras; Deus pelejacontra as nações salvando o seu povo Zac.14:3-7. O remanescente será purificado em meio as provas Zac. 13:8-9, e osgentios reconhecerão o caráter de Deus e sua dependência Dele, e serão parte integrante dos fieis participando da sualibertação (Zac. 14:16-19), como simbolizado aqui pelas festa dos Tabernáculos ou cabanas. Levítico 23:42-43. E o Senhorestabelecerá Seu reino eterno (Daniel 2:44) como o Rei de toda a Terra. “E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve nocéu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todoo sempre”. Apoc. 11:15.Um terrível conflito encontra-se diante de nós. Aproximamo-nos da peleja do grande dia do Deus todo-poderoso. Oque tem estado sob controle será solto. O anjo da misericórdia está dobrando as asas, preparando-se para descer dotrono e deixar o mundo sob o domínio de Satanás. Os principados e poderes da Terra estão em acirrada revolta contrao Deus do Céu. Estão cheios de ódio contra os que O servem, e em breve, muito em breve, será travada a última grandebatalha entre o bem e o mal. A Terra será o campo de batalha - o local da peleja e da vitória finais. Aqui, em que portanto tempo Satanás tem instigado os homens contra Deus, a rebelião será debelada para sempre. Review and Herald, 13de maio de 1902.ramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. Quando o Salvador estava prestes a separar-Se de Seus discípulos, confortou-os em sua tristeza com a segurançade que viria outra vez: "Não se turbe o vosso coração. ... Na casa de Meu Pai há muitas moradas. ... Vou preparar-voslugar. E, se Eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para Mim mesmo." João 14:1-3. "E quando o Filho dohomem vier em Sua glória, e todos os santos anjos com Ele, então Se assentará no trono de Sua glória. E todas as naçõesserão reunidas diante dEle." Mat. 25:31 e 32. ...Em torno de Sua vinda agrupam-se as glórias daquela "restauração de tudo", de que "Deus falou pela boca de todos osSeus santos profetas desde o princípio". Atos 3:21. Quebrar-se-á então o prolongado domínio do mal; "os reinos domundo" tornar-se-ão "de nosso Senhor e de Seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre". Apoc. 11:15. "A glória doSenhor se manifestará", e toda carne juntamente a verá. "O Senhor Jeová fará brotar a justiça e o louvor para todas asnações." Ele será por "coroa gloriosa, e por grinalda formosa, para os restantes de Seu povo". Isa. 40:5; 61:11; 28:5.É então que o pacífico e longamente almejado reino do Messias se estabelecerá sob todo o céu. O Grande Conflito,301-302.Sexta - Conclusão:Em “O melhor presente do céu” aprendi que …Domingo - O Princípio estabelece que Deus está disposto a perdoar e restaurar “Assim diz o SENHOR: Voltarei para Siãoe habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de verdade, e o monte do SENHOR dos Exércitos,monte de santidade”. Ele tem promessas de salvação para Seu povo “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis que salvareio meu povo da terra do Oriente e da terra do Ocidente; e trá-los-ei, e habitarão no meio de Jerusalém; e serão o meu povo,e eu serei o seu Deus em verdade e em justiça”. E serão auxiliadores para que outros conheçam a Deus “Assim diz oSENHOR dos Exércitos: Ainda sucederá que virão povos e habitantes de muitas cidades; e os habitantes de uma cidadeirão à outra, dizendo: Vamos depressa suplicar o favor do SENHOR e buscar o SENHOR dos Exércitos; eu também irei.Assim, virão muitos povos e poderosas nações buscar, em Jerusalém, o SENHOR dos Exércitos e suplicar a bênção doSENHOR. Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Naquele dia, sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas dasnações, pegarão, sim, na orla da veste de um judeu ou “O manto de um judeu”, dizendo: Iremos convosco, porque temosouvido que Deus está convosco”. Mas essas promessas estavam condicionadas à obediência aos que pusessem emprática esses princípios de justiça. Zacarias 8.Segunda - Zacarias revela o Messias como O Rei da paz, justo e humilde, montado em um jumentinho “Alegra-te muito, ófilha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei; ele é justo e traz a salvação; ele é humilde e vemmontado sobre um jumento, sobre um jumentinho, filho de jumenta”. Zac. 9:9. O cumprimento dessa profecia é confirmadona entrada triunfal feita por Jesus em Jerusalém antes da crucificação. “Ora, isso aconteceu para que se cumprisse o quefoi dito pelo profeta: Dizei à filha de Sião: Eis que aí te vem o teu Rei, manso e montado em um jumento, em um jumentinho,cria de animal de carga”. Mat. 21:5. “tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o quevem em nome do Senhor e que é Rei de Israel! E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.” Jo. 12:13-15.Terça - O apóstolo João ligou essa passagem com a crucificação de Cristo pois Ele foi traspassado por seus opositores eliteralmente por um soldado romano, e também liga ao acontecimento de Sua segunda vinda, “E outra vez diz a Escritura:Eles verão aquele a quem traspassaram.” Jo. 19:37, “todo olho o verá, até quantos o traspassaram.” Apoc. 1:7. (comparecom Zc 12:10; Sl 22:16), fazendo referência aos que na primeiro vinda de cristo o rejeitaram, zombaram e transpassaram,estes que se colocaram como inimigos contemplarão Sua vinda com poder e grande glória. “Então, aparecerá no céu osinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu,com poder e grande glória. Mat. 24:30. (compare com Dn 7:10; Mt 16:27; Mt 25:31; Mt 26:64; Mc 13:26; Mc 14:62; Lc 21:27;At 1:11; 2Ts 1:10; Ap 1:7; Lc 22:69).Quarta - Jesus aplicou a profecia de Zacarias a dispersão dos discípulos por ocasião de sua prisão, julgamento, sofrimentoe morte “Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, eas ovelhas do rebanho ficarão dispersas.” Mat. 26:31. (compare com Mat. 26:56; Mar. 14:27, 50; Jó 19:13; Sl 88:8; Luc.24:13-21). Jesus disse: “Eu sou O Bom Pastor; O Bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. ... (Is 40:11; Hb 13:20; 1Pe5:4; Sl 23:1; Ez 34:31). “Eu sou O Bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”. Jo. 10:11-14.Quinta - Deus agirá com justiça no meio do Seu povo e salvará os que permanecerem fieis definidos aqui comoremanescentes “Em toda a terra, diz o Senhor, as duas partes dela serão exterminadas, e expirarão; mas a terceira parterestará nela. E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como seprova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O Senhor é meu Deus”. Zac. 13:8-9.(compare com 2 Coríntios 6:16-18; 1 Pedro 2:9-10). As nações serão também julgadas e receberão conforme as suasobras; Deus peleja contra as nações salvando o seu povo Zac.14:3-7. O remanescente será purificado em meio as provasZac. 13:8-9, e os gentios reconhecerão o caráter de Deus e sua dependência Dele, e serão parte integrante dos fieisparticipando da sua libertação (Zac. 14:16-19), como simbolizado aqui pelas festa dos Tabernáculos ou cabanas. Levítico23:42-43. E o Senhor estabelecerá Seu reino eterno (Daniel 2:44) como o Rei de toda a Terra. “E tocou o sétimo anjo atrombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, eele reinará para todo o sempre”. Apoc. 11:15.ramos@advir.comramos@advir.com

×