Lições Adultos Carta de Tiago 
Lição 6 - Fé atuante 1º a 8 de novembro 
Sábado à tarde Ano Bíblico: Jo 10, 11 
VERSO PARA ...
Fé sem obras. Tiago dá uma vívida ilustração desse tipo de fé falsa (Tg 2:15, 16). Como já vimos, a 
obediência no livro d...
Paulo não era contra as boas obras. Ele era contra as obras como meio de salvação (Gl 2:16). Na verdade, 
Paulo disse que ...
E os espíritos imundos, quando o viam, prostravam-se diante dele e clamavam, dizendo: Tu és o Filho de 
Deus. Mc 3:11, ARA...
crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada; Rm 4:9- 
11, ACF 
É essa ên...
baixo na terra. 12 Agora, pois, jurai-me, vos peço, pelo SENHOR, que, como usei de misericórdia convosco, 
vós também usar...
Africa [Testemunhos Para o Sul do África, p. 26). 
Perguntas para reflexão 
1. Qual é a mensagem de Tiago 2 aos que confia...
C. É possível separar a fé das boas obras? O que é a fé sem as boas obras? O que são obras sem fé? 
II. Sentir: A seguranç...
como o tabaco, álcool e drogas. Do que comemos ao que vestimos, damos um testemunho vivo da nossa fé. 
Mas essas práticas,...
Perguntas para reflexão 
1. O que é mais importante, fé ou obediência? Justifique sua resposta. Uma pessoa pode ter fé sem...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fé atuante_Lição_original com textos_642014

312 visualizações

Publicada em

A lição original com os textos bíblicos tem como finalidade; facilitar a leitura ou mesmo o estudo, os versos estão na sequência correta, evitando a necessidade de procurá-los, o que agiliza, para os que tem o tempo limitado, vc pode levá-la no ipad, no pendrive, celular e etc, ler a qualquer momento e em qualquer lugar que desejar, até sem a necessidade de estar conectado na internet.

Também facilita se for imprimir por usar bem menos tinta que a lição convencional.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nós abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2.

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
312
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fé atuante_Lição_original com textos_642014

  1. 1. Lições Adultos Carta de Tiago Lição 6 - Fé atuante 1º a 8 de novembro Sábado à tarde Ano Bíblico: Jo 10, 11 VERSO PARA MEMORIZAR: “Assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tg 2:26). Leituras da Semana: Tg 2:14-26; Rm 3:27, 28; Tt 2:14; 2Co 4:2; Rm 4:1-5; Js 2:1-21 Ele era um médico bem-sucedido e ancião de uma igreja de alto nível, com centenas de membros. Era generoso nas doações para os grandes projetos da igreja, e sua atitude encorajava outros a ser mais generosos. O médico também era um grande pregador. Quando o pastor não estava presente, ele pregava, e todos esperavam suas mensagens, que eram profundas teologicamente, sinceras e espirituais. Então, um dia a verdade veio à tona. A ausência do médico na igreja no sábado anterior não tinha sido porque ele estivesse de férias, como muitos haviam pensado. Ele foi encontrado morto em seu apartamento à beira-mar, vítima de overdose de drogas. Pior foi a revelação chocante de que em seu quarto havia dezenas de vídeos e revistas pornográficos. A igreja ficou devastada, especialmente os jovens, que olhavam para ele como exemplo. Embora devamos deixar todo o julgamento nas mãos de Deus, as ações do médico certamente colocam em questão a realidade de sua fé. Que lição aprendemos no livro de Tiago? A verdade crucial, mas muitas vezes mal compreendida, de que, embora sejamos salvos pela fé, não podemos separar fé e obras na vida do cristão. Como está o mutirão de natal em sua igreja? Desafie as pessoas a fazer algo inesquecível em favor das pessoas necessitadas. Quais outras ações solidárias sua igreja pode fazer ainda neste ano? Domingo - Fé morta Ano Bíblico: Jo 12, 13 1. “Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo? (Tg 2:14). Como entender esse verso no contexto da salvação unicamente pela fé ? Tg 2:15-17; Rm 3:27, 28; Ef 2:8, 9 15 E, se o irmão ou a irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, 16 e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e lhes não derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? 17 Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Tg 2:15-17, JFA-RC 27 Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé. 28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. Rm 3:27-28, ACF 8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Ef 2:8-9, ACF Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  2. 2. Fé sem obras. Tiago dá uma vívida ilustração desse tipo de fé falsa (Tg 2:15, 16). Como já vimos, a obediência no livro de Tiago é relacional. Então, como nos relacionamos com uma pessoa na igreja que está em necessidade? Palavras não são suficientes. Não podemos simplesmente dizer: “Vá em paz. Deus proverá”, quando Deus nos deu meios para ajudar essa pessoa. As necessidades podem ser infinitas, e não podemos atender a todas. Mas há um princípio chamado “o poder de um”. Somos as mãos e os pés de Jesus, e podemos ajudar os outros, uma pessoa de cada vez. Na verdade, era assim que Jesus costumava trabalhar. Em Marcos 5:22-34, um homem cuja filha estava morrendo apelou a Ele em busca de ajuda. No caminho, uma mulher se aproximou por trás e tocou as vestes de Jesus. Após a cura, Jesus poderia ter prosseguido e a mulher teria partido com alegria. Mas Jesus sabia que ela precisava de mais do que cura física. Então, Ele parou e tomou tempo para que ela aprendesse a ser uma testemunha dEle, para compartilhar e também receber. Então Ele disse as mesmas palavras que encontramos em Tiago 2:16: “Vá em paz” (Mc 5:34, NVI). Mas, ao contrário das palavras de Tiago, neste caso elas realmente significavam alguma coisa! Quando reconhecemos uma necessidade, mas não fazemos nada a respeito dela, perdemos a oportunidade de exercer fé. Dessa forma, nossa fé se enfraquece e fica mais apática. Isso ocorre porque a fé sem obras morre. Tiago a descreve de modo ainda mais forte: a fé já está morta. Se ela estivesse viva, as obras existiriam. Se não existem, qual é o proveito? No fim do verso 14, Tiago faz uma pergunta sobre esse tipo de fé sem obras e sem utilidade. Ele comunica uma ideia muito mais forte em grego do que na maioria das traduções: “Essa fé não pode salvá-lo, pode?” Certamente, a resposta que Tiago espera que demos é “Não”. Como podemos aprender a melhor expressar nossa fé mediante nossas obras e ao mesmo tempo nos proteger do engano de que elas nos salvam? O próximo sábado, dia 8 de novembro, será o dia dedicado ao Espírito de Profecia. Utilize o sermão especial para esse dia. Entre em contato com seu pastor. Faça um programa especial à tarde sobre esse tema. Segunda - Fé salvadora Ano Bíblico: Jo 14, 15 2. Leia Tiago 2:18. Qual é a principal questão que Tiago está apresentando? Como podemos mostrar nossa fé por meio das obras? Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tg 2:18, ACF Tiago usou uma técnica retórica comum, pela qual um potencial opositor se apresenta. Nesse caso, o opositor tenta criar separação entre a fé e as obras, sugerindo que, desde que uma pessoa tenha uma das duas, estará bem. Mas o ponto que Tiago está tentando mostrar é que os cristãos não podem esperar ser salvos pela fé sem a consequência das obras correspondentes à salvação: “Mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé” (v. 18). O ponto principal é que não é qualquer fé que salva. A fé genuína, a fé salvadora, é caracterizada por boas obras. Da mesma forma, as obras são boas unicamente se brotam da fé. Obras e fé são inseparáveis. Como dois lados de uma moeda, uma não pode existir sem a outra. Também como uma moeda, um lado é a frente e o outro o verso. A fé vem primeiro e, em seguida, leva às obras correspondentes. 3. Considere a atitude de Paulo para com as obras em Efésios 2:10, 1 Tessalonicenses 1:3, 1 Timóteo 5:25 e Tito 2:14. Por que as boas obras são tão importantes? Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Ef 2:10, ACF Lembrando-nos sem cessar da obra da vossa fé, do trabalho do amor, e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai, 1 Ts 1:3, ACF Assim mesmo também as boas obras são manifestas, e as que são de outra maneira não podem ocultar-se. 1 Tm 5:25, ACF O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras. Tt 2:14, ACF Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  3. 3. Paulo não era contra as boas obras. Ele era contra as obras como meio de salvação (Gl 2:16). Na verdade, Paulo disse que os que confiam nas obras da lei para ser salvos estão debaixo de uma maldição, porque ninguém que tenta ser salvo por guardar a lei consegue realmente guardá-la (Gl 3:10). A obediência só é possível pelo dom do Espírito Santo. Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Gl 2:16, ACF Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. Gl 3:10, ACF “Se o homem não pode, por qualquer de suas boas obras, merecer a salvação, então ela tem de ser inteiramente pela graça, recebida pelo pecador, porque ele aceita a Jesus e crê nEle. A salvação é inteiramente um dom gratuito. A justificação pela fé está fora de controvérsia. E toda essa discussão estará terminada logo que seja estabelecida a questão de que os méritos do homem caído, em suas boas obras, jamais poderão obter a vida eterna para ele” (Ellen G. White, Fé e Obras, p. 20). Embora não possamos chegar ao Céu por meio de nossas obras, nosso amor a Deus nos motiva a fazer, por Sua graça, todas as boas obras que estão ao nosso alcance? Terça - A “fé” dos demônios Ano Bíblico: Jo 16–18 Se as obras não estão presentes, há apenas uma outra maneira de “provar” a autenticidade da nossa fé: pela ortodoxia. Se acredito nas coisas certas, então devo ter fé, certo? 4. Leia 2 Coríntios 4:2; 1 Timóteo 2:4; Tiago 5:19, 20; 1 Pedro 1:22 e 1 João 3:18, 19. O que essas passagens dizem sobre a importância do conhecimento da verdade? Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. 2 Co 4:2, ACF Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. 1 Tm 2:4, ACF 19 Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, 20 Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados. Tg 5:19-20, ACF Purificando as vossas almas pelo Espírito na obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro; 1 Pe 1:22, ACF 18 Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade. 19 E nisto conhecemos que somos da verdade, e diante dele asseguraremos nossos corações; 1 Jo 3:18-19, ACF Não há dúvida de que um conhecimento intelectual da verdade tem seu lugar, um lugar muito importante. No entanto, esse conhecimento, por si só, não é suficiente para provar que uma pessoa tem fé salvadora. 5. Que advertência encontramos em Tiago 2:19 sobre um falso conceito do que é a verdadeira fé? Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. Tg 2:19, ACF A declaração mais fundamental de fé no Antigo Testamento é Deuteronômio 6:4: “Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor.” Conhecido como Shemá (porque essa é a palavra hebraica com a qual ela começa), essa declaração resume bem a crença em um único Deus. Qualquer outro ensinamento bíblico flui dessa verdade básica. Mas até mesmo os demônios creem nessa verdade. Sem dúvida, eles sabem disso! No entanto, que proveito isso tem para eles? Eles tremem na presença de Deus, como fizeram quando confrontados por Jesus e receberam a ordem de sair de suas vítimas (Mc 3:11; 5:7). Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  4. 4. E os espíritos imundos, quando o viam, prostravam-se diante dele e clamavam, dizendo: Tu és o Filho de Deus. Mc 3:11, ARA clamando em alta voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te por Deus que não me atormentes. Mc 5:7, Séc. XXI Uma fé intelectual que não tem efeito sobre nossa maneira de agir é inútil; na verdade, é a mesma fé que têm os demônios, que estão ativamente atuando para nos enganar com falsas doutrinas e mentiras. Como aconteceu com Israel no tempo de Jesus, os demônios incentivarão as pessoas a acreditar em seus enganos apoiados no desejo de suas vítimas de manter o comportamento impuro e injusto: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” (1Tm 4:1). A fé deve ser manifestada em nossa vida, ou então não é uma fé salvadora; em vez disso, é “a fé dos demônios”, e essa fé não nos salvará. Quarta - A fé de Abraão Ano Bíblico: Jo 19–21 6. Leia Tiago 2:21-24 e compare com Romanos 4:1-5, 22-24. Como a fé de Abraão é descrita nesses textos e em que se baseia a justificação? 21 Não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? 22 Vês que a fé cooperou com suas obras, e pelas obras a fé foi aperfeiçoada. 23 Assim se cumpriu a Escritura que diz: Abraão creu em Deus, e isso lhe foi atribuído como justiça, e ele foi chamado amigo de Deus. 24 Vedes então que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé. Tg 2:21-24, Séc XXI 1 Que diremos, pois, ter alcançado Abraão, nosso pai segundo a carne? 2 Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus. 3 Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. 4 Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. 5 Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça. Rm 4:1-5, ACF 22 Assim isso lhe foi também imputado como justiça. 23 Ora, não só por causa dele está escrito, que lhe fosse tomado em conta, 24 Mas também por nós, a quem será tomado em conta, os que cremos naquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus nosso Senhor; Rm 4:22-24, ACF Curiosamente, Tiago e Paulo citam Gênesis 15:6, mas parecem chegar a conclusões opostas. De acordo com Tiago, Abraão foi justificado pelas obras, mas Paulo, em Romanos 4:2, parece negar explicitamente essa possibilidade (compare com Tg 2:24). E creu ele no SENHOR, e imputou-lhe isto por justiça. Gn 15:6, ACF Porém, o contexto imediato de Romanos 4 tem que ver com a seguinte questão: A circuncisão é necessária para a justificação? Isto é, se os gentios tinham que se tornar judeus a fim de ser salvos (Rm 3:28-30). Paulo mostra que a fé de Abraão, não a sua “obra” de ser circuncidado, foi a base da justificação, porque Abraão creu mesmo antes de ter sido circuncidado. Abraão foi circuncidado depois, como um sinal externo de sua fé interior (Rm 4:9-11). Mas as obras sozinhas, até mesmo a circuncisão, não são suficientes para a justificação, porque somente aqueles “que também andam nas pisadas daquela fé de Abraão, nosso pai” (Rm 4:12, ARC), serão justificados. 28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. 29 É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente, 30 Visto que Deus é um só, que justifica pela fé a circuncisão, e por meio da fé a incircuncisão. Rm 3:28-30, ACF 9 Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente, ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão. 10 Como lhe foi, pois, imputada? Estando na circuncisão ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas na incircuncisão. 11 E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé, quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  5. 5. crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada; Rm 4:9- 11, ACF É essa ênfase realmente tão diferente da de Tiago? Em seguida, Paulo usa a mesma “prova” de fé de Abraão que Tiago usou (Rm 4:17-21). Abraão creu que Deus poderia ressuscitar Isaque porque Ele “vivifica os mortos e chama à existência as coisas que não existem” (Rm 4:17; compare com Hb 11:17-19). Paulo também define a fé salvadora como estar “plenamente convicto de que Ele era poderoso para cumprir o que prometera” (Rm 4:21). Em suma, a fé que acredita no cumprimento das promessas de Deus e confia obedientemente em Sua Palavra é uma fé salvadora. Essas obras não são “obras da lei”, mas “obras da fé”. Ou, como Tiago diz: “Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou” (Tg 2:22). 17 Como está escrito: "Eu o constituí pai de muitas nações". Ele é nosso pai aos olhos de Deus, em quem creu, o Deus que dá vida aos mortos e chama à existência coisas que não existem, como se existissem. 18 Abraão, contra toda esperança, em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: "Assim será a sua descendência". 19 Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vitalidade. 20 Mesmo assim não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus, 21 estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido. Rm 4:17-21, NVI 17 Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido as promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho, 18 embora Deus lhe tivesse dito: "Por meio de Isaque a sua descendência será considerada". 19 Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos; e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos. Hb 11:17-19, NVI Muitos enfatizam a importância da fé e obras, mas mesmo isso separa os dois, pelo menos até certo ponto. A verdadeira fé é “a fé que atua pelo amor” (Gl 5:6). Boas obras não são apenas o sinal externo da fé, mas a atuação da fé. A confiança de Abraão no Deus que criou toda a vida o motivou a obedecer ao oferecer seu único filho, Isaque. De acordo com Tiago, é pela obediência que a fé se aperfeiçoa. Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão nem a incircuncisão tem valor algum; mas sim a fé que opera pelo amor. Gl 5:6, ACF Em sua experiência, as obras (ou a falta delas) afetam sua fé? Por outro lado, como sua fé influencia suas obras? Quinta - A fé de Raabe Ano Bíblico: At 1–3 7. “De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe, quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho?” (Tg 2:25). Leia Josué 2:1-21. Como podemos entender esse exemplo, novamente no contexto da salvação somente pela fé? 1 E Josué, filho de Num, enviou secretamente, de Sitim, dois homens a espiar, dizendo: Ide reconhecer a terra e a Jericó. Foram, pois, e entraram na casa de uma mulher prostituta, cujo nome era Raabe, e dormiram ali. 2 Então deu-se notícia ao rei de Jericó, dizendo: Eis que esta noite vieram aqui uns homens dos filhos de Israel, para espiar a terra. 3 Por isso mandou o rei de Jericó dizer a Raabe: Tira fora os homens que vieram a ti e entraram na tua casa, porque vieram espiar toda a terra. 4 Porém aquela mulher tomou os dois homens, e os escondeu, e disse: É verdade que vieram homens a mim, porém eu não sabia de onde eram. 5 E aconteceu que, havendo-se de fechar a porta, sendo já escuro, aqueles homens saíram; não sei para onde aqueles homens se foram; ide após eles depressa, porque os alcançareis. 6 Porém ela os tinha feito subir ao eirado, e os tinha escondido entre as canas do linho, que pusera em ordem sobre o eirado. 7 E foram-se aqueles homens após eles pelo caminho do Jordão, até aos vaus; e, havendo eles saído, fechou-se a porta. 8 E, antes que eles dormissem, ela subiu a eles no eirado; 9 E disse aos homens: Bem sei que o SENHOR vos deu esta terra e que o pavor de vós caiu sobre nós, e que todos os moradores da terra estão desfalecidos diante de vós. 10 Porque temos ouvido que o SENHOR secou as águas do Mar Vermelho diante de vós, quando saíeis do Egito, e o que fizestes aos dois reis dos amorreus, a Siom e a Ogue, que estavam além do Jordão, os quais destruístes. 11 O que ouvindo, desfaleceu o nosso coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o SENHOR vosso Deus é Deus em cima nos céus e em Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  6. 6. baixo na terra. 12 Agora, pois, jurai-me, vos peço, pelo SENHOR, que, como usei de misericórdia convosco, vós também usareis de misericórdia para com a casa de meu pai, e dai-me um sinal seguro, 13 De que conservareis com a vida a meu pai e a minha mãe, como também a meus irmãos e a minhas irmãs, com tudo o que têm e de que livrareis as nossas vidas da morte. 14 Então aqueles homens responderam-lhe: A nossa vida responderá pela vossa até à morte, se não denunciardes este nosso negócio, e será, pois, que, dando-nos o SENHOR esta terra, usaremos contigo de misericórdia e de fidelidade. 15 Ela então os fez descer por uma corda pela janela, porquanto a sua casa estava sobre o muro da cidade, e ela morava sobre o muro. 16 E disse-lhes: Ide-vos ao monte, para que, porventura, não vos encontrem os perseguidores, e escondei-vos lá três dias, até que voltem os perseguidores, e depois ide pelo vosso caminho. 17 E, disseram-lhe aqueles homens: Desobrigados seremos deste juramento que nos fizeste jurar. 18 Eis que, quando nós entrarmos na terra, atarás este cordão de fio de escarlata à janela por onde nos fizeste descer; e recolherás em casa contigo a teu pai, e a tua mãe, e a teus irmãos e a toda a família de teu pai. 19 Será, pois, que qualquer que sair fora da porta da tua casa, o seu sangue será sobre a sua cabeça, e nós seremos inocentes; mas qualquer que estiver contigo, em casa, o seu sangue seja sobre a nossa cabeça, se alguém nele puser mão. 20 Porém, se tu denunciares este nosso negócio, seremos desobrigados do juramento que nos fizeste jurar. 21 E ela disse: Conforme as vossas palavras, assim seja. Então os despediu; e eles se foram; e ela atou o cordão de escarlata à janela. Js 2:1-21, ACF De acordo com Hebreus 11:31, os habitantes de Jericó não acreditaram. A maioria das traduções modernas os descrevem como “desobedientes”. Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias. Hb 11:31, ACF Os habitantes de Jericó sabiam sobre as notáveis vitórias de Israel sobre os midianitas e os amorreus. Por isso, estavam bem cientes do poder do Deus de Israel. O julgamento divino sobre Israel em Baal-Peor ensinou ao povo de Jericó a respeito de Sua santidade, bem como de Sua aversão à idolatria e imoralidade: “Todos estes fatos eram conhecidos dos habitantes de Jericó, e muitos havia que participavam da convicção de Raabe, embora se recusassem a obedecer à mesma” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 492). Raabe não foi salva por causa de sua mentira, mas apesar dela. Ela creu no Deus verdadeiro, e agiu com base nessa fé, protegendo os espias que Josué tinha enviado. Havia também condições: ela obedeceu à instrução dos espias quanto a pendurar o cordão vermelho em sua janela, que lembrava o sangue aspergido nas portas das casas dos israelitas no momento de sua libertação do Egito, quando foi instituída a Páscoa (Êx 12:21-24). Embora longe da perfeição, a vida de Raabe é um modelo da fé que mostra a realidade do perdão e graça de Deus para todos que estão dispostos a avançar pela fé e confiar em Deus quanto aos resultados. 8. Leia Tiago 2:26. Como esse texto resume a relação entre fé e obras? Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta. Tg 2:26, ACF Assim como o corpo é apenas um cadáver sem o sopro de vida, também a fé sem obras é morta. Além disso, sem fé real, qualquer “obediência” que tentássemos oferecer equivaleria apenas a “obras mortas” (Hb 6:1; 9:14), que não têm sentido aos olhos de Deus. Uma prostituta salva pela fé? Se esse fosse o único exemplo de salvação pela fé que tivéssemos, que falsas conclusões poderíamos tirar dele? Que esperança você descobre nessa história? Sexta - Estudo adicional Ano Bíblico: At 4–6 “Quando o eu é colocado totalmente de lado, você pode obter uma experiência nova e rica, você percebe as próprias imperfeições ao se prostrar ao pé da cruz e, ao ver as perfeições de Cristo, o eu se tornará insignificante. “Ao olhar atento, Cristo aparecerá como a perfeição da graça cativante. Seu modelo estará na mente e no coração, e será revelado no caráter. A impressão da mente divina deve ser feita sobre o coração, e manifestada na vida. Venha para Jesus em sua necessidade, ore com fé viva, apegue-se à mão do poder divino, creia, somente creia, e você verá a salvação divina. Se você deseja ser ensinado, Deus lhe ensinará; se você deseja ser guiado, Ele vai levá-lo a fontes de águas vivas” (Ellen G. White, Testimonies to Southern Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  7. 7. Africa [Testemunhos Para o Sul do África, p. 26). Perguntas para reflexão 1. Qual é a mensagem de Tiago 2 aos que confiam na justiça de Cristo para a salvação? 2. Alguns argumentam que Tiago fala sobre fé e obras sem referência a Paulo, e que devemos interpretar Tiago em seus próprios termos. O que há de errado com esse pensamento? Por que é importante ter em mente o que outros textos dizem sobre fé e obras? Na verdade, no calor da Reforma Protestante, os apologistas católicos sempre corriam para o livro de Tiago para defender a Igreja Romana contra os protestantes. Por que isso nos mostra o quanto é importante fundamentar nossas doutrinas em todos os textos que temos à nossa disposição? 3. Costuma-se dizer que a fé e as obras devem ser mantidas em “equilíbrio”. À luz desta lição, você concorda com essa afirmação? Comente com a classe. 4. Por que não encontramos nenhuma menção no Novo Testamento ao fracasso da fé de Abraão em conexão com Ismael ou a respeito da mentira de Raabe? O que esse fato nos ensina sobre o significado de ser coberto pela justiça de Cristo? Respostas sugestivas: 1. Somos salvos pela graça, mediante a fé, para realizar a obra de Deus. Se não pratico as obras da fé, não tenho a verdadeira fé que produz obras. A falsa fé não pode produzir a genuína salvação. 2. Fé e obras são inseparáveis na vida cristã. As palavras podem alegar fé, mas somente as obras podem comprová-la. Fé sem obras é apenas paixão, e obra sem fé é presunção. 3. Ensinou que: a salvação nos recria para boas obras; a verdadeira fé atua por amor; Jesus Se deu por nós, para nos remir da iniquidade, nos purificar e nos tornar zelosos em boas obras. 4. Deus quer que conheçamos a verdade; devemos demonstrar e anunciar a verdade pura; nossa missão é salvar pessoas que se afastaram da verdade; O Espírito nos purifica por meio da obediência à verdade; os que seguem a verdade, amam de verdade. 5. Se nossa fé não muda nossa maneira de viver e não influencia nossas ações, é comparada à fé dos demônios, que sabem que Deus é único, mas não Lhe obedecem. 6. Abraão creu em Deus e sua fé foi atribuída como justiça. Paulo quis mostrar que a salvação não dependia da circuncisão nem da lei, mas somente da graça. Quando Abraão cumpriu sua parte na aliança, já estava justificado, mas não deixou de agir para confirmar sua fé. Paulo não quis dizer que somos salvos para desobedecer a lei. Tiago quis enfatizar que a fé de Abraão o levou à ação. Há dois tipos de obras na vida: obras de fé ou obras de rebelião. 7. Raabe primeiro teve fé no Deus de Israel. Sua fé a levou a se aliar ao povo de Deus e a protegê-los. Ela acreditou em Deus e temeu a Deus. Agiu com base em sua fé. Obras não salvam, mas devem existir e estar de acordo com a fé. 8. Fé é uma força que atua na vida. A atuação da fé é representada pelas obras. Não existe fé que não se manifeste com alguma prática. Deus salva mediante a fé, mas a fé faz a vontade do Salvador. Auxiliar - Resumo Carta de Tiago Texto-chave: Tiago 2:14-26 O aluno deverá: Saber: Que (1) as boas obras são o resultado natural da fé genuína; (2) crença não é o mesmo que fé; e (3) a relação entre fé e obras é como o corpo e o espírito, integrados em uma só pessoa. Sentir: A segurança que vem quando confiamos no cumprimento das promessas de Deus e dependemos de Sua Palavra em atitude de obediência e fé salvífica. Fazer: Aceitar o milagre do divino poder recriador, pelo qual Ele nos concede a fé e a obediência guiada pelo Espírito para fazer Sua vontade. Esboço I. Saber: Entendendo a fé que opera A. Qual é a diferença entre as obras como “sinal externo” da fé e o “desenvolvimento” da fé? Dê exemplos. B. O que é o verdadeiro amor e como ele é revelado? Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  8. 8. C. É possível separar a fé das boas obras? O que é a fé sem as boas obras? O que são obras sem fé? II. Sentir: A segurança divina A. Verdadeiro ou falso: “Ninguém que tenta ser salvo pela guarda da lei consegue realmente guardá-la” (ver Gl 3:10). Explique sua resposta. B. Por que as boas obras vêm naturalmente para os que têm a verdadeira fé? III. Fazer: Aceitar o dom divino da fé ativa A. Qual é a diferença entre crença e fé? B. “Fazer o bem” é um exercício da fé? Resumo: A fé atuante pode ser um conceito difícil de compreender. Alguns desejam separar a fé e as obras, mas a fé salvadora e genuína é caracterizada por boas obras. Não podemos ser salvos pelas obras, mas sem elas nossa fé é morta. Palavras e ações caminham juntas, e a fé se revela em obras. Uma fé intelectual que não tem algum efeito em nossa maneira de agir é inútil. Boas obras não são simplesmente um sinal externo da fé; elas são a consequência da fé. Ciclo do Aprendizado Motivação Focalizando as Escrituras: Tiago 2:21-26 Conceito-chave para o crescimento espiritual: As “boas obras” focalizam os outros e provêm da atuação da fé. Elas não devem ser apenas um sinal externo da fé. Somente para o professor: Pelo menos desde o livro de Tiago, vemos que os seres humanos têm lutado com a falsa dicotomia entre fé ou obras, amor ou lei, e misericórdia ou justiça, como sendo o caminho para a felicidade e salvação. Nesta lição, veremos como as boas obras são praticadas naturalmente pelos que têm verdadeira fé. Discussão de abertura Foi um dia revolucionário: 25 de junho de 1967. Pela primeira vez, 400 milhões de pessoas em 31 países foram simultaneamente reunidas via satélite durante a primeira transmissão de televisão ao vivo. Intitulada “Nosso Mundo”, a transmissão durou duas horas e meia, destacando artistas de todo o mundo, com o mais memorável guardado para o ato de encerramento. A partir de um estúdio de Londres, o famoso quarteto britânico, os Beatles, abalaram o mundo, contando como todos os problemas poderiam ser resolvidos: “É fácil. Tudo que você precisa é amor. [...] O amor é tudo que você precisa” (“Our World” [Nosso Mundo] (Especial de TV), http://en.wikipedia.org/wiki/Our_World_(TV_special) Quase meio século depois, as palavras ainda ecoam em ondas sonoras e ondas cerebrais, e continuam formando ondas teológicas. “O amor (e/ou fé) é tudo de que você precisa”, dizem alguns. Outros contrariam: “E as obras?” Assim, a velha discussão sobre a maneira pela qual somos salvos continua entusiasmada. Comente com a classe: Há momentos na vida em que tudo de que você precisa é amor? Em caso afirmativo, quais são esses momentos, e como o amor é revelado? Há momentos em que mais do que apenas amor é necessário? Dê exemplos. E quanto à salvação: o amor é tudo de que precisamos, ou há mais alguma coisa? O que é o amor verdadeiro, e como ele é revelado? Compreensão Somente para o professor: Nos dias de Paulo, muitos de seus compatriotas ostentavam a circuncisão como sinal de justiça. Ela servia como “prova” de que a pessoa cria em Deus e fazia parte da comunidade da aliança de Israel (Gn 17:10-14; Êx 12:48). Mas ela significava também que muitos não sentiam necessidade de fé em Cristo ou perdão por Seu sangue, porque Deus havia provido os sacrifícios do templo para expiar o pecado (ver Lv 1:4; 4:20, 26, 35; 5:6; 6:7, etc.). Em contrapartida, pense no comportamento semelhante que nos distingue como adventistas do sétimo dia. Guardamos o sábado do pôr do sol de sexta-feira ao pôr do sol de sábado. Não usamos substâncias nocivas Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  9. 9. como o tabaco, álcool e drogas. Do que comemos ao que vestimos, damos um testemunho vivo da nossa fé. Mas essas práticas, boas e importantes como sejam, podem se tornar apenas “símbolos de justiça”? Como podemos evitar a armadilha de torná-las um meio de salvação? Pergunte à classe sobre o papel da atitude na vida cristã. Existe lugar para ter orgulho das coisas boas que fazemos? Por quê? (Ver Lc 17:7-10). Comentário Bíblico I. A fonte e objetivo da justiça (Recapitule com a classe Tg 2:20-26.) Abraão, como “pai” de Israel, foi um ótimo exemplo de justiça. Sendo a “pedreira” ou fonte da qual Israel foi extraído, ele era a autoridade natural que devia ser contemplada (Is 51:1, 2) para se aprender sobre obediência. Era natural pensar na circuncisão como prova muito importante de que as pessoas estivessem seguindo seus passos. Mas, na verdade, a circuncisão veio como resultado da fé (Rm 4:10, 11). Como Paulo e Tiago mostram, a obediência não foi o elemento mais importante em Abraão, mas a sua fé em que Deus capacitaria Sara a dar à luz o filho prometido (Rm 4:19-21), a fé disposta até mesmo a devolver esse filho do milagre como oferta de sacrifício (Tg 2:21, 22), crendo que Deus poderia ressuscitá-lo dentre os mortos (Hb 11:19). Tiago e Paulo citam o mesmo verso de Gênesis para provar esse ponto (Gn 15.6; comparar com Rm 4:3; Tg 2:23). Contraste essa perspectiva bíblica com o entendimento dos judeus sobre Abraão como seu pai, em João 8:39. A palavra grega usada para descrever o homem em Tiago 2:20 é kene, que literalmente significa “vazio”. Ironicamente, a maioria das versões traduz essa palavra em termos intelectuais (“tolo” ou “vão”), apesar do fato de que Tiago está argumentando contra uma fé intelectual. É mais provável que o texto seja alusão a um homem destituído do Espírito de Deus e pronto para ser controlado pelo demônio. Jesus descreve essa situação em Mateus 12:43-45. Quando uma pessoa decide mudar e abandonar o estilo de vida pecaminoso (simbolizado na parábola por um espírito imundo deixando a pessoa), um vazio é criado. Se deve haver uma mudança para melhor, o vazio precisa ser preenchido pelo Espírito de Deus. Caso contrário, como Jesus advertiu, o resultado final pode ser ainda pior, como ocorreu com os que se recusaram a aceitar Jesus. Poderíamos até ser enganados por demônios ajudando-nos a aparentar piedade: “O mesmo espírito mau que tentara a Cristo no deserto e, possuía o louco de Cafarnaum, dominava os incrédulos judeus. Para com eles, porém, assumia ar de piedade, buscando enganá-los quanto aos motivos que tinham em rejeitar o Salvador. Sua condição era mais desesperadora que a do endemoninhado, pois não sentiam necessidade de Cristo, sendo assim mantidos seguros sob o poder de Satanás” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 256). A vida espiritual é um milagre do poder recriador de Deus, pelo qual Deus nos dá fé e obediência guiada pelo Espírito para fazer Sua vontade. A Bíblia indica que a fé é aperfeiçoada pelas obras de obediência. Isso foi verdade quanto a Abraão, mas foi ainda mais verdadeiro em relação a Jesus (ver Hb 2:10; 5:8, 9), cujos passos devemos seguir (1Pe 2:21-24; 1Jo 2:6). De que modo as escolhas de estilo de vida, tais como a guarda do sábado e o que comemos e bebemos, provam a autenticidade da nossa fé (ou a falta dela)? Isso é diferente de ser salvo por fazer essas coisas? Perguntas para reflexão 1. Você já se sentiu espiritualmente “vazio”, como resultado de ir contra sua consciência? Faz alguma diferença ter a doutrina correta se nosso estilo de vida não corresponde à nossa fé? 2. Por que a obediência só é possível mediante o dom e atuação do Espírito Santo? (Rm 8:13, 14; Tt 3:5-7, 8) 3. Comente com a classe a importância relativa de praticar a verdade e ser guiado pelo Espírito. Um é mais importante do que o outro? Explique. O que acontece quando um dos dois se torna muito dominante? Aplicação Somente para o professor: O conhecimento é importante, mas a aplicação é fundamental. Os dois andam de mãos dadas, assim como ocorre com a fé e as obras. Encoraje os alunos a tomar tempo para analisar os versos reveladores da verdade, abaixo, e considerar cuidadosamente as perguntas para reflexão. Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//
  10. 10. Perguntas para reflexão 1. O que é mais importante, fé ou obediência? Justifique sua resposta. Uma pessoa pode ter fé sem obediência? Ou obediência sem fé? Verdadeiro ou falso: “A fé é a raiz de toda verdadeira obediência.” Explique. 2. Em sua carta a Tito, um jovem cristão grego, Paulo explicou a relação entre boas obras (“ações”), misericórdia e salvação (Tt 3:5, 8). Leia os textos e responda a estas perguntas: 1. O que não é a base da nossa salvação? Qual é o fundamento da salvação? 2. Por que Paulo enfatiza que “Fiel é esta palavra”? 3. O que aquele que crê em Deus é levado a fazer? 4. Nesses versos, de acordo com Paulo, que “coisas são excelentes e proveitosas”? Criatividade e atividades práticas Somente para o professor: A seguinte ideia funciona bem para uma sessão de elaboração de ideias. No entanto, atividades individuais resultantes do debate podem ser designadas a indivíduos ou duplas. Enfatize que essas obras são uma consequência, ou realização, da nossa fé em Jesus. Atividade Como vimos, “fé e obras” são voltadas para os outros. Jesus nos convida a exercer fé através das obras que serão uma bênção para outros. Ele diz: “’Ande comigo. Ensine comigo. Alimente os outros comigo. Lave os pés dos outros comigo. Alimente-Me. Dê-Me água. Vista-Me. Visite-Me.’ Siga-Me! Ele ordenou” (If Jesus Flew Into Town Tomorrow [Se Jesus Viesse à Cidade Amanhã], http://afaiththatworks.com. Por favor, note que esses são atos de fé, não pensamentos ou sentimentos de fé. Deus está interessado na fé que atua, não na “fé” que apenas pensa ou sente, não importa quão forte ou sinceramente. Pergunte aos alunos como podemos colocar a fé em ação. Considere os verbos acima, e considere-os um por um: Com quem você poderia andar nesta semana? Quem precisa ser ensinado sobre Jesus? Será que a classe da Escola Sabatina infantil ficaria grata por sua ajuda? Há algum necessitado que você poderia alimentar nesta semana? De quem você precisa lavar os pés na próxima cerimônia de lava-pés? A quem você ou sua classe poderia oferecer água limpa? Você pode vestir algum necessitado nesta semana? Qual foi a última vez que você visitou alguém que não tem vindo à igreja ou está no hospital ou na prisão? Jesus nos convida hoje: “Siga-Me!” Planejando atividades: O que sua classe pode fazer, na próxima semana, como resposta ao estudo da lição? É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização da Casa Publicadora Brasileira. Conheça este e outros mmaatteerriiaaiiss ppeelloo ssiittee hhttttpp::////wwwwww..ccppbb..ccoomm..bbrr//

×