Especificação motores

228 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Especificação motores

  1. 1. CRITÉRIOS PARA DIM ENSIONAR UM MOTOR ELÉTRICO http://motores_dimensionar.br.tripod.com/ 1) Curva Conjugado Motor x Conjugado Resistente A curva de conjugado do motor elétrico deverá ser tal que acione a carga, ou seja, cp>cr e o cmáx (dentro da categoria) o maior possível para que o motor elétrico vença eventuais picos de carga como pr. ex. britadores. Deveremos comparar o Conj. resistente (cr) com o conj. do motor. 2) Categorias de conjugado (NBR 7094/95) Normalmente os Motores Elétricos são fabricados conforme categoria N (NY) porém para certas cargas são necessários motores com cat. D (ex. prensas excêntricas), tudo depende do tipo da carga acionada. Equivalências de Conjugados : N (NBR)................A e B (NEMA) H(NBR)................C (NEMA) D(NBR)................D (NEMA) 3) Momento de Inércia (J) O momento de inércia da carga acionada (Jc) é uma das características fundamentais para verificar, através do tempo de aceleração (ta), se o ME consegue acionar a carga dentro das condições exigidas pelo ambiente ou estabilidade térmica do material isolante. Momento de inércia da carga reduzido ao eixo motor : Jcm = Jc (nc/nn)² em kgm² Vel. linear da massa reduzida ao eixo do motor: Jcm = 91,2 m (v²/Nn²) em kgm² Jc = momento inércia da carga (kgm²) Jcm = momento inércia da carga reduzida eixo ME(kgm²) v = velocidade linear (m/s) m = massa da carga (kg) Nn = rotação nominal do motor elétrico (rpm) 4) Tempo de Aceleração (ta) É o item mais importante, pois através dele vamos verificar se o Motor Elétrico é capaz de acionar a carga.O tempo de aceleração pode ser determinado de maneira aproximada pela fórmula: ta = 2.PI. Nn (Jm + Jc) / (Cméd - Cr) [s] Jm = momento inércia motor (kgm²)
  2. 2. Jc = momento inércia carga (kgm²) Cméd = conj. médio da aceleração do motor (kgm²) Cr = conj. de aceleração da carga (kgm²) Nn = rotação nominal do motor elétrico (rpm) 5) Regime de Serviço É o grau de regularidade da carga na qual o ME é submetido. Os ME normais de linha são projetados para regime contínuo (S1), quando o ME não for utilizado para este regime devemos contatar e informar o fabricante numéricamente ou por gráficos sobre o tipo de regime que é submetido o Motor Elétrico. Os regimes de serviços cfme. a NBR 7094/1996 são S1 à S10. 6) Temperatura Ambiente e Altitude (H) O ME é projetado para trabalhar numa temp.amb. (tam) = 40 ºC e altitude de 1.000 m. Se for operar numa temp. maior ou menor que 40º C e altitude > 1.000 m devemos corrigir a potência disponível no eixo conforme os valores em uma tabela específica do fabricante. 7) Classe de Isolameno Os motores padrão são fabricados com materiais isolantes da classe de temperatura B (tam = 40 ºC e elevação de temp. de 80 K).Se o ME for controlado por Inversor de Frequência a classe de isolamento mínimo será F (tam = 40ºC e elev. = 100 k).Quando o ME for utilizado em tam >> 40ºC devemos sobredimensioná-lo, usar classe isolamento H, graxa nos rolamentos e rolamentos com folga C3. 8) Proteção Elétrica Usar preferencialmente com Termistores. Existem também termostatos e resistência calibrada RDT que varia linearmente com a temperatua (PT 100). 9) Grau Proteção do Invólucro (IP) A NBR 6146 define o grau de proteção dos equipamentos por meio das letras IP seguidos por dois algarismosonde o 1º indica o grau de proteção contra penetração de corpos estranhos e contato acidental e o 2º contra penetração de água no interior do equipamento. Para a maioria das aplicações são sufucientes Motores Elétricos com grau de proteção IP54 ou IPW55. 10) Fator de Serviço (FS) O Fator de serviço (FS) é um multiplicador que quando aplicado à potência nominal (Pn) do ME indica a carga que pode ser acionada contínuamente sob tensão e frequência nominais e com limite de elevação de temperatura. O FS obtemos do catálogo do fabricante. 11) Nível de Ruído Deverá obedecer a NBR 7565. 12) Vibração
  3. 3. Deverá seguir a NBR 11390. 13) Forma construtiva Conforme NBR 5031. Geralmente o fabricante fornece B3 para funcionamento horizontal com pés, pode ser sob consulta com flange e eixo com características especiais. 14) Tensão de Alimentação Para partida estrela-triângulo 220/380 V ou 440/760 V, série-paralelo 220/440 ou 380/760 V e partida direta cfme. tensão da rede : 220 V, 380 V ou 440 V. 15) Ensaios Elétricos Podem ser solicitados de rotina, tipo ou especiais. PROFISSIONAL PARA INFORMAÇÕES, CONSULTORIAS E PALESTRAS, CONTATAR PELO E-MAIL : gkcompazzi@yahoo.com Engº Eletricista Glauco Kruger Compazzi.

×