Um natal Diferente (texo PT)

433 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um natal Diferente (texo PT)

  1. 1. Ana Paula silva Araújo - 03Carolina Jacomini Sampaio - 07 Gabriela Leite B. Gomes – 15 Marina Pginolato Lodi - 9°D
  2. 2.  O cheiro dos biscoitos invadia a sala, a lareira já estava acesa e a família reunida. As crianças preparavam a árvore de natal, enquanto se divertiam vendo a neve cair lá fora. Estava acabando de arrumar a mesa para a ceia, quando meus sobrinhos gritaram: – Falta a estrela! Corri para o sótão. Lá estava a caixa com os últimos enfeites de natal, bem no alto da pilha que desabou sobre mim. Sob meu pé, uma foto da qual não me lembrava mais
  3. 3. ‾ La estava eu, bem pequena, tinha uns cinco anos no máximo. Também era época de natal e, na foto estava eu e vovó Joaninha sentadas ao pé da arvore. Ela era uma pessoa simples, sempre gostava de agradar os netos, fazendo bolos e biscoitos dos mais variados sabores. Joana era uma mulher linda, com os seus olhos verdes como esmeraldas e cabelos pretos como a luz do céu na escuridão do universo. Já eu, tenho cabelos cor de caramelo, mas herdei da vovó a maravilhosa cor verde de seus olhos. Eu era muito travessa, adorava implicar com meus primos e irmãos. Já que sou a única neta e a caçula também, nunca levava a culpa de nada que eu fazia, a vovó sempre me protegia
  4. 4. ‾ Aquele foi o ultimo natal que passei com a vovó e o mais marcante também. Vovó fez um suéter para cada neto, é estranho perceber isso agora, mas parece que vovó já sabia que seria seu ultimo natal. Sues biscoitos e bolos eram os mais belos e saborosos do que quais quer outros. Como parte da tradição da nossa família vovó me ensinou todas as suas receitas desde a torta de limão ate suas deliciosas bananas carameladas. O que mais me marcou neste natal foi presente foi o presente que ela me deu: uma linda boneca holandesa de porcelana, que vestia um lindo vestido branco, e tinha cabelos soltos cor d caramelo. Ainda me lembro das palavras de vovó quando abri o presente: – Quando a vi lembrei-mede você
  5. 5. ‾ O som de mais uma caixa caindo me fez acordar de meus devaneios. Com ela, caiu a boneca que vovó me dera , peguei-a, olhei em seus olhos verdes, e comecei a pensar:‾ – Como seria se vovó ainda estivesse viva? Será que meus filhos e sobrinhos iriam gostar de você como eu gosto? Como será que ela esta? Ah vovó apesar de eu cozinhar com suas receitas, nunca me esquecerei do toque especial que você dava a elas, e de passar o ano todo só esperando pelas mais variadas e maravilhosas guloseimas de natal. Oh que falta você nos faz vovó!
  6. 6. ‾ – O que esta acontecendo – era meu irmão preocupado com a demora e com os barulhos – Vamos a ceia já esta pronta.‾ – Ok, mais enquanto te explico o q aconteceu me ajude a guardar esta bagunça e descer com estas caixas – disse.‾ Quando descemos com as caixas todos ficaram curiosos para saber do que se tratava , as crianças achavam que era presentes, mas as suas expectativas foram quebradas quando viram que eram fotos e brinquedos antigos e empoeirados. Eu, meus primos e irmãos, tios e tias, mãe e pai, começamos a contar historias sobre os fatos e brinquedos, as crianças se entusiasmaram e começara a brincar. E este foi o primeiro natal em anos que senti que vovó estava de novo entre nós.

×