T. S.T.
• Médico do Trabalho com Título de Especialista pelaAMB / ANAMT• Médico do Trabalho da Petrobras• Assessor Especial da Pre...
Ajudante de tipografiaPedreiro (para evitar que o cimento caísse noscabelos, passou a usar um chapéu coco. Daí oapelido “C...
A História do Bem e do MalA História do Bem e do Mal
“Institui a fiscalização permanente nasfábricas em que trabalhassem menores, acargo de um inspetor geral, subordinado aoMi...
Ontem HojeHoje
Organização SindicalOrganização SindicalLei criadaLei criadaemem19031903Lei criadaLei criadaemem19031903•19031903  Sindi...
Em 1904 “Reformas promovidas por Oswaldo CruzEm 1904 “Reformas promovidas por Oswaldo Cruzno âmbito da Saúde Pública”no âm...
Ontem HojeHoje
Meu terno brancoMeu terno brancoParece casca de alhoParece casca de alhoFoi herança do defuntoFoi herança do defuntodo Aci...
Primeira Lei Trabalhista de Proteção aoPrimeira Lei Trabalhista de Proteção aoTrabalhadorTrabalhadorPrimeira Lei Trabalhis...
 “Cria o Departamento Nacional de SaúdePública e nele a Inspetoria de HigieneIndustrial e Profissional.”
Brasil de 1920Brasil de 1920Uma Grande FazendaUma Grande Fazenda• 648.153 – Estabelecimentos rurais, com a produçãoalcança...
1929 – Quebra da Bolsa de Nova York Migração do Homem do Campo para os Grandes Centros Homem do Campo  OperárioHomem Br...
VARGAS NO PODERVARGAS NO PODERVARGAS NO PODERVARGAS NO PODER Revolução em 1930Revolução em 1930 Estado Novo (1937 – 1945...
Fatos RelevantesFatos Relevantes1930 – Foi criado o Ministério doTrabalho, Indústria e Comércio(Decreto 19433, de 26/11/19...
Fatos RelevantesFatos Relevantes1932 –1932 – Criadas as Inspetorias Regionais do Ministério doCriadas as Inspetorias Regio...
Fatos RelevantesFatos Relevantes1940 –1940 – As Inspetorias Regionais do Ministério do Trabalho,As Inspetorias Regionais d...
1° de Maio de 19431° de Maio de 1943
GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950)) Aumentou o númer...
GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))““IMPORTAVA TUDO”I...
Novo Governo Getúlio VargasNovo Governo Getúlio Vargas Eleito Presidente em 03 / 10 / 1950Eleito Presidente em 03 / 10 / ...
Projeto Nacionalista doProjeto Nacionalista do2° Governo Vargas2° Governo VargasCriação da PETROBRAS em 03 de Outubro de 1...
Fim daFim daEra VargasEra VargasSuicídio emSuicídio em19541954
Governo J KGoverno J KGoverno J KGoverno J KEm 31/01/1956 tomou posse Juscelino KubitschekEm 31/01/1956 tomou posse Juscel...
Dupla JAN – JANDupla JAN – JANAssumiu o Governo em 31 / 01 / 1961Assumiu o Governo em 31 / 01 / 1961
Revolução ou Golpe MilitarRevolução ou Golpe Militarde 1964de 1964• 21/11/1966 –21/11/1966 – Unificação de todos os IAP(s)...
“Em apenas cinco meses, entre outubro de1973 e março de 1974, o preço dopetróleo aumentou 400% (Guerra do YomKipur).”É o f...
 Em 1976, o primeiro carro a álcoolatravessou 14 quilômetros da ponteRio-Niterói com apenas 1 litro degasolina.
ANO Número de Acidentes de Trabalho noBrasil2006 512.2322007 659.5232008 755.9802009 723.452
População Brasil (Julho/2009)1: 191,5 milhõesPEAPEA: 98.845.569Ocupados: 90.845.569Desocupados: 8.059.550Contribuintes Pre...
 Os trabalhadores precisam serENSINADOS no seu ofício. Precisam serEDUCADOS e CAPACITADOS para que,além de “produzir” não...
 Quando “burlam” Normas de Segurança éQuando “burlam” Normas de Segurança éporque quase sempre são exigidos de talporque ...
 Quando ocorre um acidente, o ato finalpode ser o trabalhador, mas uma sériede “barreiras” colocadas para que oacidente n...
 A ocorrência de um acidente deveria serconsiderada uma falha do Processo deProdução. Nesse sentido, há falhahumana, pois...
 A CULPABILIZAÇÃO do TRABALHADORA CULPABILIZAÇÃO do TRABALHADORpor um acidente de trabalho impede opor um acidente de tra...
 O acidente de trabalho deve ser vistocomo: processo social  ramoseconômicos  mercado de trabalho organização do traba...
 A CAPACITAÇÃO, ISOLADA DE UMAA CAPACITAÇÃO, ISOLADA DE UMAPOLÍTICA DE ORGANIZAÇÃO PORPOLÍTICA DE ORGANIZAÇÃO PORLOCAL DE...
O Superdimensionamento doO Superdimensionamento doEquipamento de Proteção IndividualEquipamento de Proteção Individualna p...
Uma História do Bem e do MalUma História do Bem e do MalMuito obrigado.Muito obrigado.Jorge TeixeiraJorge TeixeiraCNTI/FUN...
Jorge teixeira01
Jorge teixeira01
Jorge teixeira01
Jorge teixeira01
Jorge teixeira01
Jorge teixeira01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jorge teixeira01

241 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
241
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jorge teixeira01

  1. 1. T. S.T.
  2. 2. • Médico do Trabalho com Título de Especialista pelaAMB / ANAMT• Médico do Trabalho da Petrobras• Assessor Especial da Presidência daFUNDACENTRO• Representante da CNTI
  3. 3. Ajudante de tipografiaPedreiro (para evitar que o cimento caísse noscabelos, passou a usar um chapéu coco. Daí oapelido “CARTOLA”)Lavador de carros (sofreu um acidente detrabalho)Servente no Ministério do Trabalho, Indústria eComércio.Zelador de PrédioCANTOR E COMPOSITOR
  4. 4. A História do Bem e do MalA História do Bem e do Mal
  5. 5. “Institui a fiscalização permanente nasfábricas em que trabalhassem menores, acargo de um inspetor geral, subordinado aoMinistério do Interior.” Proíbe o trabalho de menores de 12 anos,salvo aprendizes na indústria têxtil (8 a 12anos).• 08 a 10 anos  3 horas/dia• 10 a 12 anos  4 horas/dia
  6. 6. Ontem HojeHoje
  7. 7. Organização SindicalOrganização SindicalLei criadaLei criadaemem19031903Lei criadaLei criadaemem19031903•19031903  Sindicatos RuraisSindicatos Rurais•19071907  Sindicatos UrbanosSindicatos Urbanos
  8. 8. Em 1904 “Reformas promovidas por Oswaldo CruzEm 1904 “Reformas promovidas por Oswaldo Cruzno âmbito da Saúde Pública”no âmbito da Saúde Pública”““Decretação de regras para o trabalhoDecretação de regras para o trabalhotornando-o compatível com a saúde e atornando-o compatível com a saúde e avida dos operários, quer quanto aovida dos operários, quer quanto aotempo de trabalho, quer quanto ao localtempo de trabalho, quer quanto ao localonde ele se faz.onde ele se faz. ””
  9. 9. Ontem HojeHoje
  10. 10. Meu terno brancoMeu terno brancoParece casca de alhoParece casca de alhoFoi herança do defuntoFoi herança do defuntodo Acidente do Trabalhodo Acidente do TrabalhoCarnaval de 1917 – João da Baiana e Patrício TeixeiraCarnaval de 1917 – João da Baiana e Patrício TeixeiraCabide de Mulambo
  11. 11. Primeira Lei Trabalhista de Proteção aoPrimeira Lei Trabalhista de Proteção aoTrabalhadorTrabalhadorPrimeira Lei Trabalhista de Proteção aoPrimeira Lei Trabalhista de Proteção aoTrabalhadorTrabalhadorDecreto Lei 3724, de 15/01/1919:Lei dos Acidentes do Trabalho
  12. 12.  “Cria o Departamento Nacional de SaúdePública e nele a Inspetoria de HigieneIndustrial e Profissional.”
  13. 13. Brasil de 1920Brasil de 1920Uma Grande FazendaUma Grande Fazenda• 648.153 – Estabelecimentos rurais, com a produçãoalcançando o valor de 2.775.512 contos de réis;• 13.336 – Estabelecimentos industriais;• 27 milhões de habitantes
  14. 14. 1929 – Quebra da Bolsa de Nova York Migração do Homem do Campo para os Grandes Centros Homem do Campo  OperárioHomem Brasileiro Mão de Obra EuropéiaXX
  15. 15. VARGAS NO PODERVARGAS NO PODERVARGAS NO PODERVARGAS NO PODER Revolução em 1930Revolução em 1930 Estado Novo (1937 – 1945)Estado Novo (1937 – 1945)
  16. 16. Fatos RelevantesFatos Relevantes1930 – Foi criado o Ministério doTrabalho, Indústria e Comércio(Decreto 19433, de 26/11/1930)
  17. 17. Fatos RelevantesFatos Relevantes1932 –1932 – Criadas as Inspetorias Regionais do Ministério doCriadas as Inspetorias Regionais do Ministério doTrabalho, Indústria e Comércio (Decretos 21690 e 23288, de 1ºTrabalho, Indústria e Comércio (Decretos 21690 e 23288, de 1ºde Agosto de 1932 e 26 de Outubro de 1933, respectivamente.de Agosto de 1932 e 26 de Outubro de 1933, respectivamente.))
  18. 18. Fatos RelevantesFatos Relevantes1940 –1940 – As Inspetorias Regionais do Ministério do Trabalho,As Inspetorias Regionais do Ministério do Trabalho,Indústria e Comércio foram transformadas em DelegaciasIndústria e Comércio foram transformadas em DelegaciasRegionais do Trabalho (Decreto-Lei 2168 de 06/05/1940).Regionais do Trabalho (Decreto-Lei 2168 de 06/05/1940).
  19. 19. 1° de Maio de 19431° de Maio de 1943
  20. 20. GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950)) Aumentou o número de Acidentes doAumentou o número de Acidentes doTrabalhoTrabalho Concluiu a CSN (Iniciada em 1941); Ampliou a Rede Ferroviária; Criou as Centrais Hidroelétricas do SãoFrancisco (CHESF) Usina de Paulo Afonso; Eletrificou a Estrada de Ferro Central do Brasil; Ampliou o Porto do Rio de Janeiro; Construiu 50.000 casas; Oleoduto Santos - São Paulo; Duas Refinarias (Bahia e São Paulo)
  21. 21. GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))GOVERNO DUTRAGOVERNO DUTRA((1946 – 19501946 – 1950))““IMPORTAVA TUDO”IMPORTAVA TUDO”Matéria Plástica
  22. 22. Novo Governo Getúlio VargasNovo Governo Getúlio Vargas Eleito Presidente em 03 / 10 / 1950Eleito Presidente em 03 / 10 / 1950(49% dos votos)(49% dos votos) O Mandato findará na maior tragédiaO Mandato findará na maior tragédiada História Política do Brasilda História Política do Brasil
  23. 23. Projeto Nacionalista doProjeto Nacionalista do2° Governo Vargas2° Governo VargasCriação da PETROBRAS em 03 de Outubro de 1953
  24. 24. Fim daFim daEra VargasEra VargasSuicídio emSuicídio em19541954
  25. 25. Governo J KGoverno J KGoverno J KGoverno J KEm 31/01/1956 tomou posse Juscelino KubitschekEm 31/01/1956 tomou posse Juscelino KubitschekGoverno BossaGoverno BossaNovaNova• Plano de Metas “50 anos em 5”:Plano de Metas “50 anos em 5”: Construção de BrasíliaConstrução de Brasília MontadorasMontadoras  FordFord,, VolkswagenVolkswagen,, WillysWillys,, GMGM
  26. 26. Dupla JAN – JANDupla JAN – JANAssumiu o Governo em 31 / 01 / 1961Assumiu o Governo em 31 / 01 / 1961
  27. 27. Revolução ou Golpe MilitarRevolução ou Golpe Militarde 1964de 1964• 21/11/1966 –21/11/1966 – Unificação de todos os IAP(s), dando origem aoUnificação de todos os IAP(s), dando origem ao INPSINPS (Instituto Nacional dePrevidência Social);• Grandes Obras:Ponte Rio–Niterói, Itaipu Binacional;• Aumenta o número de Acidentes do Trabalho.
  28. 28. “Em apenas cinco meses, entre outubro de1973 e março de 1974, o preço dopetróleo aumentou 400% (Guerra do YomKipur).”É o fim do milagre econômico.É o fim do milagre econômico.Cai a máscara do crescimento nacional doCai a máscara do crescimento nacional do“ninguém segura mais esse país”“ninguém segura mais esse país”
  29. 29.  Em 1976, o primeiro carro a álcoolatravessou 14 quilômetros da ponteRio-Niterói com apenas 1 litro degasolina.
  30. 30. ANO Número de Acidentes de Trabalho noBrasil2006 512.2322007 659.5232008 755.9802009 723.452
  31. 31. População Brasil (Julho/2009)1: 191,5 milhõesPEAPEA: 98.845.569Ocupados: 90.845.569Desocupados: 8.059.550Contribuintes Previdência: 46.068.171(50,7%) ou (65,3 entre 16 a 59 anos).Cobertura RGPS: 38.899.730 (43%)
  32. 32.  Os trabalhadores precisam serENSINADOS no seu ofício. Precisam serEDUCADOS e CAPACITADOS para que,além de “produzir” não soframACIDENTES ou DOENÇASRELACIONADAS AO TRABALHO.
  33. 33.  Quando “burlam” Normas de Segurança éQuando “burlam” Normas de Segurança éporque quase sempre são exigidos de talporque quase sempre são exigidos de talforma que as Normas tornam-seforma que as Normas tornam-seincompatíveis com a atividade real doincompatíveis com a atividade real dotrabalho.trabalho.
  34. 34.  Quando ocorre um acidente, o ato finalpode ser o trabalhador, mas uma sériede “barreiras” colocadas para que oacidente não ocorra foram derrubadas.Portanto, não eram robustas o suficientepara que o acidente fosse evitado.
  35. 35.  A ocorrência de um acidente deveria serconsiderada uma falha do Processo deProdução. Nesse sentido, há falhahumana, pois todo o processo deprodução é concebido pela mentehumana. Qualquer processo cujaSegurança dependa somente de umapessoa (a que executa a atividade) estáfadado ao fracasso.
  36. 36.  A CULPABILIZAÇÃO do TRABALHADORA CULPABILIZAÇÃO do TRABALHADORpor um acidente de trabalho impede opor um acidente de trabalho impede odestrinchamento do PROCESSO edestrinchamento do PROCESSO eimpede a colocação de “barreiras”impede a colocação de “barreiras”suficientes para que novos acidentessuficientes para que novos acidentesocorram.ocorram.
  37. 37.  O acidente de trabalho deve ser vistocomo: processo social  ramoseconômicos  mercado de trabalho organização do trabalho  processoprodutivo.
  38. 38.  A CAPACITAÇÃO, ISOLADA DE UMAA CAPACITAÇÃO, ISOLADA DE UMAPOLÍTICA DE ORGANIZAÇÃO PORPOLÍTICA DE ORGANIZAÇÃO PORLOCAL DE TRABALHO E DELOCAL DE TRABALHO E DEESTABELECIMENTO DE CANAIS DEESTABELECIMENTO DE CANAIS DEPARTICIPAÇÃO DOS TRABALHADORESPARTICIPAÇÃO DOS TRABALHADORESNA CONSTRUÇÃO DE PROCESSOSNA CONSTRUÇÃO DE PROCESSOSPRODUTIVOS É INÓCUA.PRODUTIVOS É INÓCUA.
  39. 39. O Superdimensionamento doO Superdimensionamento doEquipamento de Proteção IndividualEquipamento de Proteção Individualna prevenção de Acidente dena prevenção de Acidente deTrabalhoTrabalho
  40. 40. Uma História do Bem e do MalUma História do Bem e do MalMuito obrigado.Muito obrigado.Jorge TeixeiraJorge TeixeiraCNTI/FUNDACENTRO.CNTI/FUNDACENTRO.jorgeteixeira@fundacentro.gov.brjorgeteixeira@fundacentro.gov.br

×