CF1212A Flexibilização da Relação entre Franqueadora e Franqueada:Um Estudo de Caso da locadora de Veículos Yes Rent a Car...
2008; PAIVA, 2002; PAULINO, 2010). Desse modo,           Nesse contexto, é possível identificar umas franquias têm se expa...
Nesse novo modelo, a franqueadora não teria           Para Raimundo Nonato, diretor executivo e sóciolojas próprias e com ...
Figura 3 - Reunião anual dos Franqueados Yes.Fonte: Divulgação (2012).Com o intuito de incentivar a participação dos      ...
ReferênciasABF, Associação Brasileira de Franchising.Evolução do Setor, 2001-2011. Disponível em<http://portaldofranchisin...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A flexibilização da relação entre franqueadora e franqueada: um estudo de caso da locadora de veículos Yes Rent a Car

977 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A flexibilização da relação entre franqueadora e franqueada: um estudo de caso da locadora de veículos Yes Rent a Car

  1. 1. CF1212A Flexibilização da Relação entre Franqueadora e Franqueada:Um Estudo de Caso da locadora de Veículos Yes Rent a CarCarlos Arruda, Hérica Morais Righi e Raoni H. PereiraIntrodução O sistema de franquia como alternativa de crescimento eO consolidação de objetivo deste estudo de caso é apresentar a negócios e marcasexperiência da formação da franquia da marca YesRent a Car, setor de locação de automóveis. A partirda experiência de seus executivos e fundadores,criou-se um novo modelo de franquia que alinhaa flexibilidade e as diretrizes organizacionais,gerando um relacionamento aberto entre empresafranqueadora e franqueada.É senso comum que a inovação é crucialpara o desenvolvimento e consolidação deempresas. A inovação em produtos, processose tecnologias é comumente o tema mais tratadopelos pesquisadores e gestores em detrimentode novidades do modelo de negócio, serviços egestão de empresas. No entanto, inovações nessas Figura 1 - Fachada de loja franqueada da Yes Rent a Car.áreas são mais comuns e mais lucrativas do que se Fonte: Divulgação (2012).imagina. Casos de empresas como a Azul LinhasAéreas, Buscapé e Peixe Urbano destacam oresultado positivo que as mudanças no paradigma Em estudo realizado pela Associação Brasileira depodem trazer ao negócio. Franchising (ABF, 2012), o mercado de franquiasNesse contexto, a Yes Rent a Car mostra-se brasileiro movimentou cerca de 88 bilhões de reaiscomo uma empresa inovadora ao trazer para o em 2011. Esse dado demonstra a importância dasmercado um conceito mais flexível do sistema de franquias para a dinâmica da economia nacional.franquias, conhecido pela rigidez de suas diretrizes De acordo com a literatura sobre o tema,e relacionamento. Para tanto, foram realizadas Franquia é um modelo de negócio que busca ouma entrevista com o diretor executivo e sócio fortalecimento de empresas e marcas a partir dagestor da empresa e pesquisas bibliográficas sobre formação de redes, de modo a permitir melhoro tema e a empresa em questão. condições competitivas no mercado (VANCE et al.,
  2. 2. 2008; PAIVA, 2002; PAULINO, 2010). Desse modo, Nesse contexto, é possível identificar umas franquias têm se expandido ao longo dos anos crescimento significativo na opção pelo modeloe se mostrado como uma opção eficiente na busca de franquias no Brasil na última década. De acordopor consolidação de marcas e ganho de mercado. com dados da Associação Brasileira de FranchisingPaiva (2002) coloca que as franquias evidenciam (ABF, 2012), o sistema de franquias cresceu maisa formação de redes de empresas com o propósito de 300% na última década. Em 2001, foramde expansão rápida do negócio pelo lado do identificadas 600 franquias no Brasil e, em 2011,franqueador e de oportunidades mais seguras esse número saltou para 2.031. Em congruênciade investimento pelo lado do franqueado. “O com esse crescimento está o do faturamento nasistema de franquia corresponde a uma expansão última década do sistema de franquias no Brasil.empresarial em rede que agrega outros parceiros à O Gráfico 1 a seguir apresenta a evolução doempresa-mãe a fim de melhor comercializar o seu faturamento de 2001 e 2011.produto ou serviço” (PAIVA, 2002, p. 2). Sendo Nota-se que o faturamento atual é superior ao triploassim, esse modelo de negócio se configura como do faturamento de 2001. Para Vance et al. (2008, p.um importante instrumento de competição no 60), esse modelo tornou-se uma opção mais seguramercado atualmente para ambos os envolvidos. de investimento para os empreendedores brasileirosEm geral, a relação entre franqueadora e franqueada por ter riscos menores para abertura, já que segueestá embasada no controle exercido pela franqueadora um modelo já testado e comprovadamente eficiente.através do estabelecimento de padrões, diretrizes e Por outro lado, as empresas detentoras da marcapráticas que a empresa franqueada deve seguir. Esse têm na franquia uma estratégia de expansão ecomportamento costuma ser rígido e sem espaço fortalecimento da marca mais acessível e compara customização e/ou mudanças. Usualmente, menores custos implícitos.a franquia estipula assistência à gestão comoprogramas de treinamento, sistema de operação,processos internos, marca, peças publicitárias,dentre outras, e a franqueada compromete-sea seguir as orientações e o modelo da empresafranqueadora (NORTON, 1988).A relação entre as empresas é considerada híbrida,dado que a franqueadora possui um papel misto dedono do negócio e de funcionário (PAIVA, 2002)1.Para Vance et al. (2008, p. 61), “o franqueado é,dessa forma, proprietário do seu negócio, no qualinveste o próprio capital, respeitando os padrõesestabelecidos pela franqueadora”.O modelo de franquias iniciou em 1850 quandoa empresa Singer Sewing Machine Company Gráfico 1 – Faturamento do Setor de Franchising, Brasil,decidiu expandir seu negócio concedendo a outros 2001-2011.comerciantes o direito de comercialização da sua Fonte: Associação Brasileira de Franchising, 2012.marca, Singer. Outras empresas de diferentessetores (como a General Motors e a Coca-Cola)seguiram o mesmo exemplo com o propósito deexpandir seus negócios e fortalecer a marca daempresa (PAIVA, 2002). No Brasil, essa modalidade O modelo de Franquiaainda é recente e sua adoção passou a expandir a estabelecido pela YESpartir da década de 1980. A Associação Brasileira Rent a Carde Franchising (ABF) foi fundada em 1987 e temcomo foco o desenvolvimento desse modelo de A Yes Rent a Car foi fundada em 1994 por trêsnegócio no Brasil. Em 1994 foi promulgada a lei sócios com o intuito de criar uma nova franquiaque regulamenta o franchising no Brasil (VANCE de locadoras de carro com o modelo diferenciadoet al., 2008). do existente. Os sócios estavam insatisfeitos com1 É importante ressaltar que, na franquia, o franqueado o modelo de franquia praticado pelas empresasnão assina um contrato de trabalho com a franqueadora, do mercado e decidiram que o melhor seria criare sim um contrato de franquia. Portanto, legalmente uma nova rede com outro conceito, um sistemao franqueado não possui vínculo empregatício com a mais flexível que não fosse caracterizado pelafranqueadora, como disposto na Lei 8.955 de 1994, queregula as franquias no Brasil. imposição das diretrizes. Casos FDC - Nova Lima - 2012 - CF1212 2
  3. 3. Nesse novo modelo, a franqueadora não teria Para Raimundo Nonato, diretor executivo e sóciolojas próprias e com isso ela teria liberdade de gestor da Yes Rent a Car Franchising, o segredoação e diretrizes, ao mesmo tempo necessitaria da franquia são três ações inovadoras para oda experiência dos franqueados para direcionar setor. A primeira é o fato de não possuir lojasa tomada de decisão, construindo uma relação próprias, dessa maneira a Franchising se dedicademocrática entre franquia e franqueados. exclusivamente à direção da franquia e não da gestão das lojas. Outras franquias de locadorasPara dirigir e criar essa franquia, os sócios possuem lojas próprias, o que, para o diretor, podeconvidaram o Sr. Raimundo Nonato, executivo se tornar um fator de imposição. De acordo comdo setor em 1994. Iniciou-se então um longo Paiva (2002), usualmente as franquias nascemtrabalho de elaboração de contrato, diretrizes e a partir do desejo de empresários que buscamcriação da marca. Instalada inicialmente em São crescer no mercado, e em outras regiões a partirPaulo, e posteriormente transferida para Belo da abertura do seu negócio para participação deHorizonte, a Yes Rent a Car atualmente possui terceiros mediante pagamentos diretos e indiretos.mais de 80 franqueados no Brasil com uma frota Portanto, como colocado por Raimundo, essaque contabiliza mais de três mil carros. Ganhadora medida é um dos segredos que torna a Yes Rentpor três vezes do prêmio de melhor franquia do a Car uma franquia bem-sucedida, a dedicaçãoano no setor de veículos, prêmio concedido pela exclusiva à gestão do franchising e à práticarevista Pequenas Empresas e Grandes Negócios, inovadora de atuar sem loja própria, ao contrárioem 2012 a empresa recebeu o selo, pelo quinto do observado por outras franquias do setor.ano consecutivo, de excelência em franchisingda Associação Brasileira de Franchising. Esse Outra medida inovadora adotada pela Franchisingreconhecimento é fruto do modelo de franquia foi a de não estabelecer medidas e tarifas fixas,inovador criado pela empresa, que une a e sim “pensar globalmente e agir localmente emdemocracia e flexibilidade a esse conceito. termos de tarifas”, isto é, criar tarifas flexíveis. Buscando entender e atender a realidade e a demanda de cada local, a Yes Rent a Car não pratica tarifas únicas, elas são estabelecidas de acordo com a realidade da região em que cada unidade se encontra. Esse ponto ressalta a diferenciação da Yes com as franquias praticadas, em que a estrutura é determinada pela franqueadora, bem como a sua gestão, controle e até mesmo processo de precificação.Figura 2 – Material publicitário para divulgação daconquista do selo de excelência em franchising.Fonte: Divulgação (2012). Casos FDC - Nova Lima - 2012 - CF1212 3
  4. 4. Figura 3 - Reunião anual dos Franqueados Yes.Fonte: Divulgação (2012).Com o intuito de incentivar a participação dos Considerações Finaisfranqueados na tomada de decisão, a Yes Rent aCar criou o Conselho de Franqueados. De maneira O estudo de caso apresentado ressalta aatuante, o Conselho tem como função estabelecer importância de investigar e relatar as experiênciasas diretrizes da franquia e discutir os objetivos de inovações em modelos de negócio e serviços.e projetos a serem seguidos pela Franchising. Essas experiências não retratam o impacto doDe acordo com Raimundo Nonato, o conselho é desenvolvimento de novas tecnologias, mas apresentam como a mudança em paradigmasconsultivo, mas possui características de conselho de gestão e modelos de negócio podem trazerdeliberativo. “Porque é discutido de comum acordo novas perspectivas e gerar oportunidades paracom a franqueadora e o nosso objetivo é atender as empresas.as demandas e necessidades deles que estão lána ponta”, afirma o diretor executivo. A experiência da Yes Rent a Car retratada neste estudo evidencia a inovação em prestação dePaulino (2010) ressalta que, para manter-se serviços implantada pela instituição que trouxecompetitiva e atraente para o franqueado, a para o mercado uma perspectiva mais flexível dofranqueadora deve internalizar a experiência conceito de franquias e o relacionamento entredos franqueados e, a partir desse aprendizado, as empresas envolvidas. A partir de ferramentasreestruturar e adaptar o sistema de gestão da e práticas inovadoras para o modelo de negócio,franquia, a fim de modernizar e aprimorar o modelo como a criação do Conselho do Franqueado,inicial. Em linha com essa questão, Lindblom e a dedicação exclusiva da Franchising à gestãoTikkanen (2010) colocam que a experiência e o dos contratos e a adoção de diretrizes locais econhecimento dos franqueados são de alto valor regionais, foi possível para a Yes garantir umpor apresentarem uma visão empreendedora crescimento em um setor dominado por grandesdo negócio e estarem em contato direto com os e tradicionais empresas e se consolidar como umaconsumidores, caracterizando-os como agentes das maiores no setor de locação de automóveisinovadores e aptos para implantar mudanças. em 18 anos de existência. Casos FDC - Nova Lima - 2012 - CF1212 4
  5. 5. ReferênciasABF, Associação Brasileira de Franchising.Evolução do Setor, 2001-2011. Disponível em<http://portaldofranchising.com.br>. Acesso em:14/07/2012.LINDBLOM, A.; TIKKANEN, H. Knowledge Creationand Business Format Franchising. In: Departmentof Marketing, Helsinki School of Economics,Helsinki, Finland. Management Decision. vol. 48,n. 2, pp. 179-188, 2010.NORTON, S. An Empirical Look at Frnachising asan Organizational Form. Journal of Business, v.61, n. 2, pp. 197-218, 2008.PAIVA, SB. Franquia: Uma Estratégia empresarialatravés de rede de empresas. Biblioteca doSebrae. Disponível em: < http://www.biblioteca.sebrae.com.br/ bds/BDS.nsf/cab3f008df2e175e03256d110062efc4/35824d3a007acc0403256fb00062cad1/$FILE/NT000A4792.pdf >, 2002. Acessoem: 10/07/2012.PA U L I N O , M . L . S . S i s t e m a s d e C o n t r o l eAdministrativo no Franchising: aliando controlee flexibilidade estratégica. Organizações emcontexto. Ano 6, n. 12, julho-dezembro, pp. 28-55, 2010.VANCE, P.S.; FÁVERO, L.P.L.; LUPPE, M.R. FranquiaEmpresarial: um estudo das características dorelacionamento entre franqueadores e franqueadosno Brasil. Revista de Administração, São Paulo, v.43, n. 1, pp. 59-71, 2008. Casos FDC - Nova Lima - 2012 - CF1212 5

×