A Xenofobia<br />Trabalho realizado por:<br />Francisco Nogueira / nº7 / 8º A<br />José Borges / nº 8 / 8º A<br />Luís Gil...
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblog
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho xenofobia - a pblog

9.590 visualizações

Publicada em

Trabalho de AP

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.590
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho xenofobia - a pblog

  1. 1. A Xenofobia<br />Trabalho realizado por:<br />Francisco Nogueira / nº7 / 8º A<br />José Borges / nº 8 / 8º A<br />Luís Gil / nº 10 / 8º A<br />Ricardo Nogueira / nº19 / 8º A<br />Índice<br /> TOC o "1-3" h z u Âmbito PAGEREF _Toc279438353 h 3Introdução PAGEREF _Toc279438354 h 4O que é a Xenofobia? PAGEREF _Toc279438355 h 5Inquérito sobre a xenofobia PAGEREF _Toc279438356 h 6Alguns casos de Xenofobia PAGEREF _Toc279438357 h 7Novo caso de xenofobia gera polémica na Espanha PAGEREF _Toc279438358 h 7Aluno da UEM acusa professor de xenofobia PAGEREF _Toc279438359 h 7Tratamento da Xenofobia PAGEREF _Toc279438361 h 9Bibliografia PAGEREF _Toc279438362 h 10Conclusão PAGEREF _Toc279438363 h 11Conclusão de cada membro do Grupo: PAGEREF _Toc279438364 h 11<br />Âmbito<br />Nós fizemos este trabalho no âmbito da disciplina de Área de Projecto.<br />Introdução<br />Neste trabalho vamos falar acerca da xenofobia. A xenofobia pertence ao grupo das fobias e é considerada uma doença de racismo. Há muito para dizer sobre esta temática, no entanto, tentámos seleccionar o que me parece ser mais importante! Escolhi este tema, por ser intemporal e por, directa ou indirectamente afectar toda a gente, mas não só. Vamos abordar alguns dos temas:<br />Percentagem de xenofóbicos em Mesão Frio.<br />O que é a xenofobia?<br />Exemplos de alguns casos de xenofobia.<br />O nosso trabalho é baseado unicamente em uma pergunta: Será que existe xenofobia em Mesão Frio?<br />O que é a Xenofobia?<br />A Xenofobia é um medo, uma fobia ou uma aversão excessiva, descontrolada e desmedida em relação a pessoas estranhas, raças ou culturas com as quais nós habitualmente não contactamos. Este medo é uma resposta normal ao perigo ou ameaça. A intensidade dessa resposta varia de acordo com as diferentes situações e as diferentes pessoas. Este problema psiquiátrico insere-se no grupo das perturbações fóbicas e, dentro deste grupo, é considerada provocada pela exposição a uma situação ou objecto temido, que frequentemente conduz a um comportamento de evitamento.<br />Inquérito sobre a xenofobia<br />O(a) senhor(a) é xenofóbica(a)? <br />Conclusão:<br />Neste inquérito nós concluímos que cerca de 88% da população Mesão-Friense não é xenofóbica, ou seja, não têm antipatia ou medo irracional pelos estrangeiros. 10% da população de Mesão Frio, tem medo dos estrangeiros, e cerca de 2% da população não respondeu ao nosso inquérito. <br />Alguns casos de Xenofobia<br />Novo caso de xenofobia gera polémica na Espanha<br />Após a empresária paulista Mónica Patusca denunciar que seus filhos sofreram agressão em uma escola de Madrid, a polémica sobre xenofobia reacende na Espanha. O governo do país reconheceu que alunos imigrantes são alvo de preconceito nas instituições de ensino.<br />Conforme a denúncia, duas crianças de 9 e 12 anos foram vítimas de agressões tanto físicas quanto verbais. Mónica, que mora na Espanha há quatro meses, afirmou que essa não é a primeira vez que os filhos chegam em casa com as pernas roxas.<br />Enquanto o colégio não toma providências, a empresária prestou queixa na polícia e pediu ajuda ao consulado brasileiro em Madrid. O filho de Mónica, Carlos Henrique, está a fazer tratamento psicológico.<br />Fonte: BBC Brasil<br />Aluno da UEM acusa professor de xenofobia<br />O aluno do primeiro ano de Geografia da UEM Carlos Manuel Cossio deve comparecer hoje ao 4º Distrito de Polícia Civil para depor sobre um suposto caso de xenofobia, do qual teria sido vítima em 24 de Novembro.<br />Cossio, brasileiro com ascendência boliviana e criado na Bolívia, alega que o professor Renato Cardoso Nery, do Departamento de Física da UEM, teria lhe dito que os bolivianos "não prestavam" e que o estudante não deveria estar no Brasil. Cossio registou Boletim de Ocorrência no mesmo dia do incidente.<br />O estudante afirma que estava organizando as urnas para a votação das eleições do Directório Central dos Estudantes, quando pediu "educadamente" para Nery desocupar uma mesa na qual seria colocada uma cabine eleitoral. A partir daí, segundo relatos do estudante, Nery teria demonstrado nervosismo. Logo depois, Cossio estava conversando com um colega que lhe perguntou o porquê de seu sotaque.<br />Quando o estudante respondeu, "sou boliviano", o professor ouviu e teria começado a ofendê-lo. "Não conseguia acreditar que era mesmo um professor universitário", diz o estudante. "Ele chegou a me dizer que não era o Lula para ter de aguentar boliviano".Procurado pela reportagem, o professor Nery afirma que tudo foi uma brincadeira, com a qual o estudante se exaltou e que está disposto a pedir desculpas se o aluno ficou ofendido. "Imagina que vou dizer quem pode ou não pode estudar na UEM."<br />O delegado da Polícia Civil António Brandão Neto afirma que vai ouvir tanto a vítima quanto o suposto agressor para saber se o caso pode ser enquadrado como racismo ou se foi "simples pilhéria".<br />Fonte: O Diário<br />Tratamento da Xenofobia<br />Para o tratamento da xenofobia são normalmente utilizados os métodos da terapia comportamental. O princípio desta terapia no que concerne às fobias, é o da exposição ao objecto ou situação fóbica. No caso particular da xenofobia, será a exposição do doente a situações estranhas que activam a sua fobia. Assim sendo, o sujeito vai descobrir que tal situação aterrorizadora, não representa qualquer perigo ou ameaça como ele imaginava. Para tanto, o sujeito deve aprender determinadas técnicas para lidar com a ansiedade ou angústia que sente em relação ao encontro com pessoas desconhecidas. De todos os métodos comportamentais, a dessensibilização sistemática parece ser o que melhor resulta no tratamento da xenofobia, uma vez que a exposição à situação ou objecto fóbico é gradual.<br />A técnica de dessensibilização sistemática foi desenvolvida entre 1952 e 1958 por HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Joseph_Wolpe" o "Joseph Wolpe"Joseph Wolpe,  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Psiquiatra" o "Psiquiatra" psiquiatra sul-africano defensor da terapia comportamental. O doente, durante um estado de relaxamento físico, vai imaginar uma hierarquia de situações que lhe provocam ansiedade, com o objectivo de familiarizar-se com elas e, ao mesmo tempo, com a finalidade de reduzir as respostas ansiosas. Em alguns casos mais graves é habitual a administração de medicamentos que tenham por objectivo principal a diminuição da ansiedade extrema, uma vez que esta impede que se realizem as sessões terapêuticas de uma forma eficaz. Em outros casos, pode-se desenvolver crenças irracionais (geralmente preconceituosas), pelo que também é recomendado que sejam pesquisadas estratégias cognitivas que trabalhem tais crenças.<br />Bibliografia<br />Nós fomos retirar esta informação às seguintes fontes:<br />Inquérito realizado pelo grupo;<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Xenofobia;<br />http://www.youtube.com/watch?v=oFu_Tqubw9s.<br />Conclusão<br />Conclusão de cada membro do Grupo:<br />Gil: Neste trabalho eu conclui que a Xenofobia, não é muito sentida pelos mesão-frienses. Ao inicio nunca tinha ouvido falar disso mas agora, já sei o que é. Eu achava que iria ser um trabalho dos complicados, mas não foi. Adorei fazer este trabalho.<br />Em Mesão Frio são poucos aqueles que são xenofóbicos, sendo a maior parte não xenofóbicos, isto é, a maioria não sente antipatia ou medo irracional pelos estrangeiros. A xenofobia é mais sentida internacionalmente que em Portugal. Existem casos muito trágicos. Existe tratamento para esta doença, é um pouco complicado para o doente mas, isso também depende da mente de cada um de nós.Ricardo: Eu deste trabalho concluo que a xenofobia é uma forma de racismo. Pensei que havia mais xenofóbicos em Mesão-Frio. Este trabalho serviu para eu adquirir muitos conhecimentos, sobre a xenofobia e para aprender a trabalhar com o Índice automático. Adorei fazer este trabalho, principalmente na pesquisa, e elaboração de inquéritos. José: Neste trabalho eu concluo que a xenofobia pode condicionar muito a forma como somos vistos na sociedade. Adorei fazer este trabalho. Aprendi Muito.Francisco: Eu concluo que depois de ter terminado, fiquei ciente de que a xenofobia, depende única e exclusivamente da mente de cada um. Foi um trabalho um pouco complicado de realizar, devido à falta de informação na internet e nos livros acerca da Xenofobia em Mesão-Frio. <br />

×