FUNCIONAMENTO E ESTRUTURA DO 
MÚSCULO ESQUELÉTICO 
De: Francisco Martins, nº9, 10ºGD 
Nuno Capela, nº15, 10ºGD 
Disciplina...
ÍNDICE 
3- Introdução 
4- Aptidão do músculo esquelético 
5- Estrutura do músculo esquelético 
5.1- Imagem sobre a estrutu...
INTRODUÇÃO 
Vamos falar sobre o Funcionamento e Estrutura do 
músculo esquelético.
APTIDÃO DO MÚSCULO ESQUELÉTICO 
Para a realização das diversas atividades físicas, motoras ou 
de modalidades desportivas ...
ESTRUTURA DO MÚSCULO ESTRIADO 
ESQUELÉTICO 
O tecido muscular estriado esquelético é 
formado por feixes de fibras cilíndr...
ESTRUTURA DO MÚSCULO ESTRIADO 
ESQUELÉTICO
ESTIMULO MOTOR 
Para que a contração 
muscular ocorra, 
existe o fator estímulo, 
que no caso estudado 
vem dos neurónios ...
CONTRAÇÃO DO MÚSCULO 
A contração de um músculo resulta 
do deslizamento dos filamentos de actina e 
miosina.
CONTRAÇÃO DO MÚSCULO
PROTEÍNAS ENVOLVIDAS 
Dentro de cada célula existe uma grande 
quantidade de proteínas chamadas actina e 
miosina, que são...
CONCLUSÃO 
Com este trabalho aprendi como é formado e o 
funcionamento do musculo estriado esquelético, 
como a contração ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Funcionamento e estrutura do musculo esqueletico

1.392 visualizações

Publicada em

Funcionamento e estrutura do músculo esqueletico

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Bile – fluído produzido pelo fígado.
  • Funcionamento e estrutura do musculo esqueletico

    1. 1. FUNCIONAMENTO E ESTRUTURA DO MÚSCULO ESQUELÉTICO De: Francisco Martins, nº9, 10ºGD Nuno Capela, nº15, 10ºGD Disciplina: PAFD Professor: Hugo Pinto
    2. 2. ÍNDICE 3- Introdução 4- Aptidão do músculo esquelético 5- Estrutura do músculo esquelético 5.1- Imagem sobre a estrutura do músculo esquelético 6- Estimulo motor 7- Contração do músculo 7.1- Imagem sobre a contração do músculo 8- Proteínas envolvidas nos movimentos dos músculos. 9- Conclusão
    3. 3. INTRODUÇÃO Vamos falar sobre o Funcionamento e Estrutura do músculo esquelético.
    4. 4. APTIDÃO DO MÚSCULO ESQUELÉTICO Para a realização das diversas atividades físicas, motoras ou de modalidades desportivas são requeridas o uso das capacidades físicas específicas, que são desenvolvidas através de treino ou de exercícios regulares, melhorando o desempenho do atleta. Muitas tarefas diárias, no trabalho ou em sua casa, também exigem certas qualidades físicas. Por exemplo, o treino de um corredor de maratona dá prioridade à resistência, já um halterofilista deve fazer exercícios que aumentam a força, por outro lado, quem trabalha muito tempo em pé, também necessita de maior resistência para as pernas e coluna, e as pessoas que trabalham com transporte manual de cargas, necessitam desenvolver a força muscular para os braços e coluna.
    5. 5. ESTRUTURA DO MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO O tecido muscular estriado esquelético é formado por feixes de fibras cilíndricas muito longas e multinucleadas, conhecidas por fibras musculares estriadas esqueléticas. Esses feixes são envolvidos pelo epimísio, uma membrana externa de tecido conjuntivo denso. Destas membranas partem septos de tecido conjuntivo muito fino, chamados perimísios, por onde os vasos sanguíneos entram nos músculos. São músculos de movimentos voluntários.
    6. 6. ESTRUTURA DO MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO
    7. 7. ESTIMULO MOTOR Para que a contração muscular ocorra, existe o fator estímulo, que no caso estudado vem dos neurónios motores que trazem o estímulo voluntário do cérebro para o músculo. Esses neurónios são responsáveis pela delicadeza dos movimentos, já que quanto mais enervadas estão as fibras musculares, mais preciso é o movimento do músculo esquelético.
    8. 8. CONTRAÇÃO DO MÚSCULO A contração de um músculo resulta do deslizamento dos filamentos de actina e miosina.
    9. 9. CONTRAÇÃO DO MÚSCULO
    10. 10. PROTEÍNAS ENVOLVIDAS Dentro de cada célula existe uma grande quantidade de proteínas chamadas actina e miosina, que são as principais responsáveis pelo movimento. Elas interagem entre si, utilizando o ião de cálcio como desinibidor, ATP como energia e as interações entre a "cabeça" da miosina e o corpo da actina para gerar uma pequena movimentação em cada conjunto proteico.
    11. 11. CONCLUSÃO Com este trabalho aprendi como é formado e o funcionamento do musculo estriado esquelético, como a contração do musculo resulta e as proteínas envolvidas nos movimentos.

    ×