1
E-COMMERCE
Estudo
2
Introdução.......................................................................03
Análises dos gráficos: Mídias sociai...
3
A situação do e-commerce nacional encontra-se a todo vapor, com crescimento contínuo e presença cada vez maior
na vida d...
4
Fonte: eBit
Porém, a grande concentração de vendas fica por conta das datas comemorativas mais importantes do ano (Dia d...
5
Através de um monitoramento de sete dias realizado nas mídias sociais, acompanhamos as principais lojas de e-
commerce, ...
6
Abaixo segue a mesma perspectiva, só que em forma de porcentagem:
Fonte: postX
 Constata-se também que, mesmo ao se som...
7
Fonte: postX
 Assim como em outras categorias, o Twitter também é a mídia social geradora e disseminadora de
conteúdo r...
8
A seguir temos um quadro comparativo sobre como ocorre o uso do Twitter das empresas pesquisadas:
EMPRESA Twitter Seguid...
9
O avanço do segmento de compras online também é consequência da fidelização dos clientes – uma vez confortável
com a ide...
10
Como se vê no gráfico abaixo, o cartão de crédito continua sendo o meio de pagamento preferido na aquisição de
produtos...
11
Avaliando o mesmo período nas mídias online, a seguir temos um panorama de como a situação do e-commerce no
Brasil tem ...
12
Fonte: Clipping Express
 A medida que o feedback do evento Detonaweb foi sendo quantificado, o assunto foi noticiado e...
13
Conclusão
A combinação de mídias sociais com e-commerce — o chamado Social Commerce — expandiu e facilitou alguns dos
c...
14
Metodologia de Pesquisa
As mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente no mund...
15
Ficha Técnica:
Palavras-chave monitoradas:
 Submarino
 Compra Fácil
 Americanas.com
 MagazineLuiza.com
 Magazine L...
16
Essa análise foi desenvolvida pela MITI Inteligência.
Acesse nosso site: miti.com.br
Siga-nos no Twitter: twitter.com/f...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo: Ecommerce

2.901 visualizações

Publicada em

Estudo desenvolvido pelo setor de inteligência da Miti para o portal http://miti.com.br

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.901
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
161
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo: Ecommerce

  1. 1. 1 E-COMMERCE Estudo
  2. 2. 2 Introdução.......................................................................03 Análises dos gráficos: Mídias sociais.............................05 Amostragens...................................................................08 Análises dos gráficos: Mídias Online..............................11 Conclusão.......................................................................13 Método de pesquisa........................................................14 Ficha Técnica do Estudo.................................................15 Índice
  3. 3. 3 A situação do e-commerce nacional encontra-se a todo vapor, com crescimento contínuo e presença cada vez maior na vida dos brasileiros. Impulsionado por empresas que ampliam suas ações de varejo já existentes e outras que estão entrando na área agora, o comércio eletrônico é reforçado também por outros fatores, como a expansão de vendas no mercado de informática, o acesso mais barato à banda larga e a disseminação da cultura de compras online. A primeira barreira, enfrentada ainda nos primórdios das vendas pela internet, foi a dificuldade em criar a ideia de confiança e segurança na prática de compras sem a presença do vendedor e sem o produto ―físico‖, apresentado para o consumidor. No entanto, essas barreiras foram derrubadas ao longo do tempo (hoje, segundo pesquisa do ebit, 85% dos consumidores confiam nos procedimentos de compras online) e o que se vê são lojas virtuais bem estruturadas e lucrativas — ao ponto em que proprietários de comércios varejistas médios ou grandes que estejam fora do eixo funcional do e-commerce, estão perdendo grandes oportunidades. A cada 2 anos, o número de e-consumidores praticamente têm dobrado no Brasil, abrindo um leque imenso para todos os segmentos de produtos e serviços. Evolução de e-consumidores (em milhões) Fonte: eBit Estatisticamente, esse número já ultrapassou 20 milhões no primeiro semestre de 2010 e o mercado continua aquecido. O comércio eletrônico teve um crescimento impressionante de 30% em relação a 2008, enquanto o PIB brasileiro recuou 0,2% — nem mesmo as turbulências da crise mundial foram capazes de frear os cliques dos usuários, como mostram o balanço final de 2009 e a evolução de faturamento relacionado apenas ao 1º semestre de 2010: 1,1 2 3,4 7 13,2 0 0,6 1,4 2,5 4,4 2001 2003 2005 2007 2009 Título do Gráfico Histórico de e-consumidores Novos e-consumidores 1,1 2,6 4,8 9,5 17,6 E-COMMERCE
  4. 4. 4 Fonte: eBit Porém, a grande concentração de vendas fica por conta das datas comemorativas mais importantes do ano (Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal), que somaram R$3,35 bilhões em vendas e responsáveis por quase um terço da totalidade de vendas do setor. Do montante, o Natal implica em aproximadamente 48% do total de vendas dentre as datas de ebulição do comércio, bem como possui o maior crescimento nominal e o ticket médio mais elevado. No faturamento total, o Dia das Crianças vem em seguida, com R$ 450 milhões. Na segunda colocação de ticket médio e crescimento, encontrou-se, surpreendentemente, o Dia dos Pais. Dia das Mães Dia dos Namorados Dia dos Pais Dia das Crianças Natal PERÍODO 23/04/2009 a 09/05/2009 28/05/2009 a 13/06/2009 30/07/2009 a 14/08/2009 28/09/2009 a 12/10/2009 15/11/2009 a 23/12/2009 FATURAMENTO R$ 440 milhões R$ 440 milhões R$ 437 milhões R$ 450 milhões R$ 1,63 bilhões TICKET MÉDIO R$ 337 R$ 330 R$ 346 R$ 339 R$ 362 CRESCIMENTO NOMINAL EM RELAÇÃO A 2008 15% 21% 29% 25% 30% CATEGORIA DE PRODUTO DE DESTAQUE NA DATA Eletrodomésticos (14%) Saúde, Beleza e Medicamentos (14%) Telefonia / Celulares (06%) Brinquedos e Games (05%) Informática (09%) Fonte: eBit 336 745 1750 3800 6100 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 1o sem 2002 1o sem 2004 1o sem 2006 1o sem 2008 1o sem 2010
  5. 5. 5 Através de um monitoramento de sete dias realizado nas mídias sociais, acompanhamos as principais lojas de e- commerce, fazendo um paralelo também com algumas lojas físicas das marcas — quando estas são disponíveis. Fonte: postX  O pico das interações, dia 21/09, foi referente ao aniversário de 11 anos de lançamento do site Submarino. O site promoveu várias promoções através do perfil @novo_submarino.  Dois gigantes do varejo, Ponto Frio e Magazine Luíza, tiveram uma média de citações semelhante durante o período monitorado.  A Casas Bahia faz parte da cultura popular do brasileiro. Dessa forma, muitas referências neutras e piadas envolvem o nome da marca. A mensagem “@gracecarioka: eu apoio essa lei da ficha limpa porque vo limpa meu nome e vo pode compra um raque novo nas casas bahia tomara que os vereador aprove" teve quase 100 RT's no Twitter, sendo responsável pelo pico de interações referente a Casas Bahia, no dia 24/09.  A palavra-chave ―E-Commerce‖ também foi monitorada. O conteúdo capturado sobre ela está atrelado a notícias sobre o mercado e dicas de como melhor aproveitar o e-commerce. O @blogdoecommerce é o principal canal de referência no Twitter. 0 50 100 150 200 250 21/set 22/set 23/set 24/set 25/set 26/set 27/set Submarino (969) Casas Bahia (396) Ponto Frio (302) Magazine Luiza (276) Americanas.com (129) Ecommerce (114) Magazineluiza.com (70) Pontofrio.com (50) Compra Fácil (13)
  6. 6. 6 Abaixo segue a mesma perspectiva, só que em forma de porcentagem: Fonte: postX  Constata-se também que, mesmo ao se somar as porcentagens envolvendo lojas físicas e virtuais de algumas marcas, elas ainda não superam o total de citações do Submarino.  A força do Submarino se prova nas mídias sociais também pelo fato da marca ter sido criada exclusivamente dentro do âmbito online, além de ter um nome de marca autônomo - os usuários conhecem a loja apenas como ―Submarino‖ e não como ―Submarino.com‖.  A Americanas.com tem uma independência maior que outras do varejo físico que posteriormente migraram para o e-commerce; o consumidor diferencia a ideia de ―comprar na Americanas‖ e ―comprar na Americanas.com‖. Palavras-Chaves (Posts) Compra Fácil (0,96%) Pontofrio.com (2,74%) Magazineluiza.com (3,85%) Ecommerce (8,43%) Americanas.com (9,17%) Ponto Frio (9,99%) Magazine Luiza (16,21%) Casas Bahia (16,35%) Submarino (32,40%) Palavras-Chaves (Comentários) Americanas.com (0,52%) Pontofrio.com (1,34%) Magazineluiza.com (1,86%) Magazine Luiza (6,00%)
  7. 7. 7 Fonte: postX  Assim como em outras categorias, o Twitter também é a mídia social geradora e disseminadora de conteúdo relacionado ao e-commerce. Muitos consumidores usam o microblog para relatar satisfação ou insatisfação relacionadas às compras online.  A segunda mídia social com maior conteúdo relativo às palavras-chave denominadas no estudo foram os sites de reclamação. Há bastante consumidores reclamando sobre atrasos na entrega, problemas com troca e defeito nos produtos. É importante ressaltar que as estruturas de e-commerce (menos de 10% das interações foram relativas a elas) são bem menos reclamadas pelo público do que as lojas físicas.  Além da pequena quantidade de conteúdo originado pelo YouTube, constata-se que quase todas as empresas pesquisadas, apesar de terem canal cadastrado no site, não utilizam a mídia como uma estratégia recorrente. Apenas o Magazine Luíza tem foco contínuo em webvídeos. Mídias Sociais (Posts) Youtube (2,74%) Fórum (2,96%) Blog (6,66%) Reclamações (6,73%) Twitter (80,92%) Mídias Sociais (Comentários) Youtube (0,10%) Reclamações (6,31%) Fórum (25,85%) Blog (67,74%)
  8. 8. 8 A seguir temos um quadro comparativo sobre como ocorre o uso do Twitter das empresas pesquisadas: EMPRESA Twitter Seguidores Forma de Uso Média de Twetts Submarino twitter.com/novo_submarino 105.078 Promoções 10 por dia Americanas.com twitter.com/americanascom 39.007 Promoções e Interações 5 por dia Magazine Luiza twitter.com/magazineluiza 12.662 Promoções 20 por dia Ponto Frio twitter.com/pontofrio 20.170 Promoçõe e Interações + de 25 por dia Compra Fácil twitter.com/blogcomprafacil 8.293 Promoções e Interações 10 por dia Fonte Miti - dados relativos a 27/06/2010. Todos os perfis usam uma estratégia semelhante para se comunicar com os followers. Entretanto, alguns dialogam mais com os consumidores, respondendo e comentando generalidades além das promoções. Destes, o do Ponto Frio se destaca pelo maior número de respostas, enquanto o Compra Fácil criou um personagem-robô com o intuito de obter uma relação mais ―orgânica‖ com o público. É importante destacar que, com o Twitter, as empresas de e-commerce ganharam um aliado poderosíssimo. Os seguidores podem tomar conhecimento das promoções instantaneamente, acessar o link e realizar a compra logo em seguida — o que torna a distância entre divulgação e consolidação da compra realmente curta.
  9. 9. 9 O avanço do segmento de compras online também é consequência da fidelização dos clientes – uma vez confortável com a ideia da atividade e seus benefícios, o comprador tende a repetir o ato. Tanto que, em um questionário aplicado a 7.300 e-consumidores, percebeu-se a tendência de compra online acima da offline em vários segmentos pesquisados: Fonte: eBit Um evento promocional que aproveitou essa condição aconteceu entre os dias 13 e 17 de setembro. O Detona Web reúne as maiores marcas do comércio eletrônico nacional para promoções e queima de estoque. Em sua 9ª edição, 20 lojas participaram, promovendo descontos de até 50% em seus produtos. Com destaque para a venda de produtos de informática, o resultado foi 50% maior do que em 2009. Percebendo os já anunciados picos de venda – delimitados pelas datas comemorativas – o Detonaweb surgiu como um excelente incentivo ao setor. O acontecimento vem ganhando mais força a cada ano, o que o torna uma referência. Na prática, ele faz o que seria impossível longe da internet, pois seria impraticável reunir num mesmo espaço físico toda a variedade de lojas do porte de Americanas, Carrefour, Extra e Submarino. Outro fator importante para a consolidação do e-commerce nacional é a atuação cada vez mais profissional e segura de operadoras de cartões de crédito e empresas especializadas em transferências online. 46% 45% 41% 40% 31% 26% 24% 21% 21% 21% 28% 32% 38% 36% 28% 66% 29% 32% 17% 27% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% Eletrônicos Eletrodomésticos Informática Livros Telefonia/Celulares Cosmético e Perfumaria / Cuidados Especiais DVDs Brinquedos e Games Assinatura de Revistas CDs Offline Online
  10. 10. 10 Como se vê no gráfico abaixo, o cartão de crédito continua sendo o meio de pagamento preferido na aquisição de produtos das principais categorias do comércio eletrônico. Fonte: eBit 86% 84% 81% 81% 79% 78% 77% 76% 76% 21% 71% 72% 68% 58% 32% 65% 52% 55% 33% 27% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Viagem e Turismo Eletrodomésticos Eletrônicos Casa e Decoração Ingressos Telefonia / Celulares Brinquedos e Games Esporte e Lazer Pet Shop Supermercado Cartão de Crédito Offline Cartão de Crédito Online
  11. 11. 11 Avaliando o mesmo período nas mídias online, a seguir temos um panorama de como a situação do e-commerce no Brasil tem seu espaço na imprensa oficial: Fonte: Clipping Express  Diferente das mídias sociais, a palavra-chave ―e-commerce‖ desponta como o principal foco de assunto na imprensa. Isso porque ele representa um tema central envolvendo a atividade e não uma marca.  Com exceção do caso das Americanas, os outros comércios eletrônicos aparecem menos na imprensa do que nas mídias sociais.  O nome autônomo do Submarino e também a semana do seu aniversário fizeram com que o site fosse bastante noticiado na imprensa. 169 18 135 182 106 2 105 6 132 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 200 Americanas Americanas.com Casas Bahia E-commerce Magazine Luiza Magazineluiza.com Ponto Frio Pontofrio.com Submarino Quantidade de Notícias E-Commerce Notícias X E-Commerce (21/09/10 a 27/09/10)
  12. 12. 12 Fonte: Clipping Express  A medida que o feedback do evento Detonaweb foi sendo quantificado, o assunto foi noticiado em doses homeopáticas pela imprensa, reportando sobre o sucesso desse ano e informando perspectivas para o ano que vem.  Outro assunto ligado ao tema que obteve repercussão no período foi a declaração do Grupo Pão de Açúcar (que já engloba Casas Bahia e Ponto Frio) de que existe a pretensão de investir capital fora do ramo alimentício e expectativas sobre o e-commerce day, realizado dia 30/09 em São Paulo.  A projeção de que o varejo deve subiu em torno de 7,4% em setembro foi amplamente comentado na imprensa, relacionando várias palavras-chave do universo pesquisado. 230 139 154 99 55 66 112 0 50 100 150 200 250 21/09/2010 22/09/2010 23/09/2010 24/09/2010 25/09/2010 26/09/2010 27/09/2010 Notícias X E-Commerce (21/09/10 a 27/09/10)
  13. 13. 13 Conclusão A combinação de mídias sociais com e-commerce — o chamado Social Commerce — expandiu e facilitou alguns dos conceitos tradicionais do comércio online. Por exemplo, através do Twitter, uma grande oferta pode ser repassada instantaneamente para todos os seguidores e esses seguidores para os seus e assim sucessivamente, de uma maneira prática e direta. O mais interessante é que, diferente de um mailing, a mensagem é direcionada àqueles que seguem a marca e realmente estão aptos e abertos a receber promoções em sua timeline, multiplicando a eficiência da engrenagem de divulgação. A tendência de migração de compradores offline para o meio online, já crescente há alguns anos é, de certa forma, natural. Toda a geração que se familiarizou com a web desde a adolescência, hoje é mercado consumidor ativo, conhecedor das vantagens de compra online e participante das redes sociais. Ficar informado sobre produtos e pesquisar sobre preços faz parte da realidade dos e-consumidores, que estão ficando cada vez mais exigentes. Com preços, logística, facilidades de pagamento e até layouts semelhantes, diferenciar-se no setor passa a ser resultado de estratégias e relacionamentos bem construídos — a maioria deles no espaço online. Seguindo o fluxo do mercado, a demanda por profissionais na área também é elástica. É grande a quantidade de cursos ofertados sobre SEO, SEM, Marketing em Redes Sociais e Analytics, todos para suprir as necessidades da nova era inaugurada pelo Social Commerce. Segundo o diretor-executivo da Fecomercio, Antonio Carlos Borges, a expectativa é que as vendas on-line fechem o ano de 2010 com faturamento de R$ 14,3 bilhões, uma expansão de 35% em relação ao ano anterior. Caso isso aconteça, a previsão é de que nos próximos dois anos as lojas do segmento online possam superar as de departamento e de móveis e decoração.
  14. 14. 14 Metodologia de Pesquisa As mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente no mundo tecnológico. Para analisar o buzz gerado pelo consumidor, realizamos um monitoramento de sete dias nas mídias sociais envolvendo as palavras-chave de referência. Utilizando a plataforma postX como ferramenta de rastreamento, conseguimos uma cobertura do Twitter, Orkut, YouTube, Blogs, Fóruns e Sites de Reclamação – Reclame Aqui, Reclamão e Reclamando. As mídias online foram utilizadas para mensurar a representatividade do tema estudado perante mais de 4000 veículos de comunicação, através da plataforma Clipping Express. A plataforma permitiu embasar o conteúdo apresentado como cenário atual sobre o tema e mensurar seu reflexo quantitativo nas mídias online por palavra-chave e por região. Os dados colhidos para este estudo de apresentação são quantitativos, revelando em números o quanto as palavras- chave tiveram repercussão nas mídias sociais e mídias online. Neste estudo não foram aplicadas avaliações qualitativas mensuráveis, apenas foram criadas para embasar o conteúdo apresentado, embora as plataformas possibilitem sob vários aspectos e diversos gráficos avaliações quantitativas, qualitativas e categorizadas sobre toda a captura abrangida.
  15. 15. 15 Ficha Técnica: Palavras-chave monitoradas:  Submarino  Compra Fácil  Americanas.com  MagazineLuiza.com  Magazine Luíza  Ponto Frio  PontoFrio.com  Casas Bahia  E-Commerce postX Período monitorado: 21/09 a 27/09 de 2010. Total de interações:2319. (1348 posts + 971 comentários) Interações por palavra-chave  Submarino: 438 posts + 531 comentários..  Compra Fácil: 13 posts.  Americanas.com: 124 posts + 5 comentários.  MagazineLuiza.com: 52 posts + 18 comentários.  Magazine Luíza: 218 posts + 58 comentários.  Ponto Frio: 135 posts + 167 comentários.  PontoFrio.com: 37 posts + 13 comentários.  Casas Bahia: 221 posts + 175 comentários.  E-Commerce: 114 posts. Interações por mídia social  Twitter: 1091 posts.  YouTube: 36 posts + 10 comentários.  Blogs: 90 posts + 649 comentários.  Fórum: 40 posts + 251 comentários.  Reclamações: 91 posts + 61 comentários. Clipping Express Período monitorado: 21/09 a 27/09 de 2010. Total de notícias: 855. Notícias por palavra-chave:  Submarino: 132.  Americanas: 169.  Americanas.com: 18.  MagazineLuiza.com: 2.  Magazine Luíza: 106.  Ponto Frio: 105.  PontoFrio.com: 6.  Casas Bahia: 135.  E-Commerce: 182.
  16. 16. 16 Essa análise foi desenvolvida pela MITI Inteligência. Acesse nosso site: miti.com.br Siga-nos no Twitter: twitter.com/fontemiti

×