Sociologia da educação:
MAX WEBER
• A SOCIOLOGIA DE WEBER : objeto e método
	

Monday, November 15, 2010
TEORIAS SOCIOLOGICAS
• Para Durkheim a educação é o mecanismo pelo qual o
indivíduo torna-se membro da sociedade
• Para Du...
A sociologia de Max Weber
aponta para outra compreensão:
• A sociedade não é apenas
uma “coisa” exterior e
coercitiva que ...
questão de método
• Diferentemente das ciências naturais, para
as quais acontecimentos são relativamente
independentes do ...
relativismo e perspectivismo
• A realidade não é uma coisa em si.
• Ela ganha um determinado rosto conforme o olhar
que vo...
“… é que eu estou vendo de
baixo para cima”
Monday, November 15, 2010
Como manejar um
caleidoscópio…
• Weber se recusa a tratar os “fatos” sociais como se fossem
“coisas”. Para ele, as coisas ...
Realidade social: os homens, a
interação e os valores
• Como Weber concebe a
realidade? Como o
encontro entre os homens
e ...
“compreensão”
As ciências sociais (que Weber chama de ciências da
cultura) são vistas como a possibilidade de
captação da ...
por partes
• Para Weber, como a realidade é
infinita, apenas um fragmento de
cada vez pode ser objeto do
conhecimento. O “t...
A sociedade, em Weber, não é
um bloco, mas uma teia.
Monday, November 15, 2010
como compreender
uma rede de interações
e ações sociais?
• Na seleção do fragmento a ser investigado estarão
presentes os ...
O que pode ser concluído das
idéias até agora expostas?
• O trabalho científico é
inesgotável, porque o real o é,
bem como ...
Monday, November 15, 2010
Monday, November 15, 2010
Referências deste power point:
http://sociedadeducacao.blogspot.com/2007/10/
sociedade-educao-e-desencantamento-as.html
RO...
Monday, November 15, 2010
Monday, November 15, 2010
Próxima aula:
• Weber , racionalidade, “ação social” e “tipo
ideal”
Sociologia da Educação, Profa Flávia Motta
Obrigada!
M...
Monday, November 15, 2010
Sociologia da Educação - Max Weber | Metodologia Científica (UDESC) - PDF
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Sociologia da Educação - Max Weber | Metodologia Científica (UDESC) - PDF

5,337

Published on

Aula sobre Max Weber para Sociologia da Educação enfocando a questão do método de pesquisa em Ciências Sociais.

Published in: Educação
2 Comentários
2 pessoas curtiram isso
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5,337
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
144
Comentários
2
Curtidas
2
Incorporar 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Sociologia da Educação - Max Weber | Metodologia Científica (UDESC) - PDF"

  1. 1. Sociologia da educação: MAX WEBER • A SOCIOLOGIA DE WEBER : objeto e método Monday, November 15, 2010
  2. 2. TEORIAS SOCIOLOGICAS • Para Durkheim a educação é o mecanismo pelo qual o indivíduo torna-se membro da sociedade • Para Durkheim a educação é o mecanismo pelo qual o indivíduo torna-se membro da sociedade. • Para Marx a sociedade é um mecanismo que, conforme o conteúdo de classe, pode ser utilizado para oprimir ou para emancipar o homem. Monday, November 15, 2010
  3. 3. A sociologia de Max Weber aponta para outra compreensão: • A sociedade não é apenas uma “coisa” exterior e coercitiva que determina o comportamento dos indivíduos, mas o resultado de inúmeras interações interindividuais. A sociedade não é aquilo que pesa sobre os indivíduos, mas aquilo que se veicula entre eles. Monday, November 15, 2010
  4. 4. Weber e o pensamento sociológico • A sociologia weberiana gira em torno do conceito de “ação social” e do postulado de que a sociologia é uma ciência “compreensiva”. Monday, November 15, 2010
  5. 5. questão de método • Diferentemente das ciências naturais, para as quais acontecimentos são relativamente independentes do cientista que os analisa, • nas ciências sociais os acontecimentos dependem fundamentalmente da postura e da própria ação do investigador. Monday, November 15, 2010
  6. 6. relativismo e perspectivismo • A realidade não é uma coisa em si. • Ela ganha um determinado rosto conforme o olhar que você lança sobre ela. Monday, November 15, 2010
  7. 7. “… é que eu estou vendo de baixo para cima” Monday, November 15, 2010
  8. 8. Como manejar um caleidoscópio… • Weber se recusa a tratar os “fatos” sociais como se fossem “coisas”. Para ele, as coisas que eu vejo podem ser diferentes das coisas que você vê; pode ser também que as coisas que eu vejo não são coisas para você. A razão disso é que os homens vêem o mundo que os cerca a partir de seus valores.(fotos: Elen de Oliveira. Monday, November 15, 2010
  9. 9. Realidade social: os homens, a interação e os valores • Como Weber concebe a realidade? Como o encontro entre os homens e os valores aos quais eles se vinculam e os quais articulam de modos distintos no plano subjetivo. • Os valores são compartilhados, mas são introjetados (subjetivados) de modos distintos, conforme o processo de interação em que o indivíduo está inserido. Monday, November 15, 2010
  10. 10. “compreensão” As ciências sociais (que Weber chama de ciências da cultura) são vistas como a possibilidade de captação da interação entre homens e valores no seio da vida cultural (captação da ação social) Monday, November 15, 2010
  11. 11. por partes • Para Weber, como a realidade é infinita, apenas um fragmento de cada vez pode ser objeto do conhecimento. O “todo” (a sociedade) que supostamente pesaria sobre as partes (os indivíduos) é incompreensível se for tratado como um todo, como uma coisa. Este todo reside na interação entre as partes e não é possível conhecer todas elas ao mesmo tempo, porque são muitas e porque se renovam a cada dia. Monday, November 15, 2010
  12. 12. A sociedade, em Weber, não é um bloco, mas uma teia. Monday, November 15, 2010
  13. 13. como compreender uma rede de interações e ações sociais? • Na seleção do fragmento a ser investigado estarão presentes os valores do investigador, que faz parte dessa sociedade ou de alguma outra. Trata-se de um processo subjetivo que não compromete a objetividade do conhecimento, desde que o investigador leve em conta, na interpretação das ações e relações, os valores que ele atribui ao próprio ator social (aquele que pratica a ação) e não os seus próprios valores (do investigador). Monday, November 15, 2010
  14. 14. O que pode ser concluído das idéias até agora expostas? • O trabalho científico é inesgotável, porque o real o é, bem como fragmentário e especializado. • O objeto das ciências da cultura será a decifração da significação (o sentido) da ação social (as condutas humanas). A única maneira de estudar esse objeto é a compreensão. Monday, November 15, 2010
  15. 15. Monday, November 15, 2010
  16. 16. Monday, November 15, 2010
  17. 17. Referências deste power point: http://sociedadeducacao.blogspot.com/2007/10/ sociedade-educao-e-desencantamento-as.html RODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da Educação. 6. ed. Rio de Janeiro: lamparina, 2007. http://www.cameraviajante.com.br/ caleidoscopio.html Pinturas: Guernica, de Picasso e O beijo de Klimt Fotos: Flávia Motta e Roberta Roque Modelos e demais obras de arte: Turma da pedagogia 2010/2. Sociologia da Educação Monday, November 15, 2010
  18. 18. Monday, November 15, 2010
  19. 19. Monday, November 15, 2010
  20. 20. Próxima aula: • Weber , racionalidade, “ação social” e “tipo ideal” Sociologia da Educação, Profa Flávia Motta Obrigada! Monday, November 15, 2010
  21. 21. Monday, November 15, 2010

×