Seu SlideShare está baixando. ×
RECRUTAMENTO ALVEOLAR www.medicinaintensiva.com.br
EXISTE DEFINIÇÃO ?  Talvez, a manobra de recrutamento alveolar  possa ser definida como uma manobra que tem  por objetivo ...
OBJETIVO DO RECRUTAMENTO ALVEOLAR    Sem Recrutamento        Com Recrutamento Objetivo de melhorar a oxigenação e troca ga...
PRINCÍPIOS FISIOLÓGICOS DA PeeP    da CRF  Redistribuição da  água extravascularAlteração na Ventilaçãodo Espaço MortoAlt...
PRINCÍPIOS FISIOLÓGICOS DA PEEP
INTERAÇÃO CARDIO-PULMONAR
EFEITOS SOB HEMODINÂMICA CEREBRAL
EFEITO RENAL ?
LESÃO PULMONAR INDUZIDA PELO VENTILADOR          MECÂNICO PULMONARAltas pressões transpulmonares associadas a altos volum...
PAPEL DA PEEP NA PROTEÇÃO CONTRA A LESÃOINDUZIDA PELA VENTILAÇÃO MECÂNICA PULMONAR    Lesão Pulmonar (%)                  ...
PEEP 0     PEEP 5PEEP 10   PEEP 20
MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR          Indicações e Contra-indicaçõesHipoxemia Grave (PaO /FiO < 200)                  ...
EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE      RECRUTAMENTO ALVEOLAR         Gattinoni et. al. - Am J Respir Crit Care Med Vol 16...
EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE      RECRUTAMENTO ALVEOLAR  “Acute Respiratory Distress Syndrome Caused by  Pulmonary a...
EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE      RECRUTAMENTO ALVEOLAR          PaO2/FIO2 (mmHg)                            Cst (ml...
EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE      RECRUTAMENTO ALVEOLAR                          Elevação da PaO2/FIO2:             ...
EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE      RECRUTAMENTO ALVEOLAR                   Lim et al – Crit Care Med 2003;31:411-418.
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR• CPAP – Amato et.al. (1998)• Curva P/V – Hickling (1998)• Suspiro – Pelosi et. al. (1999...
Lei de LaplaceP= 2.T    R           Papadakos & Lachmann, The Mounts J Med, 69:43,2002
TÉCNICA DE MRA
TÉCNICA DE MRA    CPAP
TÉCNICA DE MRA               SuspiroPatroniti, et al Anesthesiology, 96: 788, 2002.
TÉCNICA DE MRA         Pressão ControladaCrotti, et al Am J Respir Crit Care Med, 1645: 2001
TÉCNICA DE MRA        Curva P x V Venegas et al, J Appl Physiol, 84:389, 1998.
TÉCNICA DE MRATomografia Computadorizada  Barbas, Crit Care Med 2003;31:s265.
TÉCNICA DE MRATomografia de Impedância Elétrica (TIE)   FRERICHS et al. J Appl Physiol. 93:660, 2002.
CONTRA INDICAÇÕES- Instabilidade hemodinâmica- Pressão intracraniana elevada- Agitação psicomotora- DPOC (Doença Pulmonar ...
RESULTADOSAUTORES               TÉCNICA                        BENEFÍCIOSPóvoa et al PC PEEP (0, 7, 14 e 21           ↓ si...
RESULTADOS AUTORES                TÉCNICA                     REPERCUSSÕES                                                ...
RESULTADOSAUTORES                TÉCNICA                     REPERCUSSÕES                                                 ...
Sugestão de Protocolo      Sugere-se               Pins= 40 / 45 cmH2OMRA             de Pressão de 15 cmH2O             ...
SUGESTÃO - COMO REALIZAR?      Escalonamento de elevação de peep605040302010 0                  Ppico e peep
RECOMENDAÇÕES E PONTOS DE DISCUSSÃO Realizar a manobra sempre após higiene brônquica. Informar a enfermagem sobre a import...
RECRUTAMENTO ALVEOLAR             Risco X Benefício                                  Respostas a Citoquinas              ...
REALIDADE NOS SERVIÇOS DE UTI (BRASIL)
Recrutamento
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Recrutamento

8,365

Published on

0 Comentários
4 pessoas curtiram isso
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8,365
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Curtidas
4
Incorporar 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Recrutamento"

  1. 1. RECRUTAMENTO ALVEOLAR www.medicinaintensiva.com.br
  2. 2. EXISTE DEFINIÇÃO ? Talvez, a manobra de recrutamento alveolar possa ser definida como uma manobra que tem por objetivo aumentar o número de unidades alveolares que se encontram em plena atividade de troca gasosa.Portanto, existem muitas maneiras diferentes de realizar a manobra de recrutamento alveolar.
  3. 3. OBJETIVO DO RECRUTAMENTO ALVEOLAR Sem Recrutamento Com Recrutamento Objetivo de melhorar a oxigenação e troca gasosa pulmonar, bem como mecânica ventilatória, realizando a manutenção de pulmões abertos sem que haja alterações pulmonares e/ou de outros sistemas corporais. Barbas – Crit Care Med 2003;31:s265.
  4. 4. PRINCÍPIOS FISIOLÓGICOS DA PeeP  da CRF Redistribuição da água extravascularAlteração na Ventilaçãodo Espaço MortoAlteração no shuntpulmonar
  5. 5. PRINCÍPIOS FISIOLÓGICOS DA PEEP
  6. 6. INTERAÇÃO CARDIO-PULMONAR
  7. 7. EFEITOS SOB HEMODINÂMICA CEREBRAL
  8. 8. EFEITO RENAL ?
  9. 9. LESÃO PULMONAR INDUZIDA PELO VENTILADOR MECÂNICO PULMONARAltas pressões transpulmonares associadas a altos volumesalteração da permeabilidade capilar – edemaAbertura e fechamento repetitivos de unidades instáveisA manutenção de unidades alveolares abertas reduz a lesãopulmonar
  10. 10. PAPEL DA PEEP NA PROTEÇÃO CONTRA A LESÃOINDUZIDA PELA VENTILAÇÃO MECÂNICA PULMONAR Lesão Pulmonar (%) PEEP Zero PEEP < P Inf. 60 PEEP > P. Inf. 55 Não Ventilado 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Ductos Alveolares - Bronquíolo Bronquíolo Total de Lesão das memb. Hialina Respiratório Membranoso Vias Aéreas
  11. 11. PEEP 0 PEEP 5PEEP 10 PEEP 20
  12. 12. MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR Indicações e Contra-indicaçõesHipoxemia Grave (PaO /FiO < 200) 2 2 Edema Pulmonarrefratária a outras medidas ChoqueInfiltrados difusos ao RX Patologias crônicas pulmonaresInício agudo ( < 4 dias) HIC SDRA? Pós cirúrgico torácico (drenos)
  13. 13. EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR Gattinoni et. al. - Am J Respir Crit Care Med Vol 164. pp 131–140, 2001
  14. 14. EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR “Acute Respiratory Distress Syndrome Caused by Pulmonary and Extrapulmonary Disease” Different Syndromes? Gattinoni et. al. Am J Respir Crit Care Med Vol 158. pp 3–11, 1998
  15. 15. EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR PaO2/FIO2 (mmHg) Cst (ml/cmH2O)250 0,0001 50 * * *200 40150 0,008 30100 2050 10 0 0 0 15 m 1h 4h 6h 0 15 m 1h 4h 6h SARAp SARAep SARAp SARAep Tugrul et al – Crit Care Med 2003;31:738.
  16. 16. EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR Elevação da PaO2/FIO2: • SDRA p – 27+21% • SDRA ep – 130+112% (p=0,002) Lim et al – Crit Care Med 2003;31:411-418.
  17. 17. EFEITOS E RESULTADOS DA MANOBRA DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR Lim et al – Crit Care Med 2003;31:411-418.
  18. 18. TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO ALVEOLAR• CPAP – Amato et.al. (1998)• Curva P/V – Hickling (1998)• Suspiro – Pelosi et. al. (1999)• Pressão Controlada – Fujino et. al. (2001)• TC Tórax – Borges et.al. (2002)• IEC – Knust et. al. (2000) Amato et.al. (2004)
  19. 19. Lei de LaplaceP= 2.T R Papadakos & Lachmann, The Mounts J Med, 69:43,2002
  20. 20. TÉCNICA DE MRA
  21. 21. TÉCNICA DE MRA CPAP
  22. 22. TÉCNICA DE MRA SuspiroPatroniti, et al Anesthesiology, 96: 788, 2002.
  23. 23. TÉCNICA DE MRA Pressão ControladaCrotti, et al Am J Respir Crit Care Med, 1645: 2001
  24. 24. TÉCNICA DE MRA Curva P x V Venegas et al, J Appl Physiol, 84:389, 1998.
  25. 25. TÉCNICA DE MRATomografia Computadorizada Barbas, Crit Care Med 2003;31:s265.
  26. 26. TÉCNICA DE MRATomografia de Impedância Elétrica (TIE) FRERICHS et al. J Appl Physiol. 93:660, 2002.
  27. 27. CONTRA INDICAÇÕES- Instabilidade hemodinâmica- Pressão intracraniana elevada- Agitação psicomotora- DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) com bolhas enfisematosas- Fístulas broncopleurais- Bronquiectasias- Hemoptise Kaneko, et al (1998)
  28. 28. RESULTADOSAUTORES TÉCNICA BENEFÍCIOSPóvoa et al PC PEEP (0, 7, 14 e 21 ↓ significante do Líquido2004 cmH2O) e Pressão pulmonar extravascular (LPEV) e inspiratória (41 +5, 40 +5, 42 do shunt intrapulmonar e ↑ +4 e 43 +5 cmH2O) significativo de PaO2. respectivamenteLuecke et al PC com alta pressão platô Melhora na troca gasosa em 43%2003 (60 cmH2O) e alta PEEP e melhora da Cest 28 +10 ml (45cmH2O), com aumento de cmH2O para 35 +12 ml cmH2O 5 cmH2O de PEEP a cada 2 minutos.
  29. 29. RESULTADOS AUTORES TÉCNICA REPERCUSSÕES PULMONARESRanieri et al curva P x V Evitar a hiperdistensão, o1999 recrutamento e derecrutamento pulmonar, atenuando a resposta inflamatória local e sistêmica.Villagrá et al PC com pico de pressão 50 Verificou regiões de2002 cmH2O e PEEP no ponto hiperdistensão alveolar capaz de de inflexão superior por 2 redistribuir o fluxo sangüíneo, ↑ minutos o shunt intrapulmonar.
  30. 30. RESULTADOSAUTORES TÉCNICA REPERCUSSÕES PULMONARESPeevy et al 15 minutos de ventilação Severa lesão da1999 com pressão inspiratória de microvasculatura, e 50 e 53 cmH2O desenvolvimento de edema alveolar.Fujino et al CPAP (pressão de 40 CPAP ocorreu distensão dos2001 cmH2O por 60 segundos) e ductos alveolares e PC (pressão inspiratória de hiperdistensão alveolar 20 cmH2O e PEEP de 40 predominantemente em região cmH2O por 2 minutos) não dependente do pulmão PC houve um ↑ da inflamação local, e hiperestiramento
  31. 31. Sugestão de Protocolo Sugere-se Pins= 40 / 45 cmH2OMRA  de Pressão de 15 cmH2O PEEP = 25 / 30 cmH2O GradualRecomenda-se PEEP entre 10 a 20 cmH2O Pressão platô 30 cmH2O FiO2 necessária para manter uma SpO2 de 90 a 94%.
  32. 32. SUGESTÃO - COMO REALIZAR? Escalonamento de elevação de peep605040302010 0 Ppico e peep
  33. 33. RECOMENDAÇÕES E PONTOS DE DISCUSSÃO Realizar a manobra sempre após higiene brônquica. Informar a enfermagem sobre a importância de não despressurizar (desconectar) o circuito (banho, medida de pvc, etc...) Realizar no máximo 2 manobras de recrutamento no período de 24 horas. Assim que documentada a melhora do LIS < 2,5,descontinuar a manobra. O uso de traquecare será limitante para realização da manobra de recrutamento? A curarização será limitante para a realização da manobra de recrutamento?
  34. 34. RECRUTAMENTO ALVEOLAR Risco X Benefício Respostas a Citoquinas Permeabilidade Re-expansão de àreas microvascular pulmonar colapsadas Shunt intrapulmonar Troca Gasosa Lesão estrutural SatO2 Hemodinâmica (P.A. , DC)Líquido extravascular pulmonar Fluxo sanguínea portal, Complacência pulmonar renal, esplênico PIC Prognóstico? Tadine R., Mitsunaga N. 2004
  35. 35. REALIDADE NOS SERVIÇOS DE UTI (BRASIL)

×