Orientação 2010-2011

5.397 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.397
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
315
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
174
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orientação 2010-2011

  1. 1. ORIENTAÇÃO
  2. 2. <ul><li>O que é uma Carta Topográfica; </li></ul><ul><li>O que são curvas de nível: </li></ul><ul><li>Informações marginais; </li></ul><ul><li>Escalas; </li></ul><ul><li>Legenda e cores utilizadas; </li></ul><ul><li>Orientação de cartas; </li></ul>APRENDEREM PARA NÃO SE PERDEREM
  3. 3. <ul><li>Uma carta é a representação de uma parte da superfície terrestre , efectuada sobre uma superfície plana , de tal modo que a figura seja homóloga da que o terreno apresenta . </li></ul><ul><li>As cartas topográficas são executadas pelo método das projecções cotadas , isto é , projectando ortogonalmente , sobre um plano horizontal , os pontos da superfície da terra que pretendemos determinar . </li></ul><ul><li>COTA – Dá-se o nome de cota de um ponto à distância vertical desse ponto a um plano horizontal fixo , tomado para referência. </li></ul><ul><li>A carta mais utilizada é a de 1 / 25.000 </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  4. 4. <ul><li>REPRESENTAÇÃO DO TERRENO </li></ul><ul><li>Método das Curvas de Nível </li></ul><ul><li>Neste método supõe-se o terreno cortado por planos horizontais equidistantes. As secções do terreno , feitas por estes planos , são projectadas ortogonalmente num plano horizontal de referência . As linhas que assim se obtêm e que nos representam o relevo do terreno , designam-se por Curvas de Nível , nome que resulta de todos os pontos que lhe correspondem no terreno terem a mesma cota. </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  5. 5. <ul><li>CURVAS DE NÍVEL </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  6. 6. <ul><li>Para facilitar a leitura das cartas , desenha-se curvas um pouco mais grossas que se designam por CURVAS MESTRAS , as quais por vezes se interrompem para impor a cota . Estas curvas estão desenhadas de 5 em 5 , ou seja , de 50 em 50 MT. na carta 1 / 25.000 . </li></ul>CURVAS DE NÍVEL CARTAS TOPOGRÁFICAS
  7. 7. <ul><li>CURVAS DE NÍVEL </li></ul><ul><li>Equidistância – É a distância vertical entre dois planos horizontais consecutivos . </li></ul><ul><li>Equidistância Natural – Quando se refere ao terreno </li></ul><ul><li>Equidistância Gráfica – Quando se refere à carta ou seja a equidistância natural reduzida à escala da carta . </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  8. 8. <ul><li>Todas as cartas topográficas possuem nas suas margens informações importantes para a sua correcta utilização e leitura. Chamam-se a estas informações – INFORMAÇÕES MARGINAIS . </li></ul><ul><li>Encontra-se na margem superior direita o Nº de cada folha e este N.º aumenta de Oeste para Leste e de Norte para Sul . Este conjunto de algarismos dá-nos a localização das folhas 1/50.000 e 1/100.000 onde a folha se situa . </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  9. 9. <ul><li>26 – N.º da Folha 1 / 100.000 </li></ul><ul><li>26-I – N.º da Folha 1 / 50.000 </li></ul><ul><li>SW – Posição da Folha 316 na Folha 1 / 50.000 </li></ul><ul><li>316 – N.º da Folha 1 / 25.000 </li></ul><ul><li>5 – N.º da Folha 1 / 250.000 </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  10. 10. <ul><li>NOME DA FOLHA </li></ul><ul><li>Situa-se na margem superior direita e indica-nos o nome da maior cidade , vila ou aldeia que nela se encontra . </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  11. 11. <ul><li>DIAGRAMA DE LIGAÇÃO DAS FOLHAS </li></ul><ul><li>Aparece na margem superior esquerda e indica as folhas da mesma carta que circundam a folha em questão . </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  12. 12. <ul><li>DIAGRAMA DOS NORTES </li></ul><ul><li>Este diagrama situa-se na margem direita da carta e indica-nos 3 tipos de Norte – Norte Magnético ; Norte Cartográfico e o Norte Geográfico . </li></ul>CARTAS TOPOGRÁFICAS
  13. 13. <ul><li>NORTE MAGNÉTICO </li></ul><ul><li>É a direcção tomada pela agulha da bússola ( ponta azulada ou verde florescente ) , no seu eixo vertical e livre de qualquer influência de massas metálicas. Convencionou-se que este está situado na baía de Hudson , no Canadá . </li></ul><ul><li>NORTE GEOGRÁFICO OU NORTE VERDADEIRO </li></ul><ul><li>É a direcção que nos é indicada pelo Polo Norte . O extremo oposto é o Polo Sul geográfico . </li></ul><ul><li>NORTE CARTOGRÁFICO </li></ul><ul><li>É a direcção das meridianas da carta ( linhas verticais ) . Dada a curvatura da terra , existe uma diferença , quando esta é reproduzida numa superfície plana ( Carta topográfica ) . </li></ul>
  14. 14. <ul><li>ESCALAS QUE MAIS SE UTILIZAM </li></ul><ul><li>Cartas geográficas : 1 / 2.000.000 e 1 / 4.000.000 </li></ul><ul><li>Cartas corográficas : 1 / 500.000 e 1 / 100.000 </li></ul><ul><li>Cartas topográficas : 1 / 10.000 , 1 / 25.000 e 1 / 50.000 </li></ul>ESCALAS
  15. 15. <ul><li>Escala 1 / 10.000 </li></ul><ul><li>Um quilómetro no terreno equivale a 10 cm na carta e um centímetro na carta equivale no terreno a 100 MT. </li></ul><ul><li>Escala 1 / 25.000 </li></ul><ul><li>Um quilómetro no terreno equivale a 4 cm na carta e um centímetro na carta equivale no terreno a 250 MT. </li></ul><ul><li>Escala 1 / 50.000 </li></ul><ul><li>Um quilómetro no terreno equivale a 2 cm na carta e um centímetro na carta equivale no terreno a 500 MT. </li></ul>ESCALAS
  16. 16. <ul><li>ESCALA GRÁFICA SIMPLES </li></ul><ul><li>A escala gráfica simples é formada por um segmento de recta , dividido em partes iguais , de modo que cada uma delas represente no terreno 10 MT. , 100 MT. , 200 MT. Ou outra distância simples . </li></ul>ESCALAS
  17. 17. <ul><li>Apresenta e identifica todos os símbolos usados na carta (sinais convencionais ). Está situada na margem inferior . </li></ul><ul><li>Para tornar mais fácil a identificação dos pormenores sobre a carta dando-lhe uma aparência e um contraste mais naturais , os sinais convencionais são de diferentes cores , cada uma das quais corresponde a pormenores de determinada natureza . </li></ul>LEGENDA
  18. 18. <ul><li>Cores empregadas e o seu significado : </li></ul><ul><li>PRETO – Aterros ; Desaterros ; Construções ; Caminhos de Ferro . </li></ul>LEGENDA
  19. 19. <ul><li>AZUL – Cursos de água ; Linhas de água ; Lagos ; Regiões pantanosas ; arrozais . </li></ul>
  20. 20. <ul><li>VERDE – Vegetação , Bosques , Pomares , Vinhas </li></ul>
  21. 21. <ul><li>CASTANHO – Curvas de Nível , Vértices Geodésicos , Pontos Cotados . </li></ul>
  22. 22. 1ª Ordem (Aljustrel) Construções que servem de vértices geodésicos Évoramonte - Castelo Linhó – Depósito de Água 1ª Ordem (Centro Geodésico de Portugal) Vila de Rei Alcoitão - Vigia 2ª Ordem (Monchique)
  23. 23. <ul><li>VERMELHO – Estradas principais , Nomes dos Vértices Geodésicos e pormenores especiais . </li></ul>
  24. 24. <ul><li>DEFINIÇÕES </li></ul><ul><li>LATITUDE – é o arco do meridiano compreendido entre o Equador e o ponto , contando de 0º a 90º para Norte ou para Sul do Equador . </li></ul><ul><li>LONGITUDE – é o arco do Equador compreendido entre o meridiano de referência ( Greenwich ) e o ponto , contando de 0º a 180º para Este ou Oeste . </li></ul>QUADRÍCULAS
  25. 25. <ul><li>1 - Uma quadrícula é formada por dois conjuntos de linhas rectas paralelas e equidistantes entre si intersectando-se segundo ângulos rectos , dando assim origem a uma malha de quadrados . </li></ul><ul><li>Cada malha da quadrícula tem o mesmo tamanho e forma . </li></ul>A QUADRÍCULA UTM
  26. 26.
  27. 27. <ul><li>Por sua vez dividiu-se cada zona com uma malha de quadrados de 100 Km de lado , que são identificados por meio de duas letras . </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Orientar uma carta consiste em colocá-la por forma que as linhas definidas fiquem paralelas às suas homólogas no terreno. </li></ul><ul><li>1º - Devemos começar por ler o seu título ( Nome da Folha ) , a fim de sabermos qual a região representada . </li></ul><ul><li>2º - Colocar a direcção N – S indicada na carta em concordância com a linha N – S , quer usemos a bússola , o relógio ou outro meio de orientação . Se não vier indicada na carta a linha N – S , considera-se o Norte no topo da carta e o Sul no fundo . </li></ul>COMO ORIENTAR UMA CARTA
  29. 29. <ul><li>A bússola é um instrumento para orientação que possui uma agulha magnética , suspensa livremente pelo centro de gravidade . Além desta agulha , a bússola está graduada dos 0º aos 360º no sentido dos ponteiros do relógio . Esta graduação serve para determinarmos os Azimutes . </li></ul><ul><li>AZIMUTES – O Azimute é uma direcção . É o ângulo formado entre o Norte Verdadeiro e a linha que une o centro com esse objectivo . </li></ul>A BÚSSOLA
  30. 30. <ul><li>1º - Coloca-se a bússola sobre a carta , de modo a que as respectivas linhas N – S fiquem paralelas . </li></ul><ul><li>2º - Roda-se todo o conjunto ( carta e bússola devem manter as mesmas posições relativas ) , até que a ponta da agulha magnética fique sobre o ponto que define a declinação magnético – cartográfica . </li></ul><ul><li>Não esquecer que massas metálicas perto de uma bússola influenciam o seu funcionamento ( cabos eléctricos , caminhos de ferro , carros ) . </li></ul>PELA BÚSSOLA COMO ORIENTAR UMA CARTA
  31. 31. ESCALÍMETRO OU ESQUADRO DE COORDENADAS
  32. 32. <ul><li>1º - Escolhe-se dois ou mais pontos de relevo do terreno , bem visíveis . </li></ul><ul><li>2º - Localizam-se esses pontos na carta , bem como o local onde nos encontramos . </li></ul><ul><li>3º - Colocam-se em coincidência as linhas definidas pela união dos pontos do terreno com as que lhe correspondem na carta . O ponto onde estas linhas ( imaginárias ) se cruzam , é , em principio , o lugar onde nos encontramos . </li></ul>COMO ORIENTAR UMA CARTA PELO TERRENO
  33. 33. <ul><li>ATENÇÃO : Trata-se de um processo expedito e não-exacto . </li></ul>COMO ORIENTAR UMA CARTA PELO TERRENO
  34. 34. <ul><li>É bastante falível este método de orientação , que consiste em observar certos pormenores naturais ou artificiais . </li></ul><ul><li>1 – As igrejas têm , normalmente o altar-mor a Nascente e , a porta a Poente . Porem modernamente , a construção nem sempre pode considerar este costume antigo , devido às exigências de ordem urbanística , pelo que este processo é por vezes falto de confiança . </li></ul><ul><li>2 – As torres e os campanários têm , no cimo , uma cruzeta com a indicação dos pontos cardeais . </li></ul>POR INDÍCIOS
  35. 35. <ul><li>3 – A casca das árvores apresenta-se mais rugosa do lado em que é mais batida pelas chuvas , isto é , do lado Norte , contrário ao que se encontra mais exposto ao Sol . </li></ul><ul><li>4 – A existência de musgo , que se desenvolve mais do lado húmido , indica-nos o Norte . </li></ul><ul><li>5 – Os caracóis encontram-se mais nas paredes voltadas a Sul e a Leste . </li></ul><ul><li>6 – As formigas têm o formigueiro , especialmente as entradas , abrigado dos ventos predominantes ( Norte , no caso do nosso continente europeu ) , ficando portanto o lado Sul o acesso a eles . </li></ul><ul><li>7 – Os ventos dominantes e a inclinação das árvores são também métodos de orientação . </li></ul>
  36. 36. <ul><li>As coordenadas são constituídas por números e letras e a sua representação faz-se do seguinte modo : </li></ul><ul><li>1º - Escreve-se o n.º do Fuso </li></ul><ul><li>2º - Zona do Fuso </li></ul><ul><li>3º - Identificação do Quadrado de 100 Km. </li></ul><ul><li>4º - Valor da Latitude ( Linha vertical antes do ponto ) </li></ul><ul><li>5º - Valor da Longitude ( Linha Horizontal debaixo do ponto ) </li></ul><ul><li>6º - Distância em metros desde o Meridiano ( Latitude ) até ao ponto . </li></ul><ul><li>7º - Distância em metros desde o Paralelo ( Longitude ) até ao ponto . </li></ul>POR COORDENADAS
  37. 37. <ul><li>Exemplo de um coordenada ( Farol do Cabo da Roca ) </li></ul><ul><li>29 S MC 56 940 92 900 </li></ul>POR COORDENADAS Fuso Zona do Fuso Identificação do quadrado de 100Km Latitude Distância em Mt. do Meridiano Longitude Distância em Mt. do Paralelo
  38. 38. <ul><li>Saber o que é uma Carta Topográfica; </li></ul><ul><li>Utilizar a legenda como auxiliar da interpretação dos sinais; </li></ul><ul><li>Saber utilizar a escala para medir as distâncias </li></ul><ul><li>As cores utilizadas e o seu significado. </li></ul><ul><li>Saber utilizar a bússola para orientar uma carta. </li></ul><ul><li>Coordenadas </li></ul>Síntese:
  39. 39.

×