Arte Grega - Escultura
Alunos(as): Fillipe Bezerra;
Ranielly Cardoso;
Rayanne Souza;
Mayara de Souza;
Netlly Marques.

Com...
Introdução
• No final do século VII a.C., aproximadamente, os gregos
começaram a esculpir grandes figuras de homens em
már...
Escultura Arcáica...
• A escultura arcáica representa os primeiros estágios de
formação de uma tradição escultórica que se...
... Escultura Arcáica
• A escultura alcançou, em sua etapa final, os mais elevados
patamares de qualidade estética e compl...
Escultura Arquitetural
• O Período Arcaico (c. 600-500 a.C.) foi definido por uma
progressiva urbanização da Grécia, com o...
Escultura Arquitetural (Fotos)
Escultura Clássica...
• Uma rápida evolução na técnica e no estilo leva ao classicismo grego
(c. 450-323 a.C.), período em...
...Escultura Clássica
• Os panejamentos e mantos das vestes recebem atenção
especial e adquirem variedade como complemento...
Escultura Clássica
Afrodite Braschi, uma das várias cópias conhecidas
daAfrodite de Cnido, de Praxiteles, c. 345 a.C., que...
Contraposto
• Termo utilizado em escultura para assinalar uma forma de
representação humana que busca a naturalidade, em
c...
Composto (Exemplo)
O exemplo clássico do contrapposto, é a estátua
do Doríforo, do escultor grego Policleto, esculpida
no ...
Estilo Severo
• Surgiu no período também chamado de Período Severo. O Período
Severo é o nome da transição do Período Arcá...
Estilo Severo (fotos)

Netuno

Estátua de Apollo, no museu
arqueológico de Olímpia.
Movimentos das estátuas
• Constante busca da perfeição;
• A mitologia grega
Estílo Fídias
• Foi um célebre escultor da Grécia Antiga. Sua biografia é cheia
de lacunas e incertezas, e o que se tem co...
Estilo Helenístico
• O Período Helenístico na escultura grega é dos mais complexos e
menos compreendidos, em função da mul...
Estilo Helenístico (Fotos)

Child goose

Ludovisi Gaul Altemps
As moedas
• O aumento das trocas levou à introdução da moeda.
Cada polis pretendia ter a sua própria moeda, que era
também...
As Moedas (Fotos)
“O homem é a medida de todas as coisas”.
Protágoras
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte grega escultura

1.570 visualizações

Publicada em

Tudo sobre as escultura gregas.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte grega escultura

  1. 1. Arte Grega - Escultura Alunos(as): Fillipe Bezerra; Ranielly Cardoso; Rayanne Souza; Mayara de Souza; Netlly Marques. Comunicação Visual - B
  2. 2. Introdução • No final do século VII a.C., aproximadamente, os gregos começaram a esculpir grandes figuras de homens em mármore. Ficava bastante clara a influência egípcia nessas esculturas. Essa fonte não só era inspiradora, mas também contribuía para a própria técnica de esculpir grandes blocos. • Porém, enquanto os egípcios pretendiam fazer uma representação realista da figura humana, o escultor grego confiava que a estátua que buscasse demonstrar um homem não deveria ser apenas semelhante ao mesmo, mas, em conjunto, um objeto belo de sim mesmo.
  3. 3. Escultura Arcáica... • A escultura arcáica representa os primeiros estágios de formação de uma tradição escultórica que se tornou uma das mais significativas em toda história desta arte no ocidente. • Neste período são lançadas as bases para o surgimento da escultura autónoma de grandes dimensões e da escultura monumental de decoração de edifícios. Essa evolução dependeu em suas origens da influência oriental e egípcia, mas logo adquiriu um carácter peculiar e original. • A escultura que o representa possui grandes méritos próprios, sendo portador de significados específicos e fundamentais para a sociedade onde nasceu entre o desenvolvimento de formas únicas.
  4. 4. ... Escultura Arcáica • A escultura alcançou, em sua etapa final, os mais elevados patamares de qualidade estética e complexidade formal, situação da forma humana em situações privilégiadas e monstros mitológicos Homem na oração, período atrasado de minoan
  5. 5. Escultura Arquitetural • O Período Arcaico (c. 600-500 a.C.) foi definido por uma progressiva urbanização da Grécia, com o crescimento do comércio e o estabelecimento das primeiras grandes cidades com sua aristocracia enriquecida. Com isso se desenvolve também a arquitetura, e com ela a decoração escultórica monumental, e o mármore desloca a cerâmica como o material de eleição, especialmente para as obras importantes.
  6. 6. Escultura Arquitetural (Fotos)
  7. 7. Escultura Clássica... • Uma rápida evolução na técnica e no estilo leva ao classicismo grego (c. 450-323 a.C.), período em que se realizam as mais importantes e seminais conquistas no terreno do naturalismo, ao mesmo tempo em que perduram uma série de convenções restritas a respeito de proporções e ordem, dando origem a uma síntese sem paralelos no mundo antigo e que até hoje permanece uma referência vital para a arte e cultura de grande parte do mundo. • O primeiro grande centro produtor do classicismo é Atenas, acompanhando sua hegemonia e esplendor, construindo uma sociedade democrática - para os padrões da época - e que prezava a liberdade individual, favorecendo uma arte mundana.
  8. 8. ...Escultura Clássica • Os panejamentos e mantos das vestes recebem atenção especial e adquirem variedade como complementos formais importantes para a figura humana, as posições são muito variadas, e as esculturas abandonam definitivamente a frontalidade para receberem acabamento por igual em todas as suas partes, de forma a poderem ser apreciadas de todos os ângulos.
  9. 9. Escultura Clássica Afrodite Braschi, uma das várias cópias conhecidas daAfrodite de Cnido, de Praxiteles, c. 345 a.C., que criou um cânone de beleza feminina. Gliptoteca de Munique. O Doríforo, de Policleto, um paradigma do cânone clássico masculino.
  10. 10. Contraposto • Termo utilizado em escultura para assinalar uma forma de representação humana que busca a naturalidade, em contraposição às representações rígidas e artificiais presentes na escultura até então. Essa característica é constituída pela distribuição harmônica e natural do peso da figura representada em pé, com uma perna flexionada e a outra sendo a principal sustentação desse peso. Assim, a figura adquire um caráter de movimento natural tanto de frente quanto de lado, necessitando também de uma base específica sobre a qual age
  11. 11. Composto (Exemplo) O exemplo clássico do contrapposto, é a estátua do Doríforo, do escultor grego Policleto, esculpida no séc. V a.C.
  12. 12. Estilo Severo • Surgiu no período também chamado de Período Severo. O Período Severo é o nome da transição do Período Arcáico ao Período Classico. • A arte é revolucionada com a introdução de concepções novas, que a libertam de seu utilitarismo e lhe conferem certa autonomia. Com uma civilização já em pleno florescimento, os gregos já se sentiam mais seguros e livres da pressão imediata da luta pela vida e se aprofundam na filosofia. • Em linhas gerais esta fase se caracteriza por um progressivo incremento no dinamismo das figuras, os braços ganham em liberdade, o torso se flexibiliza e há maior detalhamento e suavização da anatomia. O modelado da cabeça se harmoniza com o do corpo, os detalhes são reduzidos a um mínimo com ênfase nos traços anatômicos principais, o sorriso arcáico tende a ser substituído por uma expressão séria e distante, e aparecem representações mais verossímeis da velhice, embora ainda exista grande idealismo nas formas.
  13. 13. Estilo Severo (fotos) Netuno Estátua de Apollo, no museu arqueológico de Olímpia.
  14. 14. Movimentos das estátuas • Constante busca da perfeição; • A mitologia grega
  15. 15. Estílo Fídias • Foi um célebre escultor da Grécia Antiga. Sua biografia é cheia de lacunas e incertezas, e o que se tem como certo é que ele foi o autor de duas das mais famosas estátuas da Antiguidade, a Athena Parthenos e o Zeus Olympeios, e que sob a proteção de Péricles encarregou-se da supervisão de um vasto programa construtivo em Atenas, concentrado na reedificação da Acrópole, devastada pelos persas em 480 a.C..
  16. 16. Estilo Helenístico • O Período Helenístico na escultura grega é dos mais complexos e menos compreendidos, em função da multiplicidade de influências que se cruzam e da ausência de um único centro difusor. Em seu início continua a grande tradição do auge do classicismo, criando obras perfeitamente modeladas em todos os ângulos, mas já estudando efeitos de transparência no vestuário, aproveitando os jogos de luz com finalidades estéticas e expressivas, e enfatizando a variedade de posturas e sentimentos, criando um repertório de formas inteiramente novo e que muitas vezes tinha um caráter historicista, resgatando elementos de períodos anteriores. Os escultores já não se sentiam obrigados a retratar o ideal. • São introduzidos temas como o sofrimento, o sono, a morte, a infância e a velhice, que ofereciam formas e expressões ainda pouco exploradas
  17. 17. Estilo Helenístico (Fotos) Child goose Ludovisi Gaul Altemps
  18. 18. As moedas • O aumento das trocas levou à introdução da moeda. Cada polis pretendia ter a sua própria moeda, que era também, símbolo da sua independência política. Quando o auxílio estrangeiro se tornou mais importante o uso da moeda tornou-se uma necessidade. • As primeiras moedas gregas começaram a serem cunhadas a partir do século VII a.C. Com figuras de animais verdadeiros, plantas e objectos úteis ao homem. As moedas primitivas mais famosas eram a coruja, o pegasus e a tartaruga. As tartarugas foram as primeiras moedas a serem cunhadas na Grécia, seus exemplares mais antigos são de 625 a.C. e durante um século foram elas que ditavam as leis nas trocas comerciais.
  19. 19. As Moedas (Fotos)
  20. 20. “O homem é a medida de todas as coisas”. Protágoras

×