fcoptico@gmail.com
Cel. (51) 8592 6349
@fcoptico
www.fcoptico.blogspot.com.br
O que significa a sigla DMRI?
egeneração
acular
elacionada
dade
Perda ou destruição das características
originais de; dege...
Mácula
substantivo feminino
1.
marca de sujeira, de impureza ou de cor diferente sobre um corpo; nódoa, mancha, sujeira.
2...
Lúteo
substantivo feminino
1.
Que tem cor amarela ou amarelada, em especial a cor amarela alaranjada ou
avermelhada do cor...
A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) foi descrita
primeiramente por Oeller, em 1903. Em 1926, Junius e Kunt a
...
TABAGISMO
Entre os fatores considerados de risco para a DMRI,
tabagismo é considerado o mais importante. A
fisiopatologia ...
HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA
A hipertensão arterial sistêmica (HAS), fator envolvido na
doença cardiovascular, influenci...
HIPERCOLESTEROLEMIA
A elevação do colesterol sérico provoca acúmulo de lipídios na
esclera aumentando a resistência pós-ca...
RAIOS ULTRAVIOLETA E LUZ VISÍVEL
Com a idade o número de células do EPR diminui,
particularmente no centro da mácula, assi...
CIRCUNFERÊNCIA ABDOMINAL
ÍNDICE CINTURA/QUADRIL (ICQ)
ÍNDICE DE MASSA CORPORAL
DIETA
Sabe-se que a dieta é um dos meios mais eficientes para a
atuação preventiva no desenvolvimento da DMRI.
ANTIOXIDANTES SINTÉTICOS
Antioxidantes são substâncias capazes de prevenir os efeitos deletérios da oxidação,
inibindo o i...
CONCLUSÃO
Como prevenção da degeneração macular relacionada à idade, além de
cessar o hábito de fumar, convém aumentar o c...
HDL e LDL são as siglas, em inglês, utilizadas para designar
os tipos de lipoproteínas que transportam o colesterol no
san...
Dmri
Dmri
Dmri
Dmri
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dmri

277 visualizações

Publicada em

dmri

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dmri

  1. 1. fcoptico@gmail.com Cel. (51) 8592 6349 @fcoptico www.fcoptico.blogspot.com.br
  2. 2. O que significa a sigla DMRI? egeneração acular elacionada dade Perda ou destruição das características originais de; degenerescência: o Parkinson é uma doença que causa a degeneração do sistema nervoso central. Diminuição, perda ou modificação das qualidades originais que caracterizam um ser vivo; abastamento. Alteração para o pior; ação de decair; decaimento. Ação ou efeito de degenerar; ato de se degenerar. Figurado. Alteração da função normal de alguma coisa; perversão. (Etm. do latim: degeneratio.onis)
  3. 3. Mácula substantivo feminino 1. marca de sujeira, de impureza ou de cor diferente sobre um corpo; nódoa, mancha, sujeira. 2. fig. ausência de perfeição; defeito, mancha, senão. "não se encontrava uma m. em seu texto" 3. fig. mancha na reputação; o que se considera desonroso; desdouro, labéu, infâmia. 4. anat área especializada de epitélio sensitivo. 5. p.ext. astr mancha escura observada na superfície do Sol ou de outro astro luminoso. 6. derm pequena mancha cutânea plana e com coloração diferente do tecido que a circunda. Origem ⊙ ETIM lat. macŭla,ae 'mancha, defeito, incorreção'
  4. 4. Lúteo substantivo feminino 1. Que tem cor amarela ou amarelada, em especial a cor amarela alaranjada ou avermelhada do corpo-lúteo. 2. Que perdeu a cor =LÍVIDO, PÁLIDO Origem ⊙ ETIM lat. Luteus, amarelado
  5. 5. A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) foi descrita primeiramente por Oeller, em 1903. Em 1926, Junius e Kunt a apontaram como a principal causa de cegueira legal em pessoas com mais de 55 anos de idade. Registram-se hoje, no Brasil, cerca de cinco milhões de indivíduos com DMRI, nas suas duas principais formas de manifestação Quem? Quando? http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004- 27492003000500029
  6. 6. TABAGISMO Entre os fatores considerados de risco para a DMRI, tabagismo é considerado o mais importante. A fisiopatologia no desenvolvimento desta doença não é totalmente conhecida, porém sugere-se que o cigarro diminua os níveis plasmáticos de antioxidantes, afetando de forma indireta o metabolismo coriorretiniano. Além disso, o tabagismo promove a aterosclerose dos vasos da coróide podendo ocasionar atrofia geográfica (AG) e neovascularização sub-retiniana (NVSR).
  7. 7. HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA A hipertensão arterial sistêmica (HAS), fator envolvido na doença cardiovascular, influencia na circulação coroidal. Há estudos demonstrando que o controle da HAS pode diminuir o risco de DMRI. A pressão de pulso, diferença entre pressão arterial sistólica (PAS) e pressão arterial diastólica (PAD), pode predispor a alterações do colágeno e elastina ocorridas na membrana de Bruch.
  8. 8. HIPERCOLESTEROLEMIA A elevação do colesterol sérico provoca acúmulo de lipídios na esclera aumentando a resistência pós-capilar da rede vascular da coróide, situada entre a parede escleral progressivamente enrijecida e o conteúdo não compressível do globo. A diminuição do fluxo sanguíneo da coróide e o aumento da resistência tendem a elevar a pressão hidrostática da coriocapilar aumentando o vazamento e deposição de proteínas extracelulares e lipídios, particularmente no pólo posterior, formando depósitos basais na membrana de Bruch e drusas, primeira manifestação clínica da DMRI. Na década de 80, após estudar o coeficiente de rigidez escleral de 29 pacientes com DMRI, esta teoria foi solidificada.
  9. 9. RAIOS ULTRAVIOLETA E LUZ VISÍVEL Com a idade o número de células do EPR diminui, particularmente no centro da mácula, assim como a densidade de melanossomos contidos no seu interior. Sabe-se que a melanina desempenha importante papel na remoção de radicais livres e é responsável pela absorção da radiação luminosa.
  10. 10. CIRCUNFERÊNCIA ABDOMINAL ÍNDICE CINTURA/QUADRIL (ICQ) ÍNDICE DE MASSA CORPORAL
  11. 11. DIETA Sabe-se que a dieta é um dos meios mais eficientes para a atuação preventiva no desenvolvimento da DMRI.
  12. 12. ANTIOXIDANTES SINTÉTICOS Antioxidantes são substâncias capazes de prevenir os efeitos deletérios da oxidação, inibindo o início da lipoperoxidação, sequestrando radicais livres e/ou quelando íons metálicos. Eles protegem organismos aeróbicos do estresse oxidativo. A lipoperoxidação trata-se de um processo no qual ocorre a oxidação das cadeias de ácidos graxos polinssaturadas, incluindo aqueles que compõem a membrana das células ou organelas, devido à ação dos radicais livres. A palavra quelante é de origem do grego - chele- que significa "pinça" ou "garra". Assim é, todo agente utilizado para capturar, transportar e/ou eliminar substâncias (principalmente metais) do organismo.
  13. 13. CONCLUSÃO Como prevenção da degeneração macular relacionada à idade, além de cessar o hábito de fumar, convém aumentar o consumo de peixes e ingestão de ômega-3, bem como manter o HDL elevado e o LDL reduzido. Valores tensóricos normais e atividade física além de beneficiar o sistema cardiovascular podem exercer influência positiva na preservação da visão. O uso de antioxidantes sintéticos tem o seu valor quando a dieta alimentar composta por vitaminas, luteína e zeaxantina é deficiente. O ideal seria dosar laboratorialmente a quantidade de vitaminas presentes no organismo e repô-las se houver necessidade.
  14. 14. HDL e LDL são as siglas, em inglês, utilizadas para designar os tipos de lipoproteínas que transportam o colesterol no sangue. O HDL é chamado de bom colesterol e o LDL de mau colesterol. LDL é a sigla de Low Density Lipoproteins, que significa lipoproteínas de baixa densidade HDL é a sigla de High Density Lipoproteins, que significa lipoproteínas de alta densidade

×