O Burro que Zurrou três vezes       De António Torrado
O texto fala-nos de um homem que vivia decortar lenha. Com ela fabricava carvão. Como tinha muito respeito pela águaandava...
O Chico Parvoeiro estava a cortarum ramo do lado errado. Com opeso dele o ramo atirou-o para ochão.  Depois o Chico foi at...
O Burro nas suas cismaçõeszurrou uma vez. Depois veiouma vespa e o burro largououtra    zurradela.     O      Chicocontou ...
A mulher perguntou-lhe oque estava a fazer. O ChicoParvoeiro   disse-lhe   queestava morto e a mulherdisse-lhe para parar ...
O Chico Parvoeiro estava sempre a dizer queestava morto e que tinha sido o burro com trêszurradelas!!!A mulher dizia-lhe q...
Várias pessoas traziam anotícia que o homem tinhamorrido com a dentada deum burro, mas havia muitaespeculação sobre a suam...
Eles tinham chegado a umamargem    mas,    não   podiampassar porque no inverno aspontes destruíram-se.Eles tinham muitas ...
Foi o    próprio   “falecido”    quedecidiu pôr um ponto final nadiscussão. Levantou-se e recitouum poema que dizia que qu...
Trabalho realizado pelos alunos do 1.º               e 3.º ano.          1.º ano                3.º ano• Todos os desenhos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O burro que zurrou três vezes

905 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
345
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O burro que zurrou três vezes

  1. 1. O Burro que Zurrou três vezes De António Torrado
  2. 2. O texto fala-nos de um homem que vivia decortar lenha. Com ela fabricava carvão. Como tinha muito respeito pela águaandava sempre enfarruscado. Por issochamavam-lhe Chico Parvoeiro.
  3. 3. O Chico Parvoeiro estava a cortarum ramo do lado errado. Com opeso dele o ramo atirou-o para ochão. Depois o Chico foi atrás dohomem que lhe tinha dito que iriacair. Perguntou-lhe quando iriamorrer e o homem (para odespachar) disse-lhe que morreriaquando o seu burro zurrasse trêsvezes de seguida.
  4. 4. O Burro nas suas cismaçõeszurrou uma vez. Depois veiouma vespa e o burro largououtra zurradela. O Chicocontou duas vezes! Deseguida o burro zurrou aterceira vez e o Chico caiupara trás e disse: - Estou morto!!!
  5. 5. A mulher perguntou-lhe oque estava a fazer. O ChicoParvoeiro disse-lhe queestava morto e a mulherdisse-lhe para parar comos disparates porque ocaldo ia arrefecer!
  6. 6. O Chico Parvoeiro estava sempre a dizer queestava morto e que tinha sido o burro com trêszurradelas!!!A mulher dizia-lhe que mais teimoso do queele era o burro e tinha chegado a casa.Apareceu um grupo de homens que vinham daceifa que disseram que se estivesse morto quese enterrava.Se não estava morto, parecia porque dormiamuito sossegado balançado nos ombros doscamponeses. Até havia carpideiras!Formou-se um cortejo ao morto-vivo!
  7. 7. Várias pessoas traziam anotícia que o homem tinhamorrido com a dentada deum burro, mas havia muitaespeculação sobre a suamorte.
  8. 8. Eles tinham chegado a umamargem mas, não podiampassar porque no inverno aspontes destruíram-se.Eles tinham muitas ideias e nãochegavam a acordo. As pessoasque iam atrás estavam à espera.
  9. 9. Foi o próprio “falecido” quedecidiu pôr um ponto final nadiscussão. Levantou-se e recitouum poema que dizia que quandoera vivo passava por além masagora que estava morto passavabem.Os carregadores largaram a padiolae o nosso amigo Chico estatelou-seno chão. O povo vendo o mortoressuscitado fugiu aos gritos.
  10. 10. Trabalho realizado pelos alunos do 1.º e 3.º ano. 1.º ano 3.º ano• Todos os desenhos • Ana; Beatriz C.; Beatriz G.; elaborados. Cláudia; Daniela H.; Daniela; Joana; Juliana; Marília e Esmeralda. • António; Fábio; Luís; Pedro e Rui.

×