Hoje é segunda-feira, 25 de junho de 2012        Agora mesmo são 19:30 h.
O evangelho de Jesus é o grande manual da vida, porqueestabelece lições que representam a orientação necessáriapara a noss...
“(...) Ele então lhes responderá: em verdade vos digo: todasas vezes que faltastes com a assistência a um destes maispeque...
Nós já aprendemos que a caridade é indulgência ebenevolência para com todos os irmãos do caminho.Essa citação do evangelho...
Quando Jesus destaca que o rei teve fome e foi alimentado,isto quer dizer que devemos dar assistência uns aos outros.Porta...
Isto significa que todas as vezes que nós fizermos um bem, ouseja, que dermos atenção a um irmão carente, que formoscompre...
Ao negarmos ao nosso irmão aflito o nosso apoio, a nossaatenção, estaremos assumindo mais um compromisso deresgate de dívi...
Não nos adianta ter somente a teoria. Pois, que, a prova aque seremos submetidos pela Providência Divina, para apromoção d...
Um excelente exemplo dessa caridade de que estamos falandoé a Parábola O Bom Samaritano, (Lucas, X – 25/37).Respondendo a ...
Aconteceu em seguida que um sacerdote, descendo pelomesmo caminho, o viu e passou adiante. Um levita, quetambém veio àquel...
Qual desses três te parece ter sido o próximo daquele quecaíra em poder dos ladrões?O doutor da lei respondeu: aquele que ...
O exercício da caridade passa por muitos estágios. Apenas acompreensão de que ela é condição essencial para a elevaçãoespi...
Se nós agirmos como agiu o anônimo bom samaritano que,sem questionar ou emitir julgamentos acerca do ferido caído àmargem ...
Para nossa reflexão:Por que Jesus escolheu o samaritano e não o sacerdote ou olevita para prestar auxílio ao necessitado?P...
Por tudo isso, nós podemos concluir que a salvação doespírito depende do bem que ele faz ao próximo, e não aspráticas exte...
Hoje é segunda-feira, 25 de junho de 2012        Agora mesmo são 19:30 h.
Amor, estranho amor...por parecer,Sempre o primeiro a cada vez que vem...Quando se vai, ou já não pode ser,Pensamos ser o ...
01 salvação do espírito
01 salvação do espírito
01 salvação do espírito
01 salvação do espírito
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

01 salvação do espírito

394 visualizações

Publicada em

Reflexão

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

01 salvação do espírito

  1. 1. Hoje é segunda-feira, 25 de junho de 2012 Agora mesmo são 19:30 h.
  2. 2. O evangelho de Jesus é o grande manual da vida, porqueestabelece lições que representam a orientação necessáriapara a nossa evolução espiritual.Muitos de nós, ao tomarmos conhecimento dessesensinamentos, somos tocados pela verdade. E dentre essasmaravilhas ensinadas pelo Cristo está a caridade, e logocompreendemos a necessidade de seu exercício, e que setorna imperioso o desprendimento de nós mesmos emfavor dos necessitados.
  3. 3. “(...) Ele então lhes responderá: em verdade vos digo: todasas vezes que faltastes com a assistência a um destes maispequenos, deixastes de tê-la para comigo mesmo.E esses irão para o suplício eterno, e os justos para a vidaeterna”. (Mateus, cap. XXV, vv. 31 a 46).Nessa passagem evangélica, numa linguagem alegórica, oMestre está classificando todos aqueles que fazem ou nãofazem caridade.E o que é caridade?
  4. 4. Nós já aprendemos que a caridade é indulgência ebenevolência para com todos os irmãos do caminho.Essa citação do evangelho de Mateus nos fala justamente debenevolência, e nos orienta quanto a algumas situações queencontramos no nosso dia-a-dia.Jesus ao dizer: (...) separará uns dos outros, como o pastorsepara os bodes das ovelhas, e colocará as ovelhas à suadireita e os bodes à sua esquerda, está nos dando um exemplode como será feita a separação no juízo final, entre ascriaturas boas e as criaturas más.
  5. 5. Quando Jesus destaca que o rei teve fome e foi alimentado,isto quer dizer que devemos dar assistência uns aos outros.Portanto, ao vermos alguém com fome é nosso dever, claro,dentro das nossas possibilidades, dar de comer a esse alguém;quando encontrarmos alguém com sede, devemos dar de bebera esse necessitado; com relação ao sem teto, se possível, vamoscolaborar para que esse irmão fique abrigado; para os semroupa, com certeza teremos que vesti-los. Há sempre umaroupa velha num canto do armário. Ele ainda nos fala arespeito do instante em que o rei esteve doente e do momentoem que esteve no cárcere sendo visitado.
  6. 6. Isto significa que todas as vezes que nós fizermos um bem, ouseja, que dermos atenção a um irmão carente, que formoscompreensíveis com a ingratidão de um companheiro dejornada, é como se o Mestre estivesse ali representado diantede nós. De certa forma, Jesus está nos testando, através donosso irmão necessitado. Porque, muitas vezes, nós estamosdizendo Senhor, Senhor, expressando nosso amor por Ele,mas no momento em que um nosso semelhante carente seaproxima nós tranqüilamente o ignoramos. Nós adoramos oPai, e em seguida desprezamos o Filho.
  7. 7. Ao negarmos ao nosso irmão aflito o nosso apoio, a nossaatenção, estaremos assumindo mais um compromisso deresgate de dívidas com o nosso futuro.Naquele momento, tivemos uma grande oportunidade dedemonstrarmos a nós mesmos que entendemos e aceitamos aspalavras de Jesus, porém a perdemos. E, com certeza, seremoscobrado por isso.Notamos que nessa passagem evangélica há um roteiro a serseguido. E esse roteiro nos alerta para a prática dedeterminadas ações no nosso cotidiano.
  8. 8. Não nos adianta ter somente a teoria. Pois, que, a prova aque seremos submetidos pela Providência Divina, para apromoção desejada, consta essencialmente de atividadespráticas. Não existem perguntas nesse exame. E só serãopromovidos aqueles que apresentarem maior bagagem de amorem seus corações, e uma história mais longa de indulgência,benevolência, e de beneficência em suas ações.
  9. 9. Um excelente exemplo dessa caridade de que estamos falandoé a Parábola O Bom Samaritano, (Lucas, X – 25/37).Respondendo a um doutor da lei que, querendo parecer queera um justo, indagou quem é o meu próximo, Jesus contouessa alegoria:“Um homem, que descia de Jerusalém para Jericó, caiu empoder de ladrões, que o despojaram, cobriram de ferimentos ese foram, deixando-o semimorto.
  10. 10. Aconteceu em seguida que um sacerdote, descendo pelomesmo caminho, o viu e passou adiante. Um levita, quetambém veio àquele lugar, tendo-o observado, passouigualmente adiante. Mas, um samaritano que viajava,chegando ao lugar onde jazia aquele homem e tendo-o visto,foi tocado de compaixão. Aproximou-se dele, deitou-lhe óleo evinho nas feridas e as pensou; depois, pondo-o no seu cavalo,levou-o a uma hospedaria e cuidou dele. No dia seguintetirou dois denários e os deu ao hospedeiro, dizendo: tratamuito bem deste homem e tudo o que despenderes a mais, eute pagarei quando regressar.
  11. 11. Qual desses três te parece ter sido o próximo daquele quecaíra em poder dos ladrões?O doutor da lei respondeu: aquele que usou de misericórdiapara com ele. Então, vai, diz Jesus, e faze o mesmo”.O significado da caridade que encontramos nessa parábolavai mais além do que imaginamos. Implica em estarmos nonosso dia-a-dia observando todas as oportunidades de sermosúteis àqueles irmãos de jornada que estão ao nosso lado. Daí,estarmos atentos, pois existem os infortúnios ocultos.
  12. 12. O exercício da caridade passa por muitos estágios. Apenas acompreensão de que ela é condição essencial para a elevaçãoespiritual não torna o novo discípulo em merecedor do reinode Deus.A caridade é algo muito mais profundo e importante do queapenas darmos o que nos sobra aos carentes. Embora istotambém seja um ato caritativo, não resume a grandiosidadedesta virtude. Caridade é doar-se ao próximo, condição quenão requer recurso financeiro nem influência social. Todosnós podemos fazê-la.
  13. 13. Se nós agirmos como agiu o anônimo bom samaritano que,sem questionar ou emitir julgamentos acerca do ferido caído àmargem da estrada, arregaçou as mangas e imediatamentetrouxe-o de volta à vida, estaremos praticando a caridadeverdadeira. Assim, fica o exemplo para nossa reflexão:Estamos vivendo na pré-história de um mundo deregeneração. Quantos caídos à margem do caminho temossocorrido? O que estamos fazendo efetivamente para que essemomento não se alongue em demasia? Vamos escolher ocaminho das pedras e cascalhos, ferindo-nos, acumulandopontos de dor e sofrimento? Ou vamos seguir essa proposta deJesus, entendendo que fora da caridade não há salvação?
  14. 14. Para nossa reflexão:Por que Jesus escolheu o samaritano e não o sacerdote ou olevita para prestar auxílio ao necessitado?Para deixar bem claro que praticar caridade não é privilégiodas pessoas religiosas. Mas, procedimento comum às almasnobres e compassivas, ainda que, às nossas vistas, pareçamdistantes de Deus, por não possuírem religião.Que lição Jesus nos oferece com essa parábola?Olhar à nossa volta e descobrir as necessidades aparentes ousecretas de nossos irmãos; amenizar-lhes as dores, consolar-lhes as aflições. Enfim, a sermos Seus “Bons Samaritanos”.
  15. 15. Por tudo isso, nós podemos concluir que a salvação doespírito depende do bem que ele faz ao próximo, e não aspráticas exteriores ou rótulos religiosos.Assim, devemos nos revestir de bondade, e dar a nossaparcela de esforço aos falidos do caminho. Não lhesperguntando quem são, de onde vêm, ou por que caíram.Em qualquer situação, sejamos o “Bom Samaritano”,considerando todo e qualquer irmão que seja colocado à nossafrente não como o adversário de ontem ou o inimigo de hoje,mas como nosso próximo, a quem devemos ajudar.Muita paz!
  16. 16. Hoje é segunda-feira, 25 de junho de 2012 Agora mesmo são 19:30 h.
  17. 17. Amor, estranho amor...por parecer,Sempre o primeiro a cada vez que vem...Quando se vai, ou já não pode ser,Pensamos ser o último, também...

×