A a tecnologia a serviço dos poderosos

8.041 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.041
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.565
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A a tecnologia a serviço dos poderosos

  1. 1. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  2. 2. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  3. 3. Nosso planeta é um só, mas pode ser representado de várias formas ouvisto de perspectivas diferentes.Como os mapas são feitos por profissionais que vivem num país e têmdiferentes valores culturais, costumam expressar um ponto de vistaparticular, além de interesses geopolíticos e econômicos. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  4. 4. Mapa Mundi de Rosseti (Francesco Rosseti – cartógrafo italiano) Sem precisão alguma e sem a Oceania. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  5. 5. Mapa Mundi de Fra Mauro (monge veneziano) As terras em torno do Mar Mediterrâneo, região mais conhecida na época pelos europeus, têm o contorno próximo da realidade)Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  6. 6. Os primeiros mapas-múndi, colocavam a Europa em destaque ( o continente aparecia no centro do mapa e na parte de cima) iniciava-se o eurocentrismo. O eurocentrismo era a materialização cartográfica do ETNOCENTRISMO europeu. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  7. 7. Entretanto, nada impede que o mundo seja visto de outras perspectivas e, em cada país, os atlas sejam produzidos valorizando sua localização no globo. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  8. 8. Mapa Mundi japonêsApresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  9. 9. Mapa Mundi centralizado na América Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  10. 10. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  11. 11. Essa projeção (elaborada no século XVI, período das grandes navegações)se transformou naprincipal visão eurocêntrica do mundo. Projeção CONFORME (os ângulos são mantidos idênticos e as áreas são deformadas) Quando representada nessa projeção, a Groenlândia parece ser maior que o Brasil (que na realidade é 4 x maior) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  12. 12. Batizado por Arno Peters de “Mapa por um mundo solidário”, foi apresentado com o sul naparte superior e o norte na inferior.Foi a forma que o cartógrafo alemão encontrou para se contrapor à manipulação contida nosmapas convencionais.ProjeçãoEQUIVALENTE (asáreas apresentam-se idên-ticos e as formas sãodeformadas)Com essa técnicapaíses de grandesdimensões localiza-dos na zona inter-tropical (México, Bra-sil, Índia) deixaramde ter seus territóriossubestimados) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  13. 13. É importante lembrar que o mapa de Peters surgiu em 1973, época em que muitos países selivravam das amarras do colonialismo.Tornou-se então, uma afirmação de liberdade na cartografia. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  14. 14. A projeção AZIMUTAL é, entre todas as projeções , aquela que têm o caráter geopolítico maismarcante.Ela é adequada ao interesse dos ESTADOS NACIONAIS, pois permite a centralização do mapa emqualquer país do mundo. Apresenta um forte caráter ideológico, que atende aos interesses dosgovernantes do país cartografado. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  15. 15. A projeção AZIMUTAL é, entre todas as projeções , aquela que têm o caráter geopolítico maismarcante.Ela é adequada ao interesse dos ESTADOS NACIONAIS, pois permite a centralização do mapa emqualquer país do mundo. Apresenta um forte caráter ideológico, que atende aos interesses dosgovernantes do país cartografado.O símbolo da ONU, por exemplo, tem afinalidade principal de retratar a sua principalárea de atuação: o hemisfério norte.Por isso esse mapa traz ao centro o polonorte, mas abarca áreas situadas até 60° delatitude Sul, que representa assim, a maiorparte das terras habitadas do planeta. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  16. 16. INSTRUMENTOS PARA ORIENTAÇÃO Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  17. 17. Google Earth Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  18. 18. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  19. 19. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  20. 20. Nesta composição feita sobre o Google Earth, por Oton Barros, do INPE, com imagens do satélite de alta resolução GeoEye, é possível ver o antes e depois dos deslizamentos na cidade de Nova Friburgo, Rio de Janeiro.Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  21. 21. Google Street Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  22. 22. Google StreetApresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  23. 23. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  24. 24. Google StreetApresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  25. 25. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  26. 26. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  27. 27. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  28. 28. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  29. 29. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  30. 30. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  31. 31. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  32. 32. "Ele foi alvo de chacotas, e-mails e de divulgação da foto na internet. Os clientes dele pediram a retirada imediata da imagem no ar, e ele foi advertido verbalmente pela empresa. Meu cliente foi fotografado em uma situação constrangedora, e a imagem induz que ele estava vomitando porque estava bêbado, mas ele não estava", disse sua advogada.Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  33. 33. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  34. 34. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  35. 35. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  36. 36. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  37. 37. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  38. 38. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  39. 39. O uso de satélites, fotos aéreas (aerofotogrametria) e radares sofisticou as informações epermitiu o mapeamento mais preciso de todo o planeta.Esta ciência adquiriu uma grande relevância durante a Segunda Guerra Mundial eprincipalmente, após ela, no período conhecido como GUERRA FRIA. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  40. 40. A corrida armamentista transformou-se também em uma corrida tecnológica. No final desse período, muitas técnicas e equipamentos, até então exclusivos do setor militar, foram apropriados pela sociedade e pela economia.Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  41. 41. "A Geografia, issoEm 1976, Yves Lacoste escreveu a primeira edição do livroserve, em primeiro lugar, para fazer a Guerra" que causou,na época um escândalo na corporação dos geógrafos universitários franceses da época. Nestelivro, o autor aponta o verdadeiro papel da Geografia:A principal resposta que fornece ao seu questionamento constitui o próprio título do livro: isto - a geografia - seve emprimeiro lugar (embora não apenas) para fazer a guerra, ou seja, para fins político-militares sobre (e com) o espaçogeográfico, para produzir/reproduzir esse espaço com vistas (e a partir) das lutas de classes, especialmente com o exercíciodo poder. Ser ou não ser de fato uma ciência pouco importa, em última análise, argumenta o Autor. O fundamental, a seuver, é que, malgrado as aparências mistificadoras, os conhecimentos geográficos sempre foram, e continuam sendo, umsaber estratégico, um instrumento de poder intimamente ligado a práticas estatais e militares. A geopolítica dessa, dessaforma, não é uma caricatura e nem uma pseudogeografia; ela seria na realidade o âmago da geografia, sua verdade maisprofunda e recôndita. (Vesentini, 2002, p.7) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  42. 42. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  43. 43. Um avião percorre uma faixa deterra em linha reta fotografandosucessivamente. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  44. 44. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  45. 45. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  46. 46. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  47. 47. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  48. 48. Colisão entre satélites em órbita Satélite comercial e satélite científico russo se chocam sobrea Sibéria dia 10 de fevereiro, criando uma nuvem de escombrosA colisão entre um satélite comercial, da empresa americana de comunicações Iridium, e um satélite russo provavelmentedesativado, foi a primeira ocorrência desse tipo, segundo Nicholas Johnson, pesquisador chefe do Programa de EscombrosOrbitais da Nasa, no Johnson Space Center, em Houston.“Nos últimos 20 anos, houve apenas três outras colisões acidentais entre objetos em órbita, mas todos de proporçõesmuito menores,” comenta Johnson. “A maior quantidade de destroços já produzida em um evento desses foi de quatropedaços, e neste caso, como a colisão envolveu duas naves intactas o resultado foi centenas de destroços. Não sabemosainda exatamente quantos.” 13 de fevereiro de 2009 Scientific American Brasil http://www2.uol.com.br/sciam/noticias Strela-2M Iridium Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  49. 49. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  50. 50. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  51. 51. Olhar acuradoRegião do norte do Amazonas no mapa hoje disponível (acima) e a área em destaque nasimagens recém-produzidas por radar (à esq.): maior riqueza de detalhes Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  52. 52. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  53. 53. As imagens captadas por satélites são informações estratégicas preciosas, que se tornam cadavez mais imprescindíveis nas operações de defesa internacionais, bem como nas decisões táticasda guerra moderna.É tal a dependência, que esses artefatos passaram a ser conhecidos como os olhos e ouvidos dainteligência militar. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  54. 54. Se já é grande a capacidade de resolução dos satélites comerciais, que observam o dia-a-dia dascidades, o rastreamento efetuado por um satélite militar de uso exclusivo do Pentágono (oministério da Defesa norte-americano), pode atingir impressionante visualização, fornecendolocalizações geográficas para mísseis e bombas e dando suporte a todas as ações militares. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  55. 55. Esses verdadeiros espiões eletrônicos são lançados ao espaço por foguetes e milhares estão emórbita no espaço, mas não há estatísticas oficiais. Há veículos de várias nacionalidades, russos,israelenses, chineses, franceses, até brasileiros. A maior parte, entretanto, é norte-americana. Caças F-15 - Base Militar de Gwangju - Coréia do SulÉ tal a dependência, que esses artefatos passaram a ser conhecidos como os olhos e ouvidos dainteligência militar. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  56. 56. COMO OS SATÉLITES FORAM UTILIZADOS NO AFEGANISTÃOA caçada a Osama Bin Laden e seus seguidores da Al Qaeda, no Afeganistão, foi feita por umaconstelação de satélites militares e comerciais. Assim como o acompanhamentodas tropas das forças de países que apoiavam o Taleban, como o Iraque, o Irã e oPaquistão, foram monitoradas pela inteligência militar dos EUA por meio de satélites deespionagem. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  57. 57. COMO OS SATÉLITES FORAM UTILIZADOS NO AFEGANISTÃOApesar de seus próprios satélites serem capazes de obter imagens muito precisas, oDepartamento de Defesa norte-americano, adquiriu direitosexclusivos de imagens feitas por satélitescomerciais do território do Afeganistão. O objetivo eraobter uma visão completa do território afegão e impedir que qualqueroutro país ou veículo de imprensa, tivesseacesso às imagens da zona de conflito. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  58. 58. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  59. 59. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  60. 60. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  61. 61. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  62. 62. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  63. 63. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  64. 64. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  65. 65. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  66. 66. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  67. 67. Vitória Falls – Zâmbia (Foto) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  68. 68. Vitória Falls – Zâmbia (Imagem de satélite) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  69. 69. Vitória Falls – Zâmbia (3d) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  70. 70. VitóriaFalls –Zâmbia(3d) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  71. 71. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  72. 72. 1)Leia a seguinte afirmação: “Fundamentais para a construção de mapas, as diferentesprojeções cartográficas utilizadas atualmente mostram divergências ideológicas sobre asdiversas formas de representar o mundo”. Você concorda? Por quê?2) Explique a seguinte frase: “Como qualquer outro meio de comunicação, os mapas sãoseletivos, ou seja, selecionam as informações que vão mostrar”.3) “Os países pobres e subdesenvolvidos, incluindo o Brasil, deveriam adotar em suas escolasmapas que os privilegiassem em detrimentos das produções cartográficas dos países ricos”.Você concorda com essa afirmação? Justifique.4)Explique por que o mundo pode ser visto sob diferentes perspectivas cartográficas.Dêexemplos. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia

×