2 território brasileiro

2.474 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.474
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 território brasileiro

  1. 1. “Para entender melhor as desigualdades regionais noBrasil, se faz necessário avaliar o processohistórico/geográfico em que se geraram as diferençasde desenvolvimento regional no país...” Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  2. 2. Porque o continente americano é tão desigual? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  3. 3. Porque o continente americano é tão desigual?Se o mundo fosse uma vila de 100 pessoas: 6 pessoas teriam 59% da riqueza (todos dos eua) 20 pessoas dividiriam entre sí 2% da riqueza teriam que disputar 39% do dinheiro ou riquezas 74 Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  4. 4. “Os dois mundos que se encontraram no Rio de Janeiro em 1808 tinham vantagens e carênciasque se complementavam. De um lado, havia uma corte que se julgava no direito divino demandar, governar, distribuir favores e privilégios, com a desvantagem de não ter dinheiro. De mais rica do que a metrópoleoutro, uma colônia que já era , mas aindanão tinha educação, refinamento ou qualquer traço de nobreza. Três séculos após oDescobrimento, o Brasil era uma terra de oportunidades imensas, típica das novas fronteirasamericanas, onde fortunas eram construídas do nada e da noite para o dia...” (GOMES, Laurentino. 1808. São Paulo, Ed Planeta do Brasil, 2°edição, 2010. p 176.) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  5. 5. “Dom João precisava do apoio financeiro e político dessa elite rica em dinheiro, porémdestituída de prestígio e refinamento. Para cativá-la, iniciou uma pródiga distribuição dehonrarias e títulos de nobreza que se prolongaria até seu retorno a Portugal, em 1821. Apenas oito primeiros anos no Brasil, Dom João outorgounos seusmais títulos de nobreza do que em todos ostrezentos anos anteriores da história da monarquia portuguesa..” (GOMES, Laurentino. 1808. São Paulo, Ed Planeta do Brasil, 2°edição, 2010. p 177.) Rei Príncipe real Infante Duque Marquês Conde Visconde Barão“Em Portugal, para fazer-se um conde se pediam quinhentos anos; no Brasil, quinhentos contos” Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  6. 6. EUA x Brasil-EUA:Chegada no continente  final do século XVOCUPAÇÃO  Entre os séculos XVI e XVII, os espanhóis exploram a Flórida e o Colorado, e osfranceses se instalam ao longo do vale do Mississipi. Os holandeses fundam a colônia de NovaAmsterdã – tomada em 1664 pelos ingleses e rebatizada como Nova York. (SÉCULO XVII)INDEPENDÊNCIA 4 de julho de 1776-BRASIL:Chegada no continente  final do século XV (início do século XVI)OCUPAÇÃO  Em 1534 Dom João III, cria as CAPITANIAS HEREDITÁRIAS (14 colônias)INDEPENDÊNCIA 7 de setembro de 1822 Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  7. 7. Porque os estados brasileiros possuem desenvolvimentos tão diferentes? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  8. 8. Porque os estados brasileiros tiveram desenvolvimentos tão diferentes? Localização ABSOLUTA x Localização RELATIVA Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  9. 9. Porque os estados brasileiros tiveram desenvolvimentos tão diferentes?Como a LOCALIZAÇÃO RELATIVA da cidade de São Paulo era extremamente positiva, afirma-seque esta favoreceu bastante sua industrialização, uma vez que a cidade era ponto de passagempara Santos, que nessa época era a grande área de saída/exportação (porto de santos) doprincipal produto brasileiro do período: o café.-boas condições naturais para obter energia hidrelétrica-existência de cidades com capital, nas redondezas-bom mercado consumidor-razoável número de imigrantes que já haviam trabalhado nas indústrias (italianos, espanhóis) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  10. 10. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  11. 11. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  12. 12. PONTOS EXTREMOS DO BRASIL SETENTRIONAL ORIENTALOCIDENTAL MERIDIONAL Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  13. 13. SETENTRIONAL “Do Oiapoque ao Chuí” ??? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  14. 14. SETENTRIONAL “Do Oiapoque ao Chuí” ???a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, Roraíma, fronteira com a Guiana. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  15. 15. SETENTRIONAL “Do Oiapoque ao Chuí” ???a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, Roraíma, fronteira com a Guiana.Em 1930, o Marechal Cândido Rondon organizou uma expedição ao Monte Caburaí echegou a afirmar que se tratava do extremo norte do Brasil.Mesmo assim, aquelas terras permaneceram por muito tempo esquecidas e o Oiapoque,no Estado do Amapá, ficou sendo considerado o ponto onde começaria o Brasil. Há algunsanos, descobriu-se que o Caburaí fica ao norte exatamente 84 km a mais do que oOiapoque. “Do Caburaí ao Chuí” Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  16. 16. Arroio ChuíMarco do ponto mais meridional do Brasil Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  17. 17. ORIENTALA Ponta do Seixas é o ponto mais oriental do Brasil, localizado em João Pessoa (PB).Localiza-se na praia do Seixas. Dos pontos extremos brasileiros, a Ponta do Seixas é o único que é ao mesmo tempo extremo do país e do continente. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  18. 18. AMAZÔNIA: UMA REGIÃO DE FRONTEIRASFronteira ≠ limite#Limite: Linha imaginária - é demarcação jurídica-política de distinção de territórios.# Fronteira: zona de contato entre espaço distintos, do ponto de vista sócio-econômico,ambiental e cultural. (Faixa de Contato) – Área HÍBRIDA. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  19. 19. AMAZÔNIA: UMA REGIÃO DE FRONTEIRASFronteira ≠ limite#Limite: Linha imaginária - é demarcação jurídica-política de distinção de territórios.# Fronteira: zona de contato entre espaço distintos, do ponto de vista sócio-econômico,ambiental e cultural. (Faixa de Contato) – Área HÍBRIDA. *HÍBRIDO - Diz-se de ou animal proveniente de duas espécies diferentes (ex.: o mulo é animal híbrido). 2. Que ou o que tem elementos diferentes na sua composição. 3. Gram. Diz-se de ou composto de elementos de diferentes línguas. 4. Autom. Que ou o que utiliza mais do que uma fonte de energia para o seu funcionamento (ex.: automóvel híbrido; um híbrido associa dois motores). Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  20. 20. AMAZÔNIA: UMA REGIÃO DE FRONTEIRASFronteira ≠ limite#Limite: Linha imaginária - é demarcação jurídica-política de distinção de territórios.# Fronteira: zona de contato entre espaço distintos, do ponto de vista sócio-econômico,ambiental e cultural. (Faixa de Contato) – Área HÍBRIDA. *HÍBRIDO - Diz-se de ou animal proveniente de duas espécies diferentes (ex.: o mulo é animal híbrido). 2. Que ou o que tem elementos diferentes na sua composição. 3. Gram. Diz-se de ou composto de elementos de diferentes línguas. 4. Autom. Que ou o que utiliza mais do que uma fonte de energia para o seu funcionamento (ex.: automóvel híbrido; um híbrido associa dois motores).Na Amazônia, a fronteira assume características específicas:“Espaço não plenamente estruturado do ponto de vista do uso e das instituições”.“Apresenta muitas singularidades em relação ao restante do espaço brasileiro”.“Área de povoamento e ocupação recentes ainda não consolidados”. BRUM LOPES, disciplina de Geografia Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA
  21. 21. Os Limites porém, não se resumem aos terrestres. Podem ser ainda: -Aéreos (90 km) -Marítimos ( + ou – 370 km) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  22. 22. Pré-Sal Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  23. 23. Brasil, país sem conflitos territoriais (fronteiriços) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  24. 24. Formada por 9 estados: ÁREA DE LITÍGIOMA, PI, CE, RN, PB, PE, AL, SE e BALimites:NORTE: Oceano AtlânticoSUL: Sudeste (MG e ES)LESTE: Oceano AtlânticoOESTE: Regiões Norte(PA) e Centro-Oeste(TO)O que é ”Litígio“?Subs. masc.Do latim litigĭum, Significa disputa;questão; controvérsia Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  25. 25. Esquecimento, desprezo, abandono. Existe uma região, entre os Estados do Ceará e do Piauí, onde a população não tem identidade e convive com todos esses sentimentos. Há piauienses que querem ser cearenses. E a vontade inversa também é verdadeira. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  26. 26. A questão é secular e parece não ter solução próxima. Conforme estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o problema afeta, pelo menos, 8 mil pessoas apenas entre as recenseadas para o Ceará. A área abrange cerca de 321 mil hectares, conforme projeção do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  27. 27. Grande quantidade de projetos territoriais (e fronteiriços) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  28. 28. PROJETO RADAMBRASILO Projeto RADAM, ou Projeto RADAMBRASIL, foi responsável, nos anos 70 e 80, pelolevantamento dos recursos naturais de todo o território brasileiro, Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  29. 29. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  30. 30. PROJETO CALHA NORTEO Projeto Calha Norte consistiu numa tentativa de fortalecimento militar da fronteiraamazônica desde o Oiapoque, no Estado do Amapá (fronteira com a Guiana Francesa) até aaltura de Tabatinga, no Estado do Amazonas (fronteira com a Colômbia). Esse fortalecimentovisava o aumento das forças militares na linha de fronteira. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  31. 31. Em 1985, o Governo Federal estabeleceu o Programa Calha Norte (PCN) para atender ànecessidade de promover a ocupação e o desenvolvimento harmônico da Amazônia, emconcordância com as características da área e com os interesses nacionais.Entre os objetivos do Projeto Calha Norte, pode-se destacar: Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  32. 32. PROJETO SIVAM Sistema de Vigilância da Amazônia ou SIVAM é um projeto elaborado pelas forças armadas do Brasil com a finalidade de monitorar o espaço aéreo da AmazôniaO Sivam começou a ser implantadoem 1994 para monitorar uma áreade 5,2 milhões de km2 (cerca de60% do território nacional).É um grande empreendimento,composto por satélites, radares,aviões, estações de recepção deimagens e mais de 200plataformas de coletas de dados,que gera cerca de 2.000 empregosdiretos. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  33. 33. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  34. 34. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  35. 35. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  36. 36. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  37. 37. Entre os objetivos do SIVAM, podemos destacar: Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  38. 38. PROJETO POLAMAZÔNICAPROGRAMA DE PÓLOS AGROPECUÁRIOS E MINERAIS DA AMAZÔNIA - 1974 Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  39. 39. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  40. 40. SIPAMA Base SIPAM integra informações atualizadas sobre a Amazônia Legal brasileira Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  41. 41. uso destas informações em projetos desenvolvidos pelo SIPAM e órgão parceiros proporciona a geração de conhecimentos que auxiliam a articulação, o planejamento e a coordenação de ações globais de governo, visando a proteção, a inclusão social e o desenvolvimento sustentável da região.Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  42. 42. FUSOS HORÁRIOSOs fusos horários são faixas imaginárias que dividem a Terra em 24 faixas idênticas.Cada divisão tenha 15º de longitude (que correspondem aoângulo que a Terra gira em uma hora) de uma faixa a outra, contados a partir de um meridiano inicial e corresponda à uma hora. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  43. 43. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  44. 44. Uma viagem aérea da parte leste do Brasil em direção aoAmazonas representa um acréscimo ou um decréscimo em termos de horas? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  45. 45. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia
  46. 46. Baseado na aula e em sua apostila, responda as questões da página 9. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES, disciplina de Geografia

×