Artigo cientifico (como fazer)

61.146 visualizações

Publicada em

Lingua Port. I, 3na

Publicada em: Educação
4 comentários
26 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
61.146
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
109
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.759
Comentários
4
Gostaram
26
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo cientifico (como fazer)

  1. 1. ARTIGO CIENTÍFICO ROUSIÊNE GONÇALVES
  2. 2. • • • • • • • • Título Subtítulo (se houver) Nome do Autor Resumo (língua vernácula) Palavras-chave (língua do texto) Introdução Desenvolvimento Considerações finais
  3. 3. • • • • • • • • • • • Título, subtítulo (em língua estrangeira) Resumo (em língua estrangeira) Palavras-chave (em língua estrangeira) Nota Explicativa Referências Glossário Apêndices Anexos
  4. 4. COMO FAZER A INTRODUÇÃO É a apresentação do trabalho, que deverá conter todos estes elementos. Não é necessário colocar em tópicos todas as partes. a) Tema – definição da área a ser pesquisada, possibilitando ao leitor o conhecimento do que vai ser estudado no trabalho. Delimitação do tema – é a seleção do aspecto do tema, que será objeto de estudo. b) Delimitação do problema – Toda pesquisa precisa possuir como pressuposto, um problema. A formulação do problema ou problemática permite selecionar com precisão o campo de atuação da pesquisa, já que, o tema possui uma amplitude que comporta vários estudos e interpretações. Portanto, após a escolha do tema, o pesquisador deverá delimitá-lo, a partir da situação problema. Esta etapa requer bastante objetividade e clareza. c) Hipóteses – A hipótese é formulada a fim de responder, provisoriamente, a um problema de pesquisa. Tem a função de propor explicações para certos fatos ou fenômenos, e tem como característica uma formulação provisória da verdade. Para tanto, esta deve ser testada, a fim de ser constatada ou refutada, quanto a sua validade. É partindo da formulação do problema, que se propõe a elaboração das hipóteses.
  5. 5. d) Objetivos – responder para que? é formular os objetivos da pesquisa. Divide-se em Objetivo Geral e Objetivos Específicos. • Objetivo geral – o que se pretende alcançar com a pesquisa, em referência ao tema; • Objetivos específicos – ações particulares que viabilizarão alcançar o objetivo geral. Ligam-se aos assuntos enfocados na pesquisa (delimitação do tema). e) Justificativa – apresentação de elementos de ordem teórica, prática e social que justificam a escolha do tema, sua importância e pertinência
  6. 6. f) Metodologia empregada – esclarecimento, de forma sucinta, sobre como o assunto será tratado, quais os caminhos que serão percorridos para se chegar aos objetivos propostos e qual o plano adotado para o desenvolvimento da pesquisa, tipo de pesquisa, universo da pesquisa, instrumentos de coleta de dados, analise e interpretação dos dados. Esta deve ser detalhada e argumentada em uma seção própria após o referencial teórico.
  7. 7. DESENVOLVIMENTO Principal etapa do artigo, que apresenta o trabalho realizado. Apresenta: a) Fundamentação teórica: etapa que situa o leitor acerca do estado atual em que se encontram as pesquisas na área e refere-se ao levantamento dos estudos publicados sobre o assunto pesquisado. O autor deve embasar todo seu conteúdo em autores conceituados na área, podendo se utilizar de citações diretas ou indiretas. Orienta-se que as citações não sejam muito frequentes nem longas, o que pode caracterizar o trabalho com um aspecto de compilação. É desaconselhável tanto a completa ausência, quanto o excesso de citações no trabalho científico.
  8. 8. b) Metodologia: onde o autor irá definir os métodos de pesquisa adotados, recursos materiais, técnicas, instrumentos de coleta de dados, equipamentos utilizados e a população investigada, se for o caso.
  9. 9. c) Discussão e Resultados: onde o autor interpreta e analisa os dados que foram obtidos na pesquisa. Essa fase se dá com base em técnicas de análises, expondo os resultados alcançados numa mesma seqüência lógica, de forma clara e objetiva. Podem-se utilizar, se necessário, figuras, quadros, gráficos, tabelas, desenh os, fotografias etc.
  10. 10. Considerações finais De acordo com a ABNT-NBR 6022 é a parte final do artigo na qual se faz referência às conclusões correspondentes aos objetivos propostos, apresentando os resultados obtidos na pesquisa ou estudo. Deve ser breve, concisa, e referirse às hipóteses levantadas e discutidas anteriormente. Pode, ainda, fazer menção a eventuais aplicações dos resultados obtidos além de recomendações para outras pesquisas na área.
  11. 11. Notas explicativas De acordo com a ABNT – NBR 6022 (2003) nota explicativa é um recurso utilizado pelo autor para inserir comentários, esclarecimentos ou explanações que não possam ser incluídos no texto. A numeração das notas explicativas é feita em algarismos arábicos, seguindo uma sequência única e consecutiva.
  12. 12. REFERÊNCIAS
  13. 13. APÊNDICE Elemento opcional de acordo com a ABNT - NBR 6022. Refere-se ao texto ou documento elaborado pelo autor, a fim de complementar sua argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho. Excepcionalmente, utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos anexos, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto. A palavra apêndice é escrita em letra maiúscula, sem negrito e com fonte
  14. 14. EXEMPLO Exemplo: APÊNDICE A – Questionário aplicado na pesquisa de campo. 1. Você lava as mãos antes de comer? 2. Você considera importante este hábito? Por quê?
  15. 15. ANEXOS Elemento opcional de acordo com a ABNT NBR 6022. Refere-se ao texto ou documento não elaborado pelo autor. Serve de fundamentação, comprovação e ilustração. Os anexos são indicados por letras maiúsculas e consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Excepcionalmente, utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos anexos, quando esgotadas as 23 letras do alfabeto.
  16. 16. Se o seu artigo é um TCC Poderá apresentar: • • • • • • • • • • • • • • • Capa (obrigatório); Folha de Rosto (obrigatório); Anverso da Folha de Rosto (obrigatório); Verso da Folha de Rosto (obrigatório); Errata (opcional); Folha de Aprovação (obrigatório); Termo de Autorização (obrigatório); Dedicatória(s) (opcional); Agradecimento(s) (opcional); Epígrafe (opcional); Lista de ilustrações (opcional); Lista de tabelas (opcional); Lista de abreviaturas e siglas (opcional); Lista de Símbolos (opcional); Sumário (obrigatório).
  17. 17. CRITÉRIOS NORMATIVOS Como orientação para apresentação gráfica do artigo, adota-se a ABNT – NBR’s 6022 e 14.724, que define os seguintes padrões: • • Tipo de fonte: Arial; • Papel formato A4; • Margens superior e esquerda com 3cm, inferior e direita com 2cm; • Espacejamento entre linhas tamanho 1,5; • O texto deve ser justificado, com recuo de parágrafo de 1,5; • Numeração de páginas no canto superior direito, iniciando na página da introdução; • Título e Autores devem ser digitados com fonte tamanho 12; • Resumo (em língua vernácula e estrangeira), palavras-chave (em língua vernácula e estrangeira), titulação do autor (nota de rodapé), citações com mais de três linhas, legendas de ilustrações e tabelas devem ser digitadas com fonte tamanho 10; • A redação do texto (introdução, desenvolvimento e considerações finais) e as referências devem ser digitadas com fonte tamanho 12.
  18. 18. Utiliza-se espaço simples entre linhas para: • • • • • • • • Citações com mais de três linhas; Notas de rodapé; Referências; Legendas das ilustrações e tabelas,; Natureza do trabalho. Os títulos das seções devem começar na parte superior da mancha e devem ser separados do texto que os sucede por 2 (dois) espaços de 1,5 entrelinha. Da mesma forma, os títulos das subseções devem ser separados do texto que os precede e que os sucede, por 2 (dois) espaços de 1,5. Os títulos das seções sem indicativo numérico, como agradecimentos, resumo, abstract, listas de figuras, tabelas, siglas, sumário, referências, apêndices, anexos, glossário e índice, são digitados em fonte 12, com letra maiúscula e negrito.
  19. 19. REFERÊNCIAS OLIVEIRA, A. C. S. de. et al. Manual de Normalização Bibliográfica para Elaboração de Artigo Científico. Natal: UNP, 2006.

×