Missões jesuíticas

18.412 visualizações

Publicada em

0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.543
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
660
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Missões jesuíticas

  1. 1. Missões Jesuíticas A experiência Missioneira no Rio Grande do Sul
  2. 2. Companhia de Jesus
  3. 3. <ul><li>Fundada em 1540, pelo espanhol conhecido como monje-soldado Inácio de Loyola; </li></ul>
  4. 4. Companhia de Jesus <ul><li>Ordem religiosa que nascia em um período em que a Igreja católica estava sofrendo uma grave CRISE , sendo seu poder hegemônico questionado pela REFORMA PROTESTANTE , </li></ul>
  5. 5. Crise do Poder da Igreja Católica
  6. 6. <ul><li>a companhia surge como um EXÉRCITO disposto a COMBATER os CALVINISTAS e LUTERANOS em toda a Europa, e no Novo Mundo levar o “cristianismo católico Romano” as regiões mais ermas e desabitadas, CATEQUIZANDO OS POVOS NATIVOS; </li></ul><ul><li>criada no contexto da Contra-Reforma Católica </li></ul>
  7. 7. Algumas Características da Companhia de Jesus <ul><li>Um pouco do espírito das cruzadas; </li></ul><ul><li>A idéia de monje-soldado; </li></ul><ul><li>O espírito de aventura estava presente na Companhia de Jesus </li></ul><ul><li>Mosaico medieval, cruzadas combatem muçulmanos. A conquista de Jerusalém  foi uma das metas da Primeira Cruzada, que durou de 1096 a 1099. </li></ul>
  8. 8. Símbolo da Companhia de Jesus
  9. 10. Símbolo da Congregação Jesuíta em Santo Ignacio Mini, Misiones/Argentina .
  10. 11. Outro Símbolo- Cruz Missioneira
  11. 12. Jesuítas eram padres da Igreja Católica que faziam parte da Companhia de Jesus;
  12. 13. Companhia de Jesus Jesuítas no Brasil – Coroa Portuguesa
  13. 14. Território Português
  14. 15. No Brasil <ul><li>Os primeiros jesuítas chegaram ao Brasil no ano de 1549, com a expedição de Tomé de Souza. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Fundando colégios e missões pelo litoral e interior do Brasil, os jesuítas passaram a não só tratar da conversão dos nativos , bem como a administrar as principais instituições de ensino da época e auxiliar os mais importantes órgãos de administração e controle da metrópole.  </li></ul>
  16. 19. Na América do Sul de Ocupação Espanhola A Presença dos padres jesuítas Na América do Sul
  17. 20. Território Espanhol
  18. 21. <ul><li>Na América do Sul, a partir de 1610 os missionários jesuítas, estabelecem-se na região do Guairá, a “mesopotâmia estabelecida entre os rios Paraná e Uruguai” (NEUMANN, 1982), criando a província Jesuítica do Paraguai. </li></ul>
  19. 22. Missões na América do Sul <ul><li>ITATIN (MS) GUAIRÁ Província Jesuítica do Paraguai </li></ul><ul><li>TAPE (RS) 1° Ciclo Missioneiro no RS : pecuária. Os bandeirantes acabam com a missão e as vacas e bois ficam soltos. Vacaria Del Mar - gado xucro </li></ul>
  20. 26. Invasões Holandesas E as Conseqüência para o Brasil Colonial e como isso Influenciou o surgimento do Primeiro Ciclo Missioneiro
  21. 27. <ul><li>A Invasão Holandesa há Pernambuco 1630 – 1654; </li></ul><ul><li>Causou: </li></ul><ul><li>Crise do Açúcar: Os Holandeses levaram para o Caribe (Antilhas) o cultivo da Cana que se adaptou muito bem. Nasce o principal concorrente do açúcar brasileiro </li></ul><ul><li>Isso impulsionou as Bandeiras Paulistas </li></ul>
  22. 28. Ocupação Holandesa - Prejudica o Tráfico de Escravos <ul><li>Ocupa o litoral do Nordeste brasileiro dificultando o comércio de escravos para colônia Portuguesa; </li></ul><ul><li>Nassau conquista os centros fornecedores de  escravos   africanos  de  São Tomé e Príncipe   e de  Angola . </li></ul>
  23. 30. Solução para o Problema da escassez de Escravos PREAÇÃO dos índios das Missões
  24. 31. Bandeirantismo
  25. 32. Bandeirantismo <ul><li>Quando o açúcar entrou em crise, ápós as invasões holandesas, era necessário conseguir um novo produto interno forte. </li></ul><ul><li>Assim, a Coroa resolveu usar as já conhecidas pelos paulistas(vicentinos) formas de penetração no interior brasileiro em busca de riquezas. </li></ul>
  26. 33. CAUSAS DO BANDEIRANTISMO DE SÃO PAULO <ul><li>Pobreza </li></ul><ul><li>Posição geográfica voltada para o Interior </li></ul><ul><li>Caça aos índios (para servirem de escravos) </li></ul><ul><li>Domínio espanhol (ESP estimula a penetração) </li></ul>
  27. 35. TIPOS DE BANDEIRAS <ul><li>PREAÇÃO:  apresamento de indígenas (das Missões) * Destaques * RAPOSO TAVARES e MANUEL PRETO </li></ul><ul><li>PROSPECÇÃO:  busca de riquezas minerais (ouro em 1693 MG) * Destaques * GARCIA RODRIGUES, ANTÔNIO DIAS, PASCOAL CABRAL e MANOEL BORBA GATO </li></ul><ul><li>SERTANISMO DE CONTRATO:  acabar com os Quilombos (1630-94 * Destruição do Quilombo dos Palmares - AL -) </li></ul>
  28. 36. <ul><li>Raposo Tavares contribuiu com a expansão do território brasileiro e com a expulsão dos jesuítas espanhois </li></ul>
  29. 37. Família guarani capturada por Bandeirante  Tela de Jean Baptiste Debret 1830.
  30. 38. CONSEQUÊNCIA DO BANDEIRISMO <ul><li>Descobrimento de ouro em MG (início de um novo ciclo) </li></ul><ul><li>Ínício da ocupação no interior </li></ul><ul><li>DESTRUIÇÃO MISSIONEIRA </li></ul>
  31. 41. Primeiro Ciclo Missioneiro 1626 - 1641
  32. 42. Inicio da Experiência Missioneira no Rio Grande do Sul <ul><li>Os Jesuítas Fugindo dos Bandeirantes Paulistas que realizavam expedições de PREAÇÃO na Região do Guairá atravessam o Rio Uruguai entrando onde hoje existe o Rio Grande do Sul </li></ul>
  33. 43. Fundação de São Nicolau do Pirati <ul><li>Em 1626 Roque Gonzales atravessa o Rio Uruguai fugindo dos Bandeirantes e funda São Nicolau do Pirati a primeira das 18 Reduções Jesuíticas desse Primeiro Ciclo; </li></ul>
  34. 44. Objetivos <ul><li>Catequizar os índios; </li></ul><ul><li>Assegurar as terras da Coroa Espanhola; </li></ul><ul><li>Objetivo de Cruzar o Território de Oeste a Leste; </li></ul>
  35. 45. Primeiro Ciclo Missioneiro- Fundação das 18 Reduções do Tape
  36. 46. Roque Gonzales de Santa Cruz <ul><li>Foi um religioso natural do  Paraguai  que entrou na história do Brasil meridional ao tentar disseminar a religião católica entre os povos originais das terras do oeste do Rio Grande do Sul. </li></ul>
  37. 47. Relíquia do Coração do Pe. Roque em Caibaté Machado de pedra usado pelo cacique para matar Roque Gonzales
  38. 48. 1634 <ul><li>O Jesuíta Cristovão de Mendonza introduz o gado nas terras que compoem atualmente o Rio Grande do Sul; </li></ul>Estátua em Santa Lucia do Piaí Caxias do Sul
  39. 50. Cristovão de Mendonza <ul><li>Foi martirizado em um ataque de Indios em torno de 1635 na região do Campo dos Bugres, atual Caxias do Sul, sendo seu corpo jogado dentro de uma fonte, a fonte de água azul em Santa Lucia do Piai </li></ul>
  40. 51. A Fonte de Água Azul localiza-se seguindo a estrada de chão que passa ao lado da capela e monumento em homenagem ao Padre jesuíta Cristóvão de Mendoza.
  41. 52. Santa Lucia do Piaí- Caxias do Sul
  42. 53. Santa Lucia do Piaí- Caxias do Sul
  43. 54. 1637 <ul><li>Expedições Bandeirantes de PREAÇÃO descem as reduções do Tape e levam a expulsão dos Jesuítas; </li></ul><ul><li>Os Jesuítas abandonam as Reduções e o Gado, e retornam a outra margem do Rio Uruguai; </li></ul><ul><li>Não existem ruínas desse Primeiro Ciclo Missioneiro </li></ul>
  44. 55. 1641 Batalha de M’Bororé <ul><li>Os Jesuítas recebem autorização da Coroa Espanhola para fornecerem armas de fogo aos Índios e enfrentam os Bandeirantes Paulistas; </li></ul><ul><li>Local da Batalha Próximo ao Rio Mbororé na Provincia de Misiones na Argentina; </li></ul><ul><li>os BANDEIRANTES paulistas foram derrotados por um exército de guaranis - organizado pelos JESUÍTAS - de cerca de quatro mil homens. Morreram na batalha mais de dois mil homens </li></ul>
  45. 56. Índio X Bandeirantes- Debret
  46. 57. Conseqüências <ul><li>Depois desta batalha as incursões de bandeirantes  paulistas  foram cada vez mais raras e menos agressivas. </li></ul><ul><li>De sua parte os jesuítas continuaram a manter uma força armada, com plena autorização da coroa espanhola, que se dera conta da eficácia e da importância do exército guarani e da necessidade estratégica das  Reduções </li></ul>
  47. 58. Mesmo com essa Vitória dos Índios e dos Jesuítas as Reduções do Tape já estavam abandonadas
  48. 59. E o gado abandonado das Estâncias Missioneiras criou-se solto Dando origem as Vacarias: Vacaria del Mar e posteriormente Vacaria dos Pinhais
  49. 60. Vacaria <ul><li>O termo &quot;vacaria&quot; denominava o campo onde se criava e encontrava grande quantidade de gado selvagem ou chimarrão que vagava pela pampa, mas também era entendido como a ação de abate de bovinos para aproveitamento do couro e de gorduras, atividade que passou a ser explorada a partir do século XVII na região - &quot;fazer vacaria ou vaquear </li></ul>
  50. 61. 1697 <ul><li>Para proteger o gado do saque de portugueses e espanhóis os jesuítas escondem os rebanhos de gado nos campos de cima da serra </li></ul><ul><li>Forma-se a Vacaria dos Pinhais ; </li></ul>
  51. 65. 1695 <ul><li>A colonia Portuguesa descobre as Minas Gerais; </li></ul><ul><li>Observa-se a falta de transporte e de alimentos na Região das Minas </li></ul>
  52. 66. 1732 <ul><li>Inicio da Era do Tropeirismo </li></ul><ul><li>Aberto caminho de Viamão cruzando os campos de cima da serra </li></ul><ul><li>Distribuição da primeira SESMARIA, junto ao rio Tramandai, apesar do territorio pertencer a coroa Espanhola </li></ul>
  53. 69. Segundo Ciclo Missioneiro 1682 - 1767 Fundação dos Sete Povos das Missões
  54. 81. <ul><li>- Quando o açúcar entrou em crise, ápós as invasões holandesas, era necessario conseguir um novo produto interno forte. Assim, a Coroa resolveu usar as já conhecidas pelos paulistas(vicentinos) formas de penetração no interior brasileiro em busca de riquezas. CAUSAS DO BANDEIRANTISMO DE SÃO PAULO * Pobreza * Posição geográfica voltada para o Interior * Caça aos índios (para servirem de escravos) * Domínio espanhol (ESP estimula a penetração) TIPOS DE BANDEIRAS -  PREAÇÃO:  apresamento de indígenas (das Missões) * Destaques * RAPOSO TAVARES e MANUEL PRETO -  PROSPECÇÃO:  busca de riquezas minerais (ouro em 1693 MG) * Destaques * GARCIA RODRIGUES, ANTÔNIO DIAS, PASCOAL CABRAL e MANOEL BORBA GATO -  SERTANISMO DE CONTRATO:  acabar com os Quilombos (1630-94 * Destruição do Quilombo dos Palmares - AL -) OBS.: a maior parte dos bandeirantes se veste como índios ou com trapos e falam tupi-guarani. CONSEQUÊNCIA DO BANDEIRISMO - descobrimento de ouro em MG (início de um novo ciclo) - início da ocupação no interior - destruição missioneira </li></ul>
  55. 82. POVOAÇÕES PORTUGUESAS NO RS                                                                1- Colônia do Sacramento 2- Rio Grande (colonização não é açoriana) 3- Viamão 4- Rio Pardo 5- Laguna ORIGEM DE ALGUNS POVOADOS * açorianas: Porto Alegre, Santo Antônio da Patrulha e Taquari * Portugueses de SP: Rio Grande, Santana do Livramento e São Gabriel AÇORIANOS O sistema produtivo dos colonos era baseado na agricultura policultora e na triticultura (de trgo). Os açorianos deveriam ir para todas as partes do RS, porém como estava havendo as Guerras Guaranítica, houve uma colonização precária em Rio Grande e Viamão, havendo uma concentração açoriana no litoral.

×