Integração do rio grande do sul ao brasil

1.468 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.468
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Integração do rio grande do sul ao brasil

  1. 1. Integração do Rio Grande do Sul ao Brasil Uma Integração Tardia
  2. 2. EXPANSÃO MARÍTIMA DO SECULO XV e XVI
  3. 3. <ul><li>No século XV, os navegadores portugueses e espanhóis, começam a aventurar-se pelo “mar desconhecido” em busca de novos caminhos para as Índias, para ter acesso aos produtos desejados sem intermediários negociando diretamente com os fornecedores. </li></ul><ul><li>Quebrando com o Monopólio das Especiarias que tinham as cidades italianas de Gênova e Veneza </li></ul>
  4. 4. A rota das Especiarias antes das Grandes Navegações
  5. 5. As especiarias Orientais <ul><li>Pimenta </li></ul><ul><li>Gengibre </li></ul><ul><li>Canela </li></ul><ul><li>Cravo </li></ul><ul><li>Noz-moscada </li></ul><ul><li>Usadas para disfarçar o cheiro e o gosto dos alimentos que eram conservados de forma precária </li></ul>
  6. 6. Os europeus em busca de Novas Terras <ul><li>O mundo conhecido pelos europeus, no final da Idade Média era o seguinte: </li></ul><ul><li>Europa </li></ul><ul><li>Oriente Médio </li></ul><ul><li>Norte da África </li></ul><ul><li>Leste da Ásia ( Índia ) </li></ul>
  7. 8. Carta do Mundo segundo Ptolomeu
  8. 10. O Imaginário dos Europeus Sobre as Regiões Desconhecidas <ul><li>O Oceano Atlântico era o Mar Tenebroso, </li></ul><ul><li>Fim do Mundo; </li></ul><ul><li>Monstros Marinhos, Escuridão, Tempestades; </li></ul><ul><li>Seres bizarros: Ciclopes </li></ul><ul><li>Unicórnios, Dragões </li></ul>
  9. 13. Pintor europeu anônimo do século XVI concebeu o Inferno na América certamente baseado em relatos dos primeiros visitantes do Novo Mundo
  10. 14. A Rota das Grandes Navegações Algumas expedições importantes para compreender os limites de fronteira do Rio Grande do Sul
  11. 15. <ul><li>Viagens de Cristóvão Colombo </li></ul><ul><li>1492 A “descoberta da América” </li></ul>
  12. 16. <ul><li>Colombo pensava ter chegado as Índias e por isso chamou os nativos que encontrou de índios; </li></ul>
  13. 17. <ul><li>1451:  Nasce em Génova </li></ul><ul><li>1484 (?):  D. João II recusa o projecto de Colombo de alcançar a Ásia rumando para ocidente. </li></ul><ul><li>1492:  Obtém o apoio de Isabel I de Castela para a viagem que D. João II recusara. Comandando três naves pequenas (Santa Maria, Pinta e Niña), a 12 de Outubro descobre o continente que virá a ser chamado de América. Pensa ter alcançado o extremo ocidental da Ásia, convicção que jamais o abandonará, apesar de sucessivas provas em contrário. Explora as ilhas que virão a ser chamadas de Bahamas, Haiti e Cuba. Regressa a Castela em 1493. </li></ul><ul><li>1493/96:  Segunda viagem à América, comandando frota de dezassete navios. Explora as Antilhas e Porto Rico. - 1498/1500 : Terceira viagem à América; toca a Venezuela; regressa a Castela sob prisão. </li></ul><ul><li>1502/04:  Quarta viagem à América. </li></ul><ul><li>1506:  A 20 de Maio, morre em Valhodolid, esquecido e abandonado sem saber que havia descoberto um continente </li></ul>Cristóvão Colombo e suas Viagens
  14. 18. Dica de Filme: <ul><li>1492 A Conquista do Paraíso </li></ul><ul><li>História de Cristóvão Colombo </li></ul>
  15. 19. Tratado de Tordesilhas <ul><li>Para assegurar a posse das terras descobertas e por descobrir, Portugueses e espanhóis assinam em 1494 o tratado de Tordesilhas </li></ul>
  16. 21. Tratado de Tordesilhas e os limites da Coroa Portuguesa <ul><li>De acordo com o Tratado de Tordesilhas o limite das terras pertencentes a coroa portuguesa terminavam na cidade de Laguna </li></ul>
  17. 23. Marco delimitador do Tratado de Tordesilhas em Laguna- SC
  18. 24. Viagem de Pedro Alvares Cabral <ul><li>Dois objetivos: </li></ul><ul><li>Tomar posse das terras para a coroa portuguesas asseguradas pelo tratado de Tordesilhas; </li></ul><ul><li>Viagem para as índias para comprar especiarias na cidade de Calicute </li></ul>
  19. 26. Pedro Álvares Cabral <ul><li>Navegante Português </li></ul><ul><li>comandou a expedição </li></ul><ul><li>portuguesa que chegou </li></ul><ul><li>à América do Sul em </li></ul><ul><li>1500 nas atuais terras </li></ul><ul><li>do Brasil </li></ul>
  20. 27. Primeira missa no Brasil: garantindo a posse das terras Portuguesas
  21. 28. Expedição de Martim Afonso em 1530 <ul><li>Responsável pelos primeiros relatos a respeito do atual território do Rio Grande do Sul; </li></ul><ul><li>Foi o primeiro explorador a conhecer e a batizar o Rio o Grande do Sul como Rio de São Pedro </li></ul>
  22. 29. Martim Afonso naufragou perto da costa em 1530. Foi o primeiro a conhecer e batizar o Rio Grande de São Pedro
  23. 30. Mapa do Brasil de 1590
  24. 31. Fronteiras e Tratados
  25. 32. O Rio Grande do Sul <ul><li>De acordo com o Tratado de Tordesilhas pertencia a Coroa Espanhola; </li></ul><ul><li>Até o século XVII permaneceu praticamente inexplorado pelos europeus; </li></ul><ul><li>Uma explicação é o fato de não existirem locais adequados para atracar navios; </li></ul>
  26. 33. <ul><li>O Rio Grande do Sul foi alvo de intensas disputas entre a coroa Portuguesa e a coroa Espanhola; </li></ul><ul><li>As disputa entre os dois lados fizeram com que os limites do que é hoje o Rio Grande do Sul ficassem indefinidos; </li></ul>
  27. 34. Tratado de Madri (1750) Definia a posse, de direito e de fato, das terras efetivamente ocupadas por Portugal além dos limites de Tordesilhas.não houve participação da Igreja. princípio: uti possidetis, ita possideatis (quem possui de fato deve possuir de direito) A terra pertence por direito a quem a ocupa. A Espanha reconhecia a posse portuguesa de todas as terras efetivamente ocupadas por portugueses além da linha de Tordesilhas e cedia a Portugal a região dos Sete Povos das Missões (RS). Portugal devolveria à Espanha a Colônia do Sacramento. Por este tratado, o Brasil assumiu, praticamente, sua atual configuração geográfica.
  28. 35. Tratado de Madrid <ul><li>Troca da Colônia do Sacramento pelo Sete Povos das Missões; </li></ul><ul><li>Ocasionou a Guerra Guaranítica 1753 -1756 </li></ul><ul><li>Destaque para Sepé Tiaraju na Guerra Guaranítica; </li></ul>
  29. 36. Os Sete Povos das Missões passaria a Coroa Portuguesa
  30. 37. Colônia do Sacramento pertencente aos Portugueses passaria a Coroa Espanhola
  31. 39. Tratado de Santo Ildefonso <ul><li>Anulava o Tratado de Madrid; </li></ul><ul><li>Nele tanto a Colônia do Sacramento como os Sete Povos das Missões pertenceriam a coroa Espanhola; </li></ul>
  32. 40. TRATADO DE SANTO ILDEFONSO 1777 OS espanhóis ficaram com as missões, e a navegação no Prata. Como novidade, o tratado criou os “Campos Neutrais”.A zona neutra se estenderia ao longo da linha divisória. Mas, na prática, valeu para a faixa de terra entre as lagoas Mangueira e Mirim e a costa, mesmo assim só funcionando como região de contrabando e refugio de facínoras.
  33. 42. As disputas pelos limites permaneceram <ul><li>Em 1801 as terras missioneiras pertencentes aos espanhóis foram definitivamente ocupadas pelos portugueses ( Famílias Açorianas ); </li></ul><ul><li>Os limites atuais só seriam estabelecidos em 1852 através de acordos entre Brasil-Uruguai e Argentina </li></ul>
  34. 43. Atuais limites do Rio Grande do Sul
  35. 44. Marco atual da Fronteira entre Brasil e Uruguai Santana do Livramento BR- Riveira UR
  36. 45. Barra do Chuy Limite atual entre Brasil e Uruguai
  37. 46. Barra do Chuy atual Limite do Brasil com Uruguai Cabo Polônio Limite de acordo com o Tratado de Madrid
  38. 47. Motivos da Integração Tardia ao Brasil Colonial <ul><li>Não havia local para ancoragem dos navios; </li></ul><ul><li>De acordo com o Tratado de Tordesilhas o Rio Grande do Sul pertencia a coroa Espanhola; </li></ul><ul><li>Não se enquadrava nos Quadros do Antigo Sistema Colonial </li></ul>
  39. 48. O Rio Grande do Sul não se enquadra em nenhuma das características do Antigo Sistema Colonial Por isso sua integração ao Brasil Colonial ocorreu de forma tardia
  40. 49. O Brasil nos Quadro do Antigo Sistema Colonial <ul><li>O sistema colonial é o conjunto de relações entre as metrópoles e suas respectivas colônias ; </li></ul><ul><li>A colônia existia para desenvolver a metrópole, principalmente através do acúmulo de riquezas, seja através do extrativismo ou de práticas agrícolas mais ou menos sofisticadas. </li></ul>
  41. 50. Uma Colônia de Exploração, como foi o caso do Brasil para Portugal, tem basicamente três características, conhecidas pelo termo técnico de “plantation <ul><li>Latifúndio: as terras são distribuídas em grandes propriedades rurais_ </li></ul><ul><li>Monocultura voltada ao mercado exterior: há um “produto-rei” em torno do qual toda a produção da colônia se concentra (no caso brasileiro, ora é o açúcar, ora a borracha, ora o café...) para a exportação e enriquecimento da metrópole, em detrimento da produção para o consumo ou o mercado interno._ </li></ul><ul><li>Mão-de-obra escrava: o negro africano era trazido sobre o mar entre cadeias e, além de ser mercadoria cara, era uma mercadoria que gerava riqueza com o seu trabalho... </li></ul>
  42. 51. Lavoura de Cana de Açúcar
  43. 52. Mão de Obra Escrava
  44. 53. Mapa do Brasil em 1572
  45. 54. Mapa do Brasil em 1709
  46. 55. Mapa do Brasil em 1789
  47. 56. A expansão Rumo Ao Sul: o Prata Fundação da Colônia Sacramento 1680 Vacaria del Mar A expansão rumo ao Sul: Os Sete povos das Missões 1682 As estâncias missioneiras A expansão rumo Ao Sul: A Economia Subsidiária Tropeiros Apropriação Militar Fundação Da fortaleza-presídio Jesus Maria José Em Rio Grande RS não se Enquadrava ao Antigo Sistema Colonial Tratado de Tordesilhas RS Pertencia Coroa Espanhola Integração Tardia Do RS ao Brasil Colonial

×