InstantâNeo

2.993 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

InstantâNeo

  1. 1. ESTRATÉGIA DE LANÇAMENTO: MACARRÃO INSTANTÂNEO.
  2. 2. CENÁRIO: 1. Existe um mercado crescente de macarrão instantâneo: As grandes marcas do setor criaram um mercado e um hábito de consumo que é crescente no Brasil e no mundo.
  3. 3. CENÁRIO: 2. Existe um forte líder no setor: A NISSIN detém uma contundente liderança do setor sustentada em seu pioneirismo e na contínua revitalização de sua marca.
  4. 4. COMO ELES SE POSICIONAM:
  5. 5. CENÁRIO: 3. O setor tem outros players importantes: Empresas como a Selmi utilizam a força do seu mix de produtos, sua estrutura e cultura de mercado para buscar uma participação neste setor, especialmente no segmento infantil.
  6. 6. DIAGNÓSTICO: Não precisamos criar mercado e nem vender os atributos do macarrão instantâneo em si – vamos vender o produto “FANI” estimulando de todas as formas os já consumidores deste tipo de produto a experimentar a novidade.
  7. 7. ABRANGÊNCIA:
  8. 8. OBJETIVOS * Comunicar o lançamento e posicionar o instantâneo do Moinho Arapongas a todos os públicos envolvidos com marca.
  9. 9. ESTRATÉGIAS: * Estratégia de lançamento do produto da campanha a força de venda Moinho Arapongas; * Estratégia de apresentação e incentivo aos compradores do trade; * Estratégia de lançamento aos consumidores.
  10. 10. ESTRATÉGIA FULL: 3. Consumidor 1. Força de Venda Como vamos atuar: * Impacto nos multiplicadores; * Presença no ponto de venda; * Envolvimento com o consumidor; 2. Canal * Posicionamento de mercado. (Comprador)
  11. 11. CONCEITO CRIATIVO: O produto está fortemente identificado com a vida moderna. E tudo é mais na vida moderna, veloz, rápido, intenso e instantâneo. E o fato de ser corrida não tira o sabor da vida.
  12. 12. Vamos contar histórias sobre os rapidinhos. Queremos fazer com que o consumidor se veja na comunicação do produto. Esta é a linha que estamos propondo através da utilização de personagens que tipificam o rapidinho. Suas características em comum são: * Têm um dia a dia intenso e dinâmico; * Jovens, plugados, antenados; * Adultos acelerados. Estes pontos – correria e intensidade – são apresentados com leveza e bom humor. O desejo da Internet cada vez mais rápida, a convergência, a portabilidade. Tudo é rápido, dinâmico e acelerado. Na hora de consumir o produto, tudo se acalma, fica envolvente – uma pausa para o sabor e a energia.
  13. 13. POR QUE RAPIDINHO? a) O jovem têm uma linguagem muito própria e se identifica com situações bem humoradas e de fácil fixação. b) A internet, os novos celulares e os games criaram uma forte cultura de velocidade – ser rápido é tudo. c) Um eixo conceitual de fácil identificação e desdobramentos interessantes. d) A voz de comando associada aos atributos do produto e marca.
  14. 14. FORÇA DE VENDA
  15. 15. PREMISSA Nº. 1: Me dê ferramentas, conhecimento e motivação para vender o produto: * Qual o contexto de mercado? * Estratégia de penetração? * Posicionamento do produto? * Apresentação das diretrizes?
  16. 16. MOTE CRIATIVO: * Se a força de venda não agir e raciocinar com velocidade a concorrência leva vantagem; * O diretor comercial cobra da força de vendas resultados de desempenho a O vendedor RAPIDINHO. curto prazo; * A força de venda precisa estar sempre ligada e antenada as tendências e oscilações de mercado que ocorrem de forma dinâmica.
  17. 17. EVENTO DE LANÇAMENTO: * Organizar um evento de lançamento do produto com atividades direciona ao conhecimento, entretenimento e motivação. * Momento 1 – Recepção. * Momento 2 – Revelação da marca. * Momento 3 – Palestra de apresentação do produto: * Embalagem; * Posicionamento; * Público alvo; * Informações de mercado. * Momento 4 – Coquetel. * Momento 5 Show de humor.
  18. 18. CANAIS [COMPRADORES]
  19. 19. PREMISSA Nº2: Me dê motivos para colocar seu produto no meu PDV: * É novidade? * Forte estratégia promocional? * Suporte promocional? * Tem verba para ação cooperada? NÓS ACREDITAMOS NO SUCESSO DESTE PRODUTO!
  20. 20. ABORDAGEM AO COMPRADOR (A): Em sua grande maioria, os compradores de redes de varejo: * Vive lançamentos todos os dias; * Tem certa resistência às novidades; * Pouca disponibilidade de tempo; * É abordado de todas as formas.
  21. 21. ABORDAGEM AO COMPRADOR (A): Para contrapor essa realidade precisamos: * Diferenciar fortemente a ação; * Associar o novo produto à linha; * Racionalizar o uso do tempo; * Estabelecer uma continuidade.
  22. 22. MOTE CRIATIVO: A empresa: * Perfil e dinâmica de mercado Linha de sucesso: * Visão de parceria junto ao trade. ESSE VAI VENDER RAPIDINHO. O novo produto: * Imagem, diferenciação e mercado.
  23. 23. AÇÃO DE SAMPLING: * Oferecer aos compradores um kit Fani com quatro amostras grátis do produto. [Caixa + Amostras Grátis + Folder de lançamento]
  24. 24. CONSUMIDORES
  25. 25. PREMISSA Nº3: Me dê motivos para experimentar seu produto: * A embalagem é atraente? * O material de PDV funciona? * Provei e gostei? * Tem uma comunicação bacana? FOCO NA PRESENÇA DO CONSUMIDOR NO PONTO DE VENDA: CRIANDO UM MOMENTO MÁGICO.
  26. 26. QUEM SÃO ELES? Jovens de ambos os sexos, classe ABC, com idade entre 12 a 35 anos, possuem uma vida agitada, não gostam e/ou não sabem cozinhar, são adeptos a praticidade e rapidez na hora de se alimentar. Público teen Entre 12 a 16 anos Público jovem Entre 17 a 26 anos Público adulto Entre 27 a 35 anos
  27. 27. MOTE CRIATIVO: NOVO MACARRÃO INSTANTANEO FANI. * É fácil e rápido de preparar; SABOREIE O SEU RAPIDINHO. * Uma fonte rápida de energia; RECARREGA SUA ENERGIA. * Coma logo antes que alguém tome de E RAPIDINHO! você.
  28. 28. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: [Expositor ilha]
  29. 29. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: [Display Degustação]
  30. 30. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: [Materiais de Merchandising]
  31. 31. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: [Materiais de Merchandising]
  32. 32. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: [Materiais de Merchandising] * Régua de gôndola; * Display de Chão; * Adesivo de Chão; * Take one.
  33. 33. AÇÕES DE PONTO DE VENDA: * Mídia carrinho de supermercado; * Mídia digital nos pontos de venda; [Mídia PDV] * Spot na rádio dos supermercados.
  34. 34. AÇÕES DIGITAIS: *Hotsite da campanha de lançamento em sinergia com o mote da campanha “Rapidinho”. Disposição de conteúdos: * Vídeos da campanha; [Mídia internet] * Papel de parede; * Toque para celular; * Aplicativo do Orkut; * Wink; * Advergame.
  35. 35. AÇÕES DIGITAIS: * Aplicativos do Orkut: Permitem que usuários interajam de maneira mais divertida com outros usuários ou simplesmente com alguma informação isolada. [Mídia internet] Exemplos: “Lorem Ipsun” convidou “Ipsum Lorem” para comer “AraNoodles” rapidinho no almoço.
  36. 36. AÇÕES DIGITAIS: * Interação winks do MSN: A idéia é criar winks com brincadeiras relacionadas a macarrão instantâneo, cozinhar com o amigo, de forma [Mídia internet] rápida e gostosa, tudo com a imagem da embalagem do novo produto.
  37. 37. AÇÕES DIGITAIS: * Interação advergame: A idéia é criar uma game contextualizando a campanha “Rapidinho”. O personagem precisa completar pequenas [Mídia internet] tarefas de forma simultânea e com muita rapidez.
  38. 38. AÇÕES DIGITAIS: * Canal no You Tube: A idéia é criar um canal no You Tube com os vídeos da campanha “Rapidinho”. Um canal da marca “Fani” X Rapidinho. [Mídia internet]
  39. 39. AÇÕES DIGITAIS: * Divulgação no Orkut: Criar um perfil do orkut para o “Rapidinho” contextualizando a marca. [Mídia internet]
  40. 40. AÇÕES DIGITAIS: * Divulgação Digital: Anunciar nos principais sites da região; Interagir nos blogs, gerando o buzz marketing da [Mídia internet] internet e, conseqüentemente, gerar acesso ao hotsite da campanha.

×