Guia para recolocacao profissional

439 visualizações

Publicada em

Pessoal,
Estamos sendo abordados por colegas que estão buscando recolocação profissional pela primeira vez em suas carreiras. Apesar de muitos terem cargo de gestão, como há tempos não procuram trabalho, não sabem nem por onde começar.
Pensando nisto, criamos um guia com DICAS BÁSICAS de recolocação que disponibilizar de forma gratuita para estes amigos.
Fiquem à vontade para sugerir atualizações.
O guia poderá ser utilizado de forma livre. Pedimos apenas que citem a fonte criadora.
Um abraço

Publicada em: Carreiras
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
439
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia para recolocacao profissional

  1. 1.             Guia para Recolocação Profissional .          
  2. 2.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 2   Em nossa trajetória profissional, os ciclos muitas vezes se fecham gerando aprendizado e dando abertura para uma nova etapa da vida brotar. Encerrar um período com sabedoria é importante para que a fase advinda seja devidamente acolhida. Pensando nisto, elaboramos um guia com dicas de como buscar uma recolocação profissional de forma eficaz. Leia atentamente o material proposto e contate-nos sempre que precisar. Boa sorte! Equipe RDA Consultoria Humana    
  3. 3.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 3   Índice I Como iniciar a busca por recolocação 04 II Currículo 05 III Onde estão as principais vagas 08 IV Como utilizar o Linkedin 09 V Entrevista via Skype 13 VI Como se portar em uma entrevista de emprego 14 VII Passo a passo/Check List 17                      
  4. 4.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 4   I – Como iniciar a busca por recolocação É comum excelentes profissionais encontrarem dificuldade em uma recolocação de carreira por não conhecerem as boas práticas de entrevista de emprego e apresentação curricular. Muitas vezes também não sabem como começar a serem vistos pelo mercado de trabalho. Dúvidas pairam no ar, por exemplo: n Como elaborar um currículo adequado? n Onde estão as principais vagas? n Com tantos sites de cadastro de currículo, quais são os mais efetivos para o meu perfil profissional? Os capítulos a seguir foram elaborados para sanar estas principais dúvidas e te colocar uma etapa a frente na busca de uma recolocação. Sem sonhos, a vida não tem brilho, Sem metas, os sonhos não têm alicerces, Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Augusto Cury  
  5. 5.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 5   I I– Currículo Sabemos que o currículo é o seu cartão de visitas na busca de uma recolocação profissional. Um material bem feito facilita o caminho para conseguir entrevistas, além de orientar os recrutadores. Pensando nisto, segue algumas dicas de como elaborar este importante documento: 1 - Dados pessoais: Resumem-se ao seu nome, endereço com CEP, telefone, email e só. Idade e estado civil são optativos. Não há necessidade de colocar número de CIC, RG, carteira profissional ou título de eleitor. A função do currículo é estimular uma entrevista pessoal - documentos serão pedidos nas etapas seguintes. Para ser encontrado de forma fácil e rápida, mantenha sempre atualizados telefone e email. 2 - Objetivo: Deixe claro, logo no início, a qual cargo você está se candidatando ou qual a sua área de interesse. 3 - Formação: Mencione os cursos de nível superior, de pós-graduação e especializações que fez, na ordem do último para o primeiro. Não se esqueça de colocar os anos de início e término de cada um e o nome completo das instituições. Destaque apenas os que realmente contribuíram para sua formação profissional e realizações. Não tente impressionar o leitor de seu currículo aglomerando cursos relâmpagos. 4 - Experiência profissional: Trata-se de um resumo relâmpago (máximo de dez linhas), sobre sua carreira, a ser exposto na primeira página. O leitor precisa entender sua evolução profissional numa rápida passada de olhos, por isso vá direto ao ponto. Inicie sempre pela experiência mais recente e foque nos resultados alcançados. 5 - Histórico profissional: O ideal é salientar os cargos mais recentes. Inclua data de admissão e de saída, o nome da empresa e o cargo. "O que interessa são as experiências dos últimos cinco ou dez anos", ressalta Laís. Se as empresas por onde você passou não forem conhecidas, faça um resumo (de duas linhas no máximo) do perfil, setor em que atua. Comente sobre o departamento em que atuava e explique a sua importância para a empresa. Sintetize suas principais realizações em duas linhas. Destaque projetos que liderou ou dos quais participou, metas atingidas, etc. 6 - Idiomas: Seja honesto, qualquer informação colocada no currículo sempre será checada. Se for fluente, diga que é fluente. Se for intermediário, coloque intermediário. Também mencione se estiver frequentando algum curso. Listar nomes dos certificados de proficiência da língua e intercâmbios culturais ajuda. Desculpas do tipo "meu inglês está enferrujado" ou "com um curso de imersão, recupero meu espanhol" não funcionam e podem até irritar os entrevistadores.  
  6. 6.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 6   7 - Experiência internacional: Mencione todas as atividades profissionais realizadas no exterior. Esse tipo de vivência profissional é uma das coisas mais valorizadas pelas empresas hoje em dia. 8 - Salários: Não mencione pretensões salariais. "É de péssimo tom", diz Laís. Mesmo que o anúncio peça para você informar quanto quer ganhar, não escreva ainda qual é o salário pretendido. Deixe para tratar desse assunto mais tarde. "Dependendo do valor, esse item já pode ser a primeira barreira entre a empresa e o candidato", afirma Neussymar. 9 - Revisão: Depois de pronto, leia e releia o texto com calma e atenção. É recomendável mostrá-lo para algum amigo mais experiente, que possa alertá-lo para possíveis deslizes, ou até mesmo contratar um revisor. Erros de português e de digitação passam idéia de desleixo. 11 - Orientações de formato: Número de páginas: O currículo deve ter entre uma e duas páginas. Se o histórico profissional for muito grande, faça um resumo das coisas principais na primeira página e depois entre em detalhes nas páginas seguintes. Texto: Utilize tipos básicos de letra, que facilitam a leitura. A melhor apresentação são folhas brancas (em caso de envio em papel) e fontes clássicas, como Arial, Times New Roman ou Verdana. Clareza é fundamental: a pessoa que vai ler o seu currículo tem que entender o que está escrito. Utilize uma linguagem simples, não deixe dúvidas de entendimento. Evite discursos em primeira pessoa. "Em tempos em que o trabalho em equipe é super valorizado, um discurso centralizado no Eu pode sugerir que candidato não sabe trabalhar em grupo", alerta Neussymar. Cuidado com uso da terceira pessoa, por exemplo: "implantou" o projeto de tecnologia, "fez" curso de..."implementou" isso ou aquilo. Falando assim, você corre o risco de cair no pedantismo. Negrito pode ser usado para destacar cargos e funções. Fotos: Não envie foto anexada ao currículo. Antes de conhecer a cara do candidato, os recrutadores querem saber de seus feitos e habilidades. Só mande foto se isso for pedido e cuide para que seja uma 3x4 comportada.” Fonte: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/primeira-impressao-vem- curriculo-faca-o-claro-curto-eficiente-553580 12 - Cursos complementares Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. É importante mencionar o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária.
  7. 7.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 7   13 - O que não colocar - Foto (Só deve ser enviada quando empregador solicitar); - - Número de documentos; - Título “currículo vitae” ou “currículo”; - Pronomes pessoais (Ao invés de colocar “eu desenvolvi um projeto” substitua por “desenvolvimento de projeto”); - Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento não devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada); - Nome de pais, marido ou esposa e filhos; - Referências pessoais (Contatos de pessoas que podem falar sobre o profissional não devem ser indicados); - Motivo de saída de empregos anteriores; - Pretensão salarial; - Cartas de referência; - Certificados de cursos realizados; - Assinatura. Fonte: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2013/07/veja-como- montar-um-curriculo-para-conseguir-o-primeiro-emprego.html            
  8. 8.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 8   III– Onde estão as principais vagas Cada vez mais a internet é uma fonte rápida, barata e eficaz de se buscar uma recolocação. Indicamos que você se cadastre nos principais sites, prezando mais pela qualidade do que pela quantidade. Prefira sites especializados em sua área de trabalho ou região onde mora. Ao escolher um site pago, certifique-se de que ele possui a maior quantidade de vagas compatíveis com o seu perfil e região. Participar de grupos específicos no Linkedin e Facebook talvez seja uma das formas mais eficazes da atualidade. E o principal, restabeleça o contato com os seus amigos. Na busca por uma recolocação profissional, o networking é a ferramenta mais rápida. Lembre-se da máxima de marketing que diz que quem não é visto não é lembrado. Pessoas que possam referenciar o seu trabalho são suas principais aliadas neste momento. Abaixo alguns sites onde você poderá efetivar o cadastro do seu currículo. n RDA Consultoria Humana www.rdaconsultoriahumana.com.br n Linkedin www.linkedin.com n 99 Jobs www.99jobs.com n Job 1 www.job1.com.br n Elancers www.elancers.net n Emprego ligado empregoligado.com.br/candidato/cadastro n Gelre www.gelre.com.br n Guia de empregos www.guiadeempregos.com.br n Infojobs www.infojobs.com.br n Sine www.sine.com.br n O emprego www.oemprego.com.br n Vagas.com novo.vagas.com.br    
  9. 9.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 9   IV– Como utilizar o Linkedin Uma ótima ferramenta na inserção de mercado é o Linkedin, rede social de negócios. A seguir, algumas dicas de como utilizar o rede em seu favor.   1) Mantenha seu perfil atualizado Não, você não precisa ter uma mega experiência e lotar seu perfil de informações para que ele seja interessante. Mas é necessário que ele esteja sempre atualizado. Informações que devem ser priorizadas: (a) posição atual ou inspiração profissional, (b) resumo do que você faz ou já fez, (c) breve descrição de experiências anteriores, (d) formação acadêmica e cursos e (e) informações de contato. 2) Escolha uma foto (apropriada) para seu perfil Perfis com foto tem 14 vezes mais visibilidade do que os que não tem. Mas atenção: a escolha do retrato deve ser feita com cuidado. Procure por uma imagem de boa qualidade e recente sua. Atualize-a de tempos em tempos. É bom lembrar que numa rede que liga profissionais, sua foto deve ser coerente com o que você faz. (Talvez aquelas que você posta no Facebook ou Instagram não sejam as mais adequadas por ali) 3) Procure vagas de emprego É possível procurar vagas no menu Empregos, localizado na parte superior da página. Pesquise por palavras-chave, cargos, empresas, setores, localidades, nível de experiência, entre outros. Outra maneira é visitar a página das empresas e procurar oportunidades por lá.Seguir a empresa para receber atualizações ou entrar em grupos que compartilhem esse tipo de informação também são boas opções. 4) Customize a URL do seu perfil Você pode customizar o endereço eletrônico do seu perfil para que ele seja encontrado com mais facilidade. Por exemplo: linkedin.com.br/in/seunome. Para fazer isso, basta ir em configurações e privacidade e depois em editar seu perfil público. No canto direito haverá uma caixa para alterar a URL do seu perfil público. 5) Faça conexões Foque na qualidade e não na quantidade. A ideia não é fazer “amigos”, mas conexões profissionais. Conecte-se a pessoas que poderão fazer boas contribuições à sua rede e que estejam alinhadas com seus objetivos. Ao se conectar, envie convites personalizados para construir uma relação mais próxima. Evite mensagens padronizadas. Afinal, o networking começa aqui: pelas conexões, você pode encontrar profissionais que, pessoalmente, seria quase inacessíveis, como um CEO de uma empresa americana.  
  10. 10.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 10   6) Entre em contato com pessoas interessantes Dentro do LinkedIn esse contato direto pode ser feito via InMail (uma ferramenta parecida com o Inbox do Facebook), mas apenas com suas conexões de primeiro grau. Para poder enviar mensagem para outras pessoas é necessário ter uma conta premium. Outro jeito é verificar se essas pessoas, que não são conexões, disponibilizam informações de contato (telefone, email, site, etc) no perfil delas. 7) Surpresa! Você acaba de descobrir um contato importante Ao visitar o perfil de alguém é possível ver do lado direito da tela algumas categorias. Em “as pessoas também viram” e “pessoas com experiência semelhante”, aproveite para descobrir novos contatos que possam ter conhecimentos em comum com aquele perfil que você visitou. Em alguns casos pode aparecer a categoria “como vocês estão conectados”, que mostra o grau de conexão com o perfil visitado e quais pessoas são conexões em comum. 8) Entenda os graus de conexão e faça bom uso deles As conexões no LinkedIn são classificadas por nível de proximidade. Há 3 tipos: de 1º grau são suas conexões diretas; de 2º grau são pessoas conectadas às suas conexões de 1º grau; e as de 3º grau estão ligadas às suas conexões de 2º grau. Para entrar em contato com uma pessoa de 2º grau, você pode pedir para ser apresentado por uma conexão de 1º grau que tenham em comum. Para isso, basta entrar no perfil ao qual quer se apresentar, clicar na seta apontada para baixo ao lado do InMail e selecionar “Apresentar-se”. Em seguida, basta escolher um intermediário (de 1º grau) e enviar uma mensagem. 9) Competências e recomendações são grandes detalhes Qualquer usuário pode adicionar até 50 competências em seu perfil. Suas conexões podem confirmar (e até mesmo sugerir novas) habilidades. Além disso, os usuários podem escrever recomendações de pessoas com quem já trabalharam. Essas avaliações ficarão disponíveis no perfil da pessoa recomendada. Manter a troca de recomendações e competências é importante para consolidar as identidades profissionais dos usuários. 10) Consuma e compartilhe conteúdo Além de seguir empresas, universidades e líderes influentes, os usuários também podem publicar suas próprias atualizações. Segundo Cristiano, os posts não precisam ter conteúdo unicamente relacionado a negócios. “A pergunta a ser feita é: o que isso poderá agregar à minha rede?”, diz. “O objetivo é contar sua história profissional e não só publicar currículo.” Compartilhe conhecimentos, conquistas, eventos que frequentou, cursos e especializações, reconhecimentos, prêmios e assim por diante.
  11. 11.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 11   11) Não seja o patinho feio, participe de grupos No menu Interesses, localizado na parte superior da página, há a opção grupos. Por meio deles, você pode acompanhar temas e debates de seu interesse, achar pessoas que tenham interesses e experiências parecidos com os seus, compartilhar seus conhecimentos e participar de diálogos e discussões dentro desses grupos. É possível participar de, no máximo, 50 grupos por vez. 12) Conecte o LinkedIn a outras redes sociais A única rede social que pode ser conectada com o LinkedIn é o Twitter. Dessa maneira, o conteúdo postado em uma das redes aparece automaticamente na outra. No entanto, é importante que você faça uma avaliação (sim, pare e pense bem) de como utiliza o seu Twitter antes de conectá-lo à sua conta do LinkedIn. Para habilitar, vá em configurações e privacidade e em seguida em gerenciar suas configurações do Twitter. 13) Confira quem viu seu perfil (saudades do Orkut?) Na parte superior da tela, no menu Perfil, há a seção de Quem viu seu perfil. Por lá é possível ver algumas pessoas que visitaram o seu perfil recentemente. (Para ver todas, é necessário ter uma conta premium). Com essa ferramenta é possível medir a popularidade do seu perfil. Navegue com o perfil habilitado para que as pessoas possam ver seu nome e título. No LinkedIn, ser visto pode significar novas conexões e novas oportunidades. 14) Premium para quem? Saiba se é hora de um update Com uma conta premium, dá para enviar InMails para qualquer pessoa, utilizar mecanismos de busca mais avançados, fazer com que seu perfil apareça no topo das buscas de recrutadores, ver todas as pessoas que visitaram seu perfil e como elas o encontraram, entre outros diferenciais que permitem ao usuário usar ao máximo ferramentas que o site disponibiliza para achar com mais precisão as pessoas e oportunidades certas e tornar o seu perfil ainda mais visível.” http://blogs.estadao.com.br/link/saiba-como-usar-o-linkedin-a-seu-favor/ 15) Adicione palavras-chave Recrutadores e empregadores, por meio do LinkedIn e outros sites de carreira, usam palavras-chave para atingir potenciais contratados. É por isso que as palavras-chave são importantes em todo o seu perfil, mas especialmente em "Especializações" . É por isso que você deve investir algum tempo para escolher suas palavras-chave. Pense sobre os termos que podem ser importantes para os potenciais empregadores. Para aumentar suas chances de ser encontrado por empresas potenciais, alinhe suas palavras-chave com o cargo que você está tentando conquistar.
  12. 12.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 12   Existem várias ferramentas que poderão ajudá-lo nessa tarefa. É recomendado você usar mais de uma. Aqui estão algumas “free”: Google AdWords, WordStream Keyword Tool, KeywordEye, KeywordSpy e SEMRush.. 16) Adicione sites O LinkedIn tem um pequeno logo vinculado ao seu perfil. Você pode usá-lo em sua assinatura de e-mail, site, sites de redes sociais ou outros perfis online. Isso cria backlinks para sua página de perfil, o que melhora a sua visualização e ranking. É necessário pegar o código e para fazer isso, clique em Perfil e depois em Editar Perfil. Agora clique em Editar no mesmo lugar que você fez para ver a URL personalizada. Na coluna do lado direito de navegação, próximo ao fundo, você verá “Badges”, logo abaixo, clicar no link, Criar um distintivo perfil.
  13. 13.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 13   V- Entrevista via Skype   Cada vez mais as empresas utilizam da tecnologia nos processos seletivos, contudo, nem todos os candidatos estão prontos para isto. As dicas abaixo poderão ajudá-lo a se preparar para este importante momento: 1. Tenha o Skype instalado em sua máquina (faça o download no site:http://www.skype.com/intl/pt-br/get-skype/) 2. Aprenda a usar o sistema, navegue com antecedência e conheça o aplicativo. No momento da entrevista, sua atenção deve estar voltada para o entrevistador e não em como utilizar a ferramenta 3. Peça o telefone de contato do recrutador, pois em caso de problemas operacionais você poderá ligar para explicar o ocorrido; 4. Apesar de ser uma entrevista via Internet, sua aparência também será avaliada. Vista- se como se fosse a uma entrevista presencial; 5. Avise seus familiares que você estará em um processo seletivo, para que durante a entrevista não haja conversas, barulho de crianças, cachorros, etc. Preferencialmente, vá para um local da casa mais reservado.                
  14. 14.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 14   VI- Como se portar em uma entrevista de emprego   Tudo, absolutamente tudo na vida pode ser aperfeiçoado através de técnicas. Muitos profissionais causam um impacto negativo na entrevista de emprego, não por não estarem qualificados para tal, mas por não terem treino suficiente para se mostrarem da maneira correta ao selecionador. Abaixo algumas dicas de entrevista, extraídas do site: http://www.artigonal.com/entrevistas-artigos/como-se-comportar-em-uma-entrevista- de-emprego-707641.html. Em uma entrevista, a primeira coisa com a qual você deve se preocupar é chegar no horário. Chegar 15 minutos antes do horário marcado é melhor ainda, pois demonstra interesse e respeito com os demais. Outro item a ser observado é a roupa. Homens, optem belo básico, verificando sempre a vaga para a qual está se colocando à disposição, não exagere em cores ou estampas, e caso a empresa não seja adepta do terno e gravata, é claro que não precisa usa-los durante a entrevista, uma boa sugestão seria o traje social esporte, que conta com calça social sem pregas e camisas meia manga. Quanto às mulheres, muito cuidado com as roupas, o bom mesmo é ser discreta: calças sociais, ternos, camisas, ternos femininos, cores sóbrias e pouca maquiagem; falando em maquiagem, gostaria de deixar claro que você não precisa combinar a cor da sombra com a cor da roupa que vai usar, você pode aderir a tons bege a café claro, ou ainda tons rosé para o dia, e nada de brilho, reserve as sombras brilhantes para o glamour da noite. Você pode ser um ótimo profissional, mas lembre-se do ditado “você raramente tem uma segunda chance para criar uma nova impressão”. Então capriche no visual. Sorte é o que acontece quando a preparação encontra a oportunidade. Elmer Letterman  
  15. 15.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 15   O segundo passo da entrevista é demonstrar quais são suas qualidades e justificar os motivos pelos quais a empresa deveria contratá-lo. Por isso, faça um planejamento antes de ir à entrevista. Raciocine sobre os objetivos da entrevista, saiba que terá de responder questões como “quem é você?”, “o que já fez?”, “o que seu último empregador acha de você?”, “quais os resultados que você conseguiu para a empresa?” e “o que você pode fazer pela nova empresa?”. É muito importante também fazer uma pesquisa para obter o máximo de informações possíveis sobre a nova empresa, para não se frustrar depois de contratado. Jamais demonstre ansiedade durante a entrevista. Se você foi chamado é porque já passou pela primeira fase: a análise do currículo. Então não tenha medo. Durante a entrevista, seja natural e espontâneo. Caso não entenda uma pergunta, não tenha vergonha de questionar, dizer que não entendeu a questão e pedir para o entrevistado repetir. Apesar de estar em processo de competição com outras pessoas, procure esquecer os outros. Dê o seu melhor e se mesmo assim não for escolhido, é porque a empresa não é adequada para você. Afinal, se você se disponibilizou a ir a essa entrevista é porque você não está apenas sendo escolhido, você também está escolhendo. Portanto, é preciso haver um encontro de interesses para dar certo. Muitas vezes, as empresas não estão atrás do mais inteligente, mas daquele que mais se adapta às necessidades delas.  
  16. 16.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 16   Para ajudar você nessa etapa, preparamos algumas dicas. Confira: 1. Pense quais são seus reais objetivos, pontos fortes e pontos fracos; 2. Avalie quais os motivos que o tornam um ótimo candidato para a vaga; 3. Pesquise o máximo de informações sobre a empresa. Você não está apenas sendo escolhido, você também está escolhendo; 4. Preste bastante atenção no que irá usar. Prefira roupas discretas (nada de cores extravagantes, jeans, bermuda e camiseta). Mantenha o cabelo cortado e as unhas em ordem. Tenha sempre em mente que não pode exagerar na roupa (você não está indo para uma festa), nem na maquiagem. Lembre-se, você raramente tem uma segunda chance para criar uma boa aparência; 5. Leve um currículo impresso; 6. Chegue no horário (ou, se puder, com15 minutos de antecedência). Caso tenha algum problema e precise chegar atrasado, avise e pergunte se há algum problema; se irá atrapalhar a agenda do entrevistador e se existe alguma outra opção; 7. Irradie entusiasmo; 8. Respire fundo e tente manter acalma; 9. Seja natural e espontâneo; 10. Olhe nos olhos. Olhe para a pessoa com quem está falando. Hoje em dia, é bastante comum que mais de uma pessoa o entreviste ao mesmo tempo; 11. Não fale mal da empresa anterior, dos seus ex-colegas e, claro, do seu ex-chefe; 12. Não fique mexendo em objetos, estalando muito os dedos ou olhando no relógio toda hora. Isso demonstra ansiedade; 13. Deixe o celular desligado; 14. Durante a entrevista, fique atento para não deixar nenhuma pergunta sem ser respondida. Também não é aconselhável arrumar desculpas para as falhas que você cometeu ao longo da sua carreira profissional; 15. Não mude de assunto de repente; 16. Não fume, não masque chicletes e nem use óculos escuros; 17. Faça as suas perguntas; 18. Se tiver dúvidas sobre o cargo, sobre a empresa, não tenha vergonha, pode perguntar; 19. Pergunte se há previsão para fechar a vaga; 20. Confie em você. E se a resposta não for positiva, não se sinta um perdedor. Foi apenas um processo que não deu certo, mas que serviu como treino para as próximas vezes.
  17. 17.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 17   VII- Passo a passo/ Check List   Vamos para a ação? Elaboramos o passo a passo a seguir para que sirva como um check list dos principais passos a serem tomados na busca de sua recolocação profissional. Item Sim Não Currículo atualizado? Linkedin atualizado? Contatados os principais amigos do colégio, faculdade e cursos relevantes? Contatados os meus chefes das empresas anteriores? Contatados os meus principais pares das empresas anteriores? Seguindo grupos de discussões sobre a sua área de trabalho no Linkedin e Facebook ? Cadastrado o currículo nos sites de oferta de emprego de acordo com sua expectativa de carreira? Feito reflexão prévia de eventuais perguntas que podem ser efetivadas pelos entrevistadores nas entrevistas de emprego?
  18. 18.     A  arte e a ciência do RH moderno   __________________________________   www.rdaconsultoriahumana.com.br Elaboração e propriedade intelectual exclusive da RDA. Reprodução permitida desde que citada a fonte de criação. 18                   Conte sempre conosco .   Em caso de dúvidas contate-nos 11 4063 6683

×