Método Czerny Órgão Eletrônico Op. 599 Ana Mary de Cervantes

427 visualizações

Publicada em

Método para organistas em fase inicial. Oferece uma série de exercícios que irão auxiliar no desempenho e cognição motora.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
427
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Método Czerny Órgão Eletrônico Op. 599 Ana Mary de Cervantes

  1. 1. z" < J! . É *- ir A ' AA A : 4/ , a J ~¡› s' . f n: í J nr n ¡ mí); _ u¡ *- ANA MARY DE CERVANTES ÓRGÃO ELETRÔNICO Op. 599 ul_ T
  2. 2. Sumário 3 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 1 7 18 19 20 21 22 23 24 25 26 28 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 46 48 49 50 51 Prefácio Ligadura de frase, staccato simples, bass, andamento Dinâmica, metrônomo, ritornello Lição 1 Lição 2 Lição 3 Lição 4 Lição 5 Lição 6 Louvor Quiálteras, exercício Lição 7 Lição 8 Exercício Lição 9 Quadro comparativo Lição 10 Exercicio Compasso simples, exercício Exercícios Lição 11 Lição 12 Lição 13 Compasso composto, exercícios Lição 14 Lição 15 Exercícios Lição 16 Lição 17 Acidentes, exercícios Semitom cromática e diatônico, exercício Lição 18 Lição 19 Lição 20 Lição 21 Expressões de primeira e segunda vez Lição 22 Lição 23 Lição 24 Lição 25 Curriculo e bibliografia Certificado
  3. 3. Ligadura de frase A função da ligadura de frase é separar as frases musicais. No órgão, devemos ligar to- das as notas até o seu final, sem levantar a mão antes de terminar a execução das notas da frase. Exemplo: _Í ea! ? Staccato simples 'rt'ff' r'i"ll É um ponto de diminuição colocado acima ou abaixo das notas e faz com que a nota perca metade de seu valor. Então ela valerá metade som e metade silêncio (pausa). Exemplo: Execução 2! P ' T 1 IP i' e r * Õ 7 D r ¡ II I Andamento Existem andamentos lentos, moderados e rápidos. São indicados por palavras italianas no início da partitura. Lentos: J = 40 a 70 Moderados: J = 70 a 110 Rápidos: J = 120 a 140 Largo Andante Allegro Larngwuetto Andantino Vivace í Lento ç Maestoso Vivo v E a Adágio Moderato W Presto Alegretto E E Prestíssimo
  4. 4. 8 Dinâmica São sinais que também são chamados de sinais de intensidade dos sons, é a variação dos sons fortes e fracos, constituindo o colorido musical. Verifique no quadro abaixo os sinais e seu significado: Palavra Abreviatura Significado molto píaníssimo ppp ç Delicadíssimo pianissimo pp Suavíssimo piano j_ p Suave mezzo-piano W mp p_ f_ Meio piano mezzo-forte 7 7 mf _ _ Meio forte ç forte f Forte fortissimo ff Muito forte moltofortissímo W m' Bem fortíssimo ç aumentando _ W aum. Aumentando o som crescendo_ cresci ç ç ç *Aumentandoo Som rinforzando rinf Reforçando o som diminuendo ç dim. ç _ Diminuindo o mu; decrescendo _ decresc. 7 Diminuindo o som ç _smorzando ç sm_or_z. Extinguindo o som Metrônomo Beethoven foi o primeiro compositor a usar indicações metronômicas em suas com- posições. 0 metrônomo foi criado em 1710 por Loulié em Paris. Trata-se de um aparelho que marca as batidas do tempo. Existem diversos modelos com pêndulos mecânicos ou metrônomos eletrônicos e digitais. Exemplos: Ritornello Palavra italiana que significa retomo musical. ; F : mz Simples Duplo
  5. 5. _ íímüzemmkvrsnm a. Nr' g : na _ , _ane-kum Ensina: i @garagem ¡gikmkJFB-"SEW/ wltàdqahmEíK-_lããíãfàáx s. , FM 4 .
  6. 6. 4 É u ¡m! s' rat-vinga ~ . car A . E? Ei n. › A. , . ui u», . 7;_ ' , .. .luz-ax B27 w. IM' »(1 l, w &a; s, manu- . whaumuogrwñiíijnavnamwsamauxmrp ! Saul-sli ? EW/ Iv àsxaiar-ñkr/ lziuiw divã: : ' ' - ' E ' , @Hulk A A- , i. . ., 23%?
  7. 7. 13/14 X4: ; g K.11'Íw': Ç_ à' c. _f_ v: Ú j_ 'í (5 t, t¡ 7 É; "Jr ; í 1V_ a p_ n *$Jwàg; %%w l Í í t_ g -_ o o_ 7.¡ , y ç ¡_ 3 V' , _, , t _. É= i: : i: =I 24 ' ; QI I - I I I 1_ Ú . -_- _ a_ __ y ¡ _- I I l ¡ i E'. i _ I _ 'E É _ ¡Ia- _I i4' _, A*_, -*_', -'° l, 4 %: ,wLg; üg; 13 o / E-i v g "t" _d o o m' r y . ¡ [í, w¡ ¡ É_ - I ___ . - L _ _ 3113131331 1.3- : i à à' à zl-_n p_ V_ _ E _ n 3 z 3 n: : , ' *P* r' * -" - ~ - A A _ _ o - _ - « r A - 1 _- ~ - ¡ ÍAEÉ _ “I “ _K , I' “ _' . TJ' ›$%A%râÊ#H
  8. 8. 4, ü- . 'sÍx J . ~ J' , a 1 - À. L_. Z“'. F*'*ra$'. irnnáhêêí' r _' W XE ÉEÉÊÉ›ÃH' EVHVEVWVWEW . › PírHñk ía_ Eua' E533' ÃÊÊ' ' É? ? ›rã e: . É ' . i A l" "Â" e , atrasam Em mas' mai' . rwimmumnm. mmi§ax&m . re _ _r . › ~ ç, . 'mlszfáauwtbmwmuñt' ~ ›à' mma¡ g. , l J'
  9. 9. 1 * V. ” -' ». - ' 1n- ñ*$n2avawm; w ' -. n. > ' w. a», _l o A, 574k¡ IGN. "“'p*°. nirlzí"'ãlííillisti'_êÉeiíhnslmm '- 'lãÍgnñ IÉÀÊÂÉÍ - W137i WI571Í ÉÊíF-ÊÉEEÊKÊÊÉÍZWÍ - ? Bñztmamiwsrx o m' , mw V x 77 _- _aturar ma? mami' annarammmmmmmuamamm---mamm . . _ e . . « 3,3* . l n ' ; k4k ' su. &Acará-sm; - , . , ãlíãlxaütnrmixvfmh* : r . . , wiábtsnàlaemzwmnhmsañmhemguaüf JnTrLÉQ "à Vas-'a-ÍÍVW ~ s iq'
  10. 10. ,. =›^' . fiià , ›: ¡=-. ¡§'aQFi*J; ?QX-H«LAÊ3*ÍÍÃÉÊ . _r ' . , . . : v . . IÉBUAAHÉJÃESIBKÉMHLWÃÍLLÉÀZJ: . .. .. ' a m. _ . - . @lí ' . , IÊÊÉÍFÍTÉVÉÉÍÍÍÍÊRWÍWVÊUÊÃÊÉPÊEÊ ¡rcvzrrmz UAHEEBR-Tr-r . zmtzmae-aamrurzmvmmàamafàmvzuzszhzsrgqwa ; as . .aaa »Ml-vi , 3M. ; -. -
  11. 11. 15 Louvor Leila Naylor Morris
  12. 12. 16 Quiálteras São denominadas quiálteras um grupo de notas que alteram a subdivisão normal da uni- dade de tempo de um compasso. Na Lição 7 temos o exemplo de quiáltera aumentativa. Exemplo: âJ-Í ITF? JTlÍQTUTTQTUÚF Divida com barras: m_ “___ m_ lw l___ *gr m_ m m_ cj ms_ 1-_ -L
  13. 13. JEEÉJ' 13%' IEEE' ! WW m" E« * * ' x1 f* v g 55751' JEESSFÍ ÃFÍÊÍKUT J . , 5mm' "a": -f llãWíñiâssgalm-&hk ' . - í" i' _ ãxêàmseriiauãiimfãram l aii* f . f. . .asi-n , «* W . mamar 1mm' : WH ; mw 1 . Rnumm m mmmmm
  14. 14. 18 J=80 1
  15. 15. , ' E-&IEÉÉ . - S y íí-ír « -_ . ~r 4,, . : em: '^ " › '_ w 13:5 m, ' 1 SEF: 7x1 1.7171 x11 ' - m. Á . , . .. c . . “ , . . › u( A ' -, . _ r _ r : - , “vasmawmzrmwm Ham' . lixar m ta'
  16. 16. Quadro' comparativo - divisão proporcional de valores A semibreve é a figura de maior duração e compreende todas as demais. Verifique o quadro: 1 64 J semibreve 24 4.I sb 16 . h 32 : B 64 . É lwmma 2.1 4.1» 8.5 16 . B 32 : à semmima 2 _b 4 . h 8 . B 16 @l lcolcheia 2 : B 4 . Ê 8 Semicolcheia 2 _à 4 Fusa 2
  17. 17. ~ _ usaram-rss ' . . , :s: (umas&Fímrmrrxae-ñw-gsa@wa-osasíszüammzrwsamwsmvmmwvímmmmmfàxrfâw ' E? ?? sâsuwãz› m<r4ü$mw . um _' __ , i 7' -x- _ - ” *i , _. 11.11 . _ v' j m v- › : 'ÉÍÉFWÍÍXÉÍÊ _ . - 'N . ' . a : :aa-zm , WWE. 'e : win-aaa _ 14 emu-rasgar# Fgm-iv; . _ ' , hztmdadieâütígilrâmãlfwikqhãz*liílír4íãí@l : “ . . ' _ ' Vire . . r ÊJÊÉÍ' ~ : s: e * '
  18. 18. 22 m, É f e ÊÊH ; MLM . É M: ep: : risadas-sir. Hr Exercício Responda às seguintes questões: a) Quantas semínimas cabem dentro da semibreve? Resposta = b) Quantas colcheias cabem dentro da mínima? Resposta = c) Quantas semicolcheias cabem dentro da mínima? Resposta = d) Quantas mínimas cabem dentro da semibreve? Resposta = e) Quantas fusas cabem dentro da semicolcheia? Resposta = f) Quantas semínimas cabem dentro da mínima? Resposta = g) Quantas colcheias cabem dentro da semibreve? Resposta = h) Quantas semicolcheias cabem dentro da mínima? Resposta =
  19. 19. 24 Compasso simples A fórmula do compasso simples é uma fração que aparece logo após a clave e indica de quantos tempos ele se compõe. Unidade de tempo ou UT: preenche somente um tempo no compasso. Unidade de compasso ou UC: é a figura que preenche todo o compasso. Exemplos: 4=UC=0 4=UT= J 3=UC= J 4=UT= J O número superior (UC) indica a quantidade e o número inferior (UT), a qualidade e a figura que vale um tempo neste compasso. Temos Compassos simples: 2 -› são chamados binários 3 -› são chamados ternários 4 -» são chamados quaternários Exercícios: Analise os seguintes compassos simples: 4uc= 4ut= 4uc= 8ut= 3uc= 8ut= 2uc= 8ut= 3uc= l6ut= 3uc= 4ut= 4uc= l6ut= 4uc= 32ut= 3uc= 2ut= 3uc= 64ut=
  20. 20. Exercícios 25 Analise os Compassos e passe os trechos para o compasso seguinte: 3=UC= 3=UC= 4=UT= 8=UT= 3 éí» w I w f *ç * * H g3- 1 L 4=UC= 4=UC= 4=UT= M= UT= r~ _ ~ V _ L I É# THPL LL? num @Le í w wZ, «a à 4 g í J; 4=UC= 4=UC= 8=UT= 64=UT= _$777 e? , í g É? ?
  21. 21. Lição 11 26 : III: I-- ou oco c. a_ p oo o 2102 . ,,, ._. ,» s, 1 , z r 1._ N. ._ . l . . e . a. .. 52 . .I = r 1 _ _ . . . É í 1 _, _ - 2 _ Í; í 3 - ___ _ 1.- , _ 4211.1# e _ . . e_ _ _ ___ . Õ _. _ _ 4.. . _ 4 1 ç . I. = _ 2 e e_ _= _ e 5+ . Í. . 1 n . a _ , _. s _ . g ) . a _ . _ . nm 41 _, í 1 - _a_ __ p- _ 2 e. 4. _ I . .- b_ __. .. __ ( _ o __ 21 t a . m em _ . _ m 1 __ . à . a Í e o . _ _ A ____ M Q. Q. mi¡ 2 4 D' . í Z / í n . . .l 3 A l . r. .. _ __ e_ 2 __ 1 n o . I. . _ _m n . :: III I. .- _ _ I m. . . , . . . ..mw . E_ . _ O 5 n¡ 9 Sil¡ B Fl
  22. 22. v' m¡ f¡ '-1. ç? ' | .u ' ' Hlníñí y Eãvvfã . En. ; II nã' t' f' umwgm# ' »ea . _ Bñzwwiñsxwxaàíñê' . , : ram F54! Í ? ahüihàwrliâíãíí-íe EEE , . MLÉHWE-l-MÊQK r , › _ A_ . a A mw. . , . ,
  23. 23. 28 Lição 12 Allegro
  24. 24. -. ."-4.. ¡,¡ _fuga-1._- '= .--. '7 -; .J3á': ;,i§, *.i_: i; e
  25. 25. . n' , ,› . í «. um: -. -. . _._u: .l, . , n , , v. "LL. , . . . úÃEIiüEi-: IÉ “ü-'Tü' - ~ - ~ . w - . ' é '4 ' ' - L , L4 _ › . .H f** », ¡_ . Í w . * g › . - e: . a. › . I , .« . , . .i 'J ¡ÉÍ-¡TÊF › › '
  26. 26. 31 Compasso composto São os Compassos que possuem a unidade de tempo pontuada. Esta unidade (UT) é divi- dida em três. Exemplos: Tempos F f F f f F f mF f áà. .. PartesdetempaFffFff FffFffFff FffFffFffFff (subdivisões) 6 = UC = binário Composto 6 (dividido por 3) = 2 x = 8=Ã7x3= 9 = UC = temário Composto 9 (dividido por 3) = 3 x . i. = US 8=J>x3 = AUT 12 = UC = quaternário Composto 12 (dividido por 3) = 4 x (J. = 8=. bx3 = A UT no Compasso Composto sempre será uma figura pontuada. A UC ou US representa o somatório das figuras pontuadas no Compasso em geral. Temos Compassos compostos: 6 -› são chamados binários compostos 9 -› são chamados ternários compostos 12 -+ são chamados quaternários compostos Exercícios Analise os seguintes Compassos Compostos: 6uc= 6uc= 8ut= 4ut= 9us= 12uc= 8ut= 8ut= 6uc= 9us= 32ut= 4ut=
  27. 27. imã " @Wiz @ . .. ?as v lã* Iris-bx RFFmFF-mJwI-&aáeadwm - . : . . AQ rw . ”' * . .za : st
  28. 28. [Hifi , Í ' « a * 7 . _ . . * . n. : :sfswçzrlá : rwázaif Í . - v terras-iam . « . - r e uv . H . *Ç ' . I ¡E3073! l WAS( mm FWHEL' : H E! R373 . [WWWVRI
  29. 29. 34 Exercícios: 1) Desenhe as figuras que representam as respostas: I' 6 4 1 tempo Composto 11/3 de tempo 2/3 de tempo 1 tempo composto V3 de tempo 2/3 de tempo 2 tempos Compostos 12 8 _| 2 tempos Compostos 1 tempo composto 1/3 de tempo 2/3 de tempo 2 tempos Compostos 3 tempos Compostos ®® 1 tempo Composto V3 de tempo 2/3 de tempo 2 tempos Compostos 3 tempos Compostos 6 16 _JI 4 tempos Compostos 1 tempo Composto 1/3 de tempo 2/3 de tempo 2 tempos compostos 1 9 4 1 tempo Composto '/3 de tempo 2/3 de tempo 2 tempos Compostos 2) De acordo Com o exemplo abaixo, analise os seguintes Compassos: 6 = 2 tempos Compostos 8 = semínima pontuada Vale um tempo Composto UT 6 8 NU? J>J>J> f J. tempos Compostos pontuada vale um tempo Composto UT 12 UC 8 tempos compostos pontuada Vale um tempo Composto UT US 9 4
  30. 30. 3 5 3 A- n- _ . _ 1 4: ' 3 5 4 3 2 . ~ . - . - a 1 e e + ' 'A' s¡ ! - _ › ' Í: - = Í _i2 - . : . _ _Í . Eíà-_Í-_I "um ' “ ' I - - v e : e ' ; uv A - - f u _ r - * . r ~ - _ - l 2 « _ , 3 , '- f . 2 -r . V_ 3 * 'v g : s: l / _” a - ' ' - à - ' = ÀWVÀ l-íÉjíí_
  31. 31. ¡W403i! IW If E¡ lííñt-. nwdãfâãkirxímããíãfszitmñwím&mlf t ElnmlDÉ lã$H lei! , aue-. WFFEEIEEÉM BÉSWW_ . . , ' . pagam aim». ' <-- v l _ l «i 'f I. y l A. . M , .- V . . ; . “imã ; É 553k . . , r '. amu Mw Rmizmmtímm ' ÀBÍÊ74É -- gsm- : ma: ' @Wma-s Eam3v3mua5<umúI-_z1mirñrv“vr, ::xs. . , . 'e ' " n" ' " “Em . , "3 ; #5591531 . EK-EBSILMvãFHZEã-í'
  32. 32. Acidentes São sinais que alteram os sons, podendo elevar ou abaixar as notas. 37 # Sustenido Eleva a nota 1/2 tom l? Bemol X Dobrado sustenido Abaixa a nota V2 tom Eleva a nota 1 tom H7 Dobrado bemol Abaixa a nota 1 tom h Bequadro Exercícios: Elevar V2 tom Anula otefeito de todas as alterações, fazendo a nota Voltar à nota natural. O bequadro também anula um bemol ou dobrado-bemol, sendo assim, ele eleva a altura da nota. Quando o bequadro anula um sustenido ou dobrado-sustenido, ele abaixa a altura da nota. Abaixar V2 tom Elevar V2 tom Abaixar V2 tom | . I i c- á #a 1 à: 1” i I Abaixar V2 tom Elevar 1tom Abaixar 1tom Elevar 1tom 1 I 1 a 1 e 3 a G Elevar 1 tom Abaixar V2 tom Elevar 1 tom Abaixar 1tom | 1+1 J a if I Abaixar 1tom Elevar 1tom Elevar 1 tom Elevar V2 tom 1 i 1 l e d 61 a Abaixar V2 tom Abaixar V2 tom Abaixar V2 tom Elevar 1tom É É @r é ã ig 1 J 1 1
  33. 33. 38 Semitom: é meio (V2 tom) e pode ser Classificado Como: Cromático: formado por duas notas de mesmo nome, porém de entonação diferente. Dói Dó Ré O Dó é elevado V2 tom e a tecla preta recebe o nome de Dói. Diatônico: formado por duas notas diferentes (sons sucessivos). Exercício Classifique em ® Diatônico e © Cromático: Réb O Ré é abaixado V2 tom e a tecla preta recebe o nome de Rél'. 5:03 3303 *de *eo* +403” i @E43 c à lu; i3 31
  34. 34. . ÍÍEJNEH EFI¡ - r a 33 ÂÉÍÊLÍÉlÉ-ÉÍ-. Jtréârgziaxxésiarjirggü : l r ' ; _'. * 4.3.1. É t» 1d( 'l 1 ~u '- . , . , ' ma' ÊÊl lÍÍWl7 h 2 1 ' q. ' Eu¡ a - 1' 4 "m" 1:. ~ v ~ - ' _~su-E: :'a›. ;r: mturi&mhnr› ' ' #atum-manila *$123* 5m. . M. ; r , - _ u “É” gw'. o 13.3”. V_ . .íiiíâa ITZÊÍAQEJ-&Eu Difmj* ; qiíwsgalr u : :í . à. . _ Éz. 1:. . ! Eí&: §k! d2íü 'wlmimzm › . r . . l . - ' »ma-r-'xdaae-maâiíwm &se; ñaéramuíkaanfatñííiílmãfw
  35. 35. , , ; A ! nr-ELÊÍÉÍÉ _ t. ; r VT à ; F m: ° 2'_ ÉE' ' ÍKv$§-'§01P 54%BÔ'Àã É ¡EJÍIF . rasaw--magmwuaàn E V m, _ j. . í A ' r * í V L. ..- k ' r. -, , . . r › ' . uffsmííñafiííüwhêsíüxulnyãn SJZVRÂe-&atfaí-&ircrnr ' . EBMIGRMJMVW-I MkHBPcdB-«êt 533% Sã"? . . , , , , íTE3lã
  36. 36. . É. . «su . _ 7;; mir -sr ~ I'll mudam¡ À , _ Çflrlãwâàxawaumztêüíãzt: Mamma-mea' : :uma 3314214121?? í v'. um. “gbÉflfYg , n35 m' "Lílill BÊ . , ~ : WWW Emígeaustçlgãàaíñiêkskhadã' r-rélñmbazx-*mmkávnàf , Axkxí m* ~ _ . í Emníikkm ' - 3 . . w jvíç" _ ¡ 'I
  37. 37. é' É -. . xe;1F°P
  38. 38. Expressões de primeira e segunda vez Servem para indicar repetição musical de um trecho. A segunda Vez termina diferente da primeira. Podemos colocar estas expressões em mais Compassos, porém, no exemplo da Lição 21, ao lado, usamos somente um compasso. No exemplo abaixo temos dois compassos: Ju* Mm; ÍFÚAÃJVgQ Da Capo = expressão italiana que significa do começo. Dal Segno al Fine = do sinal até o fim. Fine = fim. D. C. al Fine = do começo ao fim.
  39. 39. 'if 44 “Lição 22 _ 3 »'80 3 443213; 432,1:: - , 4 3 21. 4 3 2 i1_ '- , ¡ , a ~ n " s' "“ ' 141) ' ' ' i ~ = / › r' / ' ” _gííí-í-: :íí Itaim_ í-; ;;1í¡___. __: í nuvnonííã1ín. _____xlíí_íí Organ 4321? 432 ›- 4 o 1 1 z -Jà LN lx) ›- . , lr 1* I - ? ___ íé=1i1-= L-_5== == ==__. "- ". ._-É. _í l . w i n " ' 5 13 - " e , 3 1 t» 3 1 4_ 2 313 1 - II EI i / “ Í? P í 1 I É i 'l i 1 . ____
  40. 40. u f! "É.
  41. 41. 'o . 4 l 4~ » _ “IR-im Em! . « . . . ›. -" 'q ' ' a " Í , , Í-' à? , , .a 3
  42. 42. É? ) ~ n Fãs! " . t
  43. 43. i' " @â- à ' r F "Êàíü I'll-n¡ ': -."h I IÍ-l. I- _ ma. "E . r . , . , . JF-: iãmarus "DKW. * . ., 'mal _ «qnuaím-. L ___ < -- 4.. ~_-_r; :=
  44. 44. 49 Lição 25 Allegro (Lai = 100)
  45. 45. nl nl. : . ..ni n. n ! UL-n v. 9¡ J IO . ..ã 1. . ..Inm- u. .. E a.
  46. 46. Carl Czerny (1791-1857) Çzerny/ Cervantes - 25 Peças Op. 599 - órgão eletrônico ISBN BSHWHTTBL-E 'l 756533 '477651 CN Distribuição e Representação Musical Ltda. AI. Eduardo Prado, 292 - Campos Elíseos - 01218-010 - São Paulo/ SP Telefone: (11) 3331.6766 ricordi@ricordi. com. br - www. ricord¡. com. br CN O09

×