O Diário de Anne Frank

3.003 visualizações

Publicada em

Ficha de Leitura

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.003
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
233
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Diário de Anne Frank

  1. 1. FFiicchhaa ddee lleeiittuurraa Relatóriode leitura Períodode leitura:2 semanas Apresentaçãogeral do livro: O Diário de AnneFrank revelaoque fora,durante doislongos anos,o dia-a-diade umaadolescente condenadaaumavoluntáriaauto-reclusão,paratentar Fichatécnicado livro Autora : Anne Frank Título: O diário de Anne Frank Editora: Livros do Brasil Local de edição: Lisboa Ano de edição: (Março) 2009 Ano de publicação: 1947 Capa Contracapa Por Maria Elisabete RodriguesVieira,turmaA do10º ano
  2. 2. escaparà sorte dosjudeusque osalemãeshaviamcomeçadoadeportarpara supostos “campos de trabalho”. Ao longodolivro,Anne descreveosacontecimentosque marcamoseudia-a-diae fazdo seu diárioumaamiga com quemdesabafa e falasobre osseussentimentos. Infelizmente,emAgostode 1944, todosaquelesque estavamescondidosnopequenoanexo secretoonde a jovemhabitavaforampresos.Apósumabreve passagemporWesterborke Auschwitz,Anne Frankacabaentãopor ir parar a Bergen-Belsen,onde vemamorrerem Março de 1945, a escassosdoismesesdofinal daguerrana Europa. Relação título-livro:Otítulo e o livroestãobemrelacionadospoiseste livroé,naverdade,o diáriode Anne Frankonde elaexpõe odeudia-a-dia,osseussentimentose osseusmedos, depositandonele umconfidenteimaginário. Transcrição de ideias/frasesrelevantes:  “ Depoisde lavarmosospratos, outroavisode ataque aéreo,disparose enxamesde aviões.“Oh, céus,duasvezesnomesmodia”,pensámos, “é de mais”.De nada nos serviu,poismaisumavezchoverambombas…” – pág. 161  “As relaçõesaqui noanexoestãocadavez piores.Nãonosatrevemosaabrira boca à hora das refeições(exceptoparaenfiaracomida) pois,independentemente daquilo que dissermos,alguémficaráinevitavelmente ressentido,oucompreenderámal.” – pág. 185 Reacção pessoal ao livro: Eu gostei de lereste livroporque deu-me umaideiade comoforam difíceisostemposda2ª Guerra Mundial e por ter sidoescritoporuma adolescentefoi mais fácil compreendê-lo.Éumlivroque eurecomendoler,poistemumalinguagemsimplese é fácil de ler.
  3. 3. Da autora: Anne Frank naceu a 12 de Junho de 1929, em Frankfurt-am- Main, na Alemanha, no seio de uma família judaica. Filhade um comerciante,viveucoma suafamíliaemFrankfurtaté que à chegadaao poderdo partidonazi. Com a chegadados nazis, seguiu-seumagravamentodas manifestaçõesde anti-semitismonopaís.Em 1941, a família emigrouparaAmesterdão,onde Anne passouaviverconfinadaa um esconderijo.Durante doisanos,escreveuumdiárioemque relataaexperiênciada perseguiçãomovidapelosnazise faladosterroresque se abatiamsobre osque com ela partilhavamaquele pequenoespaço.A famíliaacaboupor serdescobertae transportadapara o campo de concentraçãode Bergen-Belsen,onde Annee suamãe viriama morrer.O diáriode Anne Franké umdos maisvivostestemunhosdohorrorque o nossoséculoconheceu. Encontra-se traduzidoemmaisde trintalínguas e fezda sua jovemautoraumsímbolodo sofrimentodosinocentesperanteainjustiça.A casade Amesterdãoque albergouafamília Frank é hoje um museu.

×