Crime e castigo - joão condeço

442 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crime e castigo - joão condeço

  1. 1. CRIME E CASTIGO Fiodor Dostoiewski
  2. 2. Ficha Técnica Titulo: Crime e Castigo Autor: Fiódor Dostoiévski Editora: Minerva de bolso Local de edição: [s.l] Ano de edição: 1974
  3. 3. O Autor  Dostoiévski foi um autor russo, nascido a 11 de novembro de 1821 e falecido a 9 de fevereiro de 1881, estudou engenharia numa escola militar , em São Petersburgo, e dedicou-se à leitura dos grandes escritores da sua época.  Em 1849 foi preso por participar em reuniões na casa de um revolucionário e condenado à morte porém, à última da hora, teve a pena comutada por Nicolau 1º e passou nove anos na Sibéria, quatro no presidio de Omsk e mais cinco como soldado raso.  Das suas obras destacam-se: “Crime e Castigo”, “O Idiota”, “O Jogador”, “Os Demónios”, “O Eterno Marido” e “Os Irmãos Karamazov”.
  4. 4. Resumo da Obra A personagem principal é um jovem estudante chamado Rodion Raskolnikov que vive à beira da miséria e que vive com o desejo de fazer algo importante. O estudante planeia, numa luta contra a sua consciência, a morte da idosa que lhe penhorava os bens, na consequência deste ato, acaba por roubar-lhe algumas joias e matar a irmã da vítima.
  5. 5. Resumo da obra (continuação) Apesar de ter roubado as joias a sua consciência não lhe permite usá-las e acaba por as enterrar debaixo de uma pedra. O autor narra também os romances da irmã do protagonista, bem como, os do mesmo com Sónia.
  6. 6. Resumo da obra (continuação) A policia investiga os crimes e cometidos e prende um inocente que admite ser culpado devido à pressão sofrida. No entanto, Raskolnikov, devido aos seus remorsos e à insistência de Sónia, admite ser ele o culpado dos crimes. O protagonista é condenado, tendo em conta o seu arrependimento e o facto de se ter entregue, a oito anos numa cadeia na Sibéria. Sónia mantem-se sempre presente.
  7. 7. Citações “ Que é que os homens temem, acima de tudo? O que for capaz de mudar-lhes os hábitos. ” Pg. 4 “O homem é um covarde … e mais covarde ainda quem lhe reprova essa covardia.” Pg.143

×