Projeto Interventivo BIA

5.314 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
643
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Interventivo BIA

  1. 1. Projeto Interventivo 2011 Bloco Inicial de Alfabetização E.C 16
  2. 2. Contextualização legal do ensino fundamental de nove anos <ul><li>LDB 9394/96 </li></ul><ul><li>PNE Lei 10.172/02 </li></ul><ul><li>Lei 3.483/04 DF </li></ul>
  3. 3. Objetivos do Bloco Inicial de Alfabetização <ul><li>Reorganizar o tempo/espaço da escola, com vistas ao pleno desenvolvimento da criança e sua efetiva alfabetização/letramento. </li></ul><ul><li>Definir os fundamentos teórico-metodológico norteadores da prática docente, tendo em visa a concepção de alfabetização proposta para o BIA. </li></ul><ul><li>Organizar os Referenciais Curriculares em um eixo integrador – alfabetização/letramento/ludicidade – que articule a construção de diferentes linguagens e as relações que essa construção estabelece com os objetivos do conhecimento. </li></ul><ul><li>Valorizar a formação continuada dos professores, estimulando a ação-reflexão-ação da prática pedagógica. </li></ul>
  4. 4. Objetivos do Bloco Inicial de Alfabetização <ul><li>Refletir sobre o processo de ensino-aprendizagem, permitindo à criança de 6, 7 e 8 anos: </li></ul><ul><li>Vivenciar experiências prazerosas de aprendizagem, ressignificando as atividades escolares. </li></ul><ul><li>Interagir solidariamente com seus pares e demais membros da comunidade escolar. </li></ul><ul><li>Perceber o espaço escolar como ambiente de trabalho cooperativo e de equipe, responsabilizando-se pela organização da vida coletiva e pela construção de novos conhecimentos. </li></ul><ul><li>Sentir-se apoiada e estimulada a refletir, questionar, pesquisar, tomar iniciativa, enfim, ser o sujeito ativo no processo educativo. </li></ul>
  5. 5. Princípios Metodológicos do BIA <ul><li>Enturmação por idade. </li></ul><ul><li>Formação continuada dos professores. </li></ul><ul><li>Trabalho coletivo com reagrupamento . </li></ul><ul><li>Trabalho com Projeto Interventivo. </li></ul><ul><li>As Quatro Práticas de Alfabetização. (Leitura/interpretação, produção de textos, análise linguística e sistematização do código) </li></ul><ul><li>A avaliação formativa no processo de ensino-aprendizagem. </li></ul>
  6. 6. Princípios Metodológicos do BIA <ul><li>Valorização dos saberes sócio-culturais dos indivíduos. </li></ul><ul><li>Concepção de conhecimento como construção e reconstrução, num movimento dialético de ressignificação com base nas experiências pessoais dos sujeitos envolvidos no processo de ensinar-aprender </li></ul><ul><li>Superação da fragmentação do trabalho escolar a partir da interdisciplinaridade. </li></ul><ul><li>Construção de práticas coletivas de planejamento e avaliação. </li></ul><ul><li>Superação da avaliação classificatória e excludente, por uma avaliação formativa, inclusiva e emancipatória. </li></ul>
  7. 7. Princípios do BIA <ul><li>As Quatro Práticas de Alfabetização (Lígia Klein, 2002): </li></ul><ul><li>Prática de Leitura e Interpretação; </li></ul><ul><li>Prática de Produção Textual (oral e escrita); </li></ul><ul><li>Prática de Análise Linguística; </li></ul><ul><li>Prática para a Sistematização do Código; </li></ul>
  8. 8. Reagrupamento <ul><li>É uma estratégia pedagógica que os professores do BIA devem utilizar para estimular e facilitar o acesso do aluno à leitura e escrita, apresenta características como: </li></ul><ul><li>DINAMICIDADE </li></ul><ul><li>PROVISORIEDADE </li></ul><ul><li>DIVERSIDADE </li></ul>
  9. 9. Reagrupamento <ul><li>O reagrupamento pode acontecer em três modalidades: </li></ul><ul><li>Intraclasse : acontece no interior da sala de aula; </li></ul><ul><li>Interclasse : acontece entre uma mesma etapa ou entre etapas diferentes no mesmo turno; </li></ul><ul><li>Extraclasse : acontece entre uma mesma etapa ou entre etapas diferentes no turno contrário . </li></ul>
  10. 10. Projeto Interventivo <ul><li>Tem como meta o investimento em ações diferenciadas, de acordo com a realidade de cada turma, mas com foco na aprendizagem significativa, contextualizada, lúdica e prazerosa. </li></ul><ul><li>Seus objetivos são específicos a um grupo de alunos. </li></ul>
  11. 11. Projeto Interventivo <ul><li>Características principais: </li></ul><ul><li>Contextualização; </li></ul><ul><li>Caráter temporário; </li></ul><ul><li>Avaliação processual; </li></ul><ul><li>Atendimento às necessidades do aluno; </li></ul><ul><li>Flexibilidade de estratégias; </li></ul><ul><li>Participação coletiva de todos da escola. </li></ul><ul><li>Ludicidade nas ações educativas. </li></ul>
  12. 12. Modelo de Projeto Interventivo <ul><li>Projeto I[1]...docx </li></ul>
  13. 13. Reflexão <ul><li>“ Em todas as áreas, sobretudo na educação, o caminho se faz enquanto se anda. A grande descoberta é que não há exemplos prontos e fechados para seguir. O que há é um horizonte social, que inclui não uma forma acabada de estruturas sociais, mas um conjunto de princípios que servem de rumo dentro de uma realidade determinada e uma proposta metodológica que torne possível a aproximação deste horizonte.&quot; </li></ul><ul><li>Carlos H. Carrilho </li></ul>

×