UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS      DISCIPLINA ECOLOGIA DE COMUNIDADES I    CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MODALIDADE BACHAREL   ...
O presente trabalho foi realizado a partir do artigo anexado: “Ecologia decomunidades de insetos aquáticos dos afluentes d...
- Opinião sobre o Objetivo abordado no artigo: Com o “pool” de conhecimento   anterior, provavelmente houve um momento de ...
- Conclusão de acordo com o artigo:    “O presente estudo indica uma diversidade de 41 famílias de insetosaquáticos distri...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Analise ecocomunidades

183 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Analise ecocomunidades

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS DISCIPLINA ECOLOGIA DE COMUNIDADES I CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MODALIDADE BACHAREL Profª Dra. Dalva Maria da Silva Matos Análise Estrutural deArtigo Sobre Ecologia de Comunidades Érique de Castro RA: 405523 São Carlos 2013
  2. 2. O presente trabalho foi realizado a partir do artigo anexado: “Ecologia decomunidades de insetos aquáticos dos afluentes do médio rio Araguaia em Goiás,Brasil” de Leonardo de Assis Italo.1. Premissa - Definição: Premissa é uma fórmula/formulação considerada hipoteticamente verdadeira, dentro de uma dada inferência/sistema, a partir de pré conhecimentos. - Premissa de acordo com o artigo: “Segundo Vannote et al. (1980) existem mudanças contínuas e previsíveisna estrutura da comunidade aquática de ambientes lóticos, desde sua nascenteaté sua foz. Segundo estes autores a comunidade responderia às diferentescaracterísticas do rio como: tipo de substrato (cascalho, folhiço, rocha),profundidade, taxa de produtividade primária, velocidade do fluxo d’água, entreoutros. Os trechos superiores do rio receberiam uma grande influência da entradade matéria orgânica alóctone (matéria orgânica proveniente de fora do corpod’água, por exemplo, da mata ripária) e devido ao maior sombreamento destestrechos, pouco largos, eles também apresentariam uma baixa produtividadeprimária. (...) À medida que o rio aumenta em largura e profundidade, diminui aimportância da entrada de matéria orgânica alóctone e aumenta a importânciade matéria orgânica gerada dentro do próprio rio (chamada de matéria orgânicaautóctone) através da produtividade primária e secundária. A resposta dacomunidade bentônica é a substituição gradativa de fragmentadores porcoletores e raspadores ao longo de uma gradiente fluvial (VANNOTE et al., 1980)”. - Opinião sobre a Premissa abordada no artigo: O pesquisador usou da literatura disponível sobre o tema em que desejou trabalhar e com isso levantou informações a respeito do mesmo, a fim de criar uma ordem lógica e um “pool” de conhecimento anterior ao de realizar a pesquisa em si. E somente com esse “pool” de conhecimento sobre a ecologia de comunidades relacionada ao meio ambiente foi possível criar um objetivo.2. Hipótese - Definição: Uma hipótese é uma formulação provisória, com intenções de ser posteriormente demonstrada ou verificada, constituindo uma suposição admissível. - Não foi levantada uma hipótese, entretanto determinou-se um objetivo.3. Objetivo - Definição: O termo objetivo diz respeito a um fim que se quer atingir. - Objetivo de acordo com o artigo: “Comparar as assembleias de insetos aquáticos entre os cursos de águas amostrados e determinar quais são os padrões da relação insetos-substrato.”
  3. 3. - Opinião sobre o Objetivo abordado no artigo: Com o “pool” de conhecimento anterior, provavelmente houve um momento de escolha de local para aplicar os conhecimentos adquiridos. Ao escolher o local e objeto de estudo pode-se portanto ter um objetivo, que foi o caso deste artigo. Usando determinada metodologia o objetivo pode ser alcançado, desde que sejam corretas as premissas.4. Metodologia - Definição: A Metodologia é a explicação minuciosa, detalhada, rigorosa e exata de toda ação desenvolvida no método (caminho) do trabalho de pesquisa. É a explicação do tipo de pesquisa, dos instrumentos utilizados (questionário, entrevista etc), do tempo previsto, da equipe de pesquisadores e da divisão do trabalho, das formas de tabulação e tratamento dos dados, enfim, de tudo aquilo que se utilizou no trabalho de pesquisa. - Metodologia de acordo com o artigo: A metodologia se encontra anexada no artigo anexado ao final deste trabalho. - Opinião sobre a metodologia abordada: A metodologia condiz com a proposta apresentada. Um área foi delimitada, e dentro dessa área quais sistemas aquáticos seriam estudados, juntamente com sua mata ciliar. Um protocolo foi abordado a fim de se estabelecer quando e o quanto devia se obter de coletas. Após a coleta houve a triagem dos indivíduos do estudo.5. Análise dos Dados - Definição: Após a obtenção dos dados através da metodologia realizada é necessário analisar os mesmo e criar uma ideia lógica a respeito. - Análise dos Dados de acordo com o artigo: “Inicialmente foi elaborada uma matriz de dados formada pela abundância de cada família de inseto aquático por curso de água amostrado. A partir da matriz de dados mencionada foi calculada a curva de saturação da riqueza de famílias. Para as outras análises foi utilizada uma matriz similar, porém organizada por grupos, isto é, agrupando os dados da abundância por família do trecho do rio e este do seu respectivo afluente.” - Opinião sobre a Análise de Dados abordada: Percebe-se que foi necessária duas formas de análise, uma que após a triagem criou-se uma matriz que foi plotada em um gráfico para representar a curva de saturação da riqueza de famílias, e uma outra, para organizar os dados em grupos e local de coleta.6. Conclusão - Definição: Com a análise realizada, é feito um argumento crítico e lógico de acordo com os dados obtidos, a fim de verificar a hipótese ou atingir o objetivo proposto.
  4. 4. - Conclusão de acordo com o artigo: “O presente estudo indica uma diversidade de 41 famílias de insetosaquáticos distribuídos em nove ordens. Os descritores ecológicos utilizadosindicam existir diferenças entre as assembleias de insetos aquáticos dos cursosde água que parecem relacionados à sua localização seja em ambientes ricosem matéria orgânica, como é o caso dos cursos de água localizados na planíciede inundação do médio Araguaia, ou em locais com interferências antrópicas.As larvas da família Chironomidae e Ceratopogonidae estão associadas a umsubstrato de folhas explicada pelo uso das mesmas por parte destes insetoscomo alimento. Os Simuliidae e Coenagrionidae apresentem preferência porsubstratos de seixos, que parecem estar relacionados com os hábitosalimentares e aspectos ecológicos. Tendo em vista a interferência dasatividades antropogênicas seria necessário o estudo da resposta dasassembleias de insetos a estas interferências utilizando determinadas famíliasno monitoramento das mesmas.”- Opinião sobre a Conclusão abordada no artigo: O objetivo foi alcançado, verificando-se a variância do substrato com aquantidade e dispersão dos organismos estudados. Portanto, o pesquisadorusou de uma literatura correta e metodologia adequada, formulando por finaluma proposta de intervenção que pode ser usada por outro pesquisador.

×